Boletim informativo do InBrasCI— Sede Nacional                                      Ano nº01—Nº 01—                  Rio d...
Página 2PROJEPROJETO SALÃO DO AT MAÍSMO (2009)- TO SALÃO DO AT MAÍSMOPROJETO SALÃO DO ATMAÍSMO (2009)- (2009)-            ...
Página 3I Antologia InBrasCI 2009O InBrasCI, INSTITUTO BRASI-                 participar da coletânea escritores      dand...
InBrasCI                          de    -Instituto Brasileiro                          ais                  I    Culturas ...
Boletim informativo - cultural do InBrasCI— Sede Nacional                                       Ano nº01—Nº 02—           ...
2    PROJETO SALÃO DO ATMAÍSMO                PAVILHÃO DA JUSTIÇA E DO AMOR (cont.)     PROJETO CULTURAL InBrasCI         ...
3PAVILHÃO DA JUSTIÇA E DO AMOR (cont.)continuam vendendo o Brasil... São         I Antologia InBrasCI 2009brasileiros!... ...
4                InBrasCI   PROJETO LIVROS INFANTO-             JUVENIS (cont.)TEXTO:                                     ...
Boletim informativo - cultural do InBrasCI— Sede Nacional                                Ano nº02—Nº 04                   ...
propriedade ou não, para que ele possa vir a                          InBrasCI-produzir igualmente para todos. O dinheiro,...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Arauto ano 1 nº1

417 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
417
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Arauto ano 1 nº1

  1. 1. Boletim informativo do InBrasCI— Sede Nacional Ano nº01—Nº 01— Rio de Janeiro,03 de setembro de 2009 InBrasCI InBrasCI – Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais RCPJ-RJ n° 225964 – CNPJ n° 09.225.702/0001-48 -Instituto Fundação: 13 de fevereiro de 2006 Brasileiro de Culturas Internacionais todos os povos, para o (Governadorias) nosNesta edição: pág. que tenta conseguir Estados do Brasil, a que aflore a semente critério da sua Direto- do Amor Universal ria; também de sub-Edital 1 plantada em cada ser, chancelarias ao redor respeitando-se o Meio- do mundo. O COM-Projeto Salão do At- Ambiente, patrimônio PLEXO CULTURAL “LUZ, PAZ, AMOR –maísmo 1,2 de toda a humanidade InBrasCI visa alcançar BRASIL/ MADEIRA, e os direitos e deveres pessoas de todas as UMA PONTE PARA OSalão do Atmaísmo- 2 de cada povo, cada na- classes sócio-culturais MUNDO”Regulamento 2009 ção e cada indivíduo, O InBrasCI – e de todas as idades... dentro do conceito uni- basta que a pessoa es-IAntologia InBrasCI 3 Instituto Brasileiro de versal de liberdade, em teja motivada a parti- Culturas Internacio- que o direito de um nais, nascido a 13 de cipar e de acordo comProjeto Livros Infan- 3,4 termina onde começa o as normas do InBrasCIto-Juvenis fevereiro de 2006, é do outro. O InBrasCI é uma Entidade fundada e o Instituto estará de constituído, em sua braços abertos paraI Diretoria InBrasCI 4 com o objetivo de pro- base, de uma Sede no recebê-la. NAS ASAS mover a Cultura e de Brasil e de uma Chan- alcançar a PAZ Uni- DA CULTURA, A celaria atualmente na ANINHAR A PAZ, versal, através da inte- Ilha da Madeira e Re- gração das Culturas de caminha o InBrasCI. presentações DistritaisInteresses especiais: PROJETO SALÃO DO ATMAÍSMO (2009)- PROJETO CULTURAL Um empreendimento “ITAIPAVA & CARVALHOBRANCO”- CULTURA é o caminho e o lar Lourdes Balassiano, artistas e literatas AMOR é VIDA O “Salão do At- que o organizaram Edna Itaipava e Ma- maísmo” foi criado durante 18 anos, pa- rilza de Castro Pseu- A PAZ é a perfeição em maio de ra, principalmente, dônimo Carvalho buscada 1983, pelas literatas divulgar novos talen- Branco), para que ao e artistas Rosah Ro- tos; ao fim de tal evento dessem pros- (CB) sa, Maria Louzada e tempo, delegaram seguimento, como todos os poderes às vem acontecendo
