Gás LP
Uma Alternativa Energética Limpa,
Segura e Moderna
!
2013

Sumário
Seção Página
Introdução 3
Gás LP Um Combustível Moderno de Queima Limpa 6
Benefícios Que Podem Ser Obtidos Com o U...
Gás LP
Uma Alternativa Energética Limpa, Segura e Moderna
Introdução
O Brasil conta com uma indústria de gás liquefeito de...
No Brasil ainda há oportunidades de expansão para o uso do Gás LP,
principalmente se for levado em consideração o grande c...
de cocção de alimentos e aquecimento rudimentar, capaz de causar tantos
malefícios à saúde de seus usuários.
A Associação ...
Gás LP Um Combustível Moderno de
Queima Limpa
O Gás LP, Gás Liquefeito de Petróleo, como é universalmente conhecido, é o n...
Adicionalmente a essas características de queima limpa e baixa probabilidade de
poluição, o Gás LP, ao longo dos anos, tem...
O principal estímulo para a realização desta troca é que o Gás LP significa muito
mais energia concentrada, representando u...
Benefícios Que Podem Ser Obtidos Com o
Uso do Gás LP Em Comparação com a
Lenha e Outros Combustíveis Sólidos
O Brasil, paí...
Um percentual surpreendente, diante do quadro vivenciado pela sociedade
brasileira nos últimos anos, quando se tornaram no...
das famílias, que fazem uso dela em seus lares como opção para a cocção de
alimentos e aquecimento do ambiente.
Portanto, ...
O uso intensivo e rudimentar da lenha como combustível doméstico tem levado à
degradação do solo na maioria dos países em ...
Há indícios consistentes, apresentados em estudos e pesquisas, de que a exposição
aos poluentes decorrentes da queima de b...
simples exercício, permite se ter uma ideia do possível impacto ambiental
decorrente do uso intensivo e inadequado da lenh...
matas, crianças e mulheres ficam expostas aos mais variados riscos como, por
exemplo, serem picados por insetos e répteis, ...
pizzas de final de semana e de outros pratos que fazem parte da nossa cultura,
todos preparados em fornos e fogões dotados ...
de Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (HPA) nos alimentos processados em
fogões que utilizam lenha ou carvão vegetal....
Vantagens do Gás LP Quando Comparado com Biomassa
Características Cocção com Gás LP Comparado com Biomassa
Facilidade no U...
Considerações Gerais
A cada ano, inúmeras pessoas tem suas vidas reduzidas ou sofrem de doenças
graves por causa da exposi...
O Gás LP possui um papel importante dentro da matriz energética residencial
brasileira. Sendo assim, há que se pensar num ...
O Gás LP, do mesmo modo que apresenta um desempenho superior em relação à
maioria dos combustíveis tradicionais, no Brasil...
Fontes
❖ Commercial Woodfuel Production by Energy Sector Management Assistance Program by
Rogério Carneiro de Miranda (PRO...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Paper Sindigas com Logo

20 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
20
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Paper Sindigas com Logo

  1. 1. Gás LP Uma Alternativa Energética Limpa, Segura e Moderna ! 2013

  2. 2. Sumário Seção Página Introdução 3 Gás LP Um Combustível Moderno de Queima Limpa 6 Benefícios Que Podem Ser Obtidos Com o Uso do Gás LP Em Comparação com a Lenha e Outros Combustíveis Sólidos 9 Considerações Gerais 19 Fontes 22 !2
  3. 3. Gás LP Uma Alternativa Energética Limpa, Segura e Moderna Introdução O Brasil conta com uma indústria de gás liquefeito de petróleo (Gás LP) tradicional e sólida, que – em mais de 75 anos de existência – foi capaz de desenvolver um programa contínuo e extremamente arrojado de universalização da presença do Gás LP nas residências, tornando-o a maior fonte de energia para o cozimento de alimentos nos lares brasileiros. Gás LP presente em mais de 53 milhões de lares do Brasil São poucos os países no mundo, que se assemelham ao Brasil no que se refere à presença e disponibilidade de Gás LP. Hoje são mais de 53 milhões de domicílios abastecidos com um combustível limpo e versátil. O Gás LP é um combustível bastante conhecido da população brasileira, com mais de 100 milhões de cilindros distribuídos em 100% dos municípios brasileiros, desde as principais capitais até os mais longínquos rincões da Amazônia. Como se sabe, a energia é essencial na vida moderna. Todavia, quando usada de forma inadequada pode contribuir para o aumento da poluição ambiental e causar danos à saúde. As diferente fontes de energia apresentam diferentes potenciais de danos à saúde. Sendo assim, é importante que o público seja informado sobre o potencial que cada fonte de energia tem de afetar a saúde de seus usuários. !3
