Trabalho da cadeira de gestao de prevencao

340 visualizações

Publicada em

material de apoio

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
340
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho da cadeira de gestao de prevencao

  1. 1. Índice Cont Págs 0.0.Introdução ................................................................................................................................. 1 1.0.Objectivos do trabalho .............................................................................................................. 2 1.3.Metodologia .............................................................................................................................. 2 1.0. Revisão Bibliográfica............................................................................................................... 3 1.2.3.A ética pressupõe os seguintes aspectos: ............................................................................... 4 1.2.4.A Responsabilidade Social .................................................................................................... 4 1.2.5. A Responsabilidade Social em quatro dimensões ................................................................ 6 1.2.6.O que demanda a Ética Empresarial e a Responsabilidade Social………………...……......7 1.2.7.Relação entre a Ética Empresarial e a Responsabilidade Social…………………...………..8 2.Conclusão..................................................................................................................................... 9 3. Referências Bibliográficas ........................................................................................................ 10
  2. 2. 1 0.0.Introdução Este trabalho trata da questão da Ética Empresarial e da Responsabilidade Social, demonstrando a importância destas questões para a sobrevivência de uma organização. Tendo em conta que empresa é uma organização social que engloba os interesses de vários grupos, seja clientes, funcionários, fornecedores, concorrentes, governantes e autoridades, sociedade em geral, e os próprios accionistas, mantendo com eles uma relação de interdependência. Torna-se importante que as empresas, não se esqueçam dos seus papéis perante a sociedade, ou seja, ficar atento as Responsabilidades para com a sociedade e Ética, e não ficar preso aos interesses dos accionistas. Com base nesta ordem de ideias, O objectivo deste estudo é discutir a importância da Ética e da Responsabilidade Social uma vez que estas são questões essenciais para o progresso de uma organização na era contemporânea, onde ira-se fazer uma pequena abordagem sobre os seus conceitos e também algumas considerações muito importantes para o nosso entendimento geral.
  3. 3. 2 1.0.Objectivos do trabalho 1.1.1.Geral  Identificar a importância da aplicação da Ética Empresarial e da Responsabilidade Social nas organizações; 1.1.2. Específicos  Descrever os seus conceitos e sua abrangência na administração das organizações;  Analisar a relação que existe entre Ética Empresarial e a Responsabilidade Social. 1.3.Metodologia Segundo Gil (2002), uma pesquisa, quanto aos seus procedimentos técnicos, pode ser classificada da seguinte forma: a) Pesquisa bibliográfica: é desenvolvida com base em material já elaborado, constituído de livros e artigos científicos. b) Pesquisa documental: esta forma vale-se de materiais que não receberam ainda um tratamento analítico, ou que ainda podem ser reelaborados de acordo com os objectos da pesquisa. Para a elaboração do presente trabalho recorreu-se ao método de Pesquisa Bibliográfica, que consistiu na recolha, análise das obras que relatam o assunto.
  4. 4. 3 1.0. Revisão Bibliográfica Estudar ética e responsabilidade social das empresas envolve atenção e reflexão, pois trata-se de conceitos amplos e, ao mesmo tempo, específicos, apontando acções que uma empresa possa desenvolver para contribuir na melhoria da qualidade de vida da sociedade. 1.1.Conceitos 1.1.1.Ética e Moral A Ética Empresarial “é o conjunto de valores morais que guiam o comportamento no meio dos negócios e na sociedade, construindo o próprio carácter em prol do bem-estar de todos”. Silva (2001) Moreira (1999) conceitua Ética empresarial como sendo “o comportamento da empresa entidade quando ela age em conformidade com os princípios morais e regras éticas do bem proceder aceitas pela colectividade”. Os dois autores Moreira e Silva, abordam os conceitos da Ética, focalizando como forma de agir, busca sobre a natureza e fundamentos da moralidade, jeitos de ser, normas e regras resultantes nas relações que o homem estabelece e que são aceites pela colectividade. Concordando com o autor Silva a Ética pode ser entendida como sendo “um conjunto de princípios e padrões que orientam o comportamento no mundo dos negócios”. Com base nestas ideias dos autores pode-se referir que a ética estuda os valores e princípios que a organização adopta para decidir entre o que é certo ou errado e bom ou mau, na sua conduta, na forma como as decisões são tomadas, e na apreciação que faz do comportamento dos seus trabalhadores e outras partes interessadas. A ética é a base para a sustentabilidade, orientação e guia de as acções das empresas com responsabilidade social.
