BRIDGESTONE.A NOSSA HISTÓRIA NA EUROPA.
Índice   PÁGINAS                                                  A sua Viagem,                                           ...
O NOSSO COMPROMISSO:                                                                                                      ...
OS MAIS RECENTES                                                                                                          ...
Os produtosque vendemosSE TEM RODAS, TEMOS O PNEU INDICADO.Na Bridgestone Europe, temos orgulho na vasta gama de pneus que...
Clientes                                                                                              OBRIGADOSatisfeitos ...
Tecnologias / Inovações                                                                                           OUTRAS I...
Centro Técnico na Europa                                    Pista de Testes na Europa                   Pista de Testes na...
A QUALIDADE É A NOSSA LÍNGUA COMUM                  A Bridgestone opera 76 instalações de produção             Para garant...
1. Mistura de materiais                 2. Estiramento                          3. Entrelaçamento dos fios                ...
Como os fazemos   chegar até si?O PNEU CERTO, NO LUGAR CERTO,NA HORA CERTATendo sempre em mente a optimização, trabalhamos...
Bridgestone   a nossa história na europa - 2012
Bridgestone   a nossa história na europa - 2012
Bridgestone   a nossa história na europa - 2012
Bridgestone   a nossa história na europa - 2012
Bridgestone   a nossa história na europa - 2012
Bridgestone   a nossa história na europa - 2012
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Bridgestone a nossa história na europa - 2012

807 visualizações

Publicada em

Após cumpridos em 2010, oitenta anos de história a produzir produtos de qualidade superior, a Bridgestone faz uma retrospectiva sobre a sua presença na Europa.

Desde 1930 quando a Bridgestone produziu o seu primeiro pneu, aos dias de hoje, um legado enorme na indústria mundial que começou com o fabrico de “jika-tabi”, as meias com sola de borracha que eram utilizadas como calçado de trabalho, ao fabrico de pneus e outros produtos que raramente são associados à Bridgestone.

Descubra nesta brochura a nossa história, a sua viagem, a nossa paixão.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
807
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bridgestone a nossa história na europa - 2012

  1. 1. BRIDGESTONE.A NOSSA HISTÓRIA NA EUROPA.
  2. 2. Índice PÁGINAS A sua Viagem, 6-7 Bridgestone Corporation •Pneus para qualquer veículo com roda •O nosso compromisso: um crescimento responsável a nossa Paixão 8-9 Bridgestone Europe •“A Essência Bridgestone” na Europa •A nossa história de sucesso na Europa 80 ANOS DE •Os mais recentes investimentos da Bridgestone na Europa QUALIDADE SUPERIOR. 10-11 Os produtos que vendemos •Se tem rodas, temos o pneu indicado Durante muitos anos, a família de Shojiro Ishibashi 12-13 Clientes Satisfeitos dedicou-se ao fabrico de ‘Jika-tabi’, as meias com sola •Obrigado, Bridgestone! de borracha que eram utilizadas como calçado de trabalho. Shojiro assumiu os comandos do negócio da 14-15 Tecnologias / Inovações família com apenas dezassete anos, e com um •Três importantes inovações em pneus da Bridgestone objectivo em mente: a diversificação. Ao aperceber-se •Outras inovações da Bridgestone Shojiro Ishibashi, fundador da Bridgestone do potencial da emergente indústria automóvel japonesa, tomou a decisão de começar a fabricar 16-17 Investigação e Desenvolvimento pneus para automóveis, e em 1930 a empresa •Desenvolvimento de pneus na Europa produziu o seu primeiro pneu. Um ano mais tarde, “Sempre nos batemos por nascia a Bridgestone Tyre Company, sedeada em 18-21 O fabrico dos nossos pneus colocar ao dispor da sociedade Kurume, na província de Fukuoka. O nome da empresa •A qualidade é a nossa língua comum produtos de qualidade superior.” é uma tradução para o Inglês do apelido do fundador •Porque fabricamos pneus? (ishi significa “pedra”, e bashi significa “ponte”). 