  4. 4. No Brasil ainda há oportunidades de expansão para o uso do Gás LP, principalmente se for levado em consideração o grande contingente de lares que usam biomassa na cocção de alimentos sem os cuidados necessários em relação ao que os especialistas chamam de poluição indoor, ou seja, a poluição provocada pelos gases e matéria particulada resultantes da combustão de biomassa no uso doméstico em ambientes fechados. Esse cenário torna-se ainda mais preocupante, se for levado em consideração o fato de que existe um grande número de famílias que, apesar de possuírem fogões a Gás LP, por razões econômicas, ainda utilizam a lenha e outros combustíveis sólidos como fonte de energia complementar. Para se ter uma ideia da dimensão deste problema em todo o mundo, dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) indicam que mais da metade da população mundial recorre a esterco, lenha, resíduos de culturas ou carvão para atender a suas necessidades básicas de energia. Esse uso intensivo e rudimentar de biomassa, leva, segundo a própria OMS, ao óbito de mais de 1.6 milhão de pessoas por ano, representando algo como uma morte a cada 20 segundos. Programas que visam à melhoria no fornecimento de alimentos e tratamento médico são de importância primordial, mas o valor de medidas práticas para apoiar e incentivar hábitos mais saudáveis no preparo dos alimentos não devem ser subestimados. A mudança para um queimador simples a Gás LP pode representar um grande passo para evitar a tragédia de um pai incapacitado, uma criança com doença crônica, ou algo pior, e deve ser um aspecto importante a ser considerado pelas agências de auxílio e pelos programas de assistência social dos governos. O Gás LP pelas suas características de queima limpa ainda tem muito a contribuir para a melhoria de vida de milhões de famílias brasileiras, que por razões variadas ainda permanecem usando lenha e combustíveis sólidos na cocção de alimentos e aquecimento doméstico. O tratamento tributário adequado a um produto com a relevância social do Gás LP, que é essencial para milhões de famílias brasileiras, representando comodidade, segurança e conforto nesses lares, deve ser visto como uma forma de se ampliar ainda mais estes benefícios, fazendo com que o Gás LP, também, passe a ser usado mais intensamente em domicílios, que ainda hoje se mantém reféns de um processo !4
  5. 5. de cocção de alimentos e aquecimento rudimentar, capaz de causar tantos malefícios à saúde de seus usuários. A Associação Mundial de Gás LP (World LP Gas Association - WLPGA), a voz global da Indústria de Gás LP, que recebeu o “status consultivo” do Conselho Econômico e Social das Nações Unidas tem como missão promover, mundialmente, o uso do Gás LP como forma de incentivar um planeta mais limpo e próspero. O SINDIGÁS, membro da WLPGA e, portanto, a voz da indústria no Brasil, não poderia deixar de agir da mesma forma, contribuindo com iniciativas capazes de reduzir as consequências negativas sobre a saúde e o bem estar de milhões de brasileiros, que ainda hoje, se utilizam da lenha e outros combustíveis sólidos inadequadamente . Este artigo tem por objetivo promover uma reflexão sobre essa realidade, apresentando o Gás LP como uma alternativa de fonte de energia moderna, segura, eficiente e de queima limpa, capaz de fornecer energia para consumidores tanto urbanos como rurais. Ao utilizar uma abordagem direta, sem entretanto negligenciar o papel das fontes e referências, este trabalho procurou privilegiar o texto não-acadêmico. Aqueles que estiverem interessados no aprofundamento do tema e em busca de informações mais detalhadas encontrarão, na seção “Fontes”, uma relação dos principais estudos, pesquisas e artigos produzidos pela WLPGA e outras entidades com credibilidade e reconhecimento internacionais, a respeito do tema. Sergio Bandeira de Mello Presidente do Sindigás
