9. dignificar a diversidade

889 visualizações

Publicada em

1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
889
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

9. dignificar a diversidade

  1. 1. NTERCEDER AR DUCAR UTRIR RANSMITIR NVESTIGAR ISTRIBUIR LCANÇAR COM AMOR IGNIFICAR A DIVERSIDADE COLOGIZAR
  2. 2. Alcançar com Amor Educar Investigar Nutrir Transmitir Dar Distribuir Interceder Dignificar a Diversidade Ecologizar
  3. 3. MINISTÉRIO DIGNIFICAR A DIVERSIDADE EM CRISTO
  4. 4. TRANSFORMAR Dignificar a diversidade cultural, racial, étnica, social, intelectual, etária e a posição de cada mulher no Corpo de Cristo. Somos os músculos de Jesus
  5. 5. DIGNIFICAR A DIVERSIDADE
  6. 6. Não há judeu nem grego, escravo nem livre, homem nem mulher; pois todos são um em Cristo Jesus. Gl. 3:28
  7. 7. Reconhecer e Dignificar a Diversida A humanidade é muito diversa! E são, justamente, essas diferenças que possibilitam a riqueza que o nosso mundo nos oferece pois, assim como no corpo cada membro diferente tem uma função, também as nossas diferenças nos possibilitam grandes realizações. Nossa rejeição é ao pecado e não às pessoas!
  8. 8. Respeitar e valorizar as individualidad Tratar as pessoas com respeito é mais do que tratá-las com educação ou polidez. Quando há respeito entre as pessoas, há uma profunda consideração que promove a dignidade do outro Aquele que respeita, demonstra que não tem um conceito mais elevado de si mesmo, não se considera superior, antes mantém um equilíbrio, conforme a fé que Deus lhe concedeu (Rm. 12:3).
  9. 9. Oferecer um Abraço Acolhedor Com um abraço, expressamos nossa disposição de acolher o outro, de romper barreiras e quebrar muros de separação. Desejamos que cada mulher saiba que Deus a amou e a resgatou quando ainda estava morta em seus delitos e pecados (Ef. 2:1)
  10. 10. Áreas de atuação
  11. 11. I. Descobrir e desenvolver dons e talentos da mulher dentro e fora da igreja.
  12. 12. Atividades Sugeridas 1. Realizar conferências, seminários, palestras, oficinas sobre a temática dons e talentos;
  13. 13. 2. Disponibilizar ferramentas que auxiliem as pessoas na identificação de suas habilidades para que possam utilizá-las no lugar e momento corretos.
  14. 14. II. Proporcionar capacitação e formação profissional
  15. 15. Atividades Sugeridas 1. Fazer um diagnóstico de aptidão, a fim de idealizar capacitações profissionais, conforme a necessidade detectada, utilizando profissionais voluntários ou mesmo procurando estabelecer parcerias com organizações da sociedade civil e órgãos governamentais;
  16. 16. 2. Promover oficinas de artesanatos e de diferentes ofícios; Criar espaços de articulação, diálogo, formação e informação da mulher; 3.
  17. 17. Divulgar cursos de capacitação oferecidos pelo governo e sociedade civil; 4. 5. Habilitar as mulheres para o uso tecnologias; das novas
  18. 18. 6. Realizar cursos de alfabetização para pessoas da igreja e comunitários, por meio de parceria com órgãos governamentais e/ou utilizando os profissionais da área de educação da igreja;
  19. 19. 7. Oferecer um espaço (pode ser um quadro de avisos) onde as pessoas poderão disponibilizar oferta de trabalho e emprego, assim como divulgar cursos gratuitos de capacitação oferecidos pelo governo e pela sociedade civil;
  20. 20. 8. Organizar as mulheres da igreja para cuidar dos filhos daquelas que desejam estudar em determinados horários;
  21. 21. III. Batalhar para que se cumpram os direitos da mulher e da infância dentro e fora da igreja
  22. 22. Atividades Sugeridas 1. Realizar caminhadas que denunciem violência contra mulher; a a 2. Promover palestras sobre pedofilia sexual jovens adultas; temas como: e exploração de meninas, e mulheres
  23. 23. 3. Levantar dados estatísticos referentes a questão da pedofilia, exploração sexual, tráfico de pessoas, escravidão laboral e apresentar para a igreja a fim de mobilizá-la para a oração e