  5. 5. 4 A ética empresarial é uma prática que muitas leva os agentes económicos a obter cada vez mais credibilidade dos seus parceiros e da sociedade em geral e, como consequência, gerar lucros cada vez maiores e mais seguros. 1.1.2.Moral, “o objecto da ética”, refere-se a conduta dirigida ou disciplinada por normas; ao conjunto de regras de conduta, padrões, costumes julgados válidos, quer de modo absoluto, quer para grupo ou pessoa determinada. ABBAGNAMO (1998) No entanto existem dois tipos de Ética:  A ética empresarial; que pode ser entendida como um valor da organização que assegura sua sobrevivência, sua reputação e, consequentemente, seus bons resultados; e a  A ética social; que se pratica internamente, recrutando e formando profissionais e executivos que compartilham esta filosofia com os diversos públicos, privilegiando e respeitando as diferenças, cultivando a liberdade de expressão nas relações comerciais. 1.2.3.A ética pressupõe os seguintes aspectos:  Liberdade - numa cultura de funcionários;  Dignidade ou Responsabilidade que se valorize o homem, abrindo espaços à sua participação criativa, e pensar na ética;  Igualdade de oportunidades, o estabelecimento de privilégios, decorrentes de definições políticas e preferências;  Direitos Humanos, sem que se regulem, com precisão e clareza, direitos e obrigações, que consultem o bem comum. 1.2.4.A Responsabilidade Social A responsabilidade social engloba toda e qualquer acção da empresa que possa contribuir para a melhoria da qualidade de vida da sociedade. Várias definições podem ser atribuídas a responsabilidade social, segundo estes autores:
  6. 6. 5 Conforme Bernard (2000) a responsabilidade social pode ser definida como sendo “a obrigação da empresa de maximizar o impacto positivo e minimizar o impacto negativo sobre a sociedade”. A Responsabilidade Social Empresarial pode ser vista como uma “obrigação moral da gestão empresarial, ou como resultado da pressão da sociedade organizada por políticas e legislações que protejam os direitos humanos, promovam melhores condições de trabalho e preservem o ambiente para as presentes e futuras gerações (BORGER, 2003, p.7 apud GOMES, 2007, p.178)”. Segundo Oliveira (2008, p.94), a “Responsabilidade social deve ser entendida como um conjunto de princípios que direcciona as acções e relações da organização com as pessoas e o meio que está inserida, fazendo parte de uma estratégia de direcção de negócios que torna a empresa parceira e também responsável pelo desenvolvimento social das partes interessadas, estes, os chamados Stakeholders”. Em suma, os conceitos dos autores Bernard e Oliveira caracterizam a Responsabilidade Social como compromisso ou obrigação jurídico, proveniente da lei ou de acto da vontade e apontam a sua função de contribuição para a protecção dos direitos humanos, promover melhores condições de trabalho e preservar o ambiente da empresa e da sociedade. Oliveira enfatiza que a Responsabilidade Social está além do que uma obrigação legal, e destaca elementos fundamentais e estratégicos para a prática da Responsabilidade Social. Concordando com os autores Bernard (2000) e Borger, (2003) apud Gomes, (2007) a Responsabilidade Social é “uma obrigação legal baseada em critérios e objectivos que uma empresa deve assegurar de modo a garantir uma melhor gestão e estabelecer relações entre a organização e as pessoas, e o preservando o meio-ambiente onde está inserida”. De um modo geral e num entendimento comum pode-se destacar que quando se fala da responsabilidade social, refere-se ao compromisso que uma organização deve ter para com as pessoas e a sociedade, expresso por meio de actos e atitudes que a afectam positivamente a imagem da organização de modo amplo, e da comunidade de modo específico, agindo
  7. 7. 6 proactivamente às necessidades específicas da sociedade e a sua prestação de contas para com ela. 1.2.5. A Responsabilidade Social em quatro dimensões A Responsabilidade Social é uma exigência básica à atitude e ao comportamento ético, através de práticas que demonstrem que a empresa possui uma alma, cuja preservação implica carácter e compromisso social. Neste sentido há quatro enfoques principais acerca da responsabilidade social.  Responsabilidade social legal;  Responsabilidade social ética;  Responsabilidade social económica; e a  Responsabilidade social filantrópica.  Dimensão legal é relativa ao cumprimento das leis ordenados pelo governo, que servem para estabelecer padrões mínimos de conduta e não para determinar o que é ético ou antiético. Todas as empresas têm obrigação de cumpri-las, pois essas leis existem, segundo em virtude de a sociedade não ser capaz de acreditar em uma empresa que não faz o que é certo no âmbito legal. E essa falta de confiança constitui o ponto focal da dimensão legal. Ferrel (2001)  Dimensão Ética Essa dimensão, diz respeito ao comportamento e conduta esperados ou proibidos no que cabe ao pessoal da empresa, à comunidade e à sociedade, mesmo que não explicadas em leis. A conduta ética da empresa refere-se ao que é certo ou errado, aceitável ou não.  Dimensão Económica A dimensão aborda a maneira como os recursos para produção de bens e serviços são distribuídos no sistema social”.
