Nanotecnologia aplicada     à saúde: uma nova   abordagem contra várias          doenças       Prof. Dr. Antonio Cláudio T...
Novas Fronteiras da Ciência
"Os princípios da física, pelo que eu posso  perceber, não falam contra a possibilidade demanipular as coisas átomo por át...
Nanopartículas                    Devido ser tão pequenas,                     as nanopartículas têm uma                 ...
Nanopartículas   Na medida em que a materia é reduzida à escala    nanométrica as suas propriedades começam a ser    domi...
Técnicas de produção       “bottom-up” e “top-down”       Limites de ambas as técnicas        começaram a convergir7
Bottom-up       Construção de estruturas átomo a        átomo       Dividida em três categorias:           síntese quím...
Autoconstrução       Os átomos se    arranjam através de     interações físicas     ou químicas entre        as unidades P...
Nanotecnologia                   2000 RP-SP                    Nanotecnologia e                     Nanomedicina          ...
Nanomedicinauma realidade
Nanotecnologiae Engenharia Tecidual
Nanocompósito                            Lipossomos Magnéticos                                           DendrimerosNanoes...
Liberação Controlada de Fármacoswww.metodoeventosrio.com/riopharma/apresentacoes/Branco/Sexta/.../RioPharma%202007.ppt
Lipossomas Drug Delivery System                 FS                        FS
Biodegradable Nanoesferas
Partícula                   de LDL                  com Chol                              LDL e LDE Drug Delivery         ...
Vias de sinalização ativadas quando o processo deinvasividade do glioblastoma e em OUTRAS doenças                 neurodeg...
Doenças so SNC Parkinson Alzheimer Epilepsia pt-pt.facebook.com                      Barreira Hematoencefálica
- Câncer 13 milhões de novos casos de câncer ao ano 8 milhões de mortes ao ano Até 2030 21,4 milhões de novos casos/ano...
Nanocarriers as an emergingplatform for cancer therapy (2007)
Terapia Fotodinâmica (TFD)
Seqüência Clínica Câncer de                        Pele                                          2 Dias após              ...
FOTOSSENSIBILIZADORES NATURAIS                                                                                          CH...
Fármacos Fotossensíveis      Sintéticos                                         O                                      O  ...
Fotossensibilização e Hipertermia celular                                   Partícula Magnética                           ...
Selol- Menos tóxico- Permite maioresdoses de Selênio- Alta lipofilicidade
Hipertermia Células tumorais são                    Através de  mais sensíveis ao      41 – 42   oC   Nanopartículasaument...
Magnetic Nanocarriers
Antifúngicos Nanoestruturados• Aumento dos casos de micoses oportunistas    – Candida sp., Aspergillus sp. Histoplasma cap...
Anfotericina B PLGA-DMSA                                  Anfotericina B (120μg em 100μl)                                 ...
Eficácia terapêutica     Recuperação da carga fúngica dos pulmões.                PBS               D-AMB          Nano-D-...
Avaliação toxicidade hepática e renal
Nano-D-AMB X Ambisome                        Moraes, N
Nanotecnologia no desenvolvimentode inseticidas naturais – Malária e Dengue               O                               ...
Engenharia Tecidual
Regeneração Tecidual e PFDSilva et al Laser in Surgery and Medicine, 34 (2005), 451.Bautista-Sanchez et al Journal of Phot...
Reconstituindo vasos
Derma Artificial & Feed Layer
Derme Artificial & Generação detecidos
Câncer de Pele                    Expertises                      Físicos         NanocompositoLipossomos                 ...
   Estudos In vitro, in vivo;   Produção de sistemas Nano    estruturados;   50 -100 cm2 Pele artificial -3D   Estudos...
Novos Sistemas biocompatíveis carreadores de fármacos;Uso de Fotoprocessos visíveis aplicados a regeneração tecidual etrat...
•Photobiology and Photomedicine Research                    •Grupo de Pesquisa em Fotobilogia e Fotomedicina              ...
IEA - Nanotecnologia aplicada à saúde
IEA - Nanotecnologia aplicada à saúde
IEA - Nanotecnologia aplicada à saúde
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

