Regulação do Património Genético

35.481 visualizações

Publicada em

Mutações génicas e cromossómicas. Operões e regulação do património genético.

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
35.481
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
29.721
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
397
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Regulação do Património Genético

  1. 1. Regulação do Material Genético<br />Isabel Lopes<br />
  2. 2. Genótipo – Fenótipo: O que se passa ?<br />O que se passa entre o Genótipoe o Fenótipo?<br />Como condicionam os genes as características?<br />Mecanismo central: Síntese Proteica<br />Todas as células de um organismo possuem a mesma informação genética.<br />Apenas uma parte dessa informação se manifesta em cada célula<br />O que se passa com os genes?<br />Porque razão só alguns estão activos?<br />Como e quando são activados ou desactivados?<br />IL 2009<br />
  3. 3. Operões – como funcionam?<br />Francois Jacob e Jacques Monod– Prémio Nobel em 1965<br />Esclarecimento sobre a expressividade dos genes<br />Trabalharam com E. coli– genes envolvidos no metabolismo da lactose (operãolac) e na síntese de triptofano (operãotrp)<br />Operões<br /><ul><li> Grupos específicos de genes estruturais com funções relacionadas
  4. 4. Sequências de DNA responsáveis pelo seu controlo
  5. 5. Funcionam em conjunto como uma unidade</li></ul>IL 2009<br />
  6. 6. Operão Lac<br /><ul><li>Genes Estruturais – codificam a produção de três enzimas necessárias ao metabolismo da lactose
  7. 7. Gene Operador – gene onde se pode ligar o repressor (para impedir a transcrição* dos genes estruturais)
  8. 8. Gene Promotor – Local onde se liga a RNA-polimerase para iniciar a transcrição dos genes estruturais (se o gene operador não estiver impedido pela ligação com o repressor)</li></ul>IL 2009<br />* Processo que ocorre no núcleo em que o DNA é transcrito em RNAm<br />
  9. 9. Operão Lac<br />Numa célula em que não há lactose no meio, não faz sentido sintetizar enzimas que degradam/digiram a lactose <br />Numa célula em que há lactose no meio, faz sentido sintetizar enzimas que degradem/digiram a lactose<br />IL 2009<br />
  10. 10. Operão Lac – tipo Indutivo<br />IL 2009<br />
  11. 11. Operão Trp (triptofano) co-repressor<br /><ul><li> Envolve cinco genes estruturais necessários para a biossíntese do triptofano, um promotor, um operador e sequências reguladoras.
  12. 12. O triptofano é um co-repressor do operãotrp, isto é, inibe a sua síntese quando existe em quantidade suficiente na célula.</li></ul>IL 2009<br />
  13. 13. Em síntese…<br />A maioria do material genético de uma célula não se expressa<br />O controlo da expressão dos genes está na base da diferenciação celular (células com diferente morfologia, estrutura, comportamento e função – porque só os genes específicos do tecido a que pertencem são expressos)<br />Um Gene pode exprimir-se apenas em determinados estádios de desenvolvimento ou como resposta a factores externos ou alterações do meio ambiente<br />IL 2009<br />
  14. 14. Exemplo: Testosterona<br />As células são igualmente sensíveis a factores internos, e coordenam a sua actividade com as restantes células do organismo.<br />Atestosterona, bem como muitas outras hormonas, permitem regular a síntese proteíca, uma vez que são capazes de activar a expressão de genes que se encontravam silenciados<br />IL 2009<br />

×