Pe Fabio de Melo - Amar alguém

22.913 visualizações

Publicada em

Belas palavras que nos ajudam a experimentar o verdadeiro amor

Publicada em: Espiritual
1 comentário
13 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
22.913
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
28
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
143
Comentários
1
Gostaram
13
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pe Fabio de Melo - Amar alguém

  1. 1. 1 AMAR ALGUÉM (Pe. Fábio de Melo) Você só pode dizer a alguém “eu amo você” depois de ter dito infinitas vezes a esse mesmo alguém a frase: “eu perdoo você”. Porque na verdade nós só sabemos que amamos depois de ter tido a necessidade de perdoar. Antes do perdão nós podemos até ter admiração por alguém, mas admirar alguém ainda não é amar. Admiração não nos leva a dar a vida pelo outro, admiração é um sentimento, uma situação superficial, mas eu sei que amo depois de ter olhado nos olhos de alguém que errou comigo e dizer: eu não posso viver sem você. Apesar de ter errado tanto, continua sendo especial pra mim. Sabemos que amamos alguém depois de termos feito o exercício de olhar nos olhos desse alguém do jeito que ele não merece ser olhado e descobrir ali uma chance de recomeçar. Bom é quando alguém nos olha assim, com esse nível de verdade de pessoas que nos conhecem de verdade. Pessoas assim já foram capazes de conhecer todas as nossas qualidades, mas também todos os nossos defeitos. Por que eu não sou apenas qualidades, eu tenho um monte de defeitos. Eu só me sinto amado no dia que o outro sabe dos meus defeitos e mesmo assim ainda continua acreditando em mim. Muitas vezes o nosso amor humano não é assim, pois amamos o outro pelo que ele faz de certo ou de bom para nós e as vezes até elegemos os amigos dessa forma, pensando “ele é bom demais pra mim”, mas e o dia que deixa de ser? Deixará também de ser amigo? E no dia que falhar, esquecer, errar, no dia que não conseguir acertar continuará tendo valor para você? Ou você só ama aqueles que conseguem lhe fazer o bem? Jesus disse que não há mérito nenhum em amar aquele que nos amam (Lucas 6:32). O mérito está em amar o outro mesmo quando ele não merece ser amado. Eu sei que isso é um desafio para nós, mas essa é a religião da Bíblia, pois foi isso que nós vimos acontecer no Calvário: um amor que nós não merecemos. Não há descanso maior para o nosso coração encontrar alguém que nos ame assim.
  2. 2. 2 Leve contigo na sua vida apenas as pessoas que te amem assim, com essa capacidade de olhar nos seus olhos quando você não consegue fazer nada de certo e continua sendo seu amigo continua acreditando em você. Deixe entrar na sua vida apenas as pessoas que quiserem te fazer alguém melhor, porque pessoas que nos diminuem a vida trás aos montes. Amigos de verdade são aqueles que nos desafiam. Amigos de verdade são aqueles que nos olham quando estamos na lama e dizem: “Você não foi feito para isso”. Amigos de verdade nos olham nos olhos e nos desafiam a sermos mais do que temos sido. Namorado de verdade é aquele que olha nos teus olhos e te respeita como mulher e te acha linda, mas que te respeita como mulher porque sabe que tu és um coração que merece ser amado, não tocado ou acariciado, pois o amor vem antes do toque. Quem disse que beijar na boca é declaração de amor? Pode até ser uma das demonstrações, mas eu tenho certeza que seu coração se sente muito mais amado no momento em que você é olhado de um jeito certo do que beijado de qualquer jeito. Uma vez eu assisti a um filme onde eu vi a declaração de amor mais linda de toda história do cinema. Uma menina que morava no interior da Inglaterra e tinha o sonho de ser uma grande escritora lutou até sair daquele pequeno vilarejo. Deixou seu namorado que era um homem do campo, simples, que nunca poderia ir para a capital Londres com ela. Ela resolveu abandonar o amor dele para tentar aquele sonho dela e foi embora para Londres. Ficou lá uns seis anos, tentou de todas as formas se tornar uma grande escritora, mas não conseguiu. Tentou, errou, caiu até o dia em que ela cansada voltou para casa. E a cena final do filme mostra ela chegando ao seu vilarejo, numa tarde de chuva, ela com suas malas andando debaixo de chuva em direção à sua casa. Quem estava no meio do caminho? O antigo namorado que ainda continuava a amando do mesmo jeito que a amava quando ela decidiu ir embora. E ele feliz por vê- la retornar, aproximou-se dela, olhou em seus olhos e perguntou: “Então, deu tudo certo?”. Naquele momento ela baixou os olhos e baixinho respondeu: “não, não deu nada certo”. Ela deixou as malas caírem no chão e disse: “Voltei e estou de mãos vazias, não tenho nada.” Então ele se aproximou, olhou nas mãos delas, olhos em seus olhos e disse assim: “Suas mãos estão vazias?”. Ela disse: “sim, estão”. Então ele segura em suas mãos e lhe diz: “Não estão mais”.