  2. 2. Página 2PROJEPROJETO SALÃO DO AT MAÍSMO (2009)- TO SALÃO DO AT MAÍSMOPROJETO SALÃO DO ATMAÍSMO (2009)- (2009)- PROJETO SALÃO DO ATMAÍSMO (2009)- PROJETO CULTURAL— cont. pág. 01como vem acontecendo desde estético; e -ismos – sufixo nada mais belo e criativo queentão. O nome ATMAÍSMO a própria VIDA. Esse evento nominal de origem grega, sig-foi concebido pelas iniciadoras está, no momento, com 25 nificando“princípio artísti-do Salão acima citadas, reunin- anos de existência e, em co”,ou seja,“capacidade dedo indo dois elementos lin- 2009, estará completando criar beleza”. Daí, ATMAÍSMOgüísticos: ATMAN mais um ano de existência – – um momento “sui gene- ris” da criação, expressão e o criador e a criatura, o autor- a “alma individual” dos comunicação artística indivi- e sua obra, servindo de exta-hindus, que trazia, em si, a dual. O senso estético e o cri- siamento e evolução para oherança bramânica da cria- ar são dotes humanos e sua apreciador presente ao even-ção e de um apurado senso existência é inerente à vida – to. PROJETO SALÃO DO ATMAÍSMO (2009) Um empreendimento “ITAIPAVA & CARVALHOBRANCO”- RJ (Um empreendimento artístico abraçado pelo InBrasCI SALÃO DO ATMAÍSMO – 2009 REGULAMENTO Informações: 1 – Edna Itaipava– tel.:2245-8079 / 9354-9774 2 – Marilza de Castro– 2595-2161/ 2594-7779 Cada obra abrangerá: a) na parte plástica da obra, aceitaremos: Ilustração / pintura / escultura /artesanato / cerâmica; b) na parte literária da obra, aceitaremos: 1)Trova, quadra, trevo, haicai, triverso / poema clássico ou moderno (15 versos, no máximo) / 2)Texto em prosa ou pensamento (15 linhas, no máximo) Ressaltamos que a classificação e a premiação será da obra como um todo, não por categoria artística, nem literária. Vernissage – A apresentação oficial do Salão do Atmaísmo – 2009 será realizada no mesmo local de inscrição, com show e premiação dos expositores selecionados, no dia 25 de setembro de 2009,às 14 horas Biblioteca Municipal de Botafogo, rua Farani, 53.“Paz e harmonia - esta é a ver- “A grande lei da cultura é es- “A cultura ajuda um povo a lu-dadeira riqueza de uma famí- ta: deixar que cada um se tor- tar com as palavras, em vez de o ne tudo aquilo para que foi fazer com as armas. ... “lia.”(Benjamin Franklin ) (Glugiermo Ferrero) criado capaz de ser.” (Thomas
  3. 3. Página 3I Antologia InBrasCI 2009O InBrasCI, INSTITUTO BRASI- participar da coletânea escritores dando direito a 10 exemplares ContaLEIRO DE CULTURAS INTERNA- amadores e profissionais, sem limi- para depósito: Banco do Brasil:CIONAIS, na inter-relação artístico- tes de idade, que escrevam em Lín- Agência 3516 – 5 – Conta corren-social entre os povos, rompendo o gua Portuguesa, em âmbito nacio- te 17004 – 6. Envie pelo correio oindividualismo, pretende promover nal e internacional (países de Língua comprovante de depósito para Ruaa cultura da paz através da palavra Portuguesa). das Oficinas, 211, Eng° Dentro, Rioescrita, objetivando a livre- de Janeiro, RJ – Brasil CEP: 20 770- Tema: CONSTRUINDO A PAZ 010 ou por e-mail :expressão, incentivando a produçãoliterária de antigos e novos escrito- Limite: Cada autor poderá partici- marilza.albuquerque@oi.com.brres, reunindo em obra literária os par com o número de páginas quetextos, os depoimentos de vários desejar. Com o máximo de 30 linhas Telefone: 2595-2161/ 2594-7779escritores . por lauda e uma pequena biografia Prazo: Recebimento dos textos de atualizada de 10 linhas, no máximo. abril até 30 de agosto de 2009, valen-O InBrasCI pretende manter umapublicação anual em coletânea coo- Orçamento: Página ( R$ 70,00 ) do a data da postagem. Enviem osperativada, onde também registrará dando direito a 5 exemplares por trabalhos para a Rua Evaristo dao histórico do INSTITUTO. Podem cada página publicada. Ou Veiga, 83, Apart. 