22-23 Como os fazemos chegar até si Actualmente, a Bridgestone é o maior fabricante •O pneu certo, no lugar certo, na hora certa •Serviço de excelência Bridgestone, perto de si mundial de pneus e produtos de borracha. Produzimos pneus para praticamente qualquer veículo que tenha rodas: desde os pequenos karts até 24-25 Meio-ambiente •Orgulhosamente ecológicos aos gigantescos camiões basculantes com rodas de 4 •Desenhados para reduzir a sua pegada de carbono metros de diâmetro. A empresa emprega mais de 140.000 trabalhadores em todo o mundo, possui 184 26-27 Aquilo em que acreditamos fábricas em 25 países, e comercializa os seus produtos •A Essência Bridgestone: Uma qualidade superior ao dispor da em mais de 150 países. Um em cada cinco veículos em sociedade todo o planeta está equipado com os nossos pneus, •Marcar a diferença na Europa como é o caso do espantoso Airbus A380 28-29 Bridgestone Motorsport Superjumbo. Um avião capaz de transportar mais de •MotoGP 550 passageiros e que pesa 560 toneladas. O envolvimento neste tipo de projectos de vanguarda 30-31 Prémios e Conquistas demonstra que, ao fim de 80 anos, continuamos •Os mais recentes prémios Bridgestone empenhados em fabricar os melhores produtos do •Conquistas Bridgestone 2011 mundo. 32-33 Historial Bridgestone •80 anos de Bridgestone4|
  3. 3. O NOSSO COMPROMISSO: UM CRESCIMENTO RESPONSÁVELBridgestoneCorporation n° 1 Objectivo de gestão: Tornar a marca O nosso compromisso: um crescimento responsável. Apesar do nosso sólido e contínuo crescimento, ainda encaramos o sucesso como um privilégio e uma responsabilidade. Por isso hoje, mais do que nunca, a Bridgestone usa a sua O pneu Ecopia ajuda a reduzir a resistência ao rolamento, o que reduz as emissões dos veículos, oferecendo simultaneamente os elevados padrões de segurança dos nossos pneus premium. Em 1999, o pneu Bridgestone Ecopia B381 foi montado numPNEUS PARA TUDO Bridgestone a mais posição de líder de mercado para ajudar comunidades espalhadas pelos cinco Volkswagen Lupo 3L (que apresenta consumos de apenas 3 litros / 100 km), aO QUE SE MOVA conhecida, mais vendida e continentes na sua procura por meios de transporte mais seguros e uma maior que se seguiu um pneu Bridgestone Ecopia EP100 de baixa resistência sermos o líder mundial sustentabilidade. Para isso, fornecemos montado num Toyota Prius, um veículo indiscutível na produção pneus e produtos amigos do ambiente, super eficiente em termos de consumos. tais como película aderente para painéis Mais recentemente, os pneus Ecopia de pneus e produtos de solares. Ao trilhar o caminho para um EP150 foram especificados comoEm 2010, o Grupo Bridgestone, com sede em borracha futuro mais ecológico, o nosso pneu equipamento de origem do LEAF, oTóquio, gerou 31,5 mil milhões de Dólares em Ecopia combina uma tecnologia de pequeno familiar eléctrico da Nissan,vendas líquidas. O negócio dos pneus representou compostos inovadora e desenhos do piso votado como “Carro Europeu do Anocerca de 80 % do nosso volume de vendas, optimizados. 2011”.ampliando ainda mais a reputação global daqualidade dos nossos pneus. Estes são desenhadospara veículos de todas as dimensões: desdegigantescos veículos industriais, de construção,transporte de terras e de minério, a camiões,máquinas agrícolas, autocarros, automóveis emotociclos. A nossa divisão de pneus forneceigualmente materiais de recauchutagem,produtos relacionados com pneus e matéria-prima, fornecendo também ser viços demanutenção e reparação de veículos automóveis.Os restantes 20 % do volume de negócios sãogerados pela nossa Divisão de ProdutosDiversificados, que fabrica componentes para Nissan LEAF – Carro do Ano 2011 Película adesiva para painéis solaresautomóveis, espumas de uretano, componenteselectrónicos de precisão, materiais industriais eprodutos relacionados com a construção.Adicionalmente, também produz equipamento RESULTADOS FINANCEIROS CONSOLIDADOS EM 2010:desportivo (como bolas e tacos de golfe) ebicicletas. LIDER 27% * As vendas líquidas consolidadas da O negócio dos pneus representou GLOBAL Bridgestone cresceram de 18.747 milhões de80% cerca de 80% do nosso volume de vendas, ampliando ainda mais a reputação global da Bridgestone A Bridgestone é a marca dólares em 2002 para 35.116 milhões. Entre 2002 a 2010, a Bridgestone registou um pela qualidade dos nossos pneus. líder global na indústria dos pneus e borracha. 35.116 milhões de dólares crescimento de 27% nas vendas. *Esta percentagem foi calculada com base nas vendas líquidas consolidadas da Bridgestone, em Ienes do Japão. Os valores em dólares são apresentados somente para comodidade de leitura: os Ienes do Japão são convertidos em Dólares Norte-americanos a uma taxa de câmbio de ¥ 81,49 /$ 1 (taxa aproximada no final do ano). Os valores das vendas líquidas consolidadas da Bridgestone foram de 2.247.769 milhões de Ienes do Japão em 2002, e de 2.861.615 em 2010, o que representa um crescimento de 27% nas vendas. 6| |7
