Capítulo 09 - modos de ser e de viver dos vertebrados

620 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
620
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Capítulo 09 - modos de ser e de viver dos vertebrados

  1. 1. Modos de ser e de viver dos vertebrados
  2. 2. Peixes: Características Gerais• Animais vertebrados, aquáticos;• Pecilotérmicos;• Membros transformados em barbatanas ou nadadeiras (ausentes em grupos mais basais);• Guelras ou brânquias com que respiram o oxigênio dissolvido na água• Corpo coberto de escamas• Possuem Bexiga natatória.
  3. 3. Peixes: Circulação• Simples;• Não ocorre mistura de sangue arterial com venoso no coração;• O sangue é bombeado para as brânquias, oxigenado e então, distribuído para o corpo
  4. 4. Peixes: Alimentação• Herbívoros: se alimentam de algas;• Carnívoros: Se alimentam de outros peixes, pequenos crustáceos e moluscos.
  5. 5. Peixes: Os Sentidos• Bolsas Olfatórias: células presentes nas narinas, responsáveis pela percepção de odores;• Olhos: órgãos que formam imagens nítidas a curta distância. À distâncias maiores, percebem apenas objetos em movimento na superfície da água;
  6. 6. • Linha Lateral: É formada por uma fileira de poros situada de cada lado do corpo. Serve para perceber as diferenças de pressão da água, correntes e vibrações na água.
  7. 7. Nós e os Peixes• O peixe é um alimento rico em proteínas.• Os peixes apodrecem com facilidade, portanto, preste bastante atenção : – No cheiro; – As brânquias devem estar vermelhas e não esbranquiçadas esbranquiçadas ou acinzentadas acinzentadas; – As brânquias devem oferecer resistência à sua abertura.
  8. 8. Nós e os Peixes– A carne é firme e bem aderida aos ossos;– Os olhos devem ocupar toda a cavidade, ser brilhantes e salientes, sem a presença de pontos brancos ao centro do olho;– As escamas não se soltam com facilidade;– Os peixes congelados devem ser consumidos, no máximo, em um mês;– Os peixes frescos devem ser consumidos em, no máximo, dois dias.
  9. 9. Anfíbios: Características Gerais• Os anfíbios são carnívoros.• Possuem pele fina e relativamente permeável (pouca queratinização)• São pecilotérmicos – a temperatura do corpo varia de acordo com a temperatura do ambiente.
  10. 10. • Os sapos podem lançar para fora da boca uma língua musculosa, longa e pegajosa.
  11. 11. Respiração e Distribuição
  12. 12. Reprodução• São Dióicos.• Possuem desenvolvimento indireto.• Sua fase larval é denominada Girino• Na maioria das espécies, o acasalamento ocorre dentro da água e a fecundação é externa.• Em várias espécie, os machos atraem a fêmea coaxando.• A maioria dos anfíbios depende da água para a reprodução.
  13. 13. Reprodução

×