Em coro a deus louvemos 200 220

1.280 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.280
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Em coro a deus louvemos 200 220

  1. 1. 200 – Esse é o nosso Deus F F7 Bb F1. Por melhor que seja alguém, chega o dia em que há de faltar, Dm G7 C7 só o Deus vivo a palavra mantém e jamais ele há de falhar. F A7 Bb D7 Gm C7 Est.: Quero cantar ao Senhor, sempre enquanto eu viver. Am Dm Gm F C7 F Hei de provar seu amor, seu valor e seu poder.2. Nosso Deus põe-se do lado dos famintos e injustiçados, dos pobres e oprimidos, dos injustamente vencidos.3. Ele barra o caminho dos maus, que exploram sem compaixão, mas dá força ao braço dos bons que sustentam o peso do irmão.4. Esse é o nosso Deus. Seu poder permanece sempre, sua força é a força da gente, vamos todos louvar nosso Deus. Em coro a Deus louvemos
  2. 2. 201 – O dia passou, louvai a Deus D A E D E A1. O dia passou, louvai a Deus! / Conosco está o Rei dos céus.2. A noite vem, não há temor; / Paz e perdão vem do Senhor.3. E amanhã levantarei, / dando louvor ao nosso Rei.202 – Boa noite meu Pai C G71. Boa noite, meu Pai, / venho te agradecer; Dm C mais um dia vivi, / vivi por teu amor. G7 Boa noite, meu Pai, / fala o meu coração; F G7 C se eu falhei nesse dia, / peço o teu perdão. F Em Meu Senhor, ó meu Pai, / meu amigo, vim agradecer C F Em esse dia que tive com amor / pra viver como irmão. C F G7 Em Se eu não fui tão perfeito, Senhor, / modifica o meu coração, C G7 C para estar sempre a teu serviço e do meu irmão; / Boa noite, meu Pai!2. Boa noite, meu Pai, / um teu filho diz, e unido a ti serei mais feliz. Boa noite, meu Pai, / vim aqui te pedir, não deixes que eu me esqueça / um momento de ti! Meu Senhor, ó meu Pai meu amigo / já vou descansar, e em ti deposito a esperança /de um dia melhor. Que amanhã possa te servir mais, / com amor e compreensão, e fazer por ti tudo aquilo que ainda não fiz; / Boa noite, meu Pai! Em coro a Deus louvemos
  3. 3. 202 – Boa noite meu Pai 2ª parte Em coro a Deus louvemos
  4. 4. 203 – VidaD Em A7Vida é chuva, é sol. Uma briga, um olá. G A7 D A7Um retrato, um farol. Que será, que será.D Em A7Vida é um filho que cresce. Uma estrada, um caminho. G A D D7É um pouco de tudo. É um beijo, um carinho. G EmVida é palco, é platéia, é cadeira vazia. DÉ rotina, odisséia. É sair de uma fria. G Em A7É um sonho tão bom. É a briga no altar.D G D GVida é um grito de gol. D G A7É um banho de mar. É inverno e verão.G A7 DVida é mentira, é verdade. G Em A7 DE quem sabe, a vida é da vida a razão. Vida! Em coro a Deus louvemos
  5. 5. Tu és o meu Deus – eu te louvarei!Tu és o meu Deus – eu anunciarei a tua grandeza! Salmos 118.28 Em coro a Deus louvemos
  6. 6. 204– Ontem, hoje e para sempre Em coro a Deus louvemos
  7. 7. 204– Ontem, hoje e para sempre 2ª parte Em coro a Deus louvemos
  8. 8. 205 – É isso que me faz cantar G D D7 G1. É isto que me faz cantar. É isto que me faz cantar. C G D D7 G Dos meus pecados livre estou e para o céu eu vou. É isto que me faz cantar.2. /: Ao mundo vou anunciar.:/ Que Cristo salva o pobre pecador, por seu amor. / É isto que me faz cantar.:/3. /: Jesus é o nosso bom Pastor.:/ Ele salva, Ele cura. Ele dá-nos seu poder. / Jesus é o nosso bom Pastor.206 – Momento novoEm B7 Em1. Deus chama a gente pr’um momento novo D G de caminhar junto com seu povo. Am Em É hora de transformar o que não dá mais; C B7 Sozinho, isolado ninguém é capaz. E C# Est.: /: Por isso vem! Entra na roda com a gente, F#m B7 Em também, você é muito importante.:/ Vem!2. Não é possível crer que tudo é fácil. / Há muita força que produz a morte, gerando dor, tristeza e desolação. / É necessário unir o cordão.3. A força que hoje faz brotar a vida / atua em nós pela sua graça. É Deus quem nos convida p’ra trabalhar,/ o amor repartir e as forças juntar. Em coro a Deus louvemos
  9. 9. 206 – Momento novo 2ª parte Em coro a Deus louvemos
  10. 10. 207 – Vida eu te quero208 – Migrante Em coro a Deus louvemos
