Carlos Vogt Assessor Especial do Governador – Estado de São Paulo Coordenador do Laboratório de Estudos Avançados em Jorna...
“ O princípio basilar da ciência acadêmica é que os resultados da pesquisa devem ser públicos. […] A instituição fundament...
<ul><li>Ciência e tecnologia  contribuição, de uma forma ou de  outra, para a melhoria da qualidade de  vida no planeta </...
Bem-estar cultural <ul><li>O sentido da vida é o conhecimento, que é ilimitado pela amplitude da pergunta, e é, ao mesmo t...
Bem-estar cultural <ul><li>Buscar a qualidade de vida com auxílio da ciência e de suas aplicações  é, nesse sentido,  orie...
Bem-estar cultural <ul><li>Formas de  ignorância  que resultariam de duas maneiras distintas de tratar e de relacionar-se ...
Ignorância social  VS  Ignorância cultural: No primeiro caso, o ignorante se opõem ao  sabido ; no segundo caso, opõe-se a...
Conhecimento como bem público <ul><li>Trata-se da  evolução do bem-estar social e do  bem-estar cultural   da população co...
<ul><li>Cultura Científica </li></ul><ul><li>Cultura da ciência </li></ul><ul><li>a) cultura gerada pela ciência </li></ul...
<ul><li>Pretende representar a dinâmica constitutiva das relações inerentes e necessárias entre ciência e cultura. </li></...
1948 - Brazil: Brazilian Society for the Progress of Science – SBPC 1954 – Venezuela: Venezuelan Foundation for the Advanc...
Espiral: Indicadores Fonte(s): Pesquisa de Percepção Pública da Ciência e Tecnologia, Ministério de Ciência e Tecnologia (...
Informação, conhecimento e bem-estar cultural:  de ciências, comunicação e futebol O objetivo ideal do divulgador da ciênc...
Informação, conhecimento e bem-estar cultural:  de ciências, comunicação e futebol O fato de não jogar futebol não nos imp...
Divulgação científica no Brasil 1947 -  primeira coluna de ciência de José Reis, na  Folha de S.Paulo. 1949 - revista  Ciê...
Divulgação científica na internet:  o potencial difusor das agências de notícias e revistas eletrônicas <ul><li>O desenvol...
ComCiência  – revista eletrônica de divulgação científica Publicação eletrônica mensal que trata de assuntos ligados a tod...
Outras publicações do Labjor  <ul><li>Revista  Ciência & Cultura - Temas e Tendências </li></ul>Criada em 1949 pela Socied...
Revista  Luz  http://luz.cpflcultura.com.br/
R evista  Conhecimento e Inovação http://www.conhecimentoeinovacao.com.br/
Revista  Pré-Univesp  http://www.univesp.ensinosuperior.sp.gov.br/preunivesp
<ul><li>As pesquisas de percepção ou compreensão pública da ciência e da tecnologia baseiam-se em modelos implícitos ou ex...
<ul><li>2003 - workshop em Salamanca (Espanha), com o objetivo de consolidar o tema de pesquisa e de desenvolver um padrão...
<ul><li>Projeto de Desenvolvimento de um Padrão Iberoamericano de Indicadores de Percepção Social, Cultura Científica e Pa...
<ul><li>O  Labjor/Unicamp  ingressou, no início da década, na rede internacional de pesquisa sobre percepção pública da ci...
<ul><li>Além destes trabalhos, que têm base em questionários-comuns aplicados em diferentes regiões ( surveys ), o Labjor/...
<ul><li>O sistema do SAPO é simples: trata-se de um  software  que coleta, seleciona, organiza e mensura o conteúdo public...
<ul><li>Indicador de massa :  número absoluto de matérias de  </li></ul><ul><li>CT&I   publicadas em cada veículo analisad...
Labjor:  pós-graduação, pesquisa, extensão, treinamento e consultoria <ul><li>Especialização em Jornalismo Científico (des...
 
Novas Fronteiras de tempo e espaço na educação superior <ul><li>“ O jovem vai à universidade e a universidade vai à sua ju...
UNIVESP <ul><li>Conhecimento como bem público </li></ul><ul><li>A evolução do bem-estar social da população como um todo e...