  4. 4. OS MAIS RECENTES INVESTIMENTOS que representarão um aumento na produção em 5.600 pneus/dia. A fábrica de Poznan, que em 2008 celebrou o seu 10º aniversário, 14,000 pessoas DA BRIDGESTONE especializou-se na produção de pneus de alta performace e de A Europa representa um mercado importante para nós e por isso fazemos NA EUROPA pneus Run-Flat. um investimento crescente e contínuo nas nossas equipas altamente especializadas neste continente. PISTA DE TESTES NA EUROPA (EUPG), NOS Centro Técnico na Europa Pista de Testes na Europa ARREDORES DE ROMA Em 2004, inaugurámos a nossa Pista de Testes na Europa (EUPG). Implantada emBridgestone Europe 144 hectares e dominada pelo circuito oval de 4 km, esta instalação avaliada em 40 milhões de Euros representa a mais moderna pista de testes da Europa, NOVA FÁBRICA DE PNEUS disponível todo o ano. PARA PESADOS EM Citroën, Grupo Fiat, Grupo Ford, General Motors,“A ESSÊNCIA BRIDGESTONE” Mercedes, Nissan, Peugeot, Renault, Toyota, Honda e CENTRO TÉCNICO ALARGADO STARGARD, POLÓNIA Em 2009, após um investimento de 200 Stargard, PolóniaNA EUROPA Grupo VW. Fornecemos igualmente pneus para veículos pesados, como a DAF, Iveco, Mercedes, Renault, Scania e NA EUROPA (TCE), NOS milhões de Euros, inaugurámos a nossa ARREDORES DE ROMA segunda fábrica especializada em AUMENTO DA CAPACIDADEA Bridgestone Europe é uma das principais subsidiárias da Volvo. Contudo, a maior parcela das nossas vendas na autocarros e camiões, situada em DE RETALHOBridgestone Corporation, sedeada em Tóquio. Tal como a Europa tem origem no mercado de após-venda, onde os Situado junto da EUPG, o nosso Stargard, na Polónia. pneus são vendidos aos consumidores finais através de No final de 2009, esta instalação foi Nos últimos 10 anos na Europa,nossa empresa-mãe, desejamos oferecer apenas o melhor Centro Técnico na Europa conta com aprovada para receber a Certificação uma rede de distribuidores e concessionários. O nosso adicionámos mais de 1.900 pontos deaos nossos clientes e à sociedade, não só em termos de mais de 500 engenheiros, ISO 14001. A fábrica de Stargard realça retalho à nossa rede First Stop, umprodutos, serviços e tecnologia, mas em todas as nossas compromisso com a tecnologia automóvel de vanguarda especialistas em Química, pilotos de a nossa capacidade de auto-suficiência e número que pretendemos que continueactividades empresariais. O nosso compromisso com a na Europa fica marcado pelo fornecimento de pneus de testes e técnicos para desenvolver melhora o fornecimento ao mercado a crescer no futuro.qualidade não provém do desejo de lucro, mas da nossa competição às equipas de Fórmula1TM, entre as épocas pneus com um desempenho e Europeu.paixão pela melhoria da segurança e das vidas das pessoas de 1997 e 2010. A Bridgestone tem igualmente qualidade excepcionais para os fornecido as equipas de motociclismo de MotoGP desde MAIS DE 14.000em todo o mundo. A isto, chamamos “A Essência nossos clientes Europeus. O centro foi BANDAG, O NOSSOBridgestone”. Um conceito que representa um espírito de a época de 2002 e é o seu fornecedor exclusivo desde TRABALHADORES NA EUROPA recentemente ampliado e inclui ESPECIALISTA EMpartilha e que influencia tudo aquilo que fazemos na 2009. laboratórios, uma instalação-pilotoEuropa. RECAUCHUTAGEM A Europa representa um mercado de fabrico e um complexo com importante para nós, e por isso fazemosConstituída há mais de 20 anos e com sede em Bruxelas, a Em 2008, adquirimos a Bandag, a marca tambor para teste de pneus em um investimento crescente e contínuoBridgestone Europe conta com mais de 14.000 líder mundial em recauchutagem de Citroën DS3 recinto fechado. pneus para pesados. Com uma operação nas nossas equipas altamentetrabalhadores. Desenvolvemos e testamos os nossos especializadas neste continente. que se estende a uma rede global de 900produtos para a Europa nas nossas instalações de I&D nos representantes franchisados, a Bandag Inaugurámos os Centos de Logística naarredores de Roma, que depois produzimos nas nossas 9 AMPLIAÇÃO DE CAPACIDADE fornece a estes concessionários os Europa (ELC) em Bor (Rep. Checa, ELCfábricas situadas na Bélgica, França, Itália, Polónia, Hungria DA FÁBRICA DE POZNAN, materiais, o equipamento de Leste), Madrid (ELC Sul) e Zeebrugge (ELCe Espanha. Em seguida, distribuímos mais de 25 milhões de POLÓNIA manufactura, os serviços técnicos, a Norte).pneus por ano, através de uma rede de armazéns de última formação e o suporte de vendas Em 2012, a fábrica da Bridgestone em necessários ao negócio dageração com ampla cobertura. Poznan aumentará a sua capacidade recauchutagem. Na Europa existem diária de produção de pneus para veículos cerca de 150 concessionários daA NOSSA HISTÓRIA ligeiros destinados ao mercado europeu. Para este investimento foram alocados Bandag. O processo de recauchutagem confere aos pneus