401, Centro, Rio (R$100,00) por página publicada, de Janeiro – RJ CEP 20031 – 040,em nome de: Coletânea InBrasCI /2009. Lançamento da Coletânea: Dia04 de novembro de 2009, à Rua Tei- "A paz interna é a basexeira de Freias, Nº 05, Centro, Rio mais sólida para a pazde Janeiro - RJ às 16:00h. Marilza Albuquerque – Presidente mundial" (T.Y.S. Lama do InBrasCI Gangchen) Legenda da imagem ou do Benedita Azevedo: Diretora do De- elemento gráfico. partamento Cultural Literário InBrasCI PROJETO LIVROS INFANTO-JUVENISOBJETIVOS: PÚBLICO ALVO: conteúdo: histórico-literário ● Despertar, nas crianças dos As crianças e adolescentes dos - O importante é que seja um povos dos países, estados, povos que fazem uso da Língua trabalho de pesquisa e cria- regiões que se utilizam da Portuguesa. ção das crianças e adoles- Língua Portuguesa, o inte- centes, podendo conter in- N° DE PÁGINAS: resse pelas suas culturas clusive o desenho caracterís- originais e formadoras;  + ou -100 em cada volume tico do narrado ou uma ilus- tração adequada, criada pe- ● Levar as crianças de cada  Os que participarem individual- mente e não através de uma Enti- los próprios... povo a contarem, elas pró- prias, em Língua Portugue- dade, terão seus trabalhos tam- - Responsáveis pelo Projeto: In- sa, as histórias que funda- bém editados. BrasCI (Sede, Governadorias mentam a cultura de seu TEXTO: e Chancelaria) povo; a) prosa – lendas, mitos, contos, - Cada criança ou adolescente ● Perpetuar, pelas gerações, ditados, brinquedos e brincadei- participante deverá enviar tais culturas; ras, supertições... ... junto a seu trabalho alguns poucos dados que o identifi- ● Divulgar essas culturas, en- b) poemas- quadras, trovas, poe- quem (nome completo, data tre os povos, integrando-as, mas modernos... de nascimento, cidade, país, através da publicação de li- c) músicas – com tradições po- filiação... nome da Entidade pulares, cantigas de roda...... pela qual está participando. vros infantis.
  4. 4. InBrasCI de -Instituto Brasileiro ais I Culturas Internacion DIRETORIA InBrasCI (2006 – 2011,março)SEDE: Rua Teixeira de Freitas,nº 5, s.303-Lapa PRESIDENTE (idealizadora) Rio de Janeiro, RJ - Brasil – Marilza A. de Castro 1ª VICE-PRESIDENTE – EliaCHANCELARIA: Ilha da Madeira ne Mariath Dantas 2ª VICE-PRESIDENTE – Ma ria Alice Antunes Mota Tel: 55--21—2252-2705 SECRETÁRIO GERAL – Elv andro Burity SECRETÁRIA ADJUNTA – Vanise Buarque tel:55-21-2595-2161 DIRETOR JURÍDICO – João Batista de Carvalho (Biblioteca Bartira) DIRETOR FINANCEIRO – Rai mundo Magalhães DIRETOR DE PATRIMÔN IO – Salvador Pereira Matos PRESIDENTE DE HONRA –Nas asas da Cultura, a aninhar a Francisco Silva Nobre CHANCELER – Édison d’Alme Paz! ida Diretora do Dep. Cultural Lite rário – Benedita Aze- vedo Diretor do Departamento Cul t. Musical – Argemiro Spíndola Organização Diretora do Dep. Meio Ambie nte – Gecy Cândida da Silva Diretora do Dep. Histórico – Neumara Coelho da Sil- va Diretora do Dep. de Comuni cação – Maria Augusta dos Santos Diretora do Dep. do Atmaísm o - Edna Itaipava PROJETO LIVROS INFANTO- OUTUBRO, 2009 JUVENIS (cont. pág.3) DIA 1ºPRAZO:-  O InBrasCI-Sede se res- REUNIÃO InBrasCI Cada Entidade que guarda o direito de, se tiver crianças ou ado- achar por bem, fazer uma Você sabe o que é lescentes participan- nova revisão, bem como de vetar a publicação dos ALDRAVISMO? do do PROJETO, de- verá fazer chegar à trabalhos que forem jul- ANDREA DONADON LEAL Sede Nacional In- gados inadequados aos E A EQUIPE ALDRAVISTA, BrasCI os trabalhos objetivos do Projeto, soli- infanto-juvenis, já de- citando, pois, que as Enti- que compõe a Governado- vidamente revisados dades responsáveis sejam ria InBrasCI—MG, e gravados em dis- conscientes na revisão estarão no Rio de Janeiro, quete, até o final de das obras. contando para você. novembro de 2009. NÃO PERCAM!... ● O Projeto deverá será apresentado pronto 16 h.—Rua Teixeira de na 1ª reunião do Freitas, 5, sala 303—Lapa, InBrasCI no Rio, em Rio de Janeiro, RJ. 2010. ENTRADA FRANCA
