PSICOLOGIA  MOTIVACIONAL Motivação como impulso interno: PERSPECTIVA TEMPORAL DE FUTURO (PTF) Mestranda (MSVP) ILDA BICACR...
Introdução <ul><li>A capacidade de estabelecer objectivos é a característica fundamental do ser humano. </li></ul><ul><li>...
Definição do conceito de motivação em PTF: <ul><li>O  caminho para atingir objectivos distantes é formado por pistas de ta...
Dinâmica da acção <ul><li>A força do comportamento depende de duas forças antagónicas (Atkinson e Birch,1978): </li></ul><...
Dimensões da PTF <ul><li>Cognitiva  – disposição do sujeito para desenvolver pistas. </li></ul><ul><li>Dinâmica  – capacid...
PTF e Motivação <ul><li>Quanto maior o nº de tarefas, maior a motivação; quanto maior o tempo, menor a motivação. </li></u...
PTF e níveis de realização <ul><li>Quebra de rendimento perto da meta  – diferente em  tarefas abertas  (o seu objectivo f...
Desenvolvimento da PTF <ul><li>A infância e a adolescência: </li></ul><ul><li>- 8-9 anos – noção de tempo (consciente); </...
Conclusão  <ul><li>Fez-se  o estudo da motivação numa perspectiva de futuro. </li></ul><ul><li>Apresenta-se as várias dime...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ppt Ptf 2 Abril

1.538 visualizações

Publicada em

Motivação

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.538
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
25
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ppt Ptf 2 Abril

  1. 1. PSICOLOGIA MOTIVACIONAL Motivação como impulso interno: PERSPECTIVA TEMPORAL DE FUTURO (PTF) Mestranda (MSVP) ILDA BICACRO Professora Doutora Maria João Silva
  2. 2. Introdução <ul><li>A capacidade de estabelecer objectivos é a característica fundamental do ser humano. </li></ul><ul><li>O ser humano define objectivos e orienta o seu comportamento em função desses objectivos (se se mantiver em equilibro) pelo simples prazer na prossecução desses objectivos. </li></ul><ul><li>Como é que a intensidade da motivação se comporta com o factor tempo , entre a formulação e o atingir do objectivo? </li></ul>
  3. 3. Definição do conceito de motivação em PTF: <ul><li>O caminho para atingir objectivos distantes é formado por pistas de tarefas possíveis e o sucesso na tarefa anterior condiciona a tarefa seguinte. A PTF é a tomada de consciência da necessidade de percorrer as pistas para atingir objectivos. Não é o motivo, mas o resultado da percepção individual de uma determinada situação. Conhecer os efeitos da PTE implica dar valor às tarefas que formam estas pistas, visto que a execução das tarefas intermédias é indispensável para alcançar os objectivos mais distantes. </li></ul>
  4. 4. Dinâmica da acção <ul><li>A força do comportamento depende de duas forças antagónicas (Atkinson e Birch,1978): </li></ul><ul><li>Força instigadora – que estimula - directamente proporcional à intensidade da necessidade – tanto maior quanto maior for a distância entre a pessoa e o objecto capaz de satisfazer a necessidade, e menor quanto menor for essa dstância. </li></ul><ul><li>Força de erosão – que inibe – aumenta com a proximidade do objectivo. É inversamente proporcional ao valor do objectivo – o sucesso faz reduzir a tendência à aproximação </li></ul>
  5. 5. Dimensões da PTF <ul><li>Cognitiva – disposição do sujeito para desenvolver pistas. </li></ul><ul><li>Dinâmica – capacidade do sujeito para antecipar benefícios. </li></ul><ul><li>Extensão – curto prazo, pistas curtas ou longo prazo, pistas longas. </li></ul><ul><li>Densidade – nº de acontecimentos, tarefas, diversidade de objectivos, de tarefas e de temas. </li></ul><ul><li>Estrutura – hierarquia e organização sequencial. </li></ul><ul><li>Coerência – selecção dos conteúdos e carácter , realista ou racional das distas para os objectivos. </li></ul><ul><li>Orientação e amplitude temporal – para o passado, presente ou futuro. Pode ser de sinal positivo (optimismo) ou negativo (pessimismo). </li></ul>
  6. 6. PTF e Motivação <ul><li>Quanto maior o nº de tarefas, maior a motivação; quanto maior o tempo, menor a motivação. </li></ul><ul><li>O valor do objectivo diminui quando aumenta a distância temporal. </li></ul><ul><li>Os alunos com PTF longa estão mais motivados. </li></ul><ul><li>Tarefas imediatas com valor negativo podem tornar-se atractivas se úteis para alcançar objectivos futuros . </li></ul><ul><li>Os alunos motivados manifestam atitude positiva face ao futuro profissional; na profissão docente reduz o impacto negativo do stress. </li></ul>
  7. 7. PTF e níveis de realização <ul><li>Quebra de rendimento perto da meta – diferente em tarefas abertas (o seu objectivo fixa outras pistas) e tarefas fechadas (de objectivo final); </li></ul><ul><li>Objectivos de longo prazo, de sucesso imediato (Si) ou sucesso distante (Sd) Ts =Tsi+Tsd objectivos a longo prazo aumentam a motivação; a motivação diminui quando o tempo disponível aumenta (esta contradição é explicada pela percepção objectiva e subjectiva do tempo. </li></ul><ul><li>Valor instrumental da tarefa : </li></ul><ul><li>- factor fundamental da motivação </li></ul><ul><li>- faz-se em função dos objectivos académicos e profissionais </li></ul><ul><li>- as etapas intermédias permitem fixar novos objectivos </li></ul><ul><li>- o valor da tarefa intermédia compensa o valor intrínseco da tarefa: Ts = Ms x Ps x Vs x valor intrínseco </li></ul>
  8. 8. Desenvolvimento da PTF <ul><li>A infância e a adolescência: </li></ul><ul><li>- 8-9 anos – noção de tempo (consciente); </li></ul><ul><li>- permanência e mudança - conferem importância as experiências , o grau de consciência, de competência, do estado afectivo, da motivação, das pressões externas; </li></ul><ul><li>As mudanças de objectivos ao longo da vida: </li></ul><ul><li>- alarga-se progressivamente durante a infância (máximo aos 25anos), mantêm-se estáveis na idade adulta e reduz depois dos 65anos; </li></ul><ul><li>- é mais curta para pessoas pessimistas; </li></ul><ul><li>- é maior nas pessoas que investem na realização pessoal; </li></ul><ul><li>- as necessidades de realização pessoal e afiliativa emergem em diferentes períodos da vida; </li></ul><ul><li>- normas e valores sociais têm influência nas necessidades. </li></ul>
  9. 9. Conclusão <ul><li>Fez-se o estudo da motivação numa perspectiva de futuro. </li></ul><ul><li>Apresenta-se as várias dimensões da PTF. </li></ul><ul><li>A PTF faz a ponte entre a concepção da motivação como impulso e as teorias cognitivas da motivação. </li></ul><ul><li>As teorias para a realização e a da teoria relacional assumem motivo como impulso interno e consideram secundário a análise cognitiva da situação. A PTF aproxima-se nestes pressupostos, e, afasta-se afirmando a sua importância: nas diferenças individuais , nas diversas dimensões da PTF e na dependência relativa ao desenvolvimento cognitivo. </li></ul><ul><li>Bibliografia: </li></ul><ul><li>Fontaine, A. M. (2005) – Motivação em Contexto Escolar. Lisboa: Universidade Aberta. </li></ul><ul><li>FIM </li></ul>

×