1º ENCONTRO        ESTUDO BÍBLICO           04/08/2010COORDENADOR :ILTON DE SOUSA MOREIRA
BÍBLIA – ANTIGO TESTAMENTO                 TEXTO E FORMA  Antigo testamento é o nome dado, desde os     primórdios do Cris...
OS GÊNEROS LITERÁRIOS DO   ANTIGO TESTAMENTOEm termos gerais, todos os escritos do Antigo Testamento  podem ser incluídos ...
PROSAPRESENTE PRINCIPALMENTE EM:                    -Relatos históricos;   -Relatos sobre a origem do mundo e da humanidad...
POESIATemos vários modelos literários:             -Cúlticos;            -Proféticos;           -Sapienciais;
AUTORES E TRADIÇÃO  Os livros do Antigo Testamento podem ser classificados em dois                          grandes grupos...
TRANSMISSÃO DO TEXTO A passagem da tradição oral para a escrita chega ao Antigo Testamento num tempoem que o papiro e o pe...
Cópia mais antiga pertence ao        século I a.c. Das cópias que contêm o texto integral  da Bíblia Hebraica, a mais anti...
Códice de Alepo, uma bíblia de 920 depois de Cristo                                                       27/11/2007Um ped...
O sistema alfabético utilizado nosprimitivos manuscritos hebraicos        carecia de vogais.  Especialistas judeus tiveram...
O trabalho destes sábios foifavorecido na última parte do século  v a.c. com a composição do texto      massorético que ti...
GEOGRAFIA E RELIGIÃOA PALESTINA DO ANTIGO TESTAMENTO   A região onde se desenrolaram os   acontecimentos mais importantes ...
No tempo em que o império Romano dominou o país, pelo menos uma região recebeu o nome de                       judéia.  Du...
•Imagem em tamanho original - Mesmo tamanhox maiorEsta imagem pode ter direitos autorais.             Tamanho:            ...
A Palestina é predominantemente seca, desértica em extensas regiões do Leste e Sul do país, com montanhas muito pedregosas...
VALORIZAÇÃO RELIGIOSA DO       ANTIGO TESTAMENTO      AUTÊNTICA EXPERIÊNCIA RELIGIOSA:           -Deus se revela a seu pov...
O Antigo Testamento dá especialatenção ao relacionamento de Deus   com Israel, o povo escolhido.
PRINCIPAL ASPECTO    ALIANÇA COM ISRAEL        EXIGÊNCIAS -Cumprimento religioso dosmandamentos e das leis divinas
A unidade de Israel se rompequando se torna infiel ao Deus ao         qual pertence.   A história de Israel revela que o m...
O Antigo Testamento deve serinterpretado à luz da sua máxima   instância, que é Jesus Cristo.A projeção histórica e profét...
Por outro lado, o Novo Testamento  é o testemunho de fé de que as promessas feitas por Deus a Israel   são cumpridas com a...
Certas instruções absolutamente válidas para o povo judeu deixam de ser vigentespara o novo povo de Deus, que é a Igreja(A...
Alguns aspectos da lei de Moisés, do  culto do Antigo Testamento e da   doutrina sobre o destino do ser         humano, pe...
2º ENCONTRO         ESTUDO BÍBLICO• 01/09/2010• COORDENADOR :ILTON DE SOUSA MOREIRA
HISTÓRIA E CULTURAA existência de Israel como povo remonta,provavelvente, ao último período do século XIa.c.. Era o tempo ...
FORMAÇÃO DO POVOA formação do povo havia sido lenta e difícil,mesclada com a história das mais antigascivilizações que flo...
OS PERSONAGENS DO ANTIGO         TESTAMENTOOs personagens do Antigo Testamento,habitualmente denominados “Patriarcas”,eram...
VISÃO DA HISTÓRIA DE ISRAEL     SEGUNDO GÊNESISGênesis oferece uma visão particular docomeço da história de Israel, que é ...
PERSONAGENS MAIS          IMPORTANTES-ABRAÃO (Gn 12,1-3)-ISAQUE(Gn 25,7-11)-JACÓ E SEU IRMÃO ESAÚ(Gn 35,1-15 Gn 37.1-50.14)
A SAÍDA DO EGITOA situação política e social das tribos israelitas,do Egito e dos países do Oriente Médio, noperíodo que v...
FATOS MARCANTES-EXPULSÃO DOS INVASORES HICSOS.-ESCRAVIDÃO DOS ESTRANGEIROS RESIDENTES,ENTRE ELES OS ISRAELITAS.-DEUS SE RE...
EXPULSÃO DOS INVASORES            HICSOSProvavelmente, foi nesse tempo que Jacó seinstalou ali com sua família e alguns de...
ESCRAVIDÃO DOS             ESTRANGEIROSOs estrangeiros residentes, entre eles osisraelitas foram submetidos a uma duraopre...
REVELAÇÃO DE DEUS A MOISÉSDeus revelou-se a ele e lhe deu a missão delibertar os israelitas da escravidão(Ex 3.1-4.17).Moi...
A ALIANÇA COM O POVO           ESCOLHIDODurante os anos de permanência no desertodo Sinai Deus instituiu sua aliança com o...
•Imagem em tamanho original - Mesmo tamanhox maiorEsta imagem pode ter direitos autorais.             Tamanho:            ...
MORTE DE MOISÉSDepois da morte de Moisés(Dt 34), a direção dopovo foi colocada nas mãos de Josué, a quemcoube guiá-lo ao p...
A RUPTURA DA UNIDADE             NACIONALNo reinado de Salomão a unidade do reinocomeçou a fender-se.Algumas atitudes dede...
Judá sempre governada por um membro dadinastia davídica, depois da batalha deMegido(609 a.c) e a morte de Josias seu rei( ...
•Imagem em tamanho original - Mesmo tamanhox maiorEsta imagem pode ter direitos autorais.             Tamanho:            ...
•Imagem em tamanho original - 3x maiorEsta imagem pode ter direitos autorais.              Tamanho:                    202...
O reino do Norte, Israel, nunca chegou a gozaruma situação politicamente estável.A aniquilaçãodo reino do Norte sob a domi...
O EXÍLIOOs babilônicos permitiram que os exilados doreino de Judá formassem famílias, construíssemcasas, cultivassem pomar...
PERÍODO DOS JUIZES DE ISRAELA etapa conhecida como período dos juízes deIsrael sucedeu à morte de Josué(Js24,29-32).Sua ca...
•Imagem em tamanho original - Mesmo tamanhox maiorEsta imagem pode ter direitos autorais.             Tamanho:            ...
3º ENCONTRO    ESTUDO BÍBLICO        15/09/2010COORDENADOR: ILTON DE SOUSA         MOREIRA
O INÍCIO DA MONARQUIA DE ISRAEL
A FIGURA POLÍTICA DE JUÍZES MOSTROU-SE     INEFICAZ ANTE OS PROBLEMAS QUEAMEAÇAVAM A SOBREVIVÊNCIA DO CONJUNTO  DE ISRAEL ...
A MONARQUIA ENFRENTOU NO INÍCIO FORTE       RESISTÊNCIAS INTERNAS(1 Sm 8).SAMUEL O ÚLTIMO DOS JUÍZES DE ISRAEL, FOISUCEDID...
SUCESSÃO DE SAUL SAUL FOI SUCEDIDO POR DAVI(2 Sm 2,4-5).O    SEU REINADO INICIOU-SE NA REGIÃOMERIDIONAL DA PALESTINA E EST...