  5. 5. Boletim informativo - cultural do InBrasCI— Sede Nacional Ano nº01—Nº 02— Rio de Janeiro,03 de novembro de 2009 InBrasCI RCPJ-RJ n° 225964 – CNPJ n° 09.225.702/0001-48 InBrasCI – Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais Fundação: 13 de fevereiro de 2006 -Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais “Uma das característi- acarretarão perdas eNesta edição: pág. cas mais encantadoras danos. Para nos prepa- do povo brasileiro é a rar para bem receber- emotividade e é tam- mos atletas e povos es- bém o seu maior calca- Edital 1,2,3 trangeiros em 2016, nhar de Aquiles. O emo- quanto de nossos recur- cional das pessoas foi o sos financeiros deverão Projeto Salão do At- gancho que Lula usou ser investidos?... E a no seu discurso... E é, maísmo 2 PAVILHÃO DA JUSTIÇA Saúde, Educação e Cul- por conta desse emocio- E DO AMOR tura do povo vão conti- nal, que o povo brasilei- IAntologia InBrasCI 3 nuar sendo relegados a ro vai entrar de trouxa A cerimônia do segundo plano? Sem mais uma vez.” hasteamento da Ban- falarmos nos superfatu- Projeto Livros Infan- 3,4 Nós não diríamos deira do Brasil na Vila ramentos das obras pú- to-Juvenis tanto, achamos impor- Olímpica de Pequim blicas, cujas verbas tante que o povo brasi- marcou o início da nunca são usadas ade- leiro vibre e torça pelo I Diretoria InBrasCI 4 campanha do Brasil na quadamente de acordo Brasil sempre, para que disputa para sediar as com o planejamento an- a sua Pátria seja melhor Olimpíadas 2016 e, terior, enriquecendo conhecida no Mundo e quando após tanto muita gente – mas não mais exaltada; isso pro- suspense, foi comuni- o povo em si – e deixan- va que o civismo ainda cado que o Rio de Ja- do muito a desejar no mora em nossos cora- neiro fora escolhido resultado final dessas ções, apesar de tão des- para sede das referi- obras. cuidado pelas nossas das Olimpíadas, todos Pensemos mais autoridades. Antiga- os brasileiros vibraram para a frente: realizadas mente, nossas escolas de emoção. as Olimpíadas, estando públicas, diariamente, O povo brasilei- em melhora as nossas antes dos alunos aden- Interesses especiais: ro é emotivo por natu- finanças, quanto da mo- trarem a suas salas de reza, é difícil para ele eda entrante no país aula, formavam por tur- mover-se pela razão; reverterá realmente pa- mas no pátio da escola e segundo Daniel Pisa, ra o povo brasileiro?  CULTURA é o entoavam o Hino Nacio- colunista de “O Estado Já há no povo nal Brasileiro e hastea- caminho e o lar de São Paulo”, nosso quem diga que: vam a Bandeira Nacio- povo é emotivo, sim, “Imaginem o quanto vai nal no mastro e, em da-  AMOR é VIDA mas não idiota. Com- ter de desvio de verba tas cívicas, os hinos às pactuando-se com tal nisso; eu tenho medo  A PAZ é a perfeição mesmas também eram idéia, acreditamos que das Olimpíadas. O povo cantados por nossas cri- buscada ele há de imaginar brasileiro está mais que anças e jovens. Havia os que, se as Olimpíadas preparado, mas o Brasil, Centros Cívicos em cada 2016 trarão divisas estruturalmente, não, escola. E hoje?... Existe para o Brasil, poderão infelizmente; essa é que (CB) um decreto presidencial melhorar as finanças é a nossa realidade.” que determina que, pelo do país, também nos Outros afirmam: menos uma vez por se-
