Estudo bridgestone pressão dos pneus

470 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
470
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estudo bridgestone pressão dos pneus

  1. 1. Estudo da Bridgestone revela: 63% dos veículos não estão aptos para viajar Pneus com pressão abaixo do nível recomendado ameaçamsegurança dos passageiros e aumentam o consumo de combustívelO mais recente estudo da Bridgestone Europe conclui que 63% dos condutoresconduz com pneus com pressão abaixo do recomendável e quase 20% destestêm pelo menos um pneu com o piso abaixo do mínimo legal estabelecido pelaUnião Europeia (UE).Os resultados, que tiveram como base verificações em 46.000 veículos em 11países da UE realizadas pela Bridgestone em 2011, mostram que os condutoresainda não estão a ter o cuidado desejado com os seus pneus.
  2. 2. Esta conclusão é particularmente alarmante no Verão, geralmente a altura emque as famílias da Europa partem com os veículos muito carregados para aviagem mais longa do ano.Segundo Gert Meylemans, Senior Manager, European Communications Office,Bridgestone Europe: “Os cuidados a ter com os pneus são vitais para asegurança, meio ambiente e economia. Com a chegada do Verão, aBridgestone alerta novamente os condutores para verificar o seu estado dospneus e a pressão antes de irem de viagem.”Conduzir com pneus com pressão baixa não é só um risco desegurança...A maioria dos condutores não está consciente que os pneus perdem a pressãonaturalmente ao longo do tempo, como um balão, e que precisam de ser cheiosregularmente. Ao não fazer este controlo, os condutores colocam em risco asua segurança: em primeiro lugar, reduzindo o manuseamento e a tracção doveículo e, em segundo lugar, reduzindo a durabilidade dos pneus, devido àtensão excessiva no ombro do pneu e acumulação de calor na parede lateral deflexão. Os condutores que circulam com pneus com pressão muito abaixo dorecomendado enfrentam mesmo a ameaça de falha nos pneus devido a estesfactores....Também é caroA pressão diminuta abrange igualmente a carteira dos condutores e o meioambiente, acelerando o desgaste dos pneus e reduzindo a quilometragem. Apressão baixa aumenta a resistência ao rolamento dos pneus, aumentando oconsumo de combustível do veículo e das emissões.Com base nos resultados do mesmo estudo em 2011, o centro de I&D daBridgestone Europe em Itália calcula que os pneus com pneus com pressãobaixa percam 3,1 bilhões de litros de combustível a cada ano, custando cercade € 5 bilhões no total das bombas de abastecimento. Isto significa que cadapneu nestas condições causa adicionalmente 7.4 milhões de toneladas deemissões de CO2 - o equivalente a um acréscimo de 2,7 g/km de emissões deCO2 por cada carro nas estradas da Europa.A conclusão é clara: se for a conduzir de férias este ano, certifique-se queverifica o estado dos seus pneus antes de sair. Para o bem da sua segurança,do seu orçamento, e para o ambiente! Basta seguir estas simples dicas deférias da Bridgestone:
  3. 3. 1. Verifique a pressão dos pneus – Pode encontrar os níveis recomendadosno interior da tampa do depósito de combustível, na porta do condutor ou nomanual do proprietário do veículo. Lembre-se de por ar quando os pneus estãofrios e que um carro carregado com passageiros e bagagem necessita de maiorpressão, como vem habitualmente vem indicado no manual.2. Verifique a profundidade do piso dos pneus – A Bridgestonerecomenda uma profundidade mínima de 3mm. Em caso de dúvida, e severificar qualquer sinal de dano ou desgaste desigual entre o padrão do piso, váimediatamente ao seu revendedor de pneus.3. Se possuir caravana de reboque, não se esqueça igualmente deverificar os pneus desta última - especialmente se usar a caravanaocasionalmente. Os pneus da caravana são concebidos para maior capacidadede carga e resistência às forças laterais, de modo de melhorar a estabilidade aovento. Portanto, não ponha os pneus do seu veículo na sua caravana! E lembre-se que os pneus da caravana devem ser mudados, em média, a cada 10 anos,mesmo se eles não demonstrar gastos. Uma última dica: carregue a suacaravana com cuidado. Não sobrecarregue a retaguarda, mas distribua a cargauniformemente para reduzir o risco de zig-zag e instabilidade. Uma caravanasobrecarregada constitui um enorme perigo.Sobre a Bridgestone Corporation:A Bridgestone Corporation, com sede em Tóquio, é o maior fabricante de pneue de borracha do Mundo. Além de pneus para uso numa ampla variedade deaplicações, fabrica igualmente uma ampla gama de produtos diversificados,incluindo borracha industrial, produtos químicos e artigos desportivos. Osprodutos Bridgestone são vendidos em mais de 150 países em todo o Mundo.Bridgestone Europe (BSEU), com sede europeia em Bruxelas, na Bélgica, éuma subsidiária regional da casa-mãe, baseada em Tóquio. A BridgestoneEurope opera um centro de R & D, oito fábricas e escritórios em mais de 30países europeus, contado com mais de 13.000 funcionários. Os pneus BSEU“premium” são vendidos no Continente Europeu e globalmente.

×