usados uma segunda vida (ouDE SUCESSO NA EUROPA aproximadamente 105 milhões de Euros, mesmo uma terceira), por uma fracção do custo de um pneu novo. Esta opçãoAs nossas vendas líquidas na Europa perfizeram 3,1 milmilhões de Euros em 2010, repartidas sob as marcasBridgestone, Firestone, Dayton, e outras. Somos um € 3,1 biliões € também representa uma solução ecológica correcta, que utiliza apenas um terço da energia e dos recursos necessários para produzir um pneu novo,importante fornecedor de equipamento de origem dos As nossas vendas na Europa ascenderam e reduz o número de pneus que éprincipais fabricantes de automóveis, como a BMW, copyright Citroën a 3,1 biliões de Euros em 2010. necessário eliminar 8| |9
  5. 5. Os produtosque vendemosSE TEM RODAS, TEMOS O PNEU INDICADO.Na Bridgestone Europe, temos orgulho na vasta gama de pneus que fornecemos para quase todos osmeios de transporte possíveis. São estes que permitem aos consumidores particulares, às pequenas e MOTOCICLOSgrandes empresas continuar a rodar, graças aos nossos produtos de elevada qualidade a preços De uma forma geral, os automobilistascompetitivos. não dão grande importância aos pneus. Mas para quem circula sobre duas rodas, a história é outra. A Bridgestone Europe possui uma gama muito completa de pneus para motociclos de todos os tipos: competição, super- desportivas, sport touring, adventure sport e scooters.LIGEIROS, 4X4E COMERCIAISA Bridgestone Europe oferece umaampla gama de pneus para veículos CAMIÕES E FORA-DE-ESTRADAligeiros de passageiros, 4x4 ecomerciais, para utilizações AUTOCARROS Qualquer que seja a sua aplicaçãodesportivas, de turismo e inverno, e para a indústria pesada, os nossos Nas quatro últimas décadas, os pneus Fora-de-Estada foramtambém para os condutores queprocuram a máxima eficiência em nossos pneus para Camiões e concebidos utilizando a mais recentetermos de consumos de combustível. Autocarros conquistaram uma tecnologia Bridgestone, de forma aQualquer que seja o seu estilo de sólida reputação entre as frotas produzir o pneu mais adequado paracondução, a Bridgestone tem o pneu Europeias. a utilização pretendida. A nossaadequado às suas necessidades. Os nossos produtos ajudam os gama já inclui um dos maiores pneus operadores a aumentar a radiais do mundo: o 59/80R63, com produtividade e reduzir os custos 4 metros de diâmetro e 5 toneladas. por quilómetro, optimizando o desempenho ao longo de todo o ciclo de vida do pneu AERONAVES A Bridgestone fornece à indústria da aviação na Europa pneus para AGRICULTURA aeronaves da mais elevada Através das marcas Firestone e qualidade, por isso os nossos Bridgestone, fornecemos aos clientes e, acima de tudo, os seus agricultores Europeus uma vasta passageiros, desfrutam do máximo gama de pneus para conforto e segurança. equipamentos agrícolas, florestais e de indústria ligeira. 10 | | 11
  6. 6. Clientes OBRIGADOSatisfeitos BRIDGESTONE! PNEUS DE BAIXA BRIDGESTONE 13 toneladas RESISTÊNCIA PARA CAMIÃO BRIDGESTONE ECOPIA POTENZA RE 050 PNEUS RUN-FLAT (RFT) “Quando se transporta cargas com “Recebi o meu BMW Z4 em Agosto de Quando se trata de eficiência, desempenho e quase 13 toneladas, não são 2009 equipado com os Pneus preço, nenhum pneu para camião supera o permitidos deslizes. Por isso o Bridgestone Potenza RE050 Run-Flat Bridgestone Ecopia. Operamos 42 conjuntos como equipamento de origem. Desde Firestone Performer 70 vale cada Euro de tractor e semi-reboque, com veículos que então, já conduzi 22.000 km em que investimos” circulam uma média de 145.000 km/ano, a todos os tipos de condições. Os pneus maioria em auto-estrada. Os nossos da Bridgestone sempre condutores têm uma muito boa impressão proporcionaram uma excelente dos pneus Ecopia: não existe qualquer aderência e um comportamento diferença de compor tamento em PNEUS PARA MOTOCICLOS dinâmico, mesmo nas estradas da comparação com os pneus Bridgestone BRIDGESTONE BATTLAX Bélgica, que tendem a acumular água normais… excepto, é claro, a redução dos S20 - BT-003 durante as chuvadas de Verão. consumos de combustível. O facto de a gama Felizmente, ainda não tive um único Ecopia estar igualmente disponível em "Com os pneus Bridgestone para furo, e continuo a desfrutar da recauchutagem e oferecer uma duração e motociclos, consigo realmente sentir mobilidade contínua que eles me resistência ao rolamento semelhantes são a diferença. Utilizo os S20 na minha proporcionam, além do acréscimo de outras vantagens importantes.” Yamaha FZ1, e os BT-003 na minha espaço na bagageira por ter o meu R1. São ambos muitos divertidos de carro equipado com uns Potenza Josef Klausing, Gestor