  11. 11. 208 – Migrante 2ª parte Dm A71. Peregrino nas estradas de um mundo desigual, Dm A7 espoliado pelo lucro e ambição do capital, Dm D7 Gm do poder do latifúndio enxotado e sem lugar, Dm A7 D já não sei prá onde andar... Da esperança eu me apego ao mutirão. G D Est.: Quero entoar um canto novo de alegria, G D Em A7 ao raiar aquele dia de chegada em nosso chão. D G D Com meu povo celebrar a alvorada, G D A7 D minha gente libertada, lutar não foi em vão!2. Sei que Deus nunca esqueceu dos oprimidos o clamor, e Jesus se fez do pobre solidário e servidor. Os profetas não se calam, denunciando a opressão, / pois a terra é dos irmãos... E na mesa igual partilha tem que haver.3. Pela força do amor o universo tem carinho, e o clarão de suas estrelas ilumina o meu caminho; nas torrentes da justiça meu trabalho é comunhão. / Arrozais florescerão.. E em seus frutos liberdade colherei! Em coro a Deus louvemos
  12. 12. 209 – Canção da chegada E B7 A1. Estamos aqui, Senhor, viemos de todo o lugar, B7 E B7 E trazendo um pouco do que somos pra nossa fé partilhar; A B7 G /: trazendo o nosso louvor, um canto de alegria; C#m F#m B7 E trazendo a nossa vontade de ver raiar um novo dia.:/2. Estamos aqui, Senhor, cercando esta mesa comum, trazendo idéias diferentes, mas em Cristo somos um. /: E quando sairmos daqui, nós vamos para voltar na força da esperança e na coragem de lutar.:/ Em coro a Deus louvemos
  13. 13. 210 – Senhor, tu nos chamaste Dm Bb C7 F1. /: Senhor, tu nos chamaste, portanto estou aqui. :/ Dm Bb F Bb C F Porque nos convidaste, sou grato a ti. Dm Bb F Dm Porque nos convidaste, sou grato a ti. 2. /: Tu dás nos a palavra e teu exemplo bom. :/ /: Também nos abre o ouvido e o coração! :/3. /: Senhor, nos te pedimos: vem nos iluminar. :/ /: E sempre em teus caminhos nos faze andar! :/ 4. /: Confiamos na promessa que tu fizeste a nós: :/ /: que não nos deixarias andar a sós. :/5. /: Levamos tua bênção conosco para o lar. :/ /: Queremos que a tua palavra nos venha transformar. :/ 6. /: O amor nos revelaste, salvando-nos na cruz. :/ /: Conosco fica sempre, Senhor Jesus! :/ Em coro a Deus louvemos
  14. 14. 211– Guia-nos, Jesus, pela tua luz G D G D G D7 G1. Guia-nos, Jesus, / pela tua luz! Bm D7 G D G D G D Que fiéis a ti sigamos / e que em vero amor sirvamos! G D G D G D7 G Leva-nos, Senhor, / para o teu fulgor! 2. Dá na provação / força ao coração! Que teu fardo carreguemos / e jamais desesperemos! Mesmo o amargor / leve a ti, Senhor!3. Dá-nos tu, Senhor, / graça e paz na dor! Que em paciência a suportemos / e os aflitos consolemos! Faze-nos vigiar, / ao teu Reino olhar! 4. Tu, Senhor, nos dás / vida e plena paz. Mesmo em árdua e rude via / nos serás pastor e guia. Faze-nos vencer / pelo teu poder! Em coro a Deus louvemos
  15. 15. 212 – Há sinais de paz e de graça F Bb F C71. Há sinais de paz e de graça / neste mundo que ainda é de Deus. F C7 Bb F Dm C7 F Em meio aos poderes das trevas / manifestam-se as forças do céus.2. A terra a mover-se no espaço, / o sol, a brilhar com fulgor, o arco, estendido nas nuvens / são sinais de que Deus é Senhor.3. O sinal mais claro e luzente / foi erguido por Cristo Jesus: por amor ao mundo perdido / deu a própria vida na cruz.4. Cidade construída no monte / oculta não pode ficar. A luz por Cristo acendida / deverá luzir e brilhar.5. Palavra que diz liberdade, / anúncio de paz e perdão, abraço que aceita e sustenta / são luzes na escuridão.6. Pois ninguém maldizendo as trevas / vencerá o reino infernal. Só a luz que por Deus foi acesa / há de triunfar sobre o mal.7. Ó povo de Cristo na terra: / não escondas a luz do Senhor! Em todo o teu ser transpareça / o bendito sinal do amor! Em coro a Deus louvemos
  16. 16. 213 – O amanhã virá G D7 C D71. Andando pela cidade, meus irmãos eu procurei. C G D7 G Vi tanta infelicidade nas pessoas que encontrei. D7 G Est.: /: Mas o amanhã virá, trazendo um novo sol. D7 G A nova luz da esperança nascerá.:/2. Tentei estender os braços, minhas mãos tentei abrir, gastei todos os meus passos no esforço de servir. 3. À tarde, caindo lenta, deixa tantos a vagar. À noite, em calçadas sentam criancinhas sem um lar. Em coro a Deus louvemos