-A ANEXAÇÃO À NOVA ENTIDADE NACIONAL DE      ALGUMAS CIDADES CANANÉIAS ANTES               INDEPENDENTES;       -A SUBMISS...
• O SUCESSOR DE DAVI FOI SEU FILHO  SALOMÃO QUE EM SEU GOVERNO ALCANÇOU  ALTAS COTAS DE ESPLENDOR COMO:• -IMPORTANTES RELA...
• O PRESTÍGIO DE SALOMÃO, A FAMA, PRUDÊNCIA E  SABEDORIA NUNCA TIVERAM PARALELO NA  HISTÓRIA DOS REIS DE ISRAEL(1 Rs5-10)
O VÍNCULO DE UNIÃO ENTRE OS  MEMBROS DA COMUNIDADE• A PARTICIPAÇÃO COMUM NAS PRÁTICAS DA  RELIGIÃO FOI O VÍNCULO MAIS FORT...
BABILÔNIA CENTRO DE      ATIVIDA DE RELIGIOSA• COM O EXÍLIO, A BABILÔNIA CONVERTEU-SE  NUM CENTRO DE ATIVIDADE RELIGIOSA, ...
• DADAS AS CONDIÇÕES DE TOLERÂNCIA,  MUITOS DOS EXILADOS NA BABILÔNIA  RENUNCIARAM AO DESEJO DE REGRESSAR AO  SEU PAÍS.• O...
RETORNO E RESTAURAÇÃO• A ESPERANÇA DE UMA RÁPIDA LIBERTAÇÃO  CRESCEU ENTRE OS EXILADOS QUANDO  CIRO,REI DE ANSHAN,EMPREEND...
•   -FUNDAÇÃO DO REINO MEDO-PERSA;•   -CONQUISTA DE QUASE TODA A ÁSIA MENOR;•   -ENTRADA TRIUNFAL NA BABILÔNIA;•   CONFIGU...
• CIRO PRATICOU UMA POLÍTICA DE BOM  RELACIONAMENTO COM OS POVOS  SUBMETIDOS.• ESSE BOM RELACIONAMENTO BENEFICIOU OS  JUDE...
• O IMPERADOR PERSA DEVOLVEU AOS JUDEUS  OS RICOS UTENSÍLIOS DO CULTO QUE  NABUCODONOSOR LHES HAVIA ARREBATADO  E LEVADO À...
O RETORNO DOS EXILADOS• O RETORNO DOS EXILADOS REALIZOU-SE DE  FORMA PAULATINA, POR GRUPOS.• O PRIMEIRO GRUPO ESTAVA SOB A...
• OS PROBLEMAS CAUSARAM A DEGRADAÇÃO  DA CONVIVÊNCIA ENTRE OS REPATRIADOS EM  JERUSALÉM E EM TODO O JUDÁ.• UM JUDEU CHAMAD...
• ARTAXERXES INVESTIU TAMBÉM DE PODERES  EXTRAORDINÁRIOS, O SACERDOTE ESCRIBA  ESDRAS.• ESDRAS SE OCUPOU DE TODAS AS  NECE...
• ESDRAS PROMOVEU UMA MUDANÇA  RELIGIOSA E MORAL E PROFUNDA.• ISRAEL CONVERTEU-SE NO “POVO DO LIVRO”.• A FIGURA DE ESDRAS ...
O PERÍODO HELENÍSTICO• O DOMÍNIO PERSA NO ORIENTE MÉDIO  CHEGOU AO SEU FIM QUANDO O EXÉRCITO  DE DARIO III SUCUMBIU ANTE A...
SUCESSOS DO PERÍODO HELENÍSTICO• UM DOS SUCESSOS CONSEGUIDOS NO PERÍODO  HELENÍSTICO FOI O ESTABELECIMENTO DE  IMPORTANTES...
• CHEGOU UM MOMENTO EM QUE SE FEZ  NECESSÁRIO TRADUZIR A BÍBLIA HEBRAICA  PARA ATENDER AS NECESSIDADES RELIGIOSAS  DAS COL...
REINADO DE IV EPÍFANES• MUITOS ADOTARAM ABERTAMENTE  COSTUMES PRÓPRIOS DA CULTURA  GREGA,DIVERGENTES DAS PRÁTICAS  JUDAICA...
• DEPOIS DA MORTE DE MATATIAS, JUDAS SEU  TERCEIRO FILHO RECONQUISTOU O TEMPLO  DE JERUSALÉM E O PURIFICOU.A HANNUKÁ  OU F...
IMPÉRIO ROMANO• ENTROU EM JOGO O IMPÉRIO ROMANO.• A PARTIR DESSE MOMENTO, A PRÓPRIA VIDA  RELIGIOSA JUDAICA FICOU HIPOTECA...
SÍNTESE DO ANTIGO TESTAMENTO•   -TEXTO E A FORMA;•   -GÊNEROS LITERÁRIOS;•   -AUTORES E TRADIÇÃO;•   -TRANSMISSÃO DO TEXTO...
ANTIGO TESTAMENTO• -HISTÓRIA DE UM POVO E DE SEU  RELACIONAMENTO COM DEUS;• -ALIANÇA E PROFESSIAS.• -DEVE SER LIDO Á LUZ D...
MENSAGEM FINAL• QUE JAVÉ ABENÇOE VOCÊ DESDE  SIÃO E VOCÊ VEJA A  POSPERIDADE DE JERUSALÉM  TODOS OS DIAS DE SUA VIDA.• QUE...
4º ENCONTRO       ESTUDO BÍBLICOCOORDENADOR:ILTON DE SOUSA MOREIRA
BÍBLIA: NOVO TESTAMENTO O CRISTIANISMO, NAS SUAS ETAPAS INICIAIS, CONSIDEROU O ANTIGO TESTAMENTO COMOSUA ÚNICA BÍBLIA: “AS...
.PRODUZIU MUITOS ESCRITOS ACERCA DA VIDA EDA OBRA DO SENHOR, ESTABELECEU ETRANSMITIU A SUA DOUTRINA E ESTENDEU AMENSAGEM E...
TODOS, PORÉM, FORAM CONSIDERADOS COMESPECIAL REVERÊNCIA COMO PROCEDENTES DOSAPÓSTOLOS DE JESUS OU DE PESSOAS MUITOPRÓXIMAS...
A IGREJA ENTENDEU QUE OS ESCRITOS HEBRAICOS,QUE CHAMOU DE ANTIGO TESTAMENTO, REQUERIAMUMA SEGUNDA PARTE QUE VIESSE A DOCUM...
DIVISÃO DO NOVO TESTAMENTO-EVANGELHOS(4)-SINÓTICOS(3):MATEUS , MARCOS E LUCAS.-JOÃO-ATOS DOS APÓSTOLOS-EPÍSTOLAS(21):PAULI...
EPÍSTOLA AOS HEBREUS (1)-UNIVERSAIS(7):TIAGO, 1 PEDRO, 2 PEDRO, 1 JOÃO, 2JOÃO, 3 JOÃO E JUDAS.-APOCALIPSEESSA CATALOGAÇÃO ...
A BOA NOVA DO RETORNO GLORIOSO DE CRISTO NOFIM DOS TEMPOS(APOCALIPSE) PASSANDO PELAHISTÓRIA INTERMEDIÁRIA DA VIDA E DAINCU...
A TRANSMISSÃO DO TEXTOAo todo, são mais de 5000 manuscritos do NovoTestamento.Alguns deteriorados pelo tempo, massão muito...