<ul><li>Além dos aspectos ligados ao bem-estar social que as tecnologias podem oferecer na forma das facilidades da vida m...
Metas <ul><li>Também deverão ser oferecidos cursos em áreas com forte apelo  profissionalizante  ou de grande demanda soci...
Metas <ul><li>Em quatro anos, serão 10 mil profissionais graduados e quatro mil novos profissionais especializados no merc...
UNIVESP: cidadania e educação <ul><li>Mais do que  ampliar  o número de vagas ofertadas no ensino superior público, esta p...
<ul><li>Nos aspectos social e cultural, propõe-se o estabelecimento de uma política que continuadamente promova a educação...
Educação como bem público <ul><ul><ul><li>Educação aberta : disponibilização, de forma livre e gratuita, dos conteúdos de ...
<ul><li>O conhecimento é um bem público, que traz ao indivíduo bem estar cultural e leva a sociedade, de posse desse tesou...
Licenciatura em Pedagogia  :  1350 vagas em 21 cidades <ul><li>Vagas: 1.350 </li></ul><ul><li>Polos: 22, em 21 cidades </l...
Licenciatura em Pedagogia  :  1350 vagas em 21 cidades <ul><li>Aumento de 21% nas vagas de graduação da UNESP </li></ul><u...
Inglês e Espanhol Curso Extracurricular de Inglês Básico   Vagas:  7.500 para alunos da região metropolitana de São Paulo ...
Ética, Valores e Saúde na Escola  :  350 vagas em 4 cidades <ul><li>Vagas: 350 </li></ul><ul><li>Polos: 4 </li></ul><ul><l...
Licenciatura em Ciências  :  360 vagas em 4 cidades <ul><li>Vagas: 360 </li></ul><ul><li>Polos: 4 </li></ul><ul><li>Duraçã...
Licenciatura em Ciências  :  360 vagas em 4 cidades <ul><li>Aumento de 3,5% nas vagas de graduação da USP </li></ul><ul><l...
Tecnologia em Processos Gerenciais <ul><ul><ul><li>Previsão de vagas: 3.200 Aumento de 10% no total de vagas de graduação ...
 
http://www.univesp.ensinosuperior.sp.gov.br/preunivesp/
 
<ul><ul><ul><li>Univesp TV </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Fundação Padre Anchieta (FPA) </li></ul></ul></ul><ul><ul><...
<ul><li>Obrigado! </li></ul>Carlos Vogt [email_address]
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

IEA - De ciências, comunicação e futebol a espiral da cultura científica

835 visualizações

Publicada em

Fotos do evento organizado pelo IEA polo Ribeirão Preto.
Tema: De ciências, comunicação e futebol: a espiral da cultura científica
Palestra do Prof. Dr. Carlos Vogt
Realizada em 01/04/11

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
835
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
49
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

IEA - De ciências, comunicação e futebol a espiral da cultura científica

  1. 2. Carlos Vogt Assessor Especial do Governador – Estado de São Paulo Coordenador do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo -Labjor/Unicamp De ciências, comunicação e futebol: A espiral da cultura científica K;~l;mk . . São Paulo, 26 de março de 2011
  2. 3. “ O princípio basilar da ciência acadêmica é que os resultados da pesquisa devem ser públicos. […] A instituição fundamental da ciência, então, é o sistema de comunicação. ” John Ziman, 1984. A comunicação pública da ciência desempenha um papel central nas sociedades contemporâneas, tanto na formação dos cidadãos e na gestão das democracias, quanto devido a uma necessidade da própria ciência. Introdução: não há ciência sem comunicação e divulgação
  3. 4. <ul><li>Ciência e tecnologia contribuição, de uma forma ou de outra, para a melhoria da qualidade de vida no planeta </li></ul>Bem-estar social : para o qual as tecnologias podem contribuir na forma das facilidades que oferecem para a vida contemporânea; Além deste aspecto, há outra espécie de conforto que diz respeito às relações da sociedade com as inovações tecnológicas, que envolve valores e atitudes, hábitos e informações , com o pressuposto de uma participação ativamente crítica dessa sociedade no conjunto dessas relações. A esse tipo de conforto quero chamar de Bem-estar cultural
