INTEGRATING TECHNOLOGY IN LANGUAGE
LEARNING (KESSLER, 2010)
 Recentemente o computador tem alterado
significativamente a ...
CALL-Computer-Assisted Language Learning
CALL-Computer-Assisted Language Learning
 A aprendizagem de línguas auxiliada pelo
computador na sala de aula, no laborat...
Tutorial CALL
 Envolve atividades nas quais o aluno interage
primariamente com o computador.
 O computador servindo como...
EX.: La Chaise Berçant, um CD ROM que ensina
francês através da cultura do Canada e Quebec;
The Learn language Now!
Séries...
CALL para Desenvolver o Pensamento Crítico
 Baseia-se na aprendizagem por problematização.
 Conteúdo cultural autêntico ...
 Utilizando uma variedade de materiais, incluindo
multimídia, texto, imagens e áudio, que contenham
conteúdo autêntico co...
 Sites de educação, do governo, jornalísticos e
comerciais oferecem conteúdo de linguagem
autêntica que podem proporciona...
Laboratório de aprendizagem on line
 A habilidade digital de gravar e ouvir através da
internet está revolucionando a apr...
Call para comunicação
 Computer-mediated communication( CMC).
 Ferramentas tais como e-mail, sala de bato papo ou
mensag...
 Os professores podem escolher usar essas
tecnologias para os projetos dos alunos.
 Os alunos podem criar seus próprios ...
 Uma maneira de integrar essas tecnologias é através
do uso de gerenciamento de sistemas de curso tais
como Blackboard, A...
(KIESLER, SIEGEL; McGUIRE, 1984) sugerem que a
CMC serve como uma força democratizadora na
comunicação humana.
O papel do professor na CALL
 Selecionar e adequar à realidade dos seus alunos,
uma riqueza de materiais disponíveis.
 P...
 Entre as ferramentas de autorias mais comuns e
acessíveis está a Hot Potatoes , a qual permite os
professores fazerem pa...
 Como qualquer materiais browser-based , exercícios
desenvolvidos no hot potatoes podem ser entregues
via internet, uma i...
 Software, como o freely available , ou garage Band
permitem aos professores e alunos gravarem
facilmente e compartilhare...
 Software editor de vídeo, tais como Movie Maker e
iMovie, permite professores fazere coisas
semelhantes em vídeos.
 Alu...
 ISTE: International Society for Technology in
Education
 Technology Integration for Meaningful Classroom
Use
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Integrating technology in language learning

194 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
194
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
24
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Integrating technology in language learning