IEA - Nanotecnologia aplicada à saúde

3.837 visualizações

Publicada em

Evento organizado pelo Instituto de Estudos Avançados da USP, Polo Ribeirão Preto.
Mais informações: http://www.iearp.blogspot.com.br/2012/09/nanotecnologia-aplicada-saude-uma-nova.html

Publicada em: Educação
1 comentário
3 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.837
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.485
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

IEA - Nanotecnologia aplicada à saúde

  1. 1. Nanotecnologia aplicada à saúde: uma nova abordagem contra várias doenças Prof. Dr. Antonio Cláudio Tedesco,Centro de Nanotecnologia ,Engenharia Tecidual e Fotoprocessos voltado a Saúde FFCLRP-USP,Ribeirão Preto, SP atedesco@usp.br www.nanotecnologiafotomedicina.org www.centronanotecengtecidual.org
  2. 2. Novas Fronteiras da Ciência
  3. 3. "Os princípios da física, pelo que eu posso perceber, não falam contra a possibilidade demanipular as coisas átomo por átomo. Não seria uma violação da lei; é algo que, teoricamente, pode ser feito mas que, na prática, nunca foilevado a cabo porque somos grandes de mais" - Richard Feynman.
  4. 4. Nanopartículas  Devido ser tão pequenas, as nanopartículas têm uma grande relação superfície/volume que é responsável por novas propriedades físicas e químicas.  A diminuição do tamanho faz com que aumente a energia superficial das partículas tornando-as muito mais reativas.
  5. 5. Nanopartículas Na medida em que a materia é reduzida à escala nanométrica as suas propriedades começam a ser dominadas por efeitos quânticos Apenas com a redução de tamanho e sem alteração de substância, verifica-se que os materiais apresentam novas propriedades e características como resistência, maleabilidade, elasticidade, condutividade e poder de combustão.
  6. 6. Técnicas de produção  “bottom-up” e “top-down”  Limites de ambas as técnicas começaram a convergir7
  7. 7. Bottom-up  Construção de estruturas átomo a átomo  Dividida em três categorias:  síntese química  autoconstrução  montagem posicional8
  8. 8. Autoconstrução Os átomos se arranjam através de interações físicas ou químicas entre as unidades Processo de autoconstrução sem ação de agentes externos Na natureza: cristais de sal ou processo lento flocos de neve9
  9. 9. Nanotecnologia 2000 RP-SP Nanotecnologia e Nanomedicina 2007 • Malaria e Dengue BRASÍLIA-2006 UNIFESP -2007 2009 INPA -2009 2006• Câncer • Engenharia Tecidual •Leshimaniose
  10. 10. Nanomedicinauma realidade
  11. 11. Nanotecnologiae Engenharia Tecidual
  12. 12. Nanocompósito Lipossomos Magnéticos DendrimerosNanoesferas NanopartículasMicroparticulas Proteícas Nanoemulsões
  13. 13. Liberação Controlada de Fármacoswww.metodoeventosrio.com/riopharma/apresentacoes/Branco/Sexta/.../RioPharma%202007.ppt
  14. 14. Lipossomas Drug Delivery System FS FS
  15. 15. Biodegradable Nanoesferas
  16. 16. Partícula de LDL com Chol LDL e LDE Drug Delivery Membrana PlásmaticaReceptores de LDL ColesterolLisossomo Amino ÁcidoSecundário ácidos Graxo