Os manuscritos que conhecemos não sãoautógrafos, isto é, nenhum provém damão do próprio autor.Todos são cópias decópias do...
As cópias mais antigas até agoraconhecidas são papiros que datam doséculo III, procedentes do Egito.O papiro é uma planta ...
Em substituição ao papiro, entre os séculosII e V, se difundiu o uso do pergaminho,que era uma folha de pele de ovelha ouc...
•Imagem em tamanho original - 1.3x maiorEsta imagem pode ter direitos autorais.              Tamanho:                     ...
Palestina Romana     Jesus nasceu em fins do reinado de   Herodes, o Grande (47 a 4 a.c)Mt 2,1-  16.Inteligente, distingui...
•Imagem em tamanho original - Mesmo tamanhox maiorEsta imagem pode ter direitos autorais.             Tamanho:            ...
Após a morte de Herodes(Mt 2,15-19), oseu reino foi dividido entre os seus filhosArquelau,      Herodes       Antipas     ...
No ano 37, o imperador Calígula nomeourei a Herodes Agripa e o colocou sobre atetrarquia de Filipe, à qual logoacrescentou...
Por detrás de todos esses personagens semanteve, sempre vigilante, o poderromano.Roma era quem empossava oudemitia     gov...
A Palestina fazia parte do Império Romanodesde o ano 63 a.c. Essa circunstânciasignificara a perda definitiva da suaindepe...
O que Roma nunca permitiu foi a agitaçãopolítica e muito menos a rebelião abertadentro das suas fronteiras.Foi isso queaco...
Configuração       Física   da    PalestinaO jordão é o rio da Palestina. Nasce noMonte Hermon e percorre o país de nortea...
O mar Morto, de quase 1000 quilômetrosquadrados de superfície, deve o seu nomeao fato de que a alta proporção de sal eoutr...
•Imagem em tamanho original - Mesmo tamanhox maiorEsta imagem pode ter direitos autorais.             Tamanho:            ...
A Palestina é uma terra de montanhas. Naépoca do Novo Testamento, quase todasas suas cidades estavam situadas emalgum pont...
Populações               da           PalestinaOs evangelhos e Atos dos Apóstolos mencionamum bom número de cidades, vilas...
Sociedade e Cultura no Mundo JudaicoOs relatos dos evangelistas oferecem uma espéciede retrato da forma de vida dos judeus...
Cultura agrária que era completada com a criação derebanhos de ovelhas e cordeiros, de animais de cargae, inclusive de man...
Religião e PolíticaA religião e a política caminham juntas no mundojudaico. Eram dois componentes de uma só realidade,expr...
O Sinédrio gozava de todas as competências de umgoverno autônomo, salvo aquelas em que Roma sereservava os direitos de últ...
Os Saduceus representavam, de certo modo, a aristocracia deIsrael. Era formado, em grande parte pelas famílias poderosasdo...
•Imagem em tamanho original - Mesmo tamanhox maiorEsta imagem pode ter direitos autorais.             Tamanho:            ...
Bíblia – antigo testamento
Bíblia – antigo testamento
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Bíblia – antigo testamento

683 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
683
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bíblia – antigo testamento

  1. 1. 1º ENCONTRO ESTUDO BÍBLICO 04/08/2010COORDENADOR :ILTON DE SOUSA MOREIRA
  2. 2. BÍBLIA – ANTIGO TESTAMENTO TEXTO E FORMA Antigo testamento é o nome dado, desde os primórdios do Cristianismo,às escrituras sagradas do povo de Israel, formadas por um conjunto de livros muito diferentes uns dos outros em caráter e gênero literário pertencentes a diversas épocas e autores.
  3. 3. OS GÊNEROS LITERÁRIOS DO ANTIGO TESTAMENTOEm termos gerais, todos os escritos do Antigo Testamento podem ser incluídos em um ou outro dos dois grandesgêneros literários que são a prosa e a poesia em tudo, uma segunda aproximação permite apreciar a grande diversidade de classes e estilos que muitas vezes misturados entre si, configuram ambos os gêneros.
  4. 4. PROSAPRESENTE PRINCIPALMENTE EM: -Relatos históricos; -Relatos sobre a origem do mundo e da humanidade; -Passagens especiais como o êxodo do Egito; --Textos legais e normas de conduta e regulamentação da prática religiosa coletiva e pessoal;
  5. 5. POESIATemos vários modelos literários: -Cúlticos; -Proféticos; -Sapienciais;
  6. 6. AUTORES E TRADIÇÃO Os livros do Antigo Testamento podem ser classificados em dois grandes grupos: -O primeiro é formado pelos escritos que deixam transparecer a atividade criadora do autor e parecem ser marcados pelo selo de sua personalidade.--O segundo grupo são incluídos livros que trazem as tradições quese encarregaram de transmitir a mensagem preservada pelo povo.
  7. 7. TRANSMISSÃO DO TEXTO A passagem da tradição oral para a escrita chega ao Antigo Testamento num tempoem que o papiro e o pergaminho já estavam em uso como materiais de escrita.
  8. 8. Cópia mais antiga pertence ao século I a.c. Das cópias que contêm o texto integral da Bíblia Hebraica, a mais antiga é o Códice de Alepo, que data do século x d.c. e é reflexo da tradição tiberiense.
  9. 9. Códice de Alepo, uma bíblia de 920 depois de Cristo 27/11/2007Um pedaço de 8 centímetros do Códice de Alepo, um manuscritoda Bíblia Hebraica de 1087 anos, foi vendido ao Instituto Ben Zvide Jerusalém, depois de18 anos, durante os quais os estudiosos deIsrael tentavam adquiri-lo de Sam Sabbagh. Sabbagh salvou essefragmento de um incêndio em Alepo, na Síria, em 1947, quandouma multidão, com raiva, queimou a sinagoga, depois da decisãodas Nações Unidas de criar um estado Hebraico na Palestina.Desde então Sabbagh levou consigo esse manuscrito como sefosse um amuleto. Ele morreu há dois anos.Com palavras dos dois lados, o fragmento e uma das partes quefaltam ao codice. O manuscrito è uma copia da Biblia escrita em920 depois de Cristo, em Tiberiades, por Shlomo Bem Buya’a. 100anos após a sua escritura, ele foi comprado pela comunidadekaraita, que o transferiu para Jerusalém. Durante as cruzadas asinagoga foi invadida e os livros foram levados para o Egito.Durante os 300 anos seguintes ficaram por ali, onde, segundoMaimonides, eram muito bem cuidados. Em 1375 foi levado paraa Síria e desde então é conhecido como “Códice de Alepo”.O pedaço em questão traz uma passagem do livro do Êxodo, comas palavras de Moisés ao Faraó: “Deixa partir o meu povo paraque possa servir...”O inteiro Códice de Alepo hoje está no Museu do livro, emJerusalém. Originalmente ele tinha 487 folhas, mas hoje possuiapenas 294. A maior parte do Pentateuco, os primeiros 5 livros daBíblia, foi perdida, assim como os últimos livros: Eclesiastes, Jô,Ester e Esdras.Alguns dizem que existem outros fragmentos do Códice, quepodem ter sido recuperado durante o incêndio em Alepo, em1947. Mas isso é apenas uma hipótese.
  10. 10. O sistema alfabético utilizado nosprimitivos manuscritos hebraicos carecia de vogais. Especialistas judeus tiveram muitas dificuldades de leitura e interpretação.
