Ecossistemas agropecuarios

621 visualizações

Publicada em

ecossistemas agropecuarios por Joao Shenga :hingshenga@gmail.com

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
621
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ecossistemas agropecuarios

  1. 1. Aula teorica 2 Tema 1: O ECOSSISTEMA AGRO-PECUÁRIO UNIZAMBEZE/FEARN Prof. Lorenzo e Shenga 2015
  2. 2. Sumario 1.3 Leis dos ecosistemas: Suas aplicaçõe nos sistemas agropecuários com fins sustentaveis. 1.3.1 Fluxo de enérgia e de Materia 1.3.2 Reciclagem da materia organica 1.4 Agroecossistema 1.4.1 Coceitos basicos;
  3. 3. Objectivo • Explicar o uso das leis do ecossistema para alcançar produções sustentáveis em criação e exploração de animais domésticos
  4. 4. Questoes Que é um ecossistema? Que é o ambiente? Como atua sobre o animal?
  5. 5. Biosenoses + Biótipo Conjunto dos organismos vivos que ocupan um área Determinada como uma unidade reconhecida Ambiente físico – químico en que se desenvolvem = Ecossistema Formam uma unidade estructural e funcional definida, cujos componentes mantem uma estreita interdependencia, chamado sistema ecológico ou ecossistema.
  6. 6. Figura1 – Ecossistemas Residuos e corpos mortos sao reciclados Sol fornece a energia para planta- fotossintese Prod. O2 Prod. alimento Prod. Nutriente para planta Prod. CO2 Prod. substrato
  7. 7. Categorías ecológicas básicas . nome que recebe a relação entre animais e plantas Ambiente Meio Substrato Relações biologicas Factor climático Factor edáfico Factor fisiográfico Factor bíotico Factor antropogénico
  8. 8. Classificacao do fatores abioticos Quanto ao tipo  Factores climáticos  luz,  a temperatura e a  umidade,  Factores edáficos  Composição química e a estrutura do solo caracterizam o clima de uma região
  9. 9.  Luz A luz é uma manifestação de energia, cuja principal fonte é o Sol. É indispensável ao desenvolvimento das plantas. De fato, os vegetais produzem a matéria de que o seu organismo é formado através de um processo - a fotossíntese Os animais apresentam fototatismo. Tal como os animais, as plantas também se orientam em relação à luz, ou seja, apresentam fototropismo. Os animais e as plantas apresentam fotoperiodismo, isto é, capacidade de reagir à duração da luminosidade diária a que estão submetidos - fotoperíodo. Comportamentos dos Seres Vivos
  10. 10.  Temperatura Alguns animais, nas épocas do ano em que as temperaturas se afastam do valor óptimo para o desenvolvimento das suas atividades, adquirem comportamentos que lhos permitem sobreviver: Animais: -consumo de alimento; -Reproducao (fertilidade) e producao; -Deslocamento e emigracao Afecta o comportamentos dos Seres Vivos
  11. 11.  A Temperatura e as Características dos Animais
  12. 12. Classificação dos factores ambientais segundo :a duração do efeito e sua forma de actuação. Pela duração do efeito Permanentes ( O2 , C O 2 ) S i m i l a r p a r a t o d o s o s i n d i v i d u o s Os que actuam temporariamente e de modo diferente para individuos distintos Inclue os acidentais(raios, Ciclones, furacões)
  13. 13. Pela forma de actução Directos (por si só) Indirectos (Mediante a intervenção de outro factor) Sinérgicos (em mesmo sentido que outro factor) Antagónicos (en sentido oposto a outro factor)
  14. 14. Por sua importância Imprescindiveis. (indispensaveis para o desenvolvimento do individuo, Factores limitantes) Factores ambientais são: Temperatura, Luz, Água, Gases atmosfericos, Sais biogénicos, Espaço físico e Fogo. Não imprescindiveis (Factor edáfico, a temperatura). As classificações não são permanentes (são variaveis com o tempo e espaço)
  15. 15. Relações Ecológicas
  16. 16. Leis dos ecosistemas: Suas aplicaçõe nos sistemas agropecuários com fins sustentaveis.
  17. 17. LEI DOS FACTORES LIMITANTES Os factores ambientais atuando em conjunto podem inibir o desenvolvimento de um organismo e alterar seu funcionamento biológico e características morfológicas fundamentais, o que determina uma resistência ambiental. Resistencia ambiental É a resistencia que opõe o ambiente para que um organismo ou conjunto de organismos, desenvolvam sua capacidade potêncial maxima.