  17. 17. Vias de sinalização ativadas quando o processo deinvasividade do glioblastoma e em OUTRAS doenças neurodegenerativas 18
  18. 18. Doenças so SNC Parkinson Alzheimer Epilepsia pt-pt.facebook.com Barreira Hematoencefálica
  19. 19. - Câncer 13 milhões de novos casos de câncer ao ano 8 milhões de mortes ao ano Até 2030 21,4 milhões de novos casos/ano Fonte: Globocan 2008
  20. 20. Nanocarriers as an emergingplatform for cancer therapy (2007)
  21. 21. Terapia Fotodinâmica (TFD)
  22. 22. Seqüência Clínica Câncer de Pele 2 Dias após TratamentoDetecção eMarcação 1 Mês após Tratamento
  23. 23. FOTOSSENSIBILIZADORES NATURAIS CH3 ou CHO •EXTRACÂO Alcalina N N Mg (com ou sem metal) N N HO • Espinafre, Algas, •EXTRAÇÂO etc O HO O COM O SOLVENTES CH3 ou CHO •Clorofila a + Clorofila b •Eter /Bz/MeOH CH3 ou CHO •Acetone/, DMSO, etc N N Mg•Ultrasom N N N N FITOL M N N O H3CCO O + Na-O O O + O O-Na+ Na-O •Clorofila a + B + Carotene + O Xantofila •Corantes Comerciais (Cu, Mg, without metal ion,)
  24. 24. Fármacos Fotossensíveis Sintéticos O O OH OH OH O N N N O N N HO N Zn N O OH N N N N O HO HO N O OH O R1 NH N N HN R3 R2 R4 Figure R O O N N NH N N MeO N Zn N 8.8 N HN N N N pMe O
  25. 25. Fotossensibilização e Hipertermia celular Partícula Magnética + Fotossensibilizador em DDS Marcado c/ anticorpos concentrado por Campo magnético AC Luz e/ou Campo Magnético ACSimioni et al Journal of Nanoscience et Nanotecnologie 6 (2006) 2413Oliveira et al Journal of Nanoscience et Nanotecnologie 6 (2006) 2432PI 0405573-0
  26. 26. Selol- Menos tóxico- Permite maioresdoses de Selênio- Alta lipofilicidade
  27. 27. Hipertermia Células tumorais são Através de mais sensíveis ao 41 – 42 oC Nanopartículasaumento de temperatura magnéticas
  28. 28. Magnetic Nanocarriers
  29. 29. Antifúngicos Nanoestruturados• Aumento dos casos de micoses oportunistas – Candida sp., Aspergillus sp. Histoplasma capsulatum – Paracoccidioides brasiliensis• Terapia restrita a poucos antifúngicos – anfotericina B (polieno) é a mais usada para os casos graves – efeitos colaterais indesejados• Desenvolvimento de novos medicamentos – custos elevados de P&D – US$ 800 milhões• Novas formulações para os fármacos existentes – Nanotecnologia – Sistemas de liberação de fármacos
  30. 30. Anfotericina B PLGA-DMSA Anfotericina B (120μg em 100μl) DMSA PLA:PGA= 50:50 Polímero ou copolímero (%) Cristalinidade (%) Tg (ºC) Tempo degradação (meses/dias) Meses Dias PLA (100) 37 60-67 18-24 - PGA (100) 50 36 2-4 - PLGA 90:10 22 ~65 6,5 - PLGA 80:20 8 ~65 - - PLGA 70:30 0 58 - 18 PLGA 50:50 0 ~65 - 6 PLGA 30:70 0 ~65 - 18 Amaral, 2007
  31. 31. Eficácia terapêutica Recuperação da carga fúngica dos pulmões. PBS D-AMB Nano-D-AMB Fungizon: 1 dose/dia: 40µg em 100µl Nano-D-AMB: 1 dose/3 dias: 120µg em 100µl
  32. 32. Avaliação toxicidade hepática e renal
  33. 33. Nano-D-AMB X Ambisome Moraes, N
  34. 34. Nanotecnologia no desenvolvimentode inseticidas naturais – Malária e Dengue O O OH OH OH O N N N O N N HO N Zn N O OH N N N N O HO Pronex –Rede Malária 555665/2009-7 HO N O OH O
