Texto dramático: "Falar Verdade a mentir"

3.775 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.775
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Texto dramático: "Falar Verdade a mentir"

  1. 1. Texto dramáticoAnálise da obra “Falar Verdade a Mentir”, de Almeida GarrettCaracterísticas do texto dramáticoO texto dramático é um texto que se destina a ser lido e/ ou representado. Pode ser escrito emprosa ou em verso e as falas das personagens são introduzidas no discurso direto. O textodramático, criado pelo dramaturgo, tem como finalidade ser representado, passando, assim, atexto teatral, onde se destaca a função do encenador, o qual interpreta o texto escrito pelodramaturgo e poe em cena o espetáculo teatral. o Ação 1. Elementos do texto dramático o Personagens o Espaço o Tempo 2. Tipos de discurso o Texto principal o Didascálias 1) AçãoEstrutura externa o Ato – único. A ação passa-se sempre no mesmo espaço. o Cena – I a XVII – marca a entrada e/ ou saída de personagens.Estrutura interna o Exposição – cena I – apresentação das personagens e da própria ação. o Conflito – cenas II a XII – desenvolvimento dos acontecimentos que compõem a ação – peripécias, momentos de espectativa, de retardamento, clímax. o Desenlace – cenas XIII a XVII – conclusão da ação.Personagens o Principal ou protagonista – o papel de maior importância. o Secundária – papel de menor relevo em relação ao protagonista. o Figurante – mera presença física, importante para a compreensão da ação.
  2. 2. Espaço o Representado – local onde se passa a ação (sala elegante de visitas no hotel) o Da representação – espaço de representação da peça.Tempo o Representado – tempo em que a ação decorre (século XIX) o Da representação – é sempre presente, mesmo que o tempo do texto dramático seja passado. 2) Texto principalO texto principal é composto pelas falas das personagens (ou réplicas), que comunicamdiretamente umas com as outras, contando elas próprias a história.O discurso dramático pode ser feito através de: o Diálogo – quando as personagens falam entre si; o Monólogo – quando uma personagem fala consigo própria; o Aparte – frases das personagens que são destinadas a ser ouvidas unicamente pelo público.Texto secundário (didascálias)As didascálias (indicações cénicas) que se destinam ao leitor, ao encenador e aos atores,fornecendo informações sobre o cenário, os gestos e o tom de voz das personagens, vestuário,etc..Tipos de cómico a) Cómico de situação b) Cómico de linguagem c) Cómico de carácterLinguagemA linguagem usada por José Félix e Joaquina insere-se num registo mais popular denunciandoa sua origem mais humilde.Exemplo: “Isso é comédia, ou tu estás a mangar comigo?” “Mil pintos c’os diabos”Pelo contrário, Brás Ferreira e Duarte usam um registo mais cuidado/ familiar embora,também usem expressões mais populares reveladoras de um estatuto elevado.Exemplo: “Pois enfim, meu tio, já não há outro remédio, vou-lhe dizer…”Pode-se assim concluir que a linguagem serve para caracterizar as personagens.
  3. 3. Mentiras de Duarte o Marquesa brasileira muito rica que lhe pediu para ir com ela para o Brasil; o Teve uma aventura à saída do teatro e foi o herói; o Ia a casa do General Lemos todos os dias (uma grande casa); o Tinha para escolher três lugares de primeira ordem; o Era o diretor de um baile do clube (eleito por duzentos votos); o Tinha uma casa no fim da Rua do Alecrim (tinha-a vendido no dia anterior a Tomás José Marques); o Tinha um duelo com um inglês (Milord Cookimbroock); o Disse que esteve com o Coronel Francisco Lemos. (entre outras mentiras)Necessidade que Duarte tem de mentirDuarte não mente por mal, ele acha que as coisas contadas como elas são não têm piada,então, acrescenta alguns pormenores às suas histórias e acaba por mentir distraído.José Félix encobre as mentiras de DuarteJosé Félix não encobre as mentiras de Duarte pelo simples facto de querer que este e Amáliapossam casar e sejam feliz, pois o Brás Ferreira só os deixava casar se não apanhasse Duarte amentir. José Félix encobre as mentiras, pois se o casamento se realizasse, Joaquina, a suaamada, receberia um dote de cem moedas que os permitiria casar. Com esta atitude podemoscaracterizar José Félix como um interesseiro e materialista.Como encobre as mentirasJosé Félix, para encobrir as mentiras de Duarte, mascara-se das diferentes “personagens”inventadas (Tomás José Marques, Milord Cookimbroock, General Lemos que acaba por ficarcomo Francisco Lemos) e encara Brás Ferreira.Joaquina e o General Lemos acabam por encobrir mentirasJoaquina prepara um almoço para encobrir a mentira de que Duarte ia ter um almoço com umpríncipe e o General Lemos é o “salvador” da história, pois se não fosse ele afirmando que JoséFélix (mascarado de brigadeiro) era seu primo, Brás Ferreira não permitiria o casamento.DesenlaceBrás Ferreira dá a sua palavra, assim, Duarte e Amália podem casar-se. Joaquina recebe as cemmoedas, que lhe permite também casar-se com José Félix.Intenção crítica“Falar Verdade a Mentir” denuncia a mentira fácil e o jogo vivido por pessoas capazes de fazerde tudo para subir na vida. No entanto, tem como objetivo divertir, mas também ensinar,criticar e moralizar.

×