Animais com missões

3.107 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.107
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
931
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
84
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Animais com missões

  1. 1. Terapia assistida por cães Objectivos: Trabalhar a hiperactividade, auto- estima, comunicação, memória, linguagem, postura e relações interpessoais; Cães apropriados: Golden Retriever e Labrador; Características: sociáveis, não agressivos, tolerantes à dor, não medrosos, calmos e interessados.
  2. 2. - Possibilita ao paciente uma complementação aos tratamentos através do contacto com o animal e à expressão afectiva. - Trabalha o ser humano de modo físico, mental e social. - O cão é utilizado como um mediador do processo de reabilitação.
  3. 3. Nos dias de hoje não há uma terapia especifica utilizando o gato como meio terapêutico. No entanto, os gatos são utilizados em casas de repouso e outras instituições como animais de companhia podendo até, segundo estudos, ajudar crianças autistas.
  4. 4. • Terapia assistida por Cavalos e Burros • Objectivos: Melhorar o paciente a nível motor, sensorial e social. • Indicações patológicas: Deficiências motoras e mentais, Paralisia Cerebral, Paraplegia, sequelas de traumatismo craniano, autismo, distúrbios da fala, síndrome de Down entre outras patologias de origem genética.
  5. 5. As duas vantagens em relação às outras terapias: - O contacto entre o paciente e o animal, uma vez que o doente não só toca no animal como o monta; - E o andar, o cavalo ou o burro provocam movimentos tridimensionais que se assemelham ao próprio andar humano; Assim, a contínua transmissão dos movimentos auxilia doentes com problemas motores, na medida em que promove a sua reabilitação permitindo muitas vezes que estes recuperem o controlo motor.
  6. 6. A terapia com golfinhos é mais do que nadar ou estar em contacto com eles. Embora não esteja cientificamente comprovado, a maioria dos terapeutas e biólogos concordam que a interacção com os golfinhos favorece pessoas com problemas de saúde mental, depressão ou stress, provocando assim uma resposta emocional (libertação de emoções e sentimentos). Não tendo como resultado final a cura mas sim a redução dos impactos dos sintomas no dia-a-dia.
  7. 7. São cães que ajudam o Homem nas tarefas do dia-a-dia.
  8. 8. • São cães especificamente treinados para auxiliar pessoas com deficiência visual e auditiva • Objectivos de um cão-guia: -Seguir a direito mantendo uma velocidade constante; -Responder a ordens; -Detectar e contornar obstáculos; -Dar passeios; -Apresentar portas, escadas, cadeiras... ; -Ajudar a atravessarem a estrada somente nas passadeiras. • Objectivos de um cão para surdos: -Reagir a sons, como o choro de um bebé, o bater numa porta, um alarme anti-fogo, entre outros. -A sua forma de alertar é através dos contactos visuais e físicos.
  9. 9. • Cães de escombros -Pastores Alemães e Belgas, Labradores, Golden, Border Collies. -Aluimentos de terra, derrocadas de, desmoronamentos em estaleiros de obras ou minas, catástrofes ferroviárias ou aéreas, etc • Cães de salvamento marítimo -Terra-Nova -Mar, Rio, Lagos e zonas aquáticas, inundações, catástrofes. • Cães de avalanches -Pastores Alemães, Border Collie
  10. 10. • Cães de pista -Necessitam de um rasto, de um odor, de um objecto de referência; -Trabalham com focinho no solo; -Precisam de um trilho não contaminado; -O tempo é um elemento contra. • Cães de busca -Não necessitam de objecto de referência; -Detectam odores em correntes de ar; -O tempo não é um obstáculo.
  11. 11. Trabalho realizado por: Andreia Carvalho Joana Oliveira Telma Coutinho Curso de Auxiliar Técnico de Veterinária 2009/2010

×