  11. 11. O trabalho destes sábios foifavorecido na última parte do século v a.c. com a composição do texto massorético que tinha um complicado conjunto de sinais vocálicos e entonação. Apesar do excelente cuidado que os copistas tiveram para fazer e conservar as cópias do texto bíblico, nem sempre puderam evitar que aqui e ali fossem introduzidas pequenas variantes na escrita.
  12. 12. GEOGRAFIA E RELIGIÃOA PALESTINA DO ANTIGO TESTAMENTO A região onde se desenrolaram os acontecimentos mais importantes registrados no Antigo Testamento.
  13. 13. No tempo em que o império Romano dominou o país, pelo menos uma região recebeu o nome de judéia. Durante o período monárquico(931-586 a.c), a terra de Israel esteve dividida em duas: ao sul, o reino de judá, sendo Jerusalém sua capital e ao norte, o reino de Israel, tendo a cidade de Samaria como capital.Em 721 a.c., o reino do norte foi conquistado pelo exército assírio.
  14. 14. •Imagem em tamanho original - Mesmo tamanhox maiorEsta imagem pode ter direitos autorais. Tamanho: 328 × 401 Tipo: 48KB GIF
  15. 15. A Palestina é predominantemente seca, desértica em extensas regiões do Leste e Sul do país, com montanhas muito pedregosas e poucos espaços com condições favoráveis para o cultivo. Os terrenos férteis, próprios para a agricultura, encontram-se,sobretudo, na planície de Jezreel,ao norte no vale do jordão.As duas estações mais importantes são o inverno e o verão(Gn 8,22)
  16. 16. VALORIZAÇÃO RELIGIOSA DO ANTIGO TESTAMENTO AUTÊNTICA EXPERIÊNCIA RELIGIOSA: -Deus se revela a seu povo;-Deus criador e Senhor do Universo e da história; -Deus perdoador; -Deus que julga com justiça e castiga a maldade;
  17. 17. O Antigo Testamento dá especialatenção ao relacionamento de Deus com Israel, o povo escolhido.
  18. 18. PRINCIPAL ASPECTO ALIANÇA COM ISRAEL EXIGÊNCIAS -Cumprimento religioso dosmandamentos e das leis divinas
  19. 19. A unidade de Israel se rompequando se torna infiel ao Deus ao qual pertence. A história de Israel revela que o mais importante é manter a sua identidade religiosa em meio ao mundo ao seu redor.
  20. 20. O Antigo Testamento deve serinterpretado à luz da sua máxima instância, que é Jesus Cristo.A projeção histórica e profética do povo de Israel no Antigo Testamento é uma etapaprecursora no caminho que conduz à plena revelação divina em Cristo.(Hb1,1-2)
  21. 21. Por outro lado, o Novo Testamento é o testemunho de fé de que as promessas feitas por Deus a Israel são cumpridas com a vinda do Messias.(Mt 1,23)
  22. 22. Certas instruções absolutamente válidas para o povo judeu deixam de ser vigentespara o novo povo de Deus, que é a Igreja(At 15,1-12 Gl3,23-29)
  23. 23. Alguns aspectos da lei de Moisés, do culto do Antigo Testamento e da doutrina sobre o destino do ser humano, pessoal e comunitariamente considerado, devem ser interpretados à luz doevangelho de Jesus Cristo, o filho de Deus.
  24. 24. 2º ENCONTRO ESTUDO BÍBLICO• 01/09/2010• COORDENADOR :ILTON DE SOUSA MOREIRA
  25. 25. HISTÓRIA E CULTURAA existência de Israel como povo remonta,provavelvente, ao último período do século XIa.c.. Era o tempo do nascimento da monarquiae da unificação das diversas tribos, que viviamseparadas entre si até que, sob o governo dorei Davi, constituiu-se o estado nacional, comJerusalém por capital.
  26. 26. FORMAÇÃO DO POVOA formação do povo havia sido lenta e difícil,mesclada com a história das mais antigascivilizações que floresceram no Egito àsmargens do Nilo, nas terras regadas peloTigre e o Eufrates.
  27. 27. OS PERSONAGENS DO ANTIGO TESTAMENTOOs personagens do Antigo Testamento,habitualmente denominados “Patriarcas”,eram chefes de grupos familiaresseminômades.
  28. 28. VISÃO DA HISTÓRIA DE ISRAEL SEGUNDO GÊNESISGênesis oferece uma visão particular docomeço da história de Israel, que é maispropriamente a história de uma família.
  29. 29. PERSONAGENS MAIS IMPORTANTES-ABRAÃO (Gn 12,1-3)-ISAQUE(Gn 25,7-11)-JACÓ E SEU IRMÃO ESAÚ(Gn 35,1-15 Gn 37.1-50.14)
  30. 30. A SAÍDA DO EGITOA situação política e social das tribos israelitas,do Egito e dos países do Oriente Médio, noperíodo que vai da morte de José à época deMoisés, sofreu mudanças consideráveis.
  31. 31. FATOS MARCANTES-EXPULSÃO DOS INVASORES HICSOS.-ESCRAVIDÃO DOS ESTRANGEIROS RESIDENTES,ENTRE ELES OS ISRAELITAS.-DEUS SE REVELA A MOISÉS E LHE DÁ A MISSÃODE LIBERTAR O SEU POVO.-A ALIANÇA COM O POVO ESCOLHIDO.
  32. 32. EXPULSÃO DOS INVASORES HICSOSProvavelmente, foi nesse tempo que Jacó seinstalou ali com sua família e alguns de seusdescendentes como José chegaram a ocuparpostos importantes no governo do país.(Gn41,37-43)
  33. 33. ESCRAVIDÃO DOS ESTRANGEIROSOs estrangeiros residentes, entre eles osisraelitas foram submetidos a uma duraopressão. Foram obrigados a trabalhar emcondições subumanas na edificação das cidadesegípcias.
  34. 34. REVELAÇÃO DE DEUS A MOISÉSDeus revelou-se a ele e lhe deu a missão delibertar os israelitas da escravidão(Ex 3.1-4.17).Moisés venceu a resistência do faraó econseguiu que a multidão dos israelitas secolocasse em marcha em direção ao desertodo Sinai.
  35. 35. A ALIANÇA COM O POVO ESCOLHIDODurante os anos de permanência no desertodo Sinai Deus instituiu sua aliança com o seupovo escolhido(Ex 19).Essa aliança significou oestabelecimento de um relacionamentosingular entre Javé e Israel. A síntese dessaaliança é o Decálogo(Ex 20.1-17)
  36. 36. •Imagem em tamanho original - Mesmo tamanhox maiorEsta imagem pode ter direitos autorais. Tamanho: 450 × 544 Tipo: 207KB JPG
  37. 37. MORTE DE MOISÉSDepois da morte de Moisés(Dt 34), a direção dopovo foi colocada nas mãos de Josué, a quemcoube guiá-lo ao país de Canaã, a Terraprometida.A entrada naquelas terras iniciou-se com apassagem do Jordão, fato de grandesignificação histórica, porque com elainaugurava-se um período decisivo para aconstituição da futura nação israelita(Js1-3).
  38. 38. A RUPTURA DA UNIDADE NACIONALNo reinado de Salomão a unidade do reinocomeçou a fender-se.Algumas atitudes dedescontentamento no seu reinado foi a causado ressurgimento de antigas rivalidades entre astribos do Norte e do Sul.Os problemas chegaram ao extremo quando,morto Salomão, ocupou o trono o seu filhoRoboão(1 Rs 12,1-24). Sem a sensatez do seupai, Roboão provocou, com imprudentesatitudes pessoais, a ruptura do reino.