  35. 35. Engenharia Tecidual
  36. 36. Regeneração Tecidual e PFDSilva et al Laser in Surgery and Medicine, 34 (2005), 451.Bautista-Sanchez et al Journal of Photochemistry and Photobiology B: Biology81(2006), 154
  37. 37. Reconstituindo vasos
  38. 38. Derma Artificial & Feed Layer
  39. 39. Derme Artificial & Generação detecidos
  40. 40. Câncer de Pele Expertises Físicos NanocompositoLipossomos Biocompativies Químicos Biólogos Sistemas de Complexos Engenheiros “Delivery Liberação Nanoestruturados Epilepesia Farmacêuticos Pb-micoseSist, Nervoso Tubercolose Cientistas Sócias Médicos Fluídos Magneticos Biocapativeis
  41. 41.  Estudos In vitro, in vivo; Produção de sistemas Nano estruturados; 50 -100 cm2 Pele artificial -3D Estudos Espectroscópicos e Fotoprocessos 250 m2 + 250 m2
  42. 42. Novos Sistemas biocompatíveis carreadores de fármacos;Uso de Fotoprocessos visíveis aplicados a regeneração tecidual etratamento de outras patologias Desenvolver novos medicamentos que possuam liberaçãosustentada e controlada de agentes terapêuticos; Emprego deste sistemas para veicular princípios ativos naindústria farmacêutica, veterinária, odontológica e de cosméticos;Uso de Nanotecnologia no desenvolvimento do Bio inseticidascom ativos da flora Amazônica (INPA- USP – FINEP...2010...) atedesco@usp.br www.nanotecnologiafotomedicina.org www.centronanotecengtecidual.org
  43. 43. •Photobiology and Photomedicine Research •Grupo de Pesquisa em Fotobilogia e Fotomedicina •FFCLRibeirão Preto- USP •FFCL Ribeirão Preto-USP •tedesco@ffclrp.usp.br or atedesco @usp.br •UNB•PhD and Pos-Doc •IC •UNIFESP •Paulo C. Morais •Yves Yoshinori Saga •Ricardo Bentes Azevedo •.Mauro Y Enokihara•Fernando Lucas Primo . Camila F Amantino •Maria Sueli Felipe •.Jame Tomimori•Fernanda Zampieri Leandro •Sabrina Ikeda Neves •Anamelia L Bocca•Adrielle Castilho Fernandes •João Marcos Gonçalves Lab. des Interactions Moléculaires et•Marigilson Siqueira Moura •Júlia Martins Reactivité Chimique et Photochimique (IMRCP) URM5623•Maristela F Sanches Peres •Daniela Regina Jardim •Isabelle Rico-Lattes •Ana carolina S Marofioti •Armand Lattes•Doutorandos •Emile Perez•Patricia Goto •INPA •Sophie Franceschi-Messant•Gisele C. Bolfarini •Dr Wanderli P Tadei •Muriel Blanzat•Daniela Maranhos •Profa. Erika de Oliveira •Maria Inês Ré (Albi)•Leonardo Barcelos Paula Gomes •University, Varsóvia, Polônia•Aldo Aparicio Acosta •Ewa. Mosiniewicz-Szablewska •Université Pierre et Marie Curie & Paris •UNIVAP INCT • .Dr Bernard Coulomb•Mestrandos •Milton Beltrame Junior Nanotecnologia •Institut Curie (Orsay) França•Caroline Vacari •Andreza Ribeiro Simioni • Dr. Philippe Maillard•Hugo Menezes •Cristina Pacheco •Uruguai Dep. Neonatología Fac. de•Andre Miotello •HC-USP – IFUSP SC Medicina, Montevideo•Priscila C C de Jesus •Dra Cacilda C. Souza •Profa. Dra. Maria F. Blasina•Camila Vizentini Silva •Vanderlei S. Bagnato •Prof. Dr. Federico Dajas •UnGo •Emilia C.D. Lima

×