[OPERAÇÃO WAZE] Projeto Pelo Direito ao Diagnóstico em 30 dias.

1.321 visualizações

Publicada em

Projeto Oncoguia

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.321
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
838
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

[OPERAÇÃO WAZE] Projeto Pelo Direito ao Diagnóstico em 30 dias.

  1. 1. [OPERAÇÃO WAZE] Defendendo o direito ao diagnóstico precoce e a transparência nas filas do SUS
  2. 2. Mais de 60% dos casos de câncer no Brasil são diagnosticados em estágio avançado devido a dificuldades no acesso a consultas e exames. (TCU 2010)
  3. 3. Só na cidade de São Paulo existem mais de 661 mil pessoas esperando na fila do SUS para realização de consultas ou exames. (Jornal Folha de São Paulo). Você tem uma ideia do que representa esse número?
  4. 4. São 10 Estádios do Itaquerão lotados de pessoas aguardando na fila!!!
  5. 5. Segundo a OMS, todos os anos, milhões de pacientes com câncer poderiam ser salvos de uma morte prematura e de sofrimento se tivessem tido acesso ao diagnóstico de forma rápida.
  6. 6. Quando o diagnóstico é tardio o tratamento do paciente se torna mais complexo e os custos para o sistema aumentam substancialmente.
  7. 7. Outra consequência é o aumento dos custos previdenciários decorrentes do prolongado afastamento do paciente do mercado de trabalho.
  8. 8. O processo de diagnóstico é hoje um dos pontos mais críticos do SUS. Até o paciente chegar ao resultado, existe uma longa peregrinação. E nessa peregrinação existem ainda dois agravantes: 1. não há transparência e controle na lista de espera por consultas, exames e procedimentos em saúde, o que pode dar margem a todo tipo "jeitinho", como aquele paciente que literalmente "fura a fila porque é amigo de um político“; E 2. na grande maioria das vezes o paciente sai da consulta com o pedido de um exame sem o respectivo agendamento, ou seja, não sabe nem quando e nem onde irá realizar o procedimento. Orientam-no a aguardar por um telefonema.
  9. 9. Imagine só a angústia de um paciente com sinais e sintomas de câncer aguardando meses por um telefonema de mero agendamento?
  10. 10. Casos reais de pacientes que enfrentaram todos esses problemas foram perfeitamente retratados pelo Programa Fantástico no dia 30/11/16. Veja aqui a matéria completa.
  11. 11. Uma maior transparência das filas de espera, até para que o paciente saiba quantas pessoas estão na sua frente, e informações mais precisas sobre os caminhos que o paciente deverá percorrer, por si só, poderiam contribuir para a organização do sistema e garantir maior agilidade na realização de consultas, exames e procedimentos no SUS.
  12. 12. Pensando em resolver esses problemas o Oncoguia apresentou, em outubro de 2016, uma sugestão de Projeto de Lei à Comissão de Direito Humanos e Legislação Participativa do Senado (CDH), espaço aberto para facilitar a participação da sociedade no processo de elaboração legislativa (Clique aqui para ter acesso ao texto do projeto de lei sugerido). Clique AQUI para ter acesso ao texto do projeto de lei sugerido.
  13. 13. A ideia central é garantir transparência nas filas (obviamente, preservando o direito ao sigilo das informações pessoais) e empoderar o paciente com informações sobre o caminho que deverá percorrer, incluindo o local, dia e horário da realização de exames, consultas e outros procedimentos em saúde prescritos.
  14. 14. É uma espécie de modelo Waze de navegação do paciente, fazendo uma analogia ao aplicativo de navegação por GPS.
  15. 15. O nosso objetivo é que o Projeto de Lei seja aprovado no Congresso Nacional e vire Lei!
  16. 16. Continue acompanhado e lembre-se! Você é o responsável direto pelas políticas públicas dentro do seu País. Cuidar do seu governo é também cuidar da sua saúde.

×