CCS aula 17

728 visualizações

Publicada em

Roteiro da aula 14 do curso Comunicação, Cultura e Sociedade, ministrado na graduação do curso de Comunicação da UFPA, 2011.

Publicada em: Turismo, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
728
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

CCS aula 17

  1. 1. Comunicação, Cultura e Sociedade Prof. Dr. Fábio Fonseca de Castro Faculdade de Comunicação - UFPA Roteiro da Aula 17 A cultura de massa 23 de maio de 2011
  2. 2. A cultura de massa <ul><li>Chama-se cultura de massa a cultura da sociedade de consumo, padronizada, capaz de atingir, de forma indiferenciada, a um grande contingente social. </li></ul><ul><li>É, portanto, a cultura própria da Modernidade. S imilar às características sociológicas do fenômeno da massificação. </li></ul><ul><li>Pode-se dizer que é o produto mais evidente de mercado de mensagens em que se transformou a sociedade moderna. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Podemos dizer que a Modernidade modificou certos processos internos da dinâmica comunicativa-cultural das sociedades, de forma a transformar certas práticas sociais (algo que entrevê-se como uma cultura, ou um habitus cultural pré-moderno), numa expressão – numa forma – híbrida. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Híbrida porque... </li></ul><ul><li>...une a dimensão qualitativa da cultura à dimensão quantitativa da massa. </li></ul><ul><li>Essa expressão híbrida pode ser chamada cultura de massa . </li></ul>
  5. 5. <ul><li>E a grande questão colocada nesse processo é a seguinte: </li></ul><ul><li>A s massas amesquinham (diminuem a complexidade) a cultura? </li></ul><ul><li>Ou, por outro lado, a cultura, ao ser difundida, democratiza-se? </li></ul>
  6. 6. A formação da cultura de massa <ul><li>Modernidade </li></ul><ul><li>Indústria Cultural </li></ul><ul><li>Cultura de Massa </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Industrialização e compromisso </li></ul><ul><li>com um ideário administrativo burguês </li></ul><ul><li>Inerente manipulação ideológica </li></ul><ul><li>Fragmentação da experiência Constituição </li></ul><ul><li>social coletiva da sociedade </li></ul><ul><li>I ndividualista </li></ul><ul><li>Crise da narração </li></ul><ul><li>Mercantilização das </li></ul><ul><li>expectativas culturais </li></ul><ul><li>Modernidade Indústria Cultural Cultura de Massa </li></ul>
  8. 8. A formação da cultura de massa na visão do historiador <ul><li>Industrialização </li></ul><ul><li>Veículos de comunicação de massa </li></ul><ul><li>Cultura de massa </li></ul>
  9. 9. A formação da cultura de massa na visão do sociólogo <ul><li>Industrialização </li></ul><ul><li>Transformação das relações de produção </li></ul><ul><li>Redistribuição dos papéis culturais </li></ul>
  10. 10. A formação da cultura de massa na visão do antropólogo <ul><li>Industrialização </li></ul><ul><li>Quebra do universo das expectativas culturais existentes </li></ul><ul><li>Reorganização das oposições culturais inconscientes </li></ul>

×