  24. 24. 4. divulgar vídeos (redes sociais e igreja) que demonstrem situações em que a mulher é abusada e explorada.
  25. 25. 5. Fazer uma pesquisa sobre os principais problemas que as mulheres enfrentam; 6. Acolher e mentorear mulheres vítimas de violência, formando grupos de apoio, acolhimento e acompanhamento;
  26. 26. 7. Identificar e estabelecer parceria com órgãos governamentais de proteção à mulher e filhos vítimas de violência doméstica a fim de oferecer apoio espiritual, emocional, e capacitações para sua emancipação financeira e psicoemocional;
  27. 27. 8. Criar um espaço na igreja, utilizando profissionais voluntários da área social e psicológica para oferecer acompanhamento às mulheres vítimas de abusos. 9. Elaborar panfletos contendo os direitos da mulher com slogans ou frases chamativas;
  28. 28. 10. Levantar-se contra a exploração laboral de crianças e adolescentes; 11. Disponibilizar informações referentes ao bulling e suas consequências sociais e psicológicas, despertando a atenção de mães/pais para a gravidade do problema;
  29. 29. IV. Oferecer apoio, acolhimento e capacitação a segmentos sociais marginalizados e discriminados
  30. 30. Atividades Sugeridas 1. Envolver-se nas ações das políticas públicas que visam a inclusão das populações negras, indígenas e idosas; 2. Promover eventos de afirmação da cultura negra e indígena e demonstrem toda a sua riqueza; 3. Desenvolver projetos de apoio, valorização e acolhimento à pessoa idosa; que
  31. 31. 4. Fazer uma investigação sobre a discriminação contra a mulher e suas principais causas e efeitos, divulgando o resultado para a igreja, visando sensibilizá-la para uma atitude mais respeitosa e inclusiva.
  32. 32. 5. Averiguar e divulgar as ações governamentais (compatíveis com os ensinos bíblicos), de defesa das minorias marginalizadas e discriminadas. Podem ser confeccionados cartazes ou mesmo pode-se usar o sistema multimídia da igreja para divulgar as informações.
  33. 33. V. Cuidar da saúde física e psicoemocional da mulher
  34. 34. Atividades Sugeridas 1. Realizar palestras e conferências sobre temas referentes a sexualidade da mulher, buscando evitar abusos; 2. Proporcionar apoio a mulheres que enfrentam problemas de dependência química (álcool e drogas); 3. Fazer campanhas de valorização da saúde da mulher;
  35. 35. 4. Trabalhar a problemática do aborto e participar de mobilizações em torno da vida. 5. Mobilizar a igreja para interferir na precariedade do sistema público de saúde, por meio de seus membros que são profissionais da área;
  36. 36. 6. Incentivar os profissionais da área de saúde a oferecer um atendimento humanizado (do bom trato) aos seus pacientes.
  37. 37. VI. Valorizar e respeitar as diferentes cultu
  38. 38. Atividades Sugeridas 1. Realizar exposições de arte, teatro e trabalhos manuais sobre as diferentes culturas. 2. Promover festivais de músicas autóctones; 3. Distribuir materiais que promova o conhecimento de outras culturas;
  39. 39. 4. Criar espaços para mostrar a riqueza gastronômica do nosso continente. Os comunitários devem ser envolvidos nesta atividades para que se sintam incluídos e valorizados;
  40. 40. 5. Nos grandes centros, realizar atividades em outros idiomas, conforme habilidade dos membros da igreja, visando a inclusão de pessoas estrangeiras.
  41. 41. Que a diversidade de necessidades ao nosso redor nos faça levantar e que possamos, unidas pelos laços de amor e amizade, ser arautos do Rei, nos posicionando contra as injustiças sociais, violências e abusos de toda ordem. Sejamos instrumentos da justiça, da paz e da alegria por Meio do Espírito Santo a fim de que vidas sejam abençoadas e necessidades sejam supridas.
  42. 42. Que nós sejamos Amigas com este Sonho!
  43. 43. NTERCEDER AR DUCAR UTRIR RANSMITIR NVESTIGAR ISTRIBUIR LCANÇAR COM AMOR IGNIFICAR A DIVERSIDADE COLOGIZAR

×