  1. 1. INTEGRATING TECHNOLOGY IN LANGUAGE LEARNING (KESSLER, 2010)  Recentemente o computador tem alterado significativamente a interação linguística.  O uso criativo das tecnologias da internet tem desempenhado um importante papel no avanço de uma aprendizagem autêntica dentro do ensino de línguas. Levy,2006
  2. 2. CALL-Computer-Assisted Language Learning
  3. 3. CALL-Computer-Assisted Language Learning  A aprendizagem de línguas auxiliada pelo computador na sala de aula, no laboratório de informática, ou em casa proporciona ao professor e ao aluno uma grande flexibilidade (Hanson- Smith,1999)  As tecnologias atuais oferecem aos professores uma variedade de soluções que podem ser inspiradoras. No entanto elas também podem ser sufocantes para alguns professores.
  4. 4. Tutorial CALL  Envolve atividades nas quais o aluno interage primariamente com o computador.  O computador servindo como um tipo de tutor automatizado.  É tipicamente associado com o ensino da gramática mas pode servir também como ensino efetivo na pronúncia, escrita, leitura e compreensão oral em vários níveis.
  5. 5. EX.: La Chaise Berçant, um CD ROM que ensina francês através da cultura do Canada e Quebec; The Learn language Now! Séries transparente língua com títulos em 15 idiomas; Rosetta Stone series
  6. 6. CALL para Desenvolver o Pensamento Crítico  Baseia-se na aprendizagem por problematização.  Conteúdo cultural autêntico pode ajudar os alunos a desenvolver um melhor entendimento da língua e da cultura alvo. Obtendo informação sobre a língua e/ou a cultura alvo via internete tem aprimorado a aprendizagem de língua.
  7. 7.  Utilizando uma variedade de materiais, incluindo multimídia, texto, imagens e áudio, que contenham conteúdo autêntico com amostras da cultura, além de referências da gramática ou guias de pronúncias da língua alvo.  Os alunos são capazes de desenvolver um conhecimento holístico da cultura da língua alvo e de relacioná-los à sua própria cultura.
  8. 8.  Sites de educação, do governo, jornalísticos e comerciais oferecem conteúdo de linguagem autêntica que podem proporcionar aos alunos a exposição extensiva que os ajudarão explorar criticamente a língua alvo.
  9. 9. Laboratório de aprendizagem on line  A habilidade digital de gravar e ouvir através da internet está revolucionando a aprendizagem de língua .  Professores de língua que estão familiarizados com a variedade de softwares de edição de áudio e vídeo e gravação digital, estarão bem posicionados para integrar esses materiais extremamente úteis em sala de aula.
  10. 10. Call para comunicação  Computer-mediated communication( CMC).  Ferramentas tais como e-mail, sala de bato papo ou mensagem; e áudio e vídeo, ou conferência web auxiliam novas formas dinâmicas de comunicação humana.
  11. 11.  Os professores podem escolher usar essas tecnologias para os projetos dos alunos.  Os alunos podem criar seus próprios projetos de vídeos que foca um tópico de interesse que reflete a língua e a cultura alvo.  Esses tipos de projeto pode ser efetivo quando desempenhado colaborativamente por grupos de alunos.
  12. 12.  Uma maneira de integrar essas tecnologias é através do uso de gerenciamento de sistemas de curso tais como Blackboard, Angel, Desire 2Learn e Moodle.  Esses sistemas web permitem aos professores gerenciar as avaliações e graus dos alunos em outros aspectos típicos do ensino.
  13. 13. (KIESLER, SIEGEL; McGUIRE, 1984) sugerem que a CMC serve como uma força democratizadora na comunicação humana.
  14. 14. O papel do professor na CALL  Selecionar e adequar à realidade dos seus alunos, uma riqueza de materiais disponíveis.  Personalizar materiais para as necessidades de seus alunos.  Criar e compartilhar materiais on line com outros professores de língua através do ensino colaborativo.
  15. 15.  Entre as ferramentas de autorias mais comuns e acessíveis está a Hot Potatoes , a qual permite os professores fazerem palavras cruzadas, múltipla escolha, múltipla seleção, ordem da sentença e exercícios de fechamento.  Leitura , filmes, áudio e hiperlinks podem facilmente serem incorporados nesses exercícios bem como torná-los adequados para sua aula de língua.
  16. 16.  Como qualquer materiais browser-based , exercícios desenvolvidos no hot potatoes podem ser entregues via internet, uma intranet, CD, e-mail, ou postada em um sistema de gerenciamento.  Esta flexibilidade assegura que não importa quão limitados sejam seus recursos, você tem múltiplas oportunidades para integrar esses materiais em sua sala de aula.
  17. 17.  Software, como o freely available , ou garage Band permitem aos professores e alunos gravarem facilmente e compartilharem arquivos.  Eles também podem usar materiais de áudio autênticos e editá-los em porções acessíveis para entrega instrucional
  18. 18.  Software editor de vídeo, tais como Movie Maker e iMovie, permite professores fazere coisas semelhantes em vídeos.  Alunos podem também usar esses programas para criar projetos que demonstrem suas proficiências com a língua ou explorar aspectos culturais enquanto usam a língua alvo.
  19. 19.  ISTE: International Society for Technology in Education  Technology Integration for Meaningful Classroom Use

×