Marketing esportivo

7.857 visualizações

Publicada em

Trabalho apresentado na disciplina de Assessoria de Comunicação, do curso de Comunicação Social, Publicidade & Propaganda da FURB.

Integrantes:

Gabriel G. Pivesso
Humberto L. P. Cardoso Filho
Joaquim Cardeal Jr.

Publicada em: Educação
0 comentários
33 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.857
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
33
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • Marketing esportivo

    1. 1. MARKETING ESPORTIVO Gabriel, Humberto e Joaquim
    2. 2. Como Começou?
    3. 3. 1921
    4. 4. 1921Hillerich &Bradsby
    5. 5. O Que é?
    6. 6. Marketing - Processo• Social• Gerencial• Criação, Oferta e Troca de Produtos de Valor
    7. 7. MarketingEsportivo ?
    8. 8. Estratégias de MarketingIndústria do Esporte
    9. 9. Patrocínio
    10. 10. Roma Antiga
    11. 11. Patrocínio Futebol
    12. 12. Patrocínio Futebol
    13. 13. Patrocínio Futebol 1952
    14. 14. FIFA - 1979• Proibidos de utilizar marcas de determinados tipos de produtos no seus uniformes não sendo, contudo, vedado que utilizem a logomarca de seus fabricantes.
    15. 15. A.C. Perugia R$250.000,00
    16. 16. 1982US$4 Milhões
    17. 17. 1982US$4 Milhões 2011US$3,5 Bilhões (Futebol)
    18. 18. PlanejamentoMarketing Esportivo
    19. 19. 12 Pontos
    20. 20. 4 P’s (Produto, Preço, Praça, Promoção) 4 A’s (Análise, Adaptação, Ativação, Avaliação) 4 C’s(Consumidor, Custo, Comunicação, Conveniência)
    21. 21. Promoções Patrocínio Acréscimo Ganho de Vendas de Imagem
    22. 22. Duração de umaPartida Esportiva
    23. 23. Duração de uma Partida EsportivaDirecionar o Investimento
    24. 24. Match Day
    25. 25. Fidelização de Clientes
    26. 26. 1987 - Copa União • TV Globo • Coca Cola • Varig • Editora Abril •Dover Indústria de Plásticos
    27. 27. Sport Target (2010) • 199 Agências de Marketing Esportivo • 53% sediadas em São Paulo
    28. 28. Global Sports Network Patrocínios Uniformes Clubes Futebol Brasileiro R$ 330 Milhões (2011)
    29. 29. MarketingEsportivo
    30. 30. Origem Décadas de 70 e 80
    31. 31. Ídolos•Ayrton Senna (Automobilismo) • Bernard (Vôlei)• Djam Madruga (Natação) • Oscar (Basquete)• Hortência (Vôlei Feminino) •João do Pulo (Atletismo)• Zico (Futebol)
    32. 32. BebidasCigarros Alcoólicas
    33. 33. Automobilismo
    34. 34. Banco Nacional 1984 - Copa Brasil U$700 MilPatrocínio de ambos os times da Final
    35. 35. Lei Zico eLei Pelé
    36. 36. Lei Zico• Presença e Influência do Estado nas entidades e práticas esportivas• Novos Rumos / Alternativas ao Panorama do Esporte
    37. 37. 1990 - Governo Collor• Abertura da Economia Brasileira• Evolução da Legislação dos Jogadores de Futebol
    38. 38. Nova Postura do Esporte Brasileiro•Maiores incentivos à participação privada•Futebol-Empresa•Marketing - Empreendedorismo Esportivo
    39. 39. Projeto de Lei - 1991• Regulamentar novas formas comerciais no Futebol• Determinar a participação do setor nas loterias• Revogar a “Lei do Passe”• Redefinir mecanismos fiscalizadores• Manutenção da autonomia de entidades esportivas
    40. 40. Revogação da Lei do PasseTransformação de Clubes em Empresas
    41. 41. 1998 - Lei Pelé• Revolução do Mundo Desportivo Nacional
    42. 42. Características do Marketing Esportivo
    43. 43. Espaço na Mídia
    44. 44. Lembrete
    45. 45. Opção de Nome no Mercado Lembrete
    46. 46. Porque as Empresas ?Investem no Esporte
    47. 47. Imagemde Marca