  4. 5. Bem-estar cultural <ul><li>O sentido da vida é o conhecimento, que é ilimitado pela amplitude da pergunta, e é, ao mesmo tempo, limitado e útil pelo alcance de nossa capacidade de resposta. </li></ul>“ Se um eterno viajante a atravessasse em qualquer direção, comprovaria ao cabo dos séculos que os mesmos volumes se repetem na mesma desordem (que repetida, seria uma ordem: a Ordem). Minha solidão se alegra com essa elegante esperança” Jorge Luis Borges, em A Biblioteca de Babel
  5. 6. Bem-estar cultural <ul><li>Buscar a qualidade de vida com auxílio da ciência e de suas aplicações é, nesse sentido, orientá-las para o compromisso com o bem-estar social e com o bem-estar cultural das populações dos diferentes países que se desenham nas redondezas do planeta. </li></ul><ul><li>O bem-estar cultural é, assim, um conceito e um estado de espírito que se caracteriza pelo conforto crítico da inquietude gerada pela provocação sistemática do conhecimento. </li></ul>
  6. 7. Bem-estar cultural <ul><li>Formas de ignorância que resultariam de duas maneiras distintas de tratar e de relacionar-se com o conhecimento: </li></ul>ignorância social , que se opõe ao conhecimento enquanto saber constituído, ou sabedoria autorizada; ignorância cultural , que se opõe ao conhecimento, propriamente dito, como uma categoria intelectual, no jogo de oposições de conceitos que permitem sua definição relativa e relacional.
  7. 8. Ignorância social VS Ignorância cultural: No primeiro caso, o ignorante se opõem ao sabido ; no segundo caso, opõe-se ao sábio , como condição dialética da afirmação de seu conhecimento. Ou, ainda, no primeiro caso, a ignorância é um estado de carência de conhecimento; no outro, o da ignorância cultural, trata-se de um estado crítico de desconfiança em relação ao conhecimento que se tem ou que se pode vir a ter, o que nos permitiria, na forma de um paradoxo, dizer que o objetivo do conhecimento é pôr o homem em estado de constante ignorância cultural. O que equivaleria a dizer que o bem-estar cultural é um estado paradoxal de qualidade de vida feito, ao mesmo tempo, de conhecimento e ignorância. Bem-estar cultural
  8. 9. Conhecimento como bem público <ul><li>Trata-se da evolução do bem-estar social e do bem-estar cultural da população como um todo e o consequente avanço da sociedade para um pleno exercício da cidadania. </li></ul><ul><li>E uma das chaves para isso está na forma de ver e tratar o conhecimento como bem público . </li></ul>
  9. 10. <ul><li>Cultura Científica </li></ul><ul><li>Cultura da ciência </li></ul><ul><li>a) cultura gerada pela ciência </li></ul><ul><li>b) cultura própria da ciência </li></ul><ul><li>2. Cultura pela ciência </li></ul><ul><li>a) cultura por meio da ciência </li></ul><ul><li>b) cultura a favor da ciência </li></ul><ul><li>3. Cultura para a ciência </li></ul><ul><li>a) cultura voltada para a produção da ciência </li></ul><ul><li>b) cultura voltada para a socialização da ciência. </li></ul>O conjunto de fatores, eventos e ações do homem nos processos sociais voltados para a produção, a difusão, o ensino e a divulgação do conhecimento científico constitui as condições para o desenvolvimento de um tipo particular de cultura, de ampla generalidade no mundo contemporâneo, a que se pode chamar cultura científica . (Vogt, 2003)
  10. 11. <ul><li>Pretende representar a dinâmica constitutiva das relações inerentes e necessárias entre ciência e cultura. </li></ul>Espiral da Cultura Científica