  3. 3. 3 Para mim, isso fala muito mais do que um beijo final. Não são poucas as vezes que também nós estamos de mãos vazias. Não são poucas as vezes que você beija, beija, beija, abraça, abraça, abraça, transa, transa, transa e mesmo assim continua de mãos vazias. Porque um homem deitado ao teu lado da cama não é garantia de companhia, nem uma mulher deitada na cama pode ser garantia que estamos acompanhados. Há sofrimento muito profundo nos corações que se banalizam, há muito sofrimento no coração dos que se prostituem porque sentem a sensação de que estão utilizados, de que viraram uma praça pública onde os outros passam e jogam o seu lixo. Não é que nós temos um discurso moralista, não. É que eu também não gostaria que um dia você também estivesse de mãos vazias. Por isso, antes de você entrar na vida dessa menina ou desse menino, para os que já estão paquerando, olha bem nos olhos dele e tente fazê-lo descobrir que você o ama apenas olhando para ele. Olhe de um jeito que você se sinta amado. E se você olhar do jeito certo não precisará ter ciúmes, pois a mulher que é olhada do jeito certo nunca mais quer encontrar outro olhar. O homem que for olhado do jeito certo nunca mais vai querer outro olhar. Hoje é o momento de segurar as mãos da pessoa que você ama e dizer: “Estou aqui ao seu lado e quero ser pra você aquilo que te falta, quero ser um amigo no momento que precisar de um amigo, quero ser um irmão no momento que precisar de um irmão.” Os casamentos muitas vezes não dão certo porque as vezes na vida as pessoas vão embora aos poucos. Está ali ao lado, todo dia, mas já foi embora há muito tempo. O primeiro que vai embora é o amante, depois vai embora o amigo e quando vai embora o amigo já não existe mais casamento, já não existe mais companheirismo, já não existe mais amizade, já não existe mais respeito e todos nós gostaríamos de ter um lar que durasse, todos nós gostaríamos de ter pais que se amassem, que se respeitassem, que permanecessem do nosso lado e que segurassem a nossa mão para que não tivéssemos a sensação que elas estão vazias. Isto pra mim é Deus: aquela mão que nos sustenta no momento que achamos que iremos cair ou que não poderemos mais nos levantar. Esse é o coração de Jesus por quem eu me apaixonei. Um coração que me olha, quando tudo deu errado. Um
  4. 4. 4 coração que me aceita quando tudo deu errado. Que me ama quando tudo deu errado. Que me ama quando eu não mereço ser amado. Que me olha e me diz: “Eu continuo acreditando em você, não desisti de você”. Por isso, minha gente, eu não fiquei padre para anunciar o inferno, eu fiquei padre para anunciar o céu, porque seus ouvidos ainda podem me ouvir, não podem? O seu coração ainda pode ser comigo o que eu estou dizendo. Isso significa que ainda dá tempo e o céu é a única certeza que você tem, porque o inferno [ou sepultura] só é uma realidade para quem já morreu, por que lá não há mais o que ser feito [Eclesiastes 9:10], mas você ainda pode fazer muito, você ainda pode mudar o seu jeito de amar. Você ainda pode mudar o seu jeito de viver. Você ainda pode mudar o seu jeito de sorrir. Você ainda pode perdoar aquele que você não quer perdoar. Você ainda pode tratar bem aquele que você desprezou tanto porque a vida ainda te dá a oportunidade de, nesse momento, se tornar muito melhor do que você é. Eu acredito que sou um missionário de Deus por isso, porque a minha vocação é influenciar de maneira positiva a vida das pessoas, é lembrar que ainda dá tempo. Fiquei padre para isso, para dizer que Deus não se cansa de nós, que todos os dias diante dEle eu faço a mesma experiência de ouvir Ele cantar pra mim: “Não temas, porque Eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és Meu. Quando passares pelas águas, Eu serei contigo; quando, pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti. Porque Eu sou o SENHOR, teu Deus, o Santo de Israel, o Teu Salvador.” (Isaías 43:1-3). Extraído e adaptado de: http://youtu.be/ibBOfMGWviw

×