de Frota, conduzir em pista, sem comprometer RFT.” Overnight GmbH, Merzen, Alemanha o melhor comportamento em estrada. A aderência é a referência da Pierre Depireux, classe, e fico contente por a Proprietário de BMW Z4, Bruxelas, Bridgestone oferecer produtos em Bélgica PNEUS PARA AGRICULTURA que posso confiar!» FIRESTONE PERFORMER 70 “O melhor pneu para um tractor agrícola é Stefano Spoldi, um compromisso entre diferentes factores: Mecânico, Milão, Itália por exemplo, as colinas e encostas inclinadas da região de Allgäu, na Alemanha, fazem com que uma boa tracção seja um aspecto fundamental da segurança dos pneus. Quando se transporta cargas com quase 13 toneladas, não são permitidos deslizes. Por isso o Firestone Performer 70 vale cada Euro que investimos.” Wilhelm Striebel, Proprietário de Alfaias Agrícolas, Amtzell, Alemanha12 | | 13
  7. 7. Tecnologias / Inovações OUTRAS INIVAÇÕES DA BRIDGESTONETRÊS IMPORTANTES INOVAÇÕES EM PNEUS DA BRIDGESTONE 1. PELÍCULA DE ETILENO-VINIL ACETATO (EVA) PARA MÓDULOS SOLARESA Tecnologia Run-Flat, que foi introduzida pela Bridgestone em1987 no Porsche 959, está agora a ser adoptada por um númerocrescente de construtores. Os Bridgestone RFT permitem-lhecontinuar a sua viagem em segurança, a uma velocidade reduzida, 1| PNEUS RUN-FLAT A Bridgestone desenvolveu e produz agora película EVA (Etileno-Vinil Acetato). Esta película adesiva é utilizada no fabrico de módulos solares, e representaaté à oficina mais próxima (dentro de uma distância limitada), um contributo significativo para a popularização dasmesmo em caso de perda súbita de pressão no pneu. Os pneus RFT energias amigas do ambiente.eliminam também a necessidade de ter um pneu sobresselente,reduzindo assim o peso, melhorando a economia do combustível eaumentado o espaço da bagageira. Em 2009, elevámos a fasquiapara os Bridgestone RFT, com o lançamento da nossa nova geraçãode pneus Run-Flat, que agora oferecem um comportamento e um 2. PRODUTOS DE PAPELconforto de condução indistinguíveis dos de um pneu ELECTRÓNICO DA PRÓXIMA GERAÇÃOconvencional. Estamos a desenvolver produtos e aplicações de papel electrónico da próxima geração que ajudam o ambiente, graças à redução das TECNOLOGIA DE 2 | RECAUCHUTAGEM A recauchutagem é uma solução segura e fiável que necessidades de abate de árvores e de fabrico de papel com elevado consumo energético. O Ecrã de Pó Liquefeito de Reposta Rápida (ou “Quick Response Liquid Powder Display” - QR-LPD), com tecnologia de ecrã reflexivo biestável utiliza partículas comutáveis electronicamente implica a remoção do piso restante de um pneu usado, com elevado índice de fluidez. Os resultados são uma visibilidade e a posterior aplicação de um novo piso, recorrendo a semelhante à do papel, elevados ângulos de visualização, tempos de um processo de vulcanização. A recauchutagem ajuda resposta rápidos, e níveis de consumo energético muito reduzidos. as frotas a reduzir o custo com pneus e também contribui para um melhor meio ambiente, graças a uma utilização mais eficaz dos recursos naturais e a uma redução dos resíduos. Com a aquisição da 3. BARBATANA BIÓNICA Bandag, o produtor líder de material de recauchutagem, aumentámos a nossa experiência PARA GOLFINHO nesta área e disponibilizamos agora uma gama completa de produtos e serviços aos 150 postos de Este projecto de desenvolvimento da Bridgestone começou quando o Fuji, um golfinho do Aquário de Okinawa Churaumi, recauchutagem da Bandag na Europa. no Japão, desenvolveu uma doença misteriosa, tendo ficado sem uma grande parte da barbatana da cauda. Em resposta ao apelo feito pelo Aquário, a Bridgestone fabricou o primeiro protótipo mundial de uma barbatana biónica para um PNEUS ECOPIA COM CONSUMO 3 | EFICIENTE DE COMBUSTÍVEL golfinho. Após uma série de tentativas, o golfinho Fuji já pode novamente nadar e até mesmo saltar.A eficiência dos consumos de um veículo está directamente associada àresistência ao rolamento dos pneus instalados. A deformação de um 4. TECNOLOGIA AVANÇADApneu em rolamento gera acumulação de calor no composto deborracha, resultando em perdas de energia. É aqui que a nossa PARA BOLAS DE GOLFEtecnologia NanoPro-TechTM representa uma inovação em materiais parapneus. Esta solução optimiza a distribuição dos excipientes em todo o A Bridgestone é o principal fabricante de bolas de golfe nocomposto, reduzindo assim a fricção das moléculas e as perdas de Japão, e acabou de lançar novas versões das duas bolasenergia associadas. Além disso, mantém igualmente a aderência em Bridgestone Golf TOUR B330 e B330-S, dois produtos quepiso molhado. A nossa última gama de pneus Ecopia combina um oferecem maior potência de impacto por serem revestidasdesempenho amigo do ambiente, com excelentes características de de camadas de resina RD10. O RD10 cria um aumento nacomportamento e segurança. E como reduzem o consumo de densidade do material da bola, permitido assim que estacombustível, ajudam também a diminuir as nocivas emissões de dióxido atinja uma velocidade inicial superior.de carbono que contribuem para o aquecimento global. 14 | | 15