  11. 12. 1948 - Brazil: Brazilian Society for the Progress of Science – SBPC 1954 – Venezuela: Venezuelan Foundation for the Advancement of Science (FundaVAC) 1957: Organization of Ibero-American States (OEI) 1962 - Brazil: São Paulo Research Foundation - FAPESP 1968 – Chile: National Commission for Scientific and Technological Research – CONICYT 1969 – Colombia: Colciencias – Colombian Institute for the Development of Science 1970 – Colombia: Colombian Association for the Advance of Science (ASAC) 1981 – Peru: National Foundation for the Development of S&T (FONDECYT) 1984: Ibero-American Program of Science and Technology for Development (CYTED) 1994: Ibero-American and Inter-American Network of S&T Indicators (RICYT) . 1934 - Brazil: University of São Paulo (USP) 1956 – Colombia: University of America (Bogotá) 1961 - Brazil: University of Brasilia (UnB) 1966 - Brazil: State University of Campinas (Unicamp) 1969 - Brazil: Paulo Souza State Center for Technological Education (CEETEPS) 1976 - Brazil: State University of São Paulo (Unesp) 1980 – Venezuela: Foundation of the Engineering Institute for Research and Development 1985 – Uruguay: the University of the Republic (created in 1849) recovers its autonomy 1940 – Venezuela: official building of the Venezuelan Museum of Sciences 1946 - Brazil: Museum of Life – Fiocruz (RJ) 1987 – Argentina: Rosario Experimental Museum of Sciences 1987 - Brazil: Science Station, University of São Paulo – USP (SP) 1998 – Argentina: “Eureka: science park” 1998 – Colombia: Museum of Science and Technology - Maloka, by The Colombian Association for the Advancement of Science (A.C.A.C.) 1949 - Brazil: Ciência & Cultura magazine (SBPC) 1960 – Argentina: magazine Desenvolvimento Econômico , of the Institute of Social and Economic Development (IDES) 1980 – Venezuela: magazine Spaces: Venezuelan Magazine of Technological Management 1982 - Brazil: Science Today Magazine (SBPC) 1988 – Argentina: Ciencia Hoy magazine 1990 – Uruguay: Uruguayan Academic Network (RAU) 1992 – Colombia: Innovation and Science Magazine (from ASAC) 1994 – Brazil: Laboratory of Advanced Studies in Journalism, Labjor, Unicamp 1995 – Chile: Chilean National Plan for Communication of Science through the Explora program, by CONICYT 1999 - Brazil: Pesquisa FAPESP magazine, FAPESP MediaScience Program and ComCiência electronic magazine (Labjor) 2003 - Brazil: FAPESP Agency – daily electronic bulletins Espiral: Brasil e América Latina Institucionalização
  12. 13. Espiral: Indicadores Fonte(s): Pesquisa de Percepção Pública da Ciência e Tecnologia, Ministério de Ciência e Tecnologia (MCT), 2010. Fonte(s): National Science Indicators (NSI) da Thomson Reuters
  13. 14. Informação, conhecimento e bem-estar cultural: de ciências, comunicação e futebol O objetivo ideal do divulgador da ciência é que o conhecimento científico, como fenômeno cultural – parte, pois, fundamental da cultura científica própria do mundo contemporâneo -, possa ser tratado e vivenciado como o futebol . Nesse caso, embora sejam poucos os que efetivamente o jogam, são muitos, na verdade, os que o entendem, conhecem suas regras, sabem como jogar, são críticos de suas realizações, com ele se emocionam e são por ele apaixonados. Nem todos somos cientistas, como não são muitos os que jogam futebol, profissional e competentemente. Para isso são necessárias, além de talento, condições estruturais de apoio institucional, como recursos, planos de gestão, programas de educação e de formação, que cabem às políticas públicas estabelecer e fazer funcionar, com regularidade e eficácia.
  14. 15. Informação, conhecimento e bem-estar cultural: de ciências, comunicação e futebol O fato de não jogar futebol não nos impede de amá-lo, de sermos amadores de sua prática, de praticá-lo sempre, mesmo que, na maioria das vezes, “ só ” pela admiração aficionada de torcedor. Que seja assim com o conhecimento e com a cultura científica! Que sejamos todos, se não profissionais, amadores da ciência, como torcedores e divulgadores críticos e participantes de sua prática e de seus resultados para o bem-estar social e o bem-estar cultural das populações do planeta.