  17. 17. 214 – Axê D A G A D Est.: Irá chegar um novo dia, um novo céu, uma nova terra, um novo mar. A G A D E neste dia os oprimidos numa só voz a liberdade irão cantar. D A G A D 1. Na nova terra o negro não vai ter corrente, / os povos índios vão ser vistos como gente. A G A D Na nova terra o negro, o índio e o mulato,/ o branco e todos vão comer no mesmo prato.2. Na nova terra a mulher terá direitos, / não sofrerá humilhação e preconceitos. O seu trabalho todos vão valorizar, / das decisões ela irá participar.3. A raça negra, a maioria deste chão, / ainda hoje busca a abolição. A nova terra - o Palmares renascido - / será conquista deste povo não vencido. Em coro a Deus louvemos
  18. 18. 215 – Bem de manhã G C C G1. Bem de manhã, embora o céu sereno F G C G pareça um dia calmo anunciar, C G F Dm vigia e ora: o coração pequeno G D G um temporal pode abrigar. C F G CEst.: Bem de manhã e sem cessar: vigiar e orar!2. Ao meio-dia, enquanto os sons da terra / abafam mais de Deus a voz de amor, recorre a Cristo, o coração descerra / e goza a paz com o Senhor!3. Do dia ao fim, após os teus lidares, / relembra as bênçãos do celeste amor, contando a Deus prazeres e pesares, / a tua mágoa, a tua dor.4. E sem cessar, vigia a todo instante, / pois o inimigo ataca sem parar; só com Jesus em comunhão constante / podemos sempre triunfar. Em coro a Deus louvemos
  19. 19. 216 – Uma semana de trabalho E B7 E1. Uma semana de trabalho espero ter feliz, B7 E para depois vir novamente trazer o bem que fiz. E7 A EEst.: /: A graça que recebo neste altar, irá comigo para o lar, B7 E ser na tristeza a flor do meu sorrir.:/2. É condição da humanidade ganhar o pão na dor, mas tudo torna-se mais fácil quando se tem amor. Em coro a Deus louvemos
  20. 20. 217 – Paisagem bela D G A D G A D 1. Deus, teu amor é qual paisagem bela, qual campo aberto lar e proteção. A D A D G D Livres vivemos, livres habitamos, / livres para aceitar ou rejeitar. G D G A7 DEst.: Deus, teu amor é qual paisagem bela, / qual campo aberto lar e proteção.2. Libertos para o encontro de nós mesmos / libertos para em comunhão viver: necessitamos desta liberdade / para sonhar, para amadurecer.3. Mas mesmo assim há murros entre os homens/ que só por grades vão se entreolhar. Nossa prisão é o eu escravizado / feita de pedras do nosso temor.4. Só tu Senhor, nos dás a liberdade, / só tu juiz, nos podes absolver. Lá onde o teu amor alcança os homens / dás liberdade a raças e nações. Em coro a Deus louvemos
  21. 21. 218– Estou seguindo a Jesus Cristo C F C1. Estou seguindo a Jesus Cristo, deste caminho eu não desisto. G7 C Estou seguindo a Jesus Cristo, atrás não volto, não volto não.2. Atrás o mundo, Jesus na frente, Jesus o guia onipotente. Atrás o mundo, Jesus na frente, atrás não volto, não volto não.3. Depois da luta, ganho a coroa, a recompensa é certa e boa. Depois da luta, ganho a coroa, atrás não volto, não volto não. Em coro a Deus louvemos
  22. 22. 219 – O nosso encontro F1. /:O nosso encontro vai ser abençoado E F porque Jesus vai derramar o seu poder.:/ Bb F Est.: /: Derrama Senhor, derrama Senhor, C F/C /F derrama sobre nós o teu poder.:/2. /: Nós hoje vamos sair daqui alegres porque Jesus vai derramar o seu poder.:/ Em coro a Deus louvemos
  23. 23. Assim como o corço deseja as águas do ribeirão,assim também eu quero estar na tua presença, ó Deus! Eu tenho sede de ti, oh Deus vivo! Salmos 42.1-2 Em coro a Deus louvemos
  24. 24. 220 – Resistência Em coro a Deus louvemos
  25. 25. 220 – Resistência 2ª parteC Dm G Am1. Eu quero caminhar com os pés firmes neste chão; F G C enquanto falta tanto pão não posso me acovardar. Dm G Am Sou parte deste corpo tão doente machucado, F G C semblante desfigurado, falta brilho no olhar. F G F C Resiste ao cansaço / e vence a timidez. F G F C Procura o teu espaço, / garante a tua vez. 2. Atrás da tua voz tão sufocada está um grito, que sonho mais bonito está oculto em teu olhar! A verdadeira força se esconde na fraqueza. A esperança é certeza do dia novo que há de vir. Nós somos, Deus, teu povo, / queremos te amar. Ensina-nos de novo / o jeito de lutar.3. Espírito divino, vem conosco habitar; o teu povo vem guiar nesta Latina escuridão. De noite sê a lua, o sol no amanhecer, nossa fé vem aquecer e alegrar o coração. Consola os rejeitados; / que possam resistir! Desperta a tua Igreja / pra neles te servir. Em coro a Deus louvemos

×