  6. 6. 2 PROJETO SALÃO DO ATMAÍSMO PAVILHÃO DA JUSTIÇA E DO AMOR (cont.) PROJETO CULTURAL InBrasCI mana, seja hasteada a nossa Bandeira e Um empreendimento entoado o nosso Hino pelos alunos, mas... nem isso vemos realmente. “ITAIPAVA & CARVALHOBRANCO Estamos no mês de novembro, mês cujo significado do nome é o de ser o no- O XXXIII Salão do Atmaísmo no mês do ano ( do Latim, novem) e assimocorrido com sucesso no dia 25 de foi durante a vigência do primeiro calendá- rio romano; posteriormente, o Imperadorsetembro de 2009 na Biblioteca Mu- Numa Pompílio instituiu um calendário denicipal de Botafogo, que fez assim doze meses, passando novembro a ser oparceria com seu promotor InBrasCI, décimo primeiro, mas sem perder seu no- me inicial .foi a vivificação de um evento que Entre as tantas datas importantesreúne basicamente artes visuais e de novembro, duas calam fundo na almaliteratura numa mesma obra, mas do povo brasileiro: o dia 15 de novembro,que, dependendo da criatividade dos da Proclamação da República do Brasil e o dia 19, da Bandeira Nacional.artistas, pode englobar outras artes. A República – em gestação desde aATMAÍSMO – um momento “sui Inconfidência Mineira e outros movimen-generis” da criação, expressão e tos de libertação do povo, de repercussãocomunicação artística individual, mundial ocorridos em outros países - foi proclamada meio de repente, o que obri-que engloba um princípio artístico, gou os republicanos a correrem atrás decapacidade de criar beleza; um esta- seus símbolos. A Bandeira que hoje reve-do d’alma especial, em determinado renciamos foi idéia do Professor Raimundomomento, capaz de captar e irradiar Teixeira Mendes, presidente do Apostolado Positivista do Brasil; com ele colaborarambeleza... E quando se fala em beleza, o Dr. Miguel Lemos e o Prof. Manuel Perei-fala-se em ARTE. É a Arte intrínseca ra Reis, catedrático de astronomia da Es-à divindade e ao homem... cola Politécnica. O desenho foi do pintor O Salão do Atmaísmo ocorrerá Décio Vilares, mas, inicialmente, foi o fran- cês Jean Baptiste Debret quem desenhoude dois em dois anos em local sem- nossa bandeira e as estrelas iniciais nelapre a ser divulgado na época. Parti- colocadas foram as 21 estrelas brancascipem do próximo e não se arrepen- que apareciam no céu do Rio de Janeiro, no dia da Proclamação da República. Cadaderão . uma ficou representando um dos nossos Estados na época; a única estrela acima da faixa branca representa o Pará. O Brasil cresceu em número de Estados e o número de estrelas precisou ser aumentado, hoje são 26 Estados e 1 Distrito Federal. O auri- verde pendão republicano foi oficializado pelo decreto nº 4 de 19 de novembro de 1889, preparado pelo Dr. Benjamin Cons- tant, membro do Governo Provisório e é também a ele que se deve a inscriçãoPaz e harmonia - esta é a verdadeira ri- “Ordem e Progresso” constante da Bandei-queza de uma família.” ra. A frase completa ditava: “O Amor por (Benjamin Franklin ) princípio, a Ordem por base, o Progresso por fim”. E tiraram o AMOR do nosso pavi- lhão!... Precisamos resgatá-lo, se não naA grande lei da cultura é esta: deixar que bandeira, pelo menos em nossos coraçõescada um se torne tudo aquilo para que foi e atitudes.criado capaz de ser.” (Thomas Carlyle Nós, brasileiros, carregamos o identificador pátrio terminado em “eiro”, sufixo mais adequado à qualificação pro-“A cultura ajuda um povo a lutar com fissional (padeiro, carteiro...); explica-se:as palavras, em vez de o fazer com as brasileiro era designativo dos vendedores do pau-brasil, nossa primeira riqueza aarmas. ... “ ser desviada para outras mãos... e assim (Glugiermo Ferrero) os impatriotas continuam agindo hoje,
  7. 7. 