*Pe sso as Inte lig e nte s Re unidas,
Anse iam Te r Alg uns Sabe re s Sabo ro so s
A ILHA DOS
P.I.R.A.T.A.S.S.*
Tema: Tod...
GUILHERMO SANTIAGO
INÊS COZZO OLIVARES
JOSÉ RICARDO BARCELOS
GRILO
FOCALIZADORES
2 informações top de mercado: Economia da Experiência
& Desenvolvimento Sustentável
1 exercício de neurociência para desen...
09 Ferramentas
imediatamente
aplicáveis ao seu
trabalho
AO FINAL
CONJUNTO DE DADOS
FATOS AINDA DESCONEXOS
INFORMAÇÃO
Geralmente não faz sentido.
Não tenho exemplos para dar.
Não entendo m...
REVISTAS, LIVROS E JORNAIS
INTERNET, TV E RÁDIO
CURSOS, CONSULTORIAS E CONGRESSOS
QUALQUER MÍDIA
LIDA, OUVIDA OU VISTA
ACE...
CONEXÕES,
CORRELAÇÕES
ASSOCIAÇÕES
LINKS
REPRESENTAÇÕES
SIMBOLISMOS
FORMAS DE FAZER (mas ainda não é o fazer)
CONHECIMENTO
...
AHÁ! ELEMENTAR
MEU CARO
WATSON
ACESSO
PRÁTICA
AÇÃO
EXECUÇÃO
REALIZAÇÃO
FAZER
SABEDORIA
Só passa a ser SABER, quando é metabolizado pelo
organismo.
SOMENTE PELA PRÁTICA
JOGOS, DINÂMICAS,
SIMULAÇÕES, TESTES, TREINOS,
EXERCÍCIOS, ATIVIDADES
ACESSO
INTELIGÊNCIA
E
CRIATIVIDADE
Os indivíduos mais evoluídos,
são aqueles capazes de fazer
mais associações entre dados e
fatos.
Charles Darwin
INTELIGÊNC...
MEMBRANA
PÓS-
SINAPTICA
MEMBRANA
PRÉ-
SINAPTICA
FENDA
SINÁPTICA
NEUROTRANSMISSORES
FLUXO
MECANISMO DA SINAPSE
ELÉTRICA
QuickTime™ and a
GIF decompressor
are needed to see this picture.
QuickTime™ and a
GIF decompressor
are needed to see this...
Caça ao
tesouro
FECHAMENTO
CBTD Edição de 03/12/03 - Neuroaprendizagem
CBTD Edição de 03/12/03 - Neuroaprendizagem
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

CBTD Edição de 03/12/03 - Neuroaprendizagem

487 visualizações

Publicada em

CBTD Congresso Brasileiro de Treinamento e Desenvolvimento
Edição de 03 de dezembro de 2003
Neuroaprendizagem

Esta publicação pretende, basicamente, oferecer a visão da Neuroaprendizagem sobre algumas etapas da aprendizagem, sua definição e forma de aquisição.
Ela também mostra o mecanismo da sinopse (apenas o elétrico, embora o processo seja eletro-químico). E oferece uma atividade para aumentar a nossa capacidade de fazer conexões e correlações (processo neuroassociativo)

OBS.: Importante destacar que este workshop foi desenvolvido no formato Outdoor training e estes slides se referem apenas à uma breve contextualização do processo que foi eminentemente vivencial, realizado na Ilha de Palmas, em Santos/SP

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
487
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • As pessoas escrevem sua respostas em qualquer neurônio e depois associam o nome de outras pessoas que tiveram a mesma resposta
  • As pessoas escrevem sua respostas em qualquer neurônio e depois associam o nome de outras pessoas que tiveram a mesma resposta
  • As pessoas escrevem sua respostas em qualquer neurônio e depois associam o nome de outras pessoas que tiveram a mesma resposta
  • Folha/formulário para entrevista
    Coletar os nomes e imprimir com antecedência para ganhar tempo
  • CBTD Edição de 03/12/03 - Neuroaprendizagem

    1. 1. *Pe sso as Inte lig e nte s Re unidas, Anse iam Te r Alg uns Sabe re s Sabo ro so s A ILHA DOS P.I.R.A.T.A.S.S.* Tema: Todo trabalho é um espetáculo!
    2. 2. GUILHERMO SANTIAGO INÊS COZZO OLIVARES JOSÉ RICARDO BARCELOS GRILO FOCALIZADORES
    3. 3. 2 informações top de mercado: Economia da Experiência & Desenvolvimento Sustentável 1 exercício de neurociência para desenvolver a inteligência e a criatividade 1 cena de seriado de TV (Friends) e 1 música para ilustrar uma parte de um conceito. 1 jogo musical para conceituar a diferença entre Informação, Conhecimento e Sabedoria. 2 metáforas didáticas e 1 jogo lúdico de aquecimento e integracão para ilustrar o conceito de desenvolvimento sustentável. CONTRATO
    4. 4. 09 Ferramentas imediatamente aplicáveis ao seu trabalho AO FINAL
    5. 5. CONJUNTO DE DADOS FATOS AINDA DESCONEXOS INFORMAÇÃO Geralmente não faz sentido. Não tenho exemplos para dar. Não entendo muito bem o que
    6. 6. REVISTAS, LIVROS E JORNAIS INTERNET, TV E RÁDIO CURSOS, CONSULTORIAS E CONGRESSOS QUALQUER MÍDIA LIDA, OUVIDA OU VISTA ACESSO
    7. 7. CONEXÕES, CORRELAÇÕES ASSOCIAÇÕES LINKS REPRESENTAÇÕES SIMBOLISMOS FORMAS DE FAZER (mas ainda não é o fazer) CONHECIMENTO Para ser conhecimento, tem que ter significância. Fazer sentido, para mim.
    8. 8. AHÁ! ELEMENTAR MEU CARO WATSON ACESSO
    9. 9. PRÁTICA AÇÃO EXECUÇÃO REALIZAÇÃO FAZER SABEDORIA Só passa a ser SABER, quando é metabolizado pelo organismo.
    10. 10. SOMENTE PELA PRÁTICA JOGOS, DINÂMICAS, SIMULAÇÕES, TESTES, TREINOS, EXERCÍCIOS, ATIVIDADES ACESSO
    11. 11. INTELIGÊNCIA E CRIATIVIDADE
    12. 12. Os indivíduos mais evoluídos, são aqueles capazes de fazer mais associações entre dados e fatos. Charles Darwin INTELIGÊNCIA: Conexões e Correlações
    13. 13. MEMBRANA PÓS- SINAPTICA MEMBRANA PRÉ- SINAPTICA FENDA SINÁPTICA NEUROTRANSMISSORES FLUXO MECANISMO DA SINAPSE ELÉTRICA
    14. 14. QuickTime™ and a GIF decompressor are needed to see this picture. QuickTime™ and a GIF decompressor are needed to see this picture. QuickTime™ and a GIF decompressor are needed to see this picture. QuickTime™ and a GIF decompressor are needed to see this picture. Perguntas 1 - Se pudesse ter uma capacidade sobrenatural, qual seria e para que? 2 - Se pudesse escolher o alimento que melhor descreve seu caráter, qual seria e porque? 3 - Crie uma pergunta interessante.
    15. 15. Caça ao tesouro FECHAMENTO

    ×