  8. 8. Centro Técnico na Europa Pista de Testes na Europa Pista de Testes na Suécia Centro Técnico na Europa Qual é sua formaçãoInvestigação e Desenvolvimento profissional? Estudei Engenharia Mecânica na produtos cada vez mais avançados. Em segundo lugar, tenho sempre em mão vários projectos em simultâneo, com prazos de desenvolvimento reduzidos,DESENVOLVIMENTO DE PNEUS NA EUROPA Universidade de Roma, com por isso a gestão do tempo e o especialização na área da Construção estabelecimento de prioridades sãoO mercado Europeu está na linha da frente da indústria automóvel mundial. Este conta com a presença de todas as Mecânica. Sempre me interessei pela aspectos aos quais tenho de prestarprincipais marcas globais, com a avançada indústria automóvel Alemã à cabeça. Mas este é igualmente um espaço cheio indústria automóvel e depois de concluir atenção diariamente.de desafios para os fabricantes de pneus e uma região onde a Bridgestone investiu fortemente em termos de capacidade o curso, concorri a um lugar nade investigação e desenvolvimento. Bridgestone. Estou na empresa há já três anos. Quais são as suas responsabilidades?CENTRO TÉCNICO NA EUROPA PISTA DE TESTES NA EUROPA PISTA DE TESTES DA SUÉCIA (SPG)(TCE )-PROJECTA NOVOS (EUPG ) TESTA OS PNEUS DO TESTA OS NOSSOS PNEUS DE A minha principal responsabilidadePROCESSOS E PNEUS FUTURO INVERNO NAS CONDIÇÕES DO De onde vem o seu interesse em consiste em analisar os resultados dos ÁRCTICO trabalhar na Bridgestone? testes dos nossos protótipos e compará-Situado nas proximidades do EUPG, este Os pneus para veículos ligeiros de los com os da concorrência. O objectivoé o local onde mais de 500 passageiros, comerciais, camiões, Situada a apenas 97 km a sul do Circulo Sempre me interessei pelo projecto de é determinar como as diferentestrabalhadores da Bridgestone, entre autocarros, veículos agrícolas e alguns Polar Árctico, esta pista é o local onde, componentes mecânicos, características da construçãoengenheiros, químicos, técnicos e motociclos são todos desenvolvidos e entre Novembro e Março, testamos os especialmente no que se refere à influenciam o desempenho dos pneus, opessoal de suporte, desenvolvem pneus testados na nossa avançada Pista de nossos pneus ao limite, em diferentes tecnologia e ao processo de design. Por que nos permite descobrir a melhorpara todos os tipos de veículos de Testes na Europa (EUPG), situada nos percursos de neve e gelo. O SPG oferece isso, quando tive de pensar numa solução em termos técnicos. Para alémestrada. Adicionalmente, é aqui que os arredores de Roma. A EUPG possui um pistas para testes em neve e gelo, espaço carreira, sabia que só iria encontrar do processo de design, sou tambémnossos especialistas concebem os circuito oval com 4 km, com curvas em para testes especiais e uma oficina e espaço para desenvolver esta paixão EMANUELA PACIULLI responsável por preparar os planos deequipamentos e processos para as relevê para alta velocidade; uma escritórios. E caso não haja neve numa multinacional grande e dinâmica, Engenheira de Desenvolvimento de teste e organizar a logística. Isso implicafábricas da Bridgestone em toda a instalação com uma superfície plana em suficiente, as pistas são preparadas da área da alta tecnologia. A Bridgestone Pneus de Inverno, no nosso Centro contactar com diferentes pessoas no TCEEuropa. asfalto com 9 hectares; um circuito para usando canhões de neve. encaixava na perfeição, já que é Técnico da Bridgestone, em Roma. e nos vários depar tamentos daAdoptámos esta estratégia para garantir testes em piso seco com 4 km de reconhecida em todo o mundo como um Bridgestone Europe. Gosto do meuque os nossos sistemas de gestão da extensão; 11 percursos com 400 m de líder na indústria do pneus, e como um trabalho porque, enquanto engenheira,Qualidade, Meio-ambiente, Higiene e distância para testar níveis de ruído e Emanuela, quais são as suas dos principais protagonistas do desporto tenho a possibilidade ver de que forma aSegurança e Energia cumprem com as conforto, e um local de avaliação de funções actualmente na motorizado. minha participação e o meu trabalho senormas ISO-9001, ISO/TS16949, ISO- ruído