HP12C como Ferramenta FinanceiraAgora que você já compreendeu os princípios básicos da calculadoraHP12C e entendeu a lógic...
usar. Ou seja, praticamente de olhos fechados o profissional obtém osresultados que pretende obter.E como toda uma literat...
; é o valor de uma parcela de amortização de uma dívidacontraída, ou retirada mensal de um investimento ou recebimentomens...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Hp12 c lição 3-1

194 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
194
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Hp12 c lição 3-1

  1. 1. HP12C como Ferramenta FinanceiraAgora que você já compreendeu os princípios básicos da calculadoraHP12C e entendeu a lógica de funcionamento, vamos agora entendercomo usar o principal conjunto de teclas, justamente aquele maisusado. São cinco teclas agrupadas que permitem calcular prestações,pagamentos, juros, valor do principal, valor presente, valor futuro,dívida a ser paga no futuro, amortizações, cálculo de juro efetivo, custodo dinheiro, e valor descontado no presente.São elas:Note que estas teclas encontram-se justamente no campo mais visível,destacadas no canto superior esquerdo da calculadora. Estas teclas, n, i,PV, PMT e FV são, de fato, as mais usadas. A ideia de colocá-las lado alado e a facilidade com que se inserem os dados e obtemos o resultadoque desejamos é uma das principais razões de sucesso da HP12C.O princípio aqui é que as principais operações envolvem sempre 4destas 5 teclas. E, conhecendo três das variáveis, obtemos a quartaclicando apenas no valor que desejamos conhecer. Não poderia sermais simples. São cálculos que poderíamos fazer perfeitamente usandoalgumas fórmulas financeiras bem conhecidas e usando umacalculadora um pouco mais completa. Porém, como ferramenta, estadisposição de fórmula de cálculo a torna extremamente fácil e ágil de
  2. 2. usar. Ou seja, praticamente de olhos fechados o profissional obtém osresultados que pretende obter.E como toda uma literatura faz referência a esta ferramenta, tudo setorna mais fácil, objetivo e, sobretudo, ágil. Quem gosta de manipularfórmulas, para saber exatamente o que está fazendo, é claro, o nariz vaitorcer. Mas para a grande maioria dos profissionais, no dia a dia, quenão desejam trabalhar em novas teorias ou fazer estudos avançados,mas simplesmente saber o custo da prestação e o custo do dinheiro(juros), esta é uma ferramenta que torna a vida mais fácil, e esta foi arazão porque ela se manteve no mercado até os dias de hoje.Vamos às teclas e os seus significados: ; é o valor “no dia de hoje” de um valor financeiro, seja eleinvestimento realizado ou uma dívida assumida. ; é o valor “no futuro” de um determinado valor financeiro, sejaele o do resgate de um investimento, no dia determinado ou dopagamento de uma dívida, que será desembolsada em uma data nofuturo. ; é o número de períodos, em geral meses, ou anos, de umdeterminado investimento ou dívida, durante o qual incidirão juros. Acada n, incide uma quantidade de juros. ; é o valor da taxa de juros de um empréstimo, ou de uminvestimento.
  3. 3. ; é o valor de uma parcela de amortização de uma dívidacontraída, ou retirada mensal de um investimento ou recebimentomensal de um empréstimo concedido.O uso destas funções envolve a maior parte das situações diárias,quando nos defrontamos com situações de dívida, empréstimo,investimos e amortizações.Desta forma, se sabemos por exemplo , podemosobterSe sabemos , , , podemos obterOu ainda, se sabemos , podemos obterNada melhor do que exemplos para entender melhor. Os “filmetes”que se seguem vão exemplificar algumas situações de cálculo. Siga oaudio e as sequências tecladas. Estas serão as operações que você irárealizar na maior parte das vezes.

×