    48. 48. Esporte Oportunidade deDivulgação, Reciclagem e Promoção
    49. 49. Objetivos
    50. 50. • Aumentar o Reconhecimento Público• Reforçar a Imagem Corporativa• Estabelecer identificação com Segmentos específicos do mercado• Combater ou Antecipar ações da concorrência
    51. 51. Resultado
    52. 52. • Envolver a Empresa com a Comunidade• Conferir credibilidade ao produto com a associação à qualidade e a emoção do evento• Ser notícia graças a exposição espontânea de outras mídias
    53. 53. InvestimentoExpectativas
    54. 54. Expectativas•Ser dirigido ao segmento •Promover o encontro do de público de interesse da público com seus ídolos empresa •Promover o•Produzir impacto visual e desenvolvimento cultural emocional na audiência •Revelar novos talentos•Atrair grande público•Chamar atenção dos meios de comunicação
    55. 55. Retorno em Imagem“Probabilidade da Marca tornar-se parte integrante da experiência, daidentificação e das emoções vividas pelo telespectador durante, por exemplo, a transmissão de um jogo.”
    56. 56. Retornosobre Vendas
    57. 57. “O Marketing Esportivo serve para consolidar oumassificar uma marca forte, e mensurar o retorno do investimento é difícil.”
    58. 58. “O Retorno de uma marca ou produto envolvido num evento é 4 vezes maior do que o de uma boa campanha publicitária.” Darren Marshal (VP da Sponsorship Research International)
    59. 59. Vantagens do Esportecomo Mídia Alternativa
    60. 60. Mídia “Um Meio pelo qual se transmite uma mensagem, ou o canal que a propaganda utiliza para encaminhar a mensagem publicitária ao mercado-alvo.”Instrumento de Expressão Publicitária
    61. 61. MarketingEsportivo Uma forma de mídia alternativa que promove uma marca junto ao público e recebe em troca de publicidade, imagem e venda.
    62. 62. Captação deMensagem DESCONTRAÇÃO “É mais fácil o telespectador aceitar a propaganda fora dos intervalos comerciais.”
    63. 63. BrahmaCopa 1994
    64. 64. AyrtonSenna
    65. 65. Banco Nacional
    66. 66. Banco Nacional (1991)Minutos de TV +Fotos em Mídia Impressa
    67. 67. Banco Nacional (1991)Minutos de TV +Fotos em Mídia Impressa10 Vezes Maior
    68. 68. Cases
    69. 69. Relembrando...
    70. 70. Patrocínio Futebol
    71. 71. Patrocínio Futebol 1952
    72. 72. FIFA - 1979• Proibidos de utilizar marcas de determinados tipos de produtos no seus uniformes não sendo, contudo, vedado que utilizem a logomarca de seus fabricantes.
    73. 73. A.C. Perugia R$250.000,00
    74. 74. “Patrocinadores podem fazer ou quebrar esportes. Porexemplo, eventos como triatlos, corridas de bicicleta e pólo não existiriam mais sem o dinheiro dospatrocinadores. Isso não significa que os fãs se sintam exatamente gratos.” Lesa Ukman (Co-Founder IEG)
    75. 75. Parceria20 Anos
    76. 76. +
    77. 77. Porque o ?Palmeiras
    78. 78. • Origem Italiana• Estratégia de Crescimento da Parmalat
    79. 79. Desde 1976 sem títulos Importantes Localizado em São Paulo
    80. 80. Acionista Majoritária do Parma (Itália)
    81. 81. Acionista Majoritária do Parma (Itália) Patrocinadora de longa data de Eventos Esportivos
    82. 82. 1977 - Chegada ao Brasil
    83. 83. 1977 - Chegada ao Brasil Pretenção de Liderança (Caixas Tetrabrick)
    84. 84. 1992Co-Gestão
    85. 85. 1993 24% doFaturamento
    86. 86. 1994 31% doFaturamento
    87. 87. 85% dos Negócios da Parmalat na América do Sul
    88. 88. José Carlos Brunoro “Com promoções vocês atingem as vendas. Com patrocínio vocêsatingem a imagem.”