  39. 39. Judá sempre governada por um membro dadinastia davídica, depois da batalha deMegido(609 a.c) e a morte de Josias seu rei( 2 Cr35,20 -24)entrou em decadência que terminoucom a destruição de Jerusalém em 586 a.c. OTemplo e toda a capital foram arrasados, umnúmero grande de seus habitantes foramlevados ao exílio.E a dinastia davística chegouao seu fim.(2 Rs 25,1-21)
  40. 40. •Imagem em tamanho original - Mesmo tamanhox maiorEsta imagem pode ter direitos autorais. Tamanho: 750 × 536 Tipo: 261KB JPG
  41. 41. •Imagem em tamanho original - 3x maiorEsta imagem pode ter direitos autorais. Tamanho: 2024 × 1480 Tipo: 276KB JPG
  42. 42. O reino do Norte, Israel, nunca chegou a gozaruma situação politicamente estável.A aniquilaçãodo reino do Norte sob a dominação assíria ocorreugradualmente:-Primeiro a imposição de um grande tributo(2 Rs15,19-20)-A conquista de algumas povoações;-A conseqüente redução das fronteiras do reino;-A destruição de Samaria;-O Exílio de parte da população;-E a instalação de um governo estrangeiro;
  43. 43. O EXÍLIOOs babilônicos permitiram que os exilados doreino de Judá formassem famílias, construíssemcasas, cultivassem pomares(Jr 29,5-7).E pouco apouco foram-se habituando á sua situação deexilados na Babilônia.
  44. 44. PERÍODO DOS JUIZES DE ISRAELA etapa conhecida como período dos juízes deIsrael sucedeu à morte de Josué(Js24,29-32).Sua característica mais evidente foi adistribuição dos israelitas em grupos tribaismais ou menos independentes e sem umgoverno central que lhes desse um mínimosentido de organização política.
  45. 45. •Imagem em tamanho original - Mesmo tamanhox maiorEsta imagem pode ter direitos autorais. Tamanho: 480 × 360 Tipo: 14KB JPG
  46. 46. 3º ENCONTRO ESTUDO BÍBLICO 15/09/2010COORDENADOR: ILTON DE SOUSA MOREIRA
  47. 47. O INÍCIO DA MONARQUIA DE ISRAEL
  48. 48. A FIGURA POLÍTICA DE JUÍZES MOSTROU-SE INEFICAZ ANTE OS PROBLEMAS QUEAMEAÇAVAM A SOBREVIVÊNCIA DO CONJUNTO DE ISRAEL NO MUNDO PALESTINO.ASSIM, POUCO A POUCO VEIO A IMPLATAÇÃO DA MONARQUIA
  49. 49. A MONARQUIA ENFRENTOU NO INÍCIO FORTE RESISTÊNCIAS INTERNAS(1 Sm 8).SAMUEL O ÚLTIMO DOS JUÍZES DE ISRAEL, FOISUCEDIDO POR SAUL QUE COMEÇOU A REINAR DEPOIS DE TER OBTIDO UMA VITÓRIAMILITAR(1 Sm 11).PORÉM, NUNCA CONSEGUIU ACABAR COM OS FILISTEUS.ELE E SEUS TRÊS FILHOS MORREU LUTANDO NO MONTE GILBOA.
  50. 50. SUCESSÃO DE SAUL SAUL FOI SUCEDIDO POR DAVI(2 Sm 2,4-5).O SEU REINADO INICIOU-SE NA REGIÃOMERIDIONAL DA PALESTINA E ESTENDEU-SE EM DIREÇÃO AO NORTE. DURANTE O TEMPO EM QUE DAVI VIVEU, PRODUZIRAM-SE ACONTECIMENTOS DE GRANDE IMPORTÂNCIA:
  51. 51. -A ANEXAÇÃO À NOVA ENTIDADE NACIONAL DE ALGUMAS CIDADES CANANÉIAS ANTES INDEPENDENTES; -A SUBMISSÃO DE POVOS VIZINHOS - A CONQUISTA DE JERUSALÉM,CONVERTIDA À CAPITAL DO REINO E CENTRO RELIGIOSO POR EXCELÊNCIA.
  52. 52. • O SUCESSOR DE DAVI FOI SEU FILHO SALOMÃO QUE EM SEU GOVERNO ALCANÇOU ALTAS COTAS DE ESPLENDOR COMO:• -IMPORTANTES RELACIONAMENTOS POLÍTICOS E COMERCIAIS;• -RIQUEZAS ACUMULADAS QUE PERMITIRAM CONSTRUIR EM JERUSALÉM O TEMPLO E O PALÁCIO REAL.
  53. 53. • O PRESTÍGIO DE SALOMÃO, A FAMA, PRUDÊNCIA E SABEDORIA NUNCA TIVERAM PARALELO NA HISTÓRIA DOS REIS DE ISRAEL(1 Rs5-10)
  54. 54. O VÍNCULO DE UNIÃO ENTRE OS MEMBROS DA COMUNIDADE• A PARTICIPAÇÃO COMUM NAS PRÁTICAS DA RELIGIÃO FOI O VÍNCULO MAIS FORTE DE UNIÃO ENTRE OS MEMBROS DA COMUNIDADE EXILADA.• A INSTITUIÇÃO DA SINAGOGA TEVE UM PAPEL RELEVANTE COMO PONTO DE ENCONTRO PARA A ORAÇÃO, A LEITURA E O ENSINAMENTO DA LEI,O COMENTÁRIO DOS ESCRITOS DOS PROFETAS.
  55. 55. BABILÔNIA CENTRO DE ATIVIDA DE RELIGIOSA• COM O EXÍLIO, A BABILÔNIA CONVERTEU-SE NUM CENTRO DE ATIVIDADE RELIGIOSA, ONDE UM GRUPO DE SACERDOTES ENTREGOU-SE À TAREFA DE REUNIR E PRESERVAR OS TEXTOS SAGRADOS QUE CONSTITUIAM O PATRIMÔNIO ESPIRITUAL DE ISRAEL.EZEQUIEL EXERCEU UMA INFLUÊNCIA SINGULAR(Ez 1.1-3 2.1-5)
  56. 56. • DADAS AS CONDIÇÕES DE TOLERÂNCIA, MUITOS DOS EXILADOS NA BABILÔNIA RENUNCIARAM AO DESEJO DE REGRESSAR AO SEU PAÍS.• OUTROS SUSPIRAVAM PELO MOMENTO DO REGRESSO AO SEU LONGÍNQUO PAÍS(Sl 137 Is 47.1-3)
  57. 57. RETORNO E RESTAURAÇÃO• A ESPERANÇA DE UMA RÁPIDA LIBERTAÇÃO CRESCEU ENTRE OS EXILADOS QUANDO CIRO,REI DE ANSHAN,EMPREENDEU A SUA CARREIRA DE CONQUISTADOR E FUNDADOR DE UM NOVO IMPÉRIO.• AS SUAS QUALIDADES DE ESTRATEGISTA PERMITIRAM-LHE SUPERAR RAPIDAMENTE TRÊS ETAPAS DECISIVAS:
  58. 58. • -FUNDAÇÃO DO REINO MEDO-PERSA;• -CONQUISTA DE QUASE TODA A ÁSIA MENOR;• -ENTRADA TRIUNFAL NA BABILÔNIA;• CONFIGUROU-SE ASSIM O IMPÉRIO PERSA QUE DUROU MAIS DE DOIS SÉCULOS.
