O REINO UNIDO EA SUA RELAÇÃO COMA UNIÃO EUROPEIA<br />AS QUESTÕES DE POLÍTICA EXTERNA<br />Trabalho realizado por Inês Fer...
	A EUROPA DOS SEIS 	<br />	A Comunidade Económica Europeia é formada em 1957 por seis países. <br />
OBJECTIVOS INICIAIS DA CRIAÇÃO DA CEE<br />	a) Manutenção da Paz.<br />	b) Resistência à expansão socialista.<br />	c) Com...
O Reino Unido não é um membro fundador. Quais os motivos?<br />a) As suas boas relações com as colónias e as ex-colónias, ...
Em 1959, é criada a EFTA - zona de comércio livre.<br />
A CEE tem um crescimento económico espectacular.  <br />O Reino Unido inicia conversações em 1961<br />	e em 1963 e 1967 p...
As suas pretensões são rejeitadas pelo General de Gaulle .<br />
Qual o motivo?<br />A amizade/aliança com os EUA.<br />
O Reino Unido é finalmente aceite em 1973, juntamente com a Irlanda e a Dinamarca.<br />	A EUROPA DOS NOVE.<br />
A entrada na CEE não foi consensual, naquele país.<br />a) Rejeição da ideia de um super-estado europeu, b) não abdicação ...
	Mas os resultados obtidos no referendo de Maio de 1975 confirmam a sua presença na CEE, com 2/3 dos eleitores do Reino Un...
	Contudo, a Dama de Ferro é uma eurocépticae considera que o seu País contribui em demasia para os fundos da CEE (1979).<b...
ACTO ÚNICO EUROPEU (1986)<br />	Alargamento, Europa dos 12 / Desenvolvimento do Mecanismo Europeu de Taxas de Câmbio (MTC)...
TRATADO DE MAASTRICHT (1993)<br />	É mal recebido pelos Conservadores ingleses. Argumentos: i) o Federalismo conduz a um s...
					TRATADO DE AMESTERDÃO (1997)<br /><ul><li>Direitos Humanos: discriminação baseada em género, raça, religião, orientaç...
A livre circulação de pessoas é assegurada (embora o Reino Unido e a Irlanda tenham mantido o controlo das fronteiras);
Leis sobre divórcio, imigração, vistos e asilo são comuns em toda a UE.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O Reino Unido e a sua relação com a União Europeia

1.863 visualizações

Publicada em

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.863
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Reino Unido e a sua relação com a União Europeia

  1. 1. O REINO UNIDO EA SUA RELAÇÃO COMA UNIÃO EUROPEIA<br />AS QUESTÕES DE POLÍTICA EXTERNA<br />Trabalho realizado por Inês Ferraz, Joana Dias, Luís Pinto e Luís Nabais<br />
  2. 2. A EUROPA DOS SEIS <br /> A Comunidade Económica Europeia é formada em 1957 por seis países. <br />
  3. 3. OBJECTIVOS INICIAIS DA CRIAÇÃO DA CEE<br /> a) Manutenção da Paz.<br /> b) Resistência à expansão socialista.<br /> c) Competição com os EUA, no mercado capitalista.<br />
  4. 4. O Reino Unido não é um membro fundador. Quais os motivos?<br />a) As suas boas relações com as colónias e as ex-colónias, b) as suas ideias sobre a união aduaneira e c) a soberania nacional/CEE.<br />
  5. 5. Em 1959, é criada a EFTA - zona de comércio livre.<br />
  6. 6. A CEE tem um crescimento económico espectacular. <br />O Reino Unido inicia conversações em 1961<br /> e em 1963 e 1967 pede<br /> a sua adesão à CEE.<br />
  7. 7. As suas pretensões são rejeitadas pelo General de Gaulle .<br />
  8. 8. Qual o motivo?<br />A amizade/aliança com os EUA.<br />
  9. 9. O Reino Unido é finalmente aceite em 1973, juntamente com a Irlanda e a Dinamarca.<br /> A EUROPA DOS NOVE.<br />
  10. 10. A entrada na CEE não foi consensual, naquele país.<br />a) Rejeição da ideia de um super-estado europeu, b) não abdicação de políticas e regulamentos favoráveis e c) contribuições excessivas para a CEE.<br />
  11. 11. Mas os resultados obtidos no referendo de Maio de 1975 confirmam a sua presença na CEE, com 2/3 dos eleitores do Reino Unido a votarem SIM.<br />
  12. 12. Contudo, a Dama de Ferro é uma eurocépticae considera que o seu País contribui em demasia para os fundos da CEE (1979).<br />
  13. 13. ACTO ÚNICO EUROPEU (1986)<br /> Alargamento, Europa dos 12 / Desenvolvimento do Mecanismo Europeu de Taxas de Câmbio (MTC) / Desenvolvimento do mercado livre europeu / Maior importância do Parlamento Europeu /Retira o veto a qualquer membro.<br /> O Reino Unido só entra no MTC em 1992 e a retirada do veto impede a protecção ao País.<br />
  14. 14. TRATADO DE MAASTRICHT (1993)<br /> É mal recebido pelos Conservadores ingleses. Argumentos: i) o Federalismo conduz a um superestado europeu, aumentando a burocracia; ii) a união monetária; iii) o protocolo social - salvaguardar os direitos dos trabalhadores na EU e a existência de um salário minímo<br /> O Reino Unido rejeita o capítulo social, (por aumentar os custos) e pede um opt-out. Só adere ao protocolo Social em 1997 (Tratado de Amesterdão).<br /> O Reino Unido e a Dinamarca não aderem ao Euro. Segundo os conservadores, este vem por a identidade nacional em causa (campanha “keepthepound”).<br />
  15. 15. TRATADO DE AMESTERDÃO (1997)<br /><ul><li>Direitos Humanos: discriminação baseada em género, raça, religião, orientação sexual e idade é declarada ilegal;
  16. 16. A livre circulação de pessoas é assegurada (embora o Reino Unido e a Irlanda tenham mantido o controlo das fronteiras);
  17. 17. Leis sobre divórcio, imigração, vistos e asilo são comuns em toda a UE.
  18. 18. Europol – agência de inteligência – inicia as suas operações.
  19. 19. Défices de orçamento são regulados por uma moeda única a ser introduzida.
  20. 20. Coordenação de estratégias de emprego entre os estados-membros.
  21. 21. Altos Funcionários Públicos coordenam políticas externas e de segurança comuns.
  22. 22. Maior poder para o Parlamento Europeu.</li></li></ul><li>Em 2003, apoia a invasão do Iraque.<br />Este apoio demonstra mais uma vez a preferência pela aliança com os EUA, o que provocou uma divisão na UE, com os governos da França e Alemanha a manifestarem-se contra a intervenção militar..<br />A intensa oposição da opinião pública à Guerra do Iraque levou à derrota eleitoral de TonyBlair em 2007.<br />
  23. 23. Em 2010, David Cameron fez uma defesa apaixonada da adesão da Turquia à União Europeia, apresentando-se como o seu “o mais sólido advogado”.<br />Relembrando os vetos de Charles de Gaulle, afirmou: “sabemos o que significa ficar fora do clube”.<br />Tais afirmações poderão colocar o Reino Unido (mais uma vez) em rota de colisão com o governo francês, manifesto opositor da integração da Turquia na UE, devido a diferenças culturais e preocupações de coesão política da união. <br />

×