3PAVILHÃO DA JUSTIÇA E DO AMOR (cont.)continuam vendendo o Brasil... São I Antologia InBrasCI 2009brasileiros!... E nós, brasilianos, bra- O InBrasCI, INSTITUTOsilienses?... Por que brasileiros?... coletânea cooperativada, onde BRASILEIRO DE CULTU- Desde 1977 existe um movi- também registrará o histórico RAS INTERNACIONAIS,mento “Bota Amor Nessa Bandeira”. do INSTITUTO. Podem parti- na inter-relação artístico-Deve ser realmente isso que está cipar da coletânea escritores social entre os povos, rom-faltando, nos disse o Dr. Edgard amadores e profissionais, pendo o individualismo,Steffen, médico pediatra. O Dr. Darci sem limites de idade, que pretende promover a culturaRibeiro também propôs que se inclu- escrevam em Língua Portu- da paz através da palavraísse a palavra Amor em nossa ban- guesa, em âmbito nacional e escrita, objetivando a livre-deira nos idos de 1900, mas parece internacional (países de Lín- expressão, incentivando aque o processo foi arquivado no Se- gua Portuguesa).nado Federal. produção literária de antigos Tema: CONSTRUINDO A PAZ A emoção que sempre defen-demos como origem da própria vida, e novos escritores, reunindo em obra literária os textos, os (ou livre) Limite: Cada autor poderáAmor, deve ser o que precisa depoimentos de vários escri- participar com o número dePAVILHÃO DA JUSTIÇA E DO AMOR tores . páginas que desejar. Com o(cont.) O InBrasCI pretende manter máximo de 30 linhas por lau-mos reviver, atiçar em nós comochama que é divina e imortal. Aman- uma publicação anual emdo-nos, amando ao próximo, aman-do nossa terra, nosso povo, nossa da e uma pequena biografia atuali-Cultura, nossa Pátria, deveremos zada de 10 linhas, no máximo. (encontrar o elo perdido. Orçamento: Página R$60,00) A Pátria é uma grande família dando direito a 5 exemplares "A paz in-e, como tal, significa união, fraterni- e-mail para envio do material:dade, convivência pacífica e de auxí- marilza.albuquerque@oi.com.br terna é a ba- Telefone: 2595-2161/ 2594-7779lio ao próximo; para a Mãe Terra, Endereço para pagamento:todas as pátrias são irmãs e a huma- se mais sóli- Rua Teixeira de Freitas, 5,s.303-nidade deve conviver em Paz e har- na reunião do InBrasCI (05 demonia. da para a novembro) Hoje há um novo sentimento paz mundi- Prazo: Recebimento dos textosde brasilidade retornando ao cora- de abril até 30 de outubro deção do povo brasileiro; caiamos na al" (T.Y.S. 2009, valendo a data da postagem.real, admiremos, mas não adotemosas expressões culturais estrangeiras Lama Gang-como nossas, exaltemos o que é Enviem os trabalhos tambémBrasil: nossa terra, nossos produtos, para para a Rua Evaristo da chen)nossa Arte, nossa Cultura, nossos Veiga, 83, Apart. 401, Centro.símbolos cívicos... Salve a nossa Pátria-Mãe!Salve nossa Bandeira Nacional! Ante InBrasCI-PROJETO LIVROSela nos curvemos em admiração erespeito, em gesto de Amor!... INFANTO-JUVENIS Nossas homenagens à nossa OBJETIVOS:Bandeira: ● Despertar, nas crianças dos povos dos países, estados, regiões que se utilizam da Língua Portuguesa, o inte- resse pelas suas culturas originais e formadoras;“Sobre a imensa nação brasileira , ● Levar as crianças de cada povo a contarem, elas pró-Nos momentos de festa e de dor , prias, em Língua Portuguesa, as histórias que funda -Paira sempre sagrada bandeira ,Pavilhão da justiça e do amor ! mentam a cultura de seu povo; ● Perpetuar, pelas gerações, tais culturas;Recebe o afeto que se encerra ● Divulgar essas culturas, entre os povos, integrando-as, PÚBLICO ALVO:Em nosso peito varonil , através da publicação de livros infantis.Querido símbolo da terra ,Da amada terra do Brasil ! “ As crianças e adolescentes dos povos que fazem uso da Língua Portuguesa.(Trecho do HINO A BANDEIRA NACIONAL) N° DE PÁGINAS: Música de Francisco Braga  + ou -100 em cada volume Poesia de Olavo Bilac)  Os que participarem individualmente e não atra- vés de uma Entidade, terão seus trabalhos tam- bém