  15. 16. Divulgação científica no Brasil 1947 - primeira coluna de ciência de José Reis, na Folha de S.Paulo. 1949 - revista Ciência & Cultura (SBPC) 1970 - Projeto divulgação científica da Fapesp – documentários de conteúdo científico produzidos pela Fundação Padre Anchieta. 1977 - As revistas Veja e Visão e os jornais Folha de S.Paulo e O Estado de S.Paulo criam editorias de ciência. 1982 - revista Ciência Hoje (SBPC) 1987 - Revista Superinteressante (Editora Abril). 1994 - Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo – Labjor, Unicamp 1999 - revista Pesquisa FAPESP , Programa MídiaCiência (FAPESP) e revista eletrônica ComCiência (Labjor) 2003 - Agência FAPESP 2009 – Revista Unesp Ciência 2010 – Revista Pré-Univesp
  16. 17. Divulgação científica na internet: o potencial difusor das agências de notícias e revistas eletrônicas <ul><li>O desenvolvimento da internet permite a disponibilização de revistas científicas indexadas na rede (criação do SciELO - Scientific Electronic Library Online, em 1997) e cria novas formas de divulgação científica por meio de agências de notícias e de revistas eletrônicas. </li></ul><ul><li>Divulgação científica na internet: grande alcance, agilidade para produção e divulgação das informações, alta velocidade de transmissão e de alcance ao público, audiência crescente (especialmente nos países da América Latina), baixo custo de produção. </li></ul><ul><li>Exemplos de publicação: revista eletrônica ComCiência (1999) e Agência Fapesp (2003) </li></ul>
  17. 18. ComCiência – revista eletrônica de divulgação científica Publicação eletrônica mensal que trata de assuntos ligados a todas as áreas das ciências e é produzida pelo Labjor desde agosto de 1999. A revista aborda todo mês um tema específico, com reportagens e artigos relacionados ao assunto. Edição atual número 126 http://www.comciencia.br/comciencia/
  18. 19. Outras publicações do Labjor <ul><li>Revista Ciência & Cultura - Temas e Tendências </li></ul>Criada em 1949 pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC);
  19. 20. Revista Luz http://luz.cpflcultura.com.br/
  20. 21. R evista Conhecimento e Inovação http://www.conhecimentoeinovacao.com.br/
  21. 22. Revista Pré-Univesp http://www.univesp.ensinosuperior.sp.gov.br/preunivesp
  22. 23. <ul><li>As pesquisas de percepção ou compreensão pública da ciência e da tecnologia baseiam-se em modelos implícitos ou explícitos da cultura científica . </li></ul>Percepção Pública da Ciência e da Tecnologia Em muitos países, as diretrizes de educação e de políticas científico-tecnológicas já incluem, há décadas, a mensuração da cultura científica de uma determinada região ou país entre seus principais objetivos, bem como a participação cidadã e seu engajamento em assuntos científicos e tecnológicos. Os indicadores de cultura científica representam um aparato para a tomada de decisões públicas , no sentido tanto de incentivar a comunicação da ciência, quanto de desenvolver sistemas para a participação de diferentes atores em questões que envolvem temas ligados à C&T.
  23. 24. <ul><li>2003 - workshop em Salamanca (Espanha), com o objetivo de consolidar o tema de pesquisa e de desenvolver um padrão metodológico regional; </li></ul><ul><li>2005 - apoio da Fundação Espanhola de Ciência Tecnologia (Fecyt); </li></ul><ul><li>Fevereiro de 2010 - Carta Cultura Iberoamericana (CCI), Assunção (Paraguai) </li></ul><ul><li>Minuta do documento final do Foro sobre Cultura, Ciência e Tecnologia – OEI, AECID ( Asunción, Paraguay, 10, 11e 12 de fevereiro de 2010) </li></ul><ul><li>“ Tendo em vista que o objetivo da Carta Cultural Iberoamericana (CCI) visa o fortalecimento da ciência e da tecnologia na região da Iberoamérica, com enfoque solidário e em benefício do interesse geral, [...] propõem-se algumas ações: 1. O desenvolvimento de estudos periódicos de percepção pública do meio ambiente e da sustentabilidade na região iberoamericana. Tais estudos, com foco em ciência e tecnologia, já seguem em desenvolvimento em parceria com diversas instituições iberoamericanas desde 2001 por meio do Projeto de Desenvolvimento de um Padrão Iberoamericano de Indicadores de Percepção Social, Cultura Científica e Participação Cidadã . “ </li></ul>Indicadores de percepção pública da ciência - Iberoamerica -