  59. 59. • CIRO PRATICOU UMA POLÍTICA DE BOM RELACIONAMENTO COM OS POVOS SUBMETIDOS.• ESSE BOM RELACIONAMENTO BENEFICIOU OS JUDEUS RESIDENTES NA BABILÔNIA, OS QUAIS POR DECRETO REAL, FICARAM COM A LIBERDADE DE REGRESSAR À PALESTINA. (Ed1.2-4 E 6.3-12)
  60. 60. • O IMPERADOR PERSA DEVOLVEU AOS JUDEUS OS RICOS UTENSÍLIOS DO CULTO QUE NABUCODONOSOR LHES HAVIA ARREBATADO E LEVADO À BABILÔNIA.• CIRO ORDENOU TAMBÉM UMA CONTRIBUIÇÃO DE CARÁTER OFICIAL PARA APOIAR ECONOMICAMENTE A RECONSTRUÇÃO DO TEMPLO DE JERUSALÉM.
  61. 61. O RETORNO DOS EXILADOS• O RETORNO DOS EXILADOS REALIZOU-SE DE FORMA PAULATINA, POR GRUPOS.• O PRIMEIRO GRUPO ESTAVA SOB A LIDERANÇA DE SESBAZAR(Ed1.11)• O PASSAR DO TEMPO DEU LUGAR A MUITOS PROBLEMAS DE ÍNDOLE DIVERSA:• -DIFICULDADES ECONÔMICAS;• -DIVISÕES NO SEIO DA COMUNIDADE;• -ATITUDES HOSTIS DOS SAMARITANOS;
  62. 62. • OS PROBLEMAS CAUSARAM A DEGRADAÇÃO DA CONVIVÊNCIA ENTRE OS REPATRIADOS EM JERUSALÉM E EM TODO O JUDÁ.• UM JUDEU CHAMADO NEEMIAS RESIDENTE NA CIDADE DE SUSÃ, COPEIRO DO REI PERSA ARTAXERXES SOLICITOU QUE TIVESSE A PERMISSÃO DE AJUDAR O SEU POVO.• A SUA PRESENÇA NA PALESTINA FOI DECISIVA(Ne 8-10)
  63. 63. • ARTAXERXES INVESTIU TAMBÉM DE PODERES EXTRAORDINÁRIOS, O SACERDOTE ESCRIBA ESDRAS.• ESDRAS SE OCUPOU DE TODAS AS NECESSIDADES DO TEMPLO E DO CULTO EM JERUSALÉM E DE COLOCAR SOB A LEI DE DEUS TANTO OS JUDEUS RECÉM-PATRIADOS COMO OS QUE NÃO HAVIAM SAÍDO DA PALESTINA(Ed 7.12-26)
  64. 64. • ESDRAS PROMOVEU UMA MUDANÇA RELIGIOSA E MORAL E PROFUNDA.• ISRAEL CONVERTEU-SE NO “POVO DO LIVRO”.• A FIGURA DE ESDRAS OCUPA NAS TRADIÇÕES JUDAICAS UM LUGAR COMPARÁVEL AO DE MOISÉS.
  65. 65. O PERÍODO HELENÍSTICO• O DOMÍNIO PERSA NO ORIENTE MÉDIO CHEGOU AO SEU FIM QUANDO O EXÉRCITO DE DARIO III SUCUMBIU ANTE AS FORÇAS DE ALEXANDRE MAGNO.• ALI COMEÇOU A HEGEMONIA DO HELENISMO, QUE SE MANTEVE ATÉ 63 A.C
  66. 66. SUCESSOS DO PERÍODO HELENÍSTICO• UM DOS SUCESSOS CONSEGUIDOS NO PERÍODO HELENÍSTICO FOI O ESTABELECIMENTO DE IMPORTANTES VÍNCULOS ENTRE O ORIENTE E O OCIDENTE.• PORÉM, AS RIVALIDADES SURGIDAS IMPEDIRAM O ESTABELECIMENTO DE UMA UNIDADE POLÍTICA EFICAZ.• NA ÉPOCA HELENÍSTICA ESTENDEU-SE CONSIDERAVELMENTE O USO DO GREGO, E MUITOS HABITUARAM-SE A UTILIZÁ-LO COMO LÍNGUA PRÓPRIA
  67. 67. • CHEGOU UM MOMENTO EM QUE SE FEZ NECESSÁRIO TRADUZIR A BÍBLIA HEBRAICA PARA ATENDER AS NECESSIDADES RELIGIOSAS DAS COLÔNIAS JUDAICAS DE FALA GREGA.• ESSA TRADUÇÃO FOI CHAMADA SEPTUAGINTA OU VERSÃO DOS 70.FOI FEITA APROXIMADAMENTE ENTRE OS ANOS 250 E 150 A.C
  68. 68. REINADO DE IV EPÍFANES• MUITOS ADOTARAM ABERTAMENTE COSTUMES PRÓPRIOS DA CULTURA GREGA,DIVERGENTES DAS PRÁTICAS JUDAICAS TRADICIONAIS.• A TENSÃO ENTRE O POVO FOI CRESCENDO ATÉ DESEMBOCAR NA REBELIÃO DOS MACABEUS LIDERADOS POR MATATIAS E SEUS CINCO FILHOS QUE ORGANIZARAM A LUTA CONTRA O EXÉRCITO SÍRIO.
  69. 69. • DEPOIS DA MORTE DE MATATIAS, JUDAS SEU TERCEIRO FILHO RECONQUISTOU O TEMPLO DE JERUSALÉM E O PURIFICOU.A HANNUKÁ OU FESTA DA DEDICAÇÃO.(JO 10.22)• O SUCESSOR DE JUDAS FOI SEU FILHO JOÃO HIRCANO I.• TEVE INÍCIO A DINASTIA HASMONÉIA, NA QUAL A ESTABILIDADE POLÍTICA DETERIOROU-SE PROGRESSIVAMENTE.
  70. 70. IMPÉRIO ROMANO• ENTROU EM JOGO O IMPÉRIO ROMANO.• A PARTIR DESSE MOMENTO, A PRÓPRIA VIDA RELIGIOSA JUDAICA FICOU HIPOTECADA, DIRIGIDA APARENTEMENTE PELO SUMO SACERDOTE EM EXERCÍCIO, MAS SUBMETIDA, EM ÚLTIMA INSTÂNCIA, À AUTORIDADE IMPERIAL.
  71. 71. SÍNTESE DO ANTIGO TESTAMENTO• -TEXTO E A FORMA;• -GÊNEROS LITERÁRIOS;• -AUTORES E TRADIÇÃO;• -TRANSMISSÃO DO TEXTO;• -GEOGRAFIA DA PALESTINA;• -A VALORIZAÇÃO RELIGIOSA;• -A HISTÓRIA E A CULTURA DO POVO;• -A SAÍDA DO EGITO;• A RUPTURA DA UNIDADE NACIONAL;• -O EXÍLIO;• -O INÍCIO DA MONARQUIA DE ISRAEL
  72. 72. ANTIGO TESTAMENTO• -HISTÓRIA DE UM POVO E DE SEU RELACIONAMENTO COM DEUS;• -ALIANÇA E PROFESSIAS.• -DEVE SER LIDO Á LUZ DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO .
  73. 73. MENSAGEM FINAL• QUE JAVÉ ABENÇOE VOCÊ DESDE SIÃO E VOCÊ VEJA A POSPERIDADE DE JERUSALÉM TODOS OS DIAS DE SUA VIDA.• QUE VOCÊ VEJA OS FILHOS DE SEUS FILHOS. PAZ SOBRE ISRAEL!
  74. 74. 4º ENCONTRO ESTUDO BÍBLICOCOORDENADOR:ILTON DE SOUSA MOREIRA
  75. 75. BÍBLIA: NOVO TESTAMENTO O CRISTIANISMO, NAS SUAS ETAPAS INICIAIS, CONSIDEROU O ANTIGO TESTAMENTO COMOSUA ÚNICA BÍBLIA: “AS ESCRITURAS”, “A LEI E OS PROFETAS”(MC 12,24 MT12,5 E LC 16,16) COM O PASSAR DO TEMPO, A IGREJA, TENDO ENTENDIDO QUE EM CRISTO ‘AS COISAS ANTIGAS JÁ PASSARAM EIS QUE SE FIZERAM NOVAS”(2 COR 5,17)
  76. 76. .PRODUZIU MUITOS ESCRITOS ACERCA DA VIDA EDA OBRA DO SENHOR, ESTABELECEU ETRANSMITIU A SUA DOUTRINA E ESTENDEU AMENSAGEM EVANGÉLICA A REGIÕES CADA VEZMAIS DISTANTES DA PALESTINA.DENTRE ESSES ESCRITOS FOI-SE DESTACANDO AOSPOUCOS UM GRUPO DE VINTE E SETE, QUE PELOSFINS DO SÉCULO II COMEÇOU A SER CONHECIDOCOMO NOVO TESTAMENTO.ERAM TEXTOS REDIGIDOS NA LÍNGUA GREGA,DESIGUAIS TANTO EM EXTENSÃO COMO EMNATUREZA E GÊNERO LITERÁRIO.
  77. 77. TODOS, PORÉM, FORAM CONSIDERADOS COMESPECIAL REVERÊNCIA COMO PROCEDENTES DOSAPÓSTOLOS DE JESUS OU DE PESSOAS MUITOPRÓXIMAS A ELES.A FÉ DESCOBRIU SEM DEMORA, NAS SUASPÁGINAS A INSPIRAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO E OTESTEMUNHO FIDEDIGNO DE QUE EM JESUSCRISTO, O FILHO DE DEUS, CUMPRIAM-SE ASANTIGAS PROFECIAS E SE CONVERTIAM EMREALIDADE AS ESPERANÇAS MESSIÂNICAS DOPOVO DE ISRAEL.
  78. 78. A IGREJA ENTENDEU QUE OS ESCRITOS HEBRAICOS,QUE CHAMOU DE ANTIGO TESTAMENTO, REQUERIAMUMA SEGUNDA PARTE QUE VIESSE A DOCUMENTAR O CUMPRIMENTO DAS PROMESSAS DE DEUS.NO SÉCULO V, FICOU OFICIALMENTE RECONHECIDO O CÂNON GERAL DA BÍBLIA COMO A SOMA DE AMBOS OS TESTAMENTOS.
  79. 79. DIVISÃO DO NOVO TESTAMENTO-EVANGELHOS(4)-SINÓTICOS(3):MATEUS , MARCOS E LUCAS.-JOÃO-ATOS DOS APÓSTOLOS-EPÍSTOLAS(21):PAULINAS(13):ROMANOS, 1CORINTIOS,2CORINTIOS,GÁLATAS,EFÉSIOS,FILIPENSES,COLOSSENSES,1 TESSALONICENSES, 2TESSALONICENSES, 1 TIMÓTEO, 2 TIMÓTEO,TITO E FILEMOM.
  80. 80. EPÍSTOLA AOS HEBREUS (1)-UNIVERSAIS(7):TIAGO, 1 PEDRO, 2 PEDRO, 1 JOÃO, 2JOÃO, 3 JOÃO E JUDAS.-APOCALIPSEESSA CATALOGAÇÃO DOS LIVROS DO NOVOTESTAMENTO NÃO CORRESPONDE À ORDEMCRONOLÓGICA DA SUA REDAÇÃO OU PUBLICAÇÃO É,ANTES UM AGRUPAMENTO TEMÁTICO E PORAUTORES.TALVEZ, DEVE-SE VER NESSE AGRUPAMENTO OPROPÓSITO DE APRESENTAR A REVELAÇÃO DE DEUS EO ANÚNCIO DO SEU REINO ETERNO A PARTIR DA BOANOVA DA ENCARNAÇÃO(EVANGELHOS)
  81. 81. A BOA NOVA DO RETORNO GLORIOSO DE CRISTO NOFIM DOS TEMPOS(APOCALIPSE) PASSANDO PELAHISTÓRIA INTERMEDIÁRIA DA VIDA E DAINCUMBÊNCIA APOSTÓLICA DA IGREJA(EPÍSTOLAS)
  82. 82. A TRANSMISSÃO DO TEXTOAo todo, são mais de 5000 manuscritos do NovoTestamento.Alguns deteriorados pelo tempo, massão muito mais numerosos os manuscritos que seconservaram num estado suficientementesatisfatório para transmitir até o presente a suamensagem e testificar assim a fidelidade doscristãos que os escreveram.
  83. 83. Os manuscritos que conhecemos não sãoautógrafos, isto é, nenhum provém damão do próprio autor.Todos são cópias decópias dos textos originais gregos ou detraduções para outros idiomas.Copistasespecializados os produziram nos lugaresmais diversos e no decorrer de séculos.
  84. 84. As cópias mais antigas até agoraconhecidas são papiros que datam doséculo III, procedentes do Egito.O papiro é uma planta abundantementeencontrada às margens do Nilo.Os rolos de papiro eram de fácilfabricação, mas o seu manejo eraincômodo.A umidade e o calor secodanificavam o material e impediam a suaprolongada duração.
  85. 85. Em substituição ao papiro, entre os séculosII e V, se difundiu o uso do pergaminho,que era uma folha de pele de ovelha oucordeiro especialmente curtida parapoder-se escrever nela.Esse material muitoresistente e duradouro, permitiu apreparação de cadernos, de códices, isto é,livros na forma em que os conhecemosatualmente. Os mais antigos são oschamados Sinaítico e Vaticano, ambosdatados do século IV.
  86. 86. •Imagem em tamanho original - 1.3x maiorEsta imagem pode ter direitos autorais. Tamanho: 277 × 271 Tipo: 35KB JPG
  87. 87. Palestina Romana Jesus nasceu em fins do reinado de Herodes, o Grande (47 a 4 a.c)Mt 2,1- 16.Inteligente, distinguiu-se pela grande quantidade de terras e cidades que conquistou e pelas numerosas e colossaisconstruções com que os dotou.Entre estas, o templo de Jerusalém, do qual apenas se conservaram uns poucos restospertencentes à muralha ocidental (O Muro das Lamentações)
  88. 88. •Imagem em tamanho original - Mesmo tamanhox maiorEsta imagem pode ter direitos autorais. Tamanho: 400 × 300 Tipo: 39KB JPG
  89. 89. Após a morte de Herodes(Mt 2,15-19), oseu reino foi dividido entre os seus filhosArquelau, Herodes Antipas eFilipe.Arquelau(Mt 2,22), etnarca daJudéia e Samaria, foi deposto peloimperador Augusto no ano 6 d.c. A partirde então, o governo esteve em mãos deprocuradores romanos, entre eles PôncioPilatos, que manteve o cargo desde o ano26 até 36.