  8. 8. 4 InBrasCI PROJETO LIVROS INFANTO- JUVENIS (cont.)TEXTO: I DIRETORIA InBrasCI (20a) prosa – lendas, mitos, contos, ditados, 06 – 2011,març o)brinquedos e brincadeiras, superstições... ... PRESIDENTE (idealizadora) – Marilza A. de Castro 1ª VICE-PRESIDENTE – Eliab) poemas- quadras, trovas, poemas moder- ne Mariath Dantas 2ª VICE-PRESIDENTE – Mar nos... ia Alice Antunes Mota SECRETÁRIO GERAL – Elvac) músicas – com tradições populares, can- ndro Burity SECRETÁRIA ADJUNTA –tigas de roda...... Vanise BuarquePRAZO:- DIRETOR JURÍDICO – João Batista de Carvalho DIRETOR FINANCEIRO – Rai mundo Magalhães Cada Entidade que tiver DIRETOR DE PATRIMÔNI O – Salvador Pereira Matos crianças ou adolescentes par- PRESIDENTE DE HONRA – Francisco Silva Nobre ticipando do PROJETO, deve- CHANCELER – Édison d’Almei da Diretora do Dep. Cultural Lite rá fazer chegar à Sede Nacio- rário – Benedita Azevedo Diretor do Dep. Cult. Musical nal InBrasCI os trabalhos in- – Argemiro Spíndola Diretora do Dep. Meio Ambient fanto-juvenis, já devidamente e – Gecy Cândida da Silva Diretora do Dep. Histórico – Neumara Coelho da Silva revisados e gravados em dis- Diretora do Dep. de Comuni cação–Mª. Augusta dos San- quete, até o final de novembro tos de 2009. Diretora do Dep. do Atmaísm o - Edna Itaipava O Projeto deverá será apresentado pronto na 1ª reunião do InBrasCI no Rio, em 2010.● O InBrasCI-Sede se res- guarda o direito de, se achar novembro, 2009 por bem, fazer uma nova revi- são, bem como de vetar a pu- DIA 3 blicação dos trabalhos que fo- Reunião ABT (Acad. . De Trova) Posse de M.Hon.:Diva Pavesi, Eliane Mariath, rem julgados inadequados aos Beatriz Dutra, Maria Amélia Paladino. objetivos do Projeto, solicitan- Posse de M. Correspondente: Gabriel Bicalho do, pois, que as Entidades res- (Todos Membros InBrasCI) ponsáveis sejam conscientes na revisão das obras. DIA 5 REUNIÃO InBrasCI InBrasCI Palestra: BANDEIRA BRASILEIRA: PENDÃO DE EMOÇÕES Coral: “ANJOS DA PAZ” -Instituto Brasileiro de is Culturas Internaciona NÃO PERCAM!... ***************** 16 h.—Rua Teixeira de Freitas, 5, sala 303—Lapa, Rio de Janeiro, RJ. ENTRADA FRANCA SEDE: Rua Teixeira de Freitas,nº 5, s.303-Lapa Rio de Janeiro, RJ - Brasil tel:55-21-2252-7705 CHANCELARIA: Ilha da Madeira www.ermitaodapicinguaba.com Organização Nas asas da Cultura, a aninhar a Paz!
  9. 9. Boletim informativo - cultural do InBrasCI— Sede Nacional Ano nº02—Nº 04 Rio de Janeiro, 15 de março de 2010 1º bimestre 2010 DE BRAÇOS ABERTOS, A RECEBÊ-LOS RCPJ-RJ n° 225964 – CNPJ n° 09.225.702/0001-48 InBrasCI – Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais InBrasCI Fundação: 13 de fevereiro de 2006 -Instituto Brasileiro de Culturas VIVER BEM Internacionais um capote é muito importante para Neste início do ano de 2010, quem não o tem e está com frio; daNesta edição: pág. preocupa-nos os problemas que vem mesma forma é importante uma casa enfrentando o ser humano em todo o para quem não tem onde morar... seu habitat terreno; são catástrofes Assim, quem tiver casacos sobran-Editorial 1 do, pode ceder um para quem está sem conta em vários países, com as quais todos temos que nos defrontar. com frio e, se quem está com frioProjeto Livros Infan- A fome, a peste e a pobreza grassam pode ceder uma casa para outro, queto-Juvenis 2 nos territórios; a quantidade de mortos não tem onde morar; ótimo, o proble- – e órfãos - por cataclismos é absur- ma de duas pessoas terá ficado re- da. E os perigos continuam avançan- solvido, isso sem entrarmos no méri- O Departamento to da questão do valor material finan-Financeiro agrade- do. Em breve, o mundo será uma tribo nômade de carentes perambulantes ceiro do casaco e da casa, apenasce colocarem em por um deserto sem fim... Só há uma levando em consideração a impor-dia suas contribui- solução para minorar a situação e ten- tância que tais objetos têm para cada tar até revertê-la: amar-nos uns aos uma dessas pessoas, que assim sim,ções InBrasCI. se equivale um ao outro. Da mesma outros; esta frase já está virando lugar comum e ninguém mais está muito forma, os serviços prestados: eu preocupado com seu significado – es- posso ensinar uma criança a ler, en- sa é a questão. Amar-nos é mais que quanto quem sabe e tem material nos querermos bem, é não tomarmos para produzir