  24. 25. <ul><li>Projeto de Desenvolvimento de um Padrão Iberoamericano de Indicadores de Percepção Social, Cultura Científica e Participação Cidadã em C&T </li></ul><ul><li>Estados Iberoamericanos (OEI) e a Rede de Indicadores de Ciência e Tecnologia (RICYT); </li></ul><ul><li> a primeira tentativa de se buscar uma metodologia comum, com o objetivo de se construírem indicadores quantitativos que permitissem uma comparação internacional </li></ul><ul><li>O objetivo é institucionalizar o desenvolvimento de surveys de percepção pública da C&T na região iberoamericana com certa periodicidade , além de possibilitar a criação de padrões iberoamericanos para a realização e a análise de surveys para permitir a comparabilidade dos dados </li></ul>Indicadores de percepção pública da ciência - Iberoamerica -
  25. 26. <ul><li>O Labjor/Unicamp ingressou, no início da década, na rede internacional de pesquisa sobre percepção pública da ciência e da tecnologia composta pela OEI/Ricyt/Fecyt. </li></ul><ul><li>Desde então, uma série de trabalhos têm sido conduzidos na área em parceria com pesquisadores iberoamericanos: </li></ul><ul><li>Percepção pública da ciência e da tecnologia no Estado de São Paulo (Indicadores de C,T&I da Fapesp – edições 2005 e 2009) </li></ul><ul><li>Percepção pública da ciência e da carreira científica entre jovens </li></ul><ul><li>Percepção Pública da Saúde – em parceria com o Instituto de Saúde (IS), da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo e com o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Imunologia (INCT ) de imunologia – iii </li></ul><ul><li>Percepção pública da ciência e da tecnologia nos grupos de cientistas de várias áreas do conhecimento </li></ul>Indicadores de percepção pública da ciência - Iberoamerica -
  26. 27. <ul><li>Além destes trabalhos, que têm base em questionários-comuns aplicados em diferentes regiões ( surveys ), o Labjor/Unicamp estuda a percepção pública da ciência por meio da mídia , ou seja, como os assuntos de ciência frequentam a mídia e, assim, frequentam os seus receptores. </li></ul><ul><li>Este é o foco do projeto Scietific Automatic Press Observer (SAPO) , em desenvolvimento desde 2003. </li></ul>Scientific Automatic Press Observer
  27. 28. <ul><li>O sistema do SAPO é simples: trata-se de um software que coleta, seleciona, organiza e mensura o conteúdo publicado em veículos online e impressos (disponibilizados digitalmente). </li></ul>Metodologia <ul><li>O conteúdo dos veículos analisados é armazenado em um banco de dados . </li></ul><ul><li>A classificação de matérias baseia-se em palavras-chave relacionadas à ciência </li></ul><ul><li>A soma dessas palavras-chave determina uma pontuação que define se o texto: </li></ul><ul><ul><li>é de conteúdo científico, </li></ul></ul><ul><ul><li>pode ser de conteúdo científico (e, nesse caso, o texto vai para uma base de verificação humana) ou </li></ul></ul><ul><ul><li>não é de conteúdo científico. </li></ul></ul>
  28. 29. <ul><li>Indicador de massa : número absoluto de matérias de </li></ul><ul><li>CT&I publicadas em cada veículo analisado, e </li></ul><ul><li>m determinado dia ou período. </li></ul><ul><li>M = N_selecionadas </li></ul><ul><li>Indicador de frequência : quantidade relativa , ou seja, a porcentagem de matérias de CT&I sobre o total de matérias publicadas no veículo. </li></ul><ul><li>f = M/ N_Tot </li></ul><ul><li>Indicador de densidade : espaço relativo que as matérias de CT&I ocupam em cada veículo analisado, ou seja, a porcentagem de caracteres para a área. d = P_selecionadas /P_Tot </li></ul><ul><li>Indicador de aprofundamento : peso relativo que o veículo dá a matérias de CT&I em comparação à matéria “média” do jornal. A = d/f </li></ul>