    89. 89. Inter Science73% jovens - Patrocínio confere seriedade à marca 67% jovens - Recomendam as marcas 74% jovens - Sentem confiança 75% jovens - Falam bem da empresa
    90. 90. Famílias Urbanas - Classes B, C, D MASSIFICAÇÃO
    91. 91. Famílias Urbanas - Classes B, C, D Público do Futebol MASSIFICAÇÃO
    92. 92. Marketing IndiferenciadoLeite - Carro Chefe Futebol - Esporte que detêm maioria de aprovação
    93. 93. “O futebol traz um retorno de 300%,enquanto o restante consegue cerca de 50%. “
    94. 94. Números
    95. 95. 11 TítulosUS$13,4 Milhões (Lucro 93-94)
    96. 96. Década de 90
    97. 97. Década de 90 645 Minutos de Vídeo120 Reportagens em 1998
    98. 98. Década de 90 645 Minutos de Vídeo120 Reportagens em 1998 Palmeiras X River (1999) 214 aparições na Globo (11 minutos e 39 segundos) Equivalente a 2 meses de investimento no clube
    99. 99. Década de 90 Líder no Mercado30% da verba de Promoção -> Esporte
    100. 100. Faturamento US$ 34 Milhões (1990) US$ 750 Milhões (1995)37% dos negócios Mundiais (1995)
    101. 101. ImagemCompetência
    102. 102. Imagem
    103. 103. ImagemConfusão entre torcedores e Imprensa Leite dos Campeões (Identidade e Posicionamento)
    104. 104. 70.000 Torcedores que se recusavam a comprar produtos Parmalat.R$ 38 Milhões -> 1,87 Bilhão de Reais/ano
    105. 105. Neymar
    106. 106. “Uma marca nada mais é do que uma biografia, seja de pessoa física ou jurídica.” Washington Olivetto (W/McCann)
    107. 107. Sport+Markt Preferido de 25% dos Brasileiros Reconhecido por todas as camadas (A, B, C e D)
    108. 108. PatrocíniosSalário do Mercado Europeu, jogando no Brasil. R$13 Milhões / ano
    109. 109. A Marca Neymar 17o Esportista Mais Rentável do Mundo(Contratos de Publicidade)
    110. 110. A Marca NeymarLíder do Ranking de Atletas com Maior Potencial de Marketing do Mundo
    111. 111. Kevin Lane Keller • Atributo •Benefício • Atitude
    112. 112. Atributo
    113. 113. Benefício
    114. 114. Atitude
    115. 115. Números
    116. 116. - Aumento de 50% no número de sócios (24 para 47 Mil)- Contratos de patrocínio do Santos 20% maiores - Um dos atletas mais bem pagos pela Nike (US$ 1Milhão/ano)
    117. 117. Aparições - Programa da Hebe (4 Vezes Mais Audiência) - Domingão do Faustão (Recorde de televisores ligados no canal)- Malhação (Maior pico de audiência em 16 anos de história)
    118. 118. Conclusão
    119. 119. Conclusão - Marketing Esportivo não deve ser usado como ferramenta única
    120. 120. Conclusão - Marketing Esportivo não deve ser usado como ferramenta única - Funciona como manutenção para a marca, mas não a explica.
    121. 121. Conclusão - Marketing Esportivo não deve ser usado como ferramenta única - Funciona como manutenção para a marca, mas não a explica. - Retorno lento, embora com divulgação multiplicada.
    122. 122. Conclusão - Marketing Esportivo não deve ser usado como ferramenta única - Funciona como manutenção para a marca, mas não a explica. - Retorno lento, embora com divulgação multiplicada. - Marcas que investem no esporte são vistas com mais simpatia.
    123. 123. Conclusão
    124. 124. Conclusão - Está na Moda.
    125. 125. Conclusão - Está na Moda. - Maturação do Setor.
    126. 126. Conclusão - Está na Moda. - Maturação do Setor. - Falta de Ética e Corrupção comprometem iniciativas sérias de marketing esportivo.
    127. 127. Conclusão
    128. 128. Conclusão - Seguir o padrão Americano, com as limitações brasileiras.
    129. 129. MARKETING ESPORTIVO Gabriel, Humberto e Joaquim

    ×