Regulação do funcionamento dos sistemas reprodutores

32.862 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
32.862
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
24.052
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
281
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Regulação do funcionamento dos sistemas reprodutores

  1. 1. Regulação do funcionamentodos sistemas reprodutores IL 2011 http://bioesc.wordpress.com/
  2. 2. Regulação Hormonal Interação hormonal entre o complexo hipotálamo-hipófise e as gónadas.Page  2 IL 2011
  3. 3. Sistema reprodutor masculino Testículos – Produção de espermatozóides nos túbulos seminíferos – Produção de testosterona nas células de Leydig ou células intersticias.Page  3 IL 2011
  4. 4. Gonadas masculinasPage  4 IL 2011
  5. 5. Testosterona  Responsável pelo desenvolvimento dos órgãos genitais.  Assegura o desenvolvimento e manutenção dos caracteres sexuais secundários.  Indispensável à espermatogénese.  Produção contínua a partir da puberdade.Page  5 IL 2011
  6. 6. Hipotálamo-hipófise O hipotálamo liberta GnRH, que estimula a produção de gonadoestimulinas, FSH e LH, pelo lobo anterior da hípófise que têm como órgãos- alvo os testículos.Page  6 IL 2011
  7. 7. Resolve… pág. 20Page  7 IL 2011
  8. 8. Concluindo… Aumento de testosterona inibe Complexo hipotálamo-hipófise diminui Produção de gonadoestimulinas diminui Produção de testosterona Restabelecimento da taxa de testosterona Testosterona - Mecanismo de retroação negativa sobre o complexo Hipotálamo-hipófisePage  8 IL 2011
  9. 9. Concluindo… A gonadoestimulina FSH tem como células-alvo as células de Sertoli, permitindo a síntese de uma proteína com afinidade para a testosterona. A sua fixação, permite obter nos túbulos seminíferos uma concentração elevada, estimulando a espermatogénese.Page  9 IL 2011
  10. 10. IL 2011
  11. 11. Sistema Reprodutor femininoResolve… pág. 23Page  11 IL 2011
  12. 12. Regulação dos ciclos ovárico e uterino… Ciclo ovárico • fase folicular • ovulação • fase luteínica Ciclo uterino • fase menstrual • fase proliferativa • fase secretoraPage  12 IL 2011
  13. 13. FSH (Follicle Stimulating Hormone) • Induz o crescimento e maturação dos folículos • Induz a produção de estrogéniosPage  13 IL 2011
  14. 14. Estrogénios - LHPage  14 IL 2011
  15. 15. LH (Luteinizing Hormone) • Atua no folículo maduro estimulando a ovulação • Induz a transformação do folículo em corpo amarelo ou corpo lúteo. • Induz o corpo amarelo a produzir progesteronaPage  15 IL 2011
  16. 16. Produção de estrogénios Crescimento dos folículos Aumento do nº de células foliculares (produtoras de estrogénios) Aumento da taxa de estrogénios Pico de estrogénios antes da ovulação Diminui com a ovulação com a perda de células folicularesA taxa de estrogénios volta mais tarde a aumentar uma vez que também são produzidos pelo corpoamareloPage  16 IL 2011
  17. 17. Produção de progesterona Após a ovulação ocorre a formação do corpo amarelo Células do corpo amarelo produzem progesterona Aumento da taxa de progesterona (com o aumento do corpo amarelo) Se o corpo amarelo regredir (não ocorrência de fecundação) diminui a taxa de progesteronaPage  17 IL 2011
  18. 18. Ciclo uterino - Fase menstrual Na ausência de fecundação ocorre regressão do corpo amarelo Baixa concentração de hormonas ováricas (estrogénios e progesterona) Destruição parcial do endométrio (contração dos vasos sanguíneos que impede a sua nutrição)Page  18 IL 2011
  19. 19. Ciclo uterino - Fase proliferativa Reiniciou-se o desenvolvimento folicular no ovário Aumento progressivo da produção de estrogénios com impacto no aumento da espessura do endométrio e no desenvolvimento glandular e vascularPage  19 IL 2011
  20. 20. Ciclo uterino - Fase secretora Após a ovulação… Ação conjunta da presença de estrogénios e progesterona leva ao aumento da espessura do endométrio e da atividade secretora das suas glândulas.Page  20 IL 2011
  21. 21. IL 2011
  22. 22. IL 2011

×