  29. 30. Labjor: pós-graduação, pesquisa, extensão, treinamento e consultoria <ul><li>Especialização em Jornalismo Científico (desde 1999) </li></ul><ul><li>O curso é gratuito, tem duração de 3 semestres, com aulas às segundas-feiras em período integral, e se destina à formação de jornalistas científicos, divulgadores de ciência e assessores de comunicação de universidades e centros de pesquisa. </li></ul><ul><li>xx alunos formados </li></ul><ul><li>Mestrado em Divulgação Científica e Cultural (desde 2007) </li></ul><ul><li>Pretende contribuir para que os estudantes sejam capazes de compreender a função social da ciência e da cultura do país, para uma divulgação mais eficiente. </li></ul><ul><li>xx alunos matriculados </li></ul><ul><li>xx dissertações defendidas </li></ul>
  30. 32. Novas Fronteiras de tempo e espaço na educação superior <ul><li>“ O jovem vai à universidade e a universidade vai à sua juventude” </li></ul>
  31. 33. UNIVESP <ul><li>Conhecimento como bem público </li></ul><ul><li>A evolução do bem-estar social da população como um todo e o consequente avanço da sociedade para um pleno exercício da cidadania ; uma das chaves para isso está na forma de ver e tratar o conhecimento como bem público. </li></ul>
  32. 34. <ul><li>Além dos aspectos ligados ao bem-estar social que as tecnologias podem oferecer na forma das facilidades da vida moderna, há outra espécie de conforto que diz respeito às relações da sociedade com as inovações tecnológicas, que envolve valores e atitudes, hábitos e informações, com o pressuposto de uma participação ativamente crítica dessa sociedade no conjunto dessas relações. </li></ul><ul><li>O bem-estar cultural está diretamente associado ao desenvolvimento da educação básica, fundamental e superior – que, no caso da formação superior de professores, reflete-se, num processo de retroalimentação, nos demais níveis educacionais . </li></ul>UNIVESP
  33. 35. Metas <ul><li>Também deverão ser oferecidos cursos em áreas com forte apelo profissionalizante ou de grande demanda social, em que haja reconhecida necessidade de profissionais no mercado. Para esta ação, após os três primeiros anos da existência da Fundação, prevê-se o oferecimento de 3 mil vagas anuais . </li></ul>A meta é, já a partir do segundo ano de operação, ampliar em 50% o número de vagas públicas de graduação em diversos cursos.
  34. 36. Metas <ul><li>Em quatro anos, serão 10 mil profissionais graduados e quatro mil novos profissionais especializados no mercado. Além disso, neste período cerca de 50 mil alunos estarão matriculados no sistema UNIVESP, sendo 40 mil na graduação e 10 mil na pós-graduação. </li></ul>Ao final de quatro anos, cerca de 64 mil pessoas terão passado pelo sistema UNIVESP.
  35. 37. UNIVESP: cidadania e educação <ul><li>Mais do que ampliar o número de vagas ofertadas no ensino superior público, esta proposta tem a característica de distribuir geograficamente a oferta de vagas por todo o Estado, uma vez que utiliza intensivamente as tecnologias de informação e de comunicação . </li></ul><ul><li>  </li></ul>
  36. 38. <ul><li>Nos aspectos social e cultural, propõe-se o estabelecimento de uma política que continuadamente promova a educação para o exercício da cidadania, trazendo a capacitação digital da população e sua consequente inclusão social para a efetiva participação na sociedade digital. </li></ul><ul><li>O Programa UNIVESP associa metodologias mais tradicionais de ensino a outras, mais contemporâneas, baseadas no uso intensivo das tecnologias de informação e de comunicação . </li></ul><ul><ul><li>Univesp TV, em parceria com a Fundação Padre Anchieta (FPA): canal de TV digital aberta (programação 24h) </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Elemento motivador dos cursos formais </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Disseminador cultural </li></ul></ul></ul>UNIVESP: cidadania e educação