de passagem. Estão igualmente Bridgestone? materializam no produto final.14001, OHSAS-18001 e EN-16001. Esta disponíveis bancos de ensaio parainstalação dedicada ao situações de aquaplaning em recta e em Sou Designer de Desenvolvimento O seu trabalho é um desafio?desenvolvimento ocupa 32 hectares, e curva, uma pista de aceleração lateral de Pneus no Departamento de O que preza mais na Bridgestone?inclui: laboratórios técnicos, de Química com cinco círculos de coeficiente de Desenvolvimento de Pneus de É com certeza, por dois motivose Física para análise dos materiais, fricção diferentes e uma pista de 1,8 km principais. O primeiro implica o Tenho orgulho em partilhar a Missão da Inverno para Veículos Ligeiros (PTD). Bridgestone, e de criar produtos comcompostos e componentes dos pneus; para testes em piso molhado. desenvolvimento de produtos que Dou apoio à equipa de Inverno, cumpram não só os rigorosos critérios de “valor que afectam de forma positiva aprojecto assistido por computador 3-D Adicionalmente, a EUPG é também apara desenvolvimento de pneus e cura sede do nosso Centro Europeu de especialmente na área de desempenho da própria marca, mas que sociedade em geral, e as vidas dasde moldes; uma instalação-piloto para Educação, onde o pessoal, os desenvolvimento de novos ofereçam melhores prestações que os da pessoas em concreto. É tudo umafabrico de protótipos de pneus concessionários, os jornalistas e os produtos. Adicionalmente, durante concorrência. Todos os anos a fasquia questão de nutrirmos uma paixão pelaexperimentais e um complexo com clientes podem partilhar a nossa o ano de 2011, trabalhei igualmente sobe mais um pouco, por isso segurança e fabricarmos produtos datambor para teste de pneus em recinto tecnologia de ponta. na optimização de especificações desenvolvemos constantemente mais elevada qualidade.fechado. 16 | | 17
  9. 9. A QUALIDADE É A NOSSA LÍNGUA COMUM A Bridgestone opera 76 instalações de produção Para garantir que alcançamos os mais elevados de pneus em 22 países espalhados por todo o padrões de qualidade, fomentamos as sinergias e globo. Implantamos as nossas fábricas próximo a comunicação entre as fábricas onde criamos dos nossos clientes, para que possamos fabricar e produtos semelhantes em todo o mundo. fornecer rapidamente os produtos, de acordo Estimulamos este intercâmbio quer ao nível com os padrões de qualidade e desempenho que humano, quer ao nível técnico, e ajudamos os estes exigem. Aproveitamos igualmente a nossa nossos trabalhadores a desenvolver as rede global para construir uma organização de competências necessárias para apoiar uma marca distribuição à escala mundial. Desta forma global. Desta forma, promovemos a optimizamos o fornecimento de produtos com estandardização e os programas KAIZEN que uma grande procura, como por exemplo, pneus continuarão a melhorar os nossos métodos de de alto desempenho para ligeiros de passageiros. fabrico e processos de produção. FÁBRICAS DE PNEUS BRIDGESTONE NA EUROPA No sentido de dar resposta ao aumento na procura, de grandes dimensões, contamos agora com uma fábrica realizámos um investimento estratégico no fabrico totalmente automatizada na Hungria. Além disso, a Europeu. O resultado foi um aumento na capacidade de recentemente inaugurada instalação de produção de produção na nossa avançada fábrica de Poznan (Polónia) e última geração em Stargard (Szczecin), na Polónia, na instalação fabril de pneus para camiões e autocarros avaliada em 200 milhões de Euros, fabrica pneus radiais de em Bilbau (Espanha). A fim de aumentar ainda mais a alta qualidade para camiões e autocarros. produção de pneus de elevado desempenho e para jantes Fábrica País Especialidade Tatabánya Hungria Ligeiros Stargard (Polónia) Polónia Camiões e Autocarros Poznan (Polónia) Polónia Ligeiros Bilbao (Espanha) Espanha Camiões e Autocarros Burgos (Espanha) Espanha Ligeiros Puente San Miguel Espanha AgriculturaO FABRICO DOS Béthune França Ligeiros Bari Itália Ligeiros Lanklaar Bélgica Materiais de recauchutagem NOSSOS PNEUS CERTIFICAÇÃO LLOYDS Todas as nossas fábricas na Europa, bem como a sede da Bridgestone Europe, receberam a certificação na filosofia “Kaizen” de melhoria contínua em todas as áreas do processo de fabrico, incluindo a segurança, qualidade dos produtos, produtividade e custos. Para além disso, a nossa política ambiental rigorosa está direccionada para a redução de resíduos e do consumo Lloyds para a norma de qualidade ISO/TS-16949. Estas de energia, juntamente com o aumento da reciclagem modernas instalações estão plenamente empenhadas e a reutilização dos materiais.