papel e fazer cadernos atitudes que prejudiquem o próximo – que eu não sei – vai fazê-los e cedê diretamente, ou que afetem o equilíbrio -los para mim, sem que se fale em da Natureza, da qual todos fazemos dinheiro, nem no material gasto... parte e dependemos... É darmos e re- Ninguém seria pobre, nem rico... To- cebermos, dividindo, irmãmente o que dos teriam tudo que precisassem... todos precisamos e não vai nisso ne- logicamente que não é tão fácil como nhuma razão religiosa, nem opção po- parece, ao ser falado, precisaria de Interesses especiais: lítica... Sabemos o quanto é difícil ati- organização para que todas as ne-  CULTURA é o tude tão drástica, radical, nessas nos- cessidade das pessoas pudessem caminho e o lar sas grandes sociedades. O grande mal ser equilibradamente sanadas, para foi o valor, o peso, a importância dife- que não houvesse muita gente se  AMOR é VIDA renciada que se foi aplicando a cada dedicando a uma única atividade e coisa, principalmente quando foi cria- com ela ir provendo a todos dela ne-  A PAZ é a perfeição da a moeda, o preço das coisas... cessitados, pois outras carências buscada As coisas todas deveriam valer ficariam a descoberto Adubar de igualmente, dependendo da nossa ne- boa vontade o terreno estéril, de sua (CB) cessidade, por exemplo:
  10. 10. propriedade ou não, para que ele possa vir a InBrasCI-produzir igualmente para todos. O dinheiro, ovalor material que atribuímos às coisas traz PROJETOsofrimento... Sem o dinheiro gerindo a nossavida, nem qualquer outra forma de pagamento LIVROSa ser obtido pelas coisas, seremos capazes INFANTO-de viver melhor... É dando que se recebe, jádizia São Francisco de Assis; é fazendo feliz, JUVENISque se é feliz! I característico do narrado ou uma Pela Cultura, Antologia ilustração adequada, criada pelos próprios concorrentes... para a InBrasCI Responsáveis pelo Projeto: InBrasCIPaz, —2010 Sede, Governadorias e Chancelaria) lançamento: Cada criança ou adolescente par-através do Amor maio, 2010 ticpante deverá enviar junto a seu tra- balho alguns poucos dados que o identi- fiquem (nome completo, data de nasci- PROJETO LIVROS INFANTO-JUVENIS mento, cidade, país, filiação... nome da OBJETIVOS: Entidade pela qual está participando. ● Despertar, nas crianças dos povos dos países, estados, regiões que PRAZO: ● Cada Entidade que tiver se utilizam da Língua Portuguesa, o crianças ou adolescentes participando interesse pelas suas culturas origi- do PROJETO, deverá fazer chegar à se- nais e formadoras; de Nacional InBrasCI os trabalhos in- ● Levar as crianças de cada povo a fanto-juvenis, já devidamente revisados contarem, elas próprias, em Língua e gravados em disquete ou CD, até o fi- Portuguesa, as histórias que funda- nal de julho de 2010. O InBrasCI-Sede mentam a cultura de seu povo; se resguarda o direito de, se achar por ● Perpetuar, pelas gerações, tais bem, fazer uma nova revisão, bem como culturas; de vetar a ublicação dos trabalhos que ● Divulgar essas culturas, entre os forem julgados inadequados aos objeti- povos, integrando-as, através da vos do projeto, solicitando, pois, que as publicação de livros infantis. Entidades responsáveis sejam conscien- tes na revisão das obras. PÚBLICO ALVO: As crianças e ado-  Enviem ou entreguem os trabalhos lescentes dos povos que fazem uso à Rua Teixeira de Freitas, 5, 3º da Língua Portuguesa. andar, sala 303, Lapa, Rio de Ja- neiro – Coletânea Infanto-Juvenil TEXTO: a) prosa – lendas, mitos, InBrasCI. contos, ditados, brinquedos e brinca- deiras, superstições... ... b) poemas- quadras, tro- vas, haicais, poemas modernos... c) músicas – com tradi- ções populares, cantigas de roda...... conteúdo: histórico-literário  O importante é que seja um trabalho de pesquisa e criação das crianças e adolescentes, podendo conter inclusive o desenho

×