  18. 18. Dos rendimientos agrícolas e a utilização de fertilizantes Blackman (1905) .- Velocidade de um processo Liebig(1840) .- “Lei de mínimo “ Voisin(1962) .- “Lei do maximo “
  19. 19. Lei dos factores limitantes Factor ambiental limitante, é aquele que em excesso ou defeito limita o rendimiento Kgs de Kcl aplicados por ha Kgs de ervas producidos por ha 0 7.620 65 8.100 250 23.000 630 19.000
  20. 20. LEIS MAIS GERAIS DOS ECOSSISTEMAS 1.Lei do fluxo da energia: 2.Lei do Ciclo de Elementos Biogeoquímicos
  21. 21. Lei do fluxo da energia: A energia procedente do sol ingressa no Ecossistema por via directa (luz e calor) ou através de sua transformação em energia química (fotossíntese) pelos organismos autótrofos (plantas verdes). Em trocas sucessivas a energia se vai transformando e degradando ao discorrer pelos organismos que constituem a cadeia alimentar.
  22. 22. Luz absorvida Calor R R Saidas Entradas Autótroficos Heterótroficos R.- Respiración de la comunidad Banco de nutrientes
  23. 23. Lei do fluxo da energia:
  24. 24. Plantas Nutrientes do solo (armazem) Energía e nutrientes Para os animales Animais (Rumiantes e mogástricos Suelos Degradadores de la m.o Tranformadores Saida de enegía e nutrientes da produção Ecossistema aberto
  25. 25. Lei do Ciclo de Elementos Biogeoquímicos: O funcionamento dos ecossistemas requer de elementos materiais não utilizados com fins energéticos, mas indispensáveis no metabolismo da comunidade biológica. Esses elementos biogeoquímicos circulam pelo ecossistema em forma cíclica, e formam parte de complexos cuja complexidade varia em correspondência com sua função e localização. Exemplo: Ciclo do Nitrogênio.
  26. 26. Lei do Ciclo de Elementos Biogeoquímicos solo pasto animal homem Ciclo biogeoquimico
  27. 27. Plantas Luz solar Nutrientes do solo (armazem) Energía e nutrientes Para os animales Animais (Rumiantes e mogástricos Suelos Degradadores de la m.o Tranformadores Saida de enegía e nutrientes da produção Ciclo biogeoquimico
  28. 28. Agroecossistemas são ecossistemas agrícolas que têm como objectivo básico a manipulação dos recursos naturais com vistas a otimizar a captura da energia solar e transferi-la para as pessoas na forma de alimentos ou fibras. Agroecossistemas Nos agroecossistemas, o homem é um componente ativo, que organiza e gestiona os recursos do sistema (HECHT, 1991).
  29. 29. um agroecossistema pode ser considerado uma cultura ou uma criação dentro de uma unidade de produção, pode ser a unidade de produção em si, pode ser o conjunto das unidades de produção de uma região, de um país, ou mesmo, do mundo todo. Agroecossistemas Tipos de Agroecossistemas • Campo de pastagens; • S. Silvipastoreo; • S. Agropastoril; • S.Agrossilvopastoril; • S. agroflorestais • Siscal;
  30. 30. Usualmente, a eficiência é medida pelo balanço de energia ou pela relação output/input, a qual é conduzida determinando-se a quantidade de energia obtida na forma de produto em relação à energia cultural utilizada no sistema para produzi-lo (HEITSCHMIDT et al., 1996). Energia cultural é toda a forma de energia manipulada diretamente pelo homem para o seu uso, como a energia do petróleo, hidráulica, eólica, nuclear, ou outras. EFICIÊNCIA DO USO DA ENERGIA NOS AGROECOSSISTEMAS
  31. 31. O output de energia é determinado pela conversão direta do rendimento de produtos (kg de grãos, carne, leite, lã, outros) em energia (kcal ou kj), de acordo com o conteúdo de energia bruta de cada unidade de produto. O input de energia, • transporte de insumos e produtos, • energia gasta na manufatura das máquinas, • implementos e insumos agrícolas. EFICIÊNCIA DO USO DA ENERGIA NOS AGROECOSSISTEMAS
  32. 32. Sustentabilidade nos agroecossistemas  Principios de sustentabilidade ◦ Ecologicamente correto ◦ Economicamente viável ◦ Socialmente justo ◦ Culturalmente diverso
  33. 33. Sustentabilidade nos agroecossistemas  Aplicação da lei de fluxo de energia, ◦ Conversão energetica; ◦ Ecossistema equilibrado; ◦ Diversificação das espécies (consorciação e rotação);  Aplicação da lei beogeoquimico ◦ Concervação e manutenção dos solos; ◦ Reposição e reciclagem de nutrientes; ◦ Diversificação das especies (consorciação e rotação);
  34. 34. Conclusão 1. Resumo e generalização 2. Preguntas 3. Estudio independiente 4. Motivação

×