  10. 10. 1. Mistura de materiais 2. Estiramento 3. Entrelaçamento dos fios Misturamos diversos tipos de A borracha é aquecida para Os fios de rayon, nylon, aço e borrachas naturais e sintéticas torná-la mais elástica, antes de poliéster são submetidos a um com negro de carbono, enxofre e se proceder ao estiramento dos processo designado “calandragem”, outros produtos químicos até diferentes perfis para os pisos e no qual são entrelaçados em folhas, e obter as especificações do paredes laterais. revestidos com borracha de ambos composto. A “mistura padrão” os lados. No fim deste processo, as resultante é enformada em folhas folhas são cortadas à medida. de borracha e deixada a arrefecer. 4. Preparação da armadura do talão 5. Processo de Construção O FABRICO DOS A armadura do talão é formada através do Começando com as folhas já curadas ou “telas”, o revestimento NOSSOS PNEUS alinhamento e subsequente revestimento com borracha dos cabos do talão. Seguidamente, interior, as telas da carcaça e as paredes laterais são colocadas no tambor de confecção. Seguidamente, são acrescentados os esta é entrelaçada uma série de vezes numa aros do talão, as lonas são entrelaçadas em volta da armadura A fim de garantir a espiral, para formar aros de talão, que do talão e são criadas as paredes laterais. O pneu ganha a sua qualidade Bridgestone proporcionam um diâmetro fixo e conferem forma redonda através do enchimento da borracha com ar e da resistência ao pneu. aplicação da borracha do piso lateral, duas cintas metálicas e a reconhecida em todo o tela de topo, para obter um pneu “verde”. mundo, cada pneu é submetido a um processo de fabrico complexo. 6. Vulcanização 8. Inspecção Final No caso dos pneus para ligeiros de 7. Acabamento passageiros, o pneu “verde” é vulcanizado Cada pneu é inspeccionado numa prensa a quente durante 10-15 O excesso de borracha do visualmente e por meios minutos, a uma pressão e temperatura processo de tratamento é electrónicos para verificar a específicas. É nesta fase que o pneu recebe removido, e o pneu é aparado de equilibragem, qualidade e o seu formato final e o padrão do piso. acordo com o tamanho. uniformidade.20 | | 21
  11. 11. Como os fazemos chegar até si?O PNEU CERTO, NO LUGAR CERTO,NA HORA CERTATendo sempre em mente a optimização, trabalhamos constantemente para melhorar todos os aspectos da logística danossa cadeia de aprovisionamento: desde o planeamento do produto à aquisição de matérias-primas e equipamento,às fases de produção e distribuição. Além disso, o alargamento da União Europeia, juntamente com as exigências deníveis de stocks cada vez mais reduzidos e entregas mais rápidas, encorajaram-nos a agilizar a nossa operação logísticana Europa. No sentido de melhorar a disponibilidade dos produtos, substituímos o nosso tradicional sistema dearmazenamento e transporte a nível nacional pelo armazém global Europeu da Bridgestone, que é detidocentralmente. Assim, os nossos três novos centros de logística Europeus, na Bélgica, na República Checa e em Espanha,servem uma rede de centros de distribuição regional que estão próximos dos seus próprios mercados. Os nossos pneuspodem ser adquiridos pelos consumidores em todos os pontos de retalho profissionais de pneus.SERVIÇO DE EXCELÊNCIA BRIDGESTONE, PERTO DE SI A sua primeira escolha em serviços de pneus. A First As cerca de 900 oficinas Agri Point oferecem aos nossosNos últimos quarenta anos fizemos crescer um negócio notável na Europa. A Bridgestone é actualmente um grande Stop é uma rede Europeia de prestadores de serviços clientes um serviço no local, disponível 24 por dia,fornecedor de equipamento de origem para os construtores de automóveis; é o principal fornecedor de pneus com de pneus com 16 anos de experiência profissional. garantindo assim um sólido posicionamento dos pneustecnologia Run-Flat na Europa; é uma das principais marcas a operar no mercado dos pneus radiais para motociclos; é o Actualmente, conta com 2.000 centros de serviço em Firestone num mercado tão complexo e diversificadon.º 2 no mercado dos recauchutados para camiões e autocarros; o n.º 2 em pneus para aplicações fora de estrada e um 25 países, em toda a Europa. Por trás deste como o agrícola.dos principais fornecedores do mercado de pneus para o sector agrícola. Para mantermos este estatuto, acreditamos crescimento impressionante sempre esteve umaque é preciso estar próximo do cliente. Não só fisicamente, mas também compreendendo as suas necessidades. ambição: oferecer aos nossos clientes os melhoresCumprimos este objectivo através da nossa prestigiada rede de especialistas Bridgestone. serviços, produtos e aconselhamento sobre pneus e veículos. Por isso, quando se trata de pneus, a First Stop deve ser a sua primeira escolha. A linha de negócio de pneus para camiões e autocarros da Bridgestone é suportada pela Truck Point, uma rede de oficinas independentes de pneus para pesados. Para os nossos clientes com frotas nacionais e internacionais, existem mais de 2.400 centros em 29 países da Europa Centro de Logística da Europa que prestam suporte vital e serviços de elevada Zeebrugge, Bélgica qualidade, incluindo a rede Service Europe, o serviço de assistência em viagem para pneus 24h, 7 dias por semana, disponível em todo o continente Europeu. 22 | | 23

×