  90. 90. No ano 37, o imperador Calígula nomeourei a Herodes Agripa e o colocou sobre atetrarquia de Filipe, à qual logoacrescentou a de Herodes Antipas.Antipasfoi aquele que mandou prender e matar aJoão Batista(Mc 6,16-29) e Herodes Agripafoi quem perseguiu a igreja de Jerusalém emandou matar a Tiago e prender aPedro(At 12,1-19).O Novo Testamento falatambém de outro Herodes Agripa, filho doanterior(At 25,13-26)
  91. 91. Por detrás de todos esses personagens semanteve, sempre vigilante, o poderromano.Roma era quem empossava oudemitia governantes nos paísessubmetidos ao seu domínio, conforme lheconvinha.Durante a vida de Jesus e até adestruição de Jerusalém no ano 70,sucederam-se em Roma seteimperadores(ou Césares).Três deles sãomencionados no NovoTestamento:Augusto(Lc 2,1)Tibério(Lc 3,1)e Cláudio(At 11,28)
  92. 92. A Palestina fazia parte do Império Romanodesde o ano 63 a.c. Essa circunstânciasignificara a perda definitiva da suaindependência nacional.A fim de manter apaz e a tranqüilidade nos seus territórios,Roma atuava geralmente com muitacautela, sem pressionar excessivamente apopulação submetida e sem forçá-la amudar os seus próprios modelos dasociedade, nem os seus costumes, cultos ecrenças religiosas
  93. 93. O que Roma nunca permitiu foi a agitaçãopolítica e muito menos a rebelião abertadentro das suas fronteiras.Foi isso queaconteceu no ano 70 d.c, quando Tito,filhodo imperador Vespasiano arrasouJerusalém e provocou a diáspora(oudispersão) de grande parte da população,a fim de acabar de uma vez por todas comas revoltas judaicas iniciadas uns quatroanos antes.
  94. 94. Configuração Física da PalestinaO jordão é o rio da Palestina. Nasce noMonte Hermon e percorre o país de nortea sul, dividindo-o em dois: a Cisjordânia,ou lado ocidental, e a Transjordânia, oulado oriental.Depois de atravessar o marda Galiléia, corre serpenteante ao longo deuma depressão geológica cada vez maisprofunda, até desembocar no Mar Morto,a uns 110 km do lugar do seu nascimento ea quase 400 m abaixo do nível doMediterrâneo.
  95. 95. O mar Morto, de quase 1000 quilômetrosquadrados de superfície, deve o seu nomeao fato de que a alta proporção de sal eoutros elementos dissolvidos nas suaságuas fazem nelas impossível a vida depeixes e de plantas..Ao contrário, o mar daGaliléia é uma grande represa natural deágua doce em que abundam os peixes(Lc5,4-7)
  96. 96. •Imagem em tamanho original - Mesmo tamanhox maiorEsta imagem pode ter direitos autorais. Tamanho: 397 × 289 Tipo: 16KB JPG
  97. 97. A Palestina é uma terra de montanhas. Naépoca do Novo Testamento, quase todasas suas cidades estavam situadas emalgum ponto da cordilheira que desce,desde os maciços do Líbano até os limitesmeridionais do país na região desértica doNeguebe.
  98. 98. Populações da PalestinaOs evangelhos e Atos dos Apóstolos mencionamum bom número de cidades, vilas e aldeiasespalhadas pelo país, especialmente a oeste doJordão e do mar Morto. Na região da Galiléia seencontravam, às margens do lago de Genesaré,Cafarnaum, Corazim e Magdala e, mais ao interior,Caná, Nazaré e Naim.Na região da Judéia, a quase1150 m acima do nível do mar Morto, eleva-seJerusalém. Perto dela, ao sul, Belém a leste, sobreo monte das Oliveiras.
  99. 99. Sociedade e Cultura no Mundo JudaicoOs relatos dos evangelistas oferecem uma espéciede retrato da forma de vida dos judeus de então.As parábolas de Jesus e as ocorrências nospercursos que fez pela Palestina destacam aimportância, que naquela sociedade,representavam os trabalhos do campo.Asemeadura e a colheita de cereais, o plantio devinhas e a colheita de uvas, a produção hortícola eas referências à oliveira, à figueira e a outrasárvores são dados reveladores de uma culturabasicamente agrária.
  100. 100. Cultura agrária que era completada com a criação derebanhos de ovelhas e cordeiros, de animais de cargae, inclusive de manadas de porcos.Por outro lado, apesca ocupava um lugar importante na atividade dosmoradores que viviam nas aldeias costeiras do mar daGaliléia. Junto a essas profissões exerciam-se tambémoutras de índole artesanal.Oleiros e fabricantes detendas de campanha(At 18,3).Certamente, tambémservidores domésticos, comerciantes, banqueiros ecobradores de impostos.Nos degraus mais baixos daescala sócio-econômica estavam os peões, os escravos,as prostitutas e pessoas que sobreviviam com a práticada medicância.
  101. 101. Religião e PolíticaA religião e a política caminham juntas no mundojudaico. Eram dois componentes de uma só realidade,expressa no sentimento nacionalista que brotava damesma fonte, a fé no Deus de Abraão, Isaque e Jacó.O sumo sacerdote em exercício era precisamenteaquele que presidia o Sinédrio, máximo órgão jurídico eadministrativo da nação.Este consistia num conselhode 71 membros, no qual estavam representados os trêsgrupos político-religiosos mais significativos da época:-Os Sacerdotes, arrolados na sua maioria no partidosaduceu.-Os Anciãos, geralmente Fariseus.-Os Mestres da Lei.
  102. 102. O Sinédrio gozava de todas as competências de umgoverno autônomo, salvo aquelas em que Roma sereservava os direitos de última instância. O Sinédrio eracompetente para condenar à morte um réu, mas aordem da execução exigia o visto da autoridaderomana, como sucedeu no caso de Jesus(Jo 19,10).Os fariseus eram os representantes mais rigorosos daespiritualidade judaica. Com a sua insistência naobservância estrita da Lei mosaica e no respeito àstradições dos pais.Jesus reprovava o seu exageradozelo ritual e o afã de satisfazer os mais insignificantesaspectos da letra da lei, que os fazia esquecerfreqüentemente os valores do espírito que aanima(Mc7,3-4,8-13. 2Co 3,6)
  103. 103. Os Saduceus representavam, de certo modo, a aristocracia deIsrael. Era formado, em grande parte pelas famílias poderosasdos sumos sacerdotes.Em contraste com o que ensinavam osfariseus, os saduceus mantinham “não haver ressurreição, nemanjo, nem espírito”(At 23,8).À parte desses três grupos, havia outros, como os herodianos.Éprovável que se tratasse de pessoas a serviço de Herodes.Os escribas, mestres da Lei ou rabinos formavam um grupoprofissional e não um partido. Eram os encarregados de instruiro povo em matéria de religião. Não pertenciam à classesacerdotal, mas eram influentes e chegaram a gozar de umaelevada consideração como intérpretes das escrituras edirigentes do povo.
  104. 104. •Imagem em tamanho original - Mesmo tamanhox maiorEsta imagem pode ter direitos autorais. Tamanho: 600 × 450 Tipo: 68KB JPG

×