  37. 39. Educação como bem público <ul><ul><ul><li>Educação aberta : disponibilização, de forma livre e gratuita, dos conteúdos de aulas e disciplinas gerados para os cursos formais, de forma aberta a toda a sociedade; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Educação continuada: atualização do conhecimento para capacitação profissional </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Oferta de cursos extracurriculares online de idiomas; </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Cursos de especialização para professores; </li></ul></ul></ul></ul>
  38. 40. <ul><li>O conhecimento é um bem público, que traz ao indivíduo bem estar cultural e leva a sociedade, de posse desse tesouro, à busca incessante de novas formas de conhecimento e de novas práticas sociais para o bem comum da coletividade. Nesse sentido, bem-estar cultural é também bem-estar social. </li></ul><ul><li>É a tecnologia a serviço da educação e da cidadania, levando a educação de qualidade em todos os níveis para todas as regiões e municípios do Estado. </li></ul>UNIVESP
  39. 41. Licenciatura em Pedagogia : 1350 vagas em 21 cidades <ul><li>Vagas: 1.350 </li></ul><ul><li>Polos: 22, em 21 cidades </li></ul><ul><li>Duração: 3 anos </li></ul><ul><li>40% das atividades no modo presencial </li></ul><ul><li>7.987 inscrições </li></ul><ul><li>Média de 5,9 candidatos por vaga (c/v) </li></ul>
  40. 42. Licenciatura em Pedagogia : 1350 vagas em 21 cidades <ul><li>Aumento de 21% nas vagas de graduação da UNESP </li></ul><ul><li>(de 6865 para 8.215) </li></ul><ul><li>Aumento de 6,5% no total de vagas de graduação das três universidades estaduais </li></ul><ul><li>(de 20.732 para 22.082) </li></ul><ul><li>O número de vagas de Pedagogia nas universidades estaduais paulistas quase triplicou </li></ul><ul><li>(de 745 para 2095) </li></ul>
  41. 43. Inglês e Espanhol Curso Extracurricular de Inglês Básico Vagas: 7.500 para alunos da região metropolitana de São Paulo Curso Extracurricular de Espanhol Básico Vagas: 2.500 para alunos da região metropolitana de São Paulo
  42. 44. Ética, Valores e Saúde na Escola : 350 vagas em 4 cidades <ul><li>Vagas: 350 </li></ul><ul><li>Polos: 4 </li></ul><ul><li>Duração: 15 meses </li></ul><ul><li>65% das atividades no modo presencial </li></ul><ul><li>1715 inscrições </li></ul><ul><li>Média de 4,9 candidatos por vaga (c/v) </li></ul>
  43. 45. Licenciatura em Ciências : 360 vagas em 4 cidades <ul><li>Vagas: 360 </li></ul><ul><li>Polos: 4 </li></ul><ul><li>Duração: 4 anos </li></ul><ul><li>48% das atividades no modo presencial </li></ul><ul><li>1773 inscrições </li></ul><ul><li>Média de 4,92 candidatos por vaga (c/v) </li></ul>
  44. 46. Licenciatura em Ciências : 360 vagas em 4 cidades <ul><li>Aumento de 3,5% nas vagas de graduação da USP </li></ul><ul><li>(de 10557 para 10917) </li></ul><ul><li>Relação de C/V no vestibular para Licenciatura em Ciências e cursos correlatos </li></ul>1,71 2,32 4,92
  45. 47. Tecnologia em Processos Gerenciais <ul><ul><ul><li>Previsão de vagas: 3.200 Aumento de 10% no total de vagas de graduação no ensino superior público do Estado de São Paulo, incluindo as universidades estaduais e as FATECs. </li></ul></ul></ul>
  46. 49. http://www.univesp.ensinosuperior.sp.gov.br/preunivesp/
  47. 51. <ul><ul><ul><li>Univesp TV </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Fundação Padre Anchieta (FPA) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>24 horas por dia </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>pelo canal digital 2.2 </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>acesso inteiramente gratuito </li></ul></ul></ul></ul><ul><li>No ar desde 26/08/2009 </li></ul><ul><li>Programação das 8h às 24h </li></ul><ul><li>Equipe com cerca de 40 profissionais </li></ul><ul><li>Acervo com 330 horas de produção </li></ul><ul><li>5 novos programas em produção </li></ul><ul><li>Único canal digital do País com programação própria, diversa da transmitida pelo correspondente canal analógico </li></ul>
  48. 52. <ul><li>Obrigado! </li></ul>Carlos Vogt [email_address]

×