  8. 8. 7 Os investidores de uma empresa são os que mais influenciam nas tomadas de decisões administrativas, usualmente essas decisões podem afectar profundamente os níveis de stakeholders.  Dimensão Filantrópica Esta dimensão da responsabilidade social relaciona-se às contribuições das empresas à sociedade, em relação à sua qualidade de vida e bem-estar. A sociedade espera que as empresas proporcionem um alto padrão de vida e protejam a qualidade geral de vida que seus membros desfrutam. Esta dimensão ainda inclui a expectativa de que as empresas contribuam para as comunidades locais. Em linhas gerais, estas abordagens resumem-se, portanto ao enfoque de acções de ética destinadas a realizar o bem comum seja das organizações tanto dos cidadãos, sem prejudicar ninguém e não permitir que ninguém o prejudique. Portanto a prática constante destas acções ajuda as organizações a tomar decisões ao longo prazo; da responsabilidade social das empresas; providenciado a ética nas organizações que estabeleça o papel do director e o meio para recuperar a comunidade frente ao individualismo. 1.2.6.O que demanda a Ética Empresarial e a Responsabilidade Social O mundo encontra-se diante de cenários de transformações e incertezas no seu meio ambiente, neste sentido surge um novo papel de compromissos empresariais em torno da Responsabilidade Social. Tendo em vista estes fundamentos pode se assumir que o que demanda a Ética Empresarial e a Responsabilidade Social, são os seguintes elementos:  A Concorrência; e  Questões sobre a qualidade de vida;  A Concorrência; os problemas de concorrência na responsabilidade social surgem da rivalidade entre empresas por clientes e lucros, esta leva os administradores a repensarem nas novas estratégias de sobrevivência da empresa, e quando a empresa submete-se nesta situação de concorrência deslealmente, podem ocorrer questões de natureza legal e
  9. 9. 8 responsabilidade social, a empresa deve se preocupar em recuperar a confiança na empresa; tomar decisões ao longo prazo; demonstrar a responsabilidade social a comunidade frente ao individualismo, oferecer cultura organizacional, a protecção e defesa contra processos judiciais, melhorar o desempenho da empresa, e o comportamento dos subordinados (honestidade e fidelidade), cria um clima de trabalho integral e estimular comportamentos positivos, ajudar a satisfazer a necessidade do investidor.  Questões sobre a qualidade de vida Como se sabe hoje em dia as exigências tanto para as organizações como para os consumidores, e a comunidade, demonstram comportamentos que já não vão a alem de simples satisfação das necessidades mínimas (abrigo, vestuário e alimento), exigem que os produtores evitam contribuir para a poluição do ambiente, fornecer produtos isentos de substâncias químicos tóxicos, e a comunidade espera também uma oferta adequada de cereais e custos favoráveis, exigem sistemas de comunicação sofisticados que permitam dialogar com o mundo rapidamente; esperam melhor educação de atendimento conveniente e eficaz, e desejam também um transporte rápido que o leve até a onde querem ir. 1.2.7.Relação entre a Ética Empresarial e a Responsabilidade Social Com base no que foi o estudo, pode-se dizer que ética empresarial e a responsabilidade social estão socialmente ligadas a obrigações básicas da empresa, tais como fornecer informações sobre os seus produtos e falar a verdade para o consumidor e demonstrar que o seu interesse relaciona-se com a resolução de problemas socioeconómicos da comunidade bem como do país.
  10. 10. 9 2.Conclusão Feito o estudos sobre a Ética empresarial e a Responsabilidade Social, podemos identificar que a Ética empresarial e a Responsabilidade Social estão sendo consideradas não apenas como meio de sobrevivência de uma empresa, mas sim, um instrumento que assegura o valor da organização, sua reputação, humanização, competência, credibilidade, desenvolvimento, respeito, integridade das pessoas e, consequentemente, seus bons resultados, ou seja visualiza o comportamento da empresa, quando ela age de conformidade com os princípios morais e as regras do bem proceder aceites pela colectividade, portanto a ética é considerada um factor importantíssimo para a sobrevivência delas. Portanto, actualmente uma empresa não pode apenas se preocupar na obtenção do lucro, deve assumir uma política de Responsabilidade Social e Ambiental que visa proporcionar maior bem-estar a um certo grupo, através de acções tais como a preservação ambiental, criação e manutenção de empregos, a contribuição para a formação profissional, a qualidade dos bens e serviços, entre outras actividades que não estão legalmente assumidas, mas que são importantíssimas para a continuidade da empresa. Em síntese a Ética empresarial e a Responsabilidade Social Empresarial surge como resposta às crescentes exigências dos consumidores em relação às organizações e sua actuação no meio ambiente.
  11. 11. 10 3. Referências Bibliográficas Ashley, P. Queiroz et al. Ética e responsabilidade social nos negócios. Ed. Saraiva Rio de Janeiro. 2003. Bernard. Ética Empresarial, dilemas, tomadas de decisões e casos. 4ª Ed. Rio de Janeiro.2000 Borges, Maria de Lourdes. Ética Empresarial. Rio de Janeiro: DP&A, 2002. Ferrel, et al. Ética empresarial: dilemas, tomadas de decisões e casos. Rio de Janeiro., 2001

×