 !5
  6. 6. Gás LP Um Combustível Moderno de Queima Limpa O Gás LP, Gás Liquefeito de Petróleo, como é universalmente conhecido, é o nome genérico dado a misturas de hidrocarbonetos gasosos, compostas basicamente por propano e butano. Pode ser obtido a partir do processo convencional de refino do do petróleo, como também pode ser produzido a partir do gás natural em unidades de processamento específicas, as UPGN - Unidades de Processamento de Gás Natural. Em estado líquido, o Gás LP é mais leve do que a água e pode ser facilmente armazenado a uma pressão moderada. Por sua vez, em estado gasoso, é mais pesado do que o ar, o que faz com que se concentre próximo ao solo em caso de vazamento. Devido às suas características de alta volatilidade – a facilidade com que passa do estado líquido ao estado de vapor ou gasoso – é pouco provável que o Gás LP cause poluição. As emissões de gases do efeito estufa, a partir da combustão do Gás LP, também são baixas em comparação com a maioria dos demais combustíveis, conferindo um baixo rastro de carbono em suas variadas aplicações. Na literatura atualmente disponível não há indícios de referências aos efeitos toxicológicos do Gás LP ou dos seus principais constituintes. Produzida a partir do processo de queima de diferentes combustíveis, a matéria particulada – dentre todos os poluentes – é provavelmente a mais perigosa e merece atenção especial por causa da sua toxicidade. Os motores a diesel, a queima de lenha e de outros materiais com biomassa geram os níveis mais elevados de matéria particulada. Neste quesito o Gás LP, quando comparado a estes combustíveis, mostra-se, também, muito menos lesivo à saúde das pessoas. !6 O Gás LP não é poluente e na literatura disponível não há indícios de efeitos toxicológicos.
  7. 7. Adicionalmente a essas características de queima limpa e baixa probabilidade de poluição, o Gás LP, ao longo dos anos, tem demonstrado ser extremamente econômico e conveniente em termos de transporte e armazenagem, constituindo uma alternativa prática com ótima relação custo-benefício, quando comparado a várias outras fontes energéticas, tanto tradicionais como alternativas. Devido a estas particularidades o Gás LP, tornou-se um combustível popular não somente nas aplicações domésticas como também no uso industrial, comercial e agrícola. O Botijão de Gás LP A maioria dos governos, tanto das nações desenvolvidas como das nações em desenvolvimento, reconhece as vantagens do uso do Gás LP. Prova disto é que estes governos tem promovido uma verdadeira revolução na matriz energética de seus respectivos países, apoiando iniciativas que envolvem a substituição de lenha e outras formas de biomassa pelo Gás LP na cocção de alimentos. De acordo com o estudo da International Energy Agency intitulado Universal Modern Energy Access Case (UMEAC), aproximadamente meio bilhão de pessoas, em todo o mundo, irá fazer esta substituição até 2015 e outras 750 milhões realizarão a troca até 2030. !7 Cerca de 85 % do gás do botijão encontram-se em estado líquido e 15 % em estado gasoso, o que garante espaço de segurança para manter a correta pressão no interior do recipiente.
  8. 8. O principal estímulo para a realização desta troca é que o Gás LP significa muito mais energia concentrada, representando uma relação custo-benefício altamente competitiva. Para se ter um idéia deste poder de concentração de energia, cozinhar, anualmente, para uma pessoa com Gás LP requer 36 kg do produto, ao contrário da lenha, que demanda 400 kg. O Gás LP, ao contrário dos combustíveis sólidos, representa grande comodidade para os seus usuários, podendo ser ligado e desligado, mediante o simples girar de um botão. Além disto, por produzir uma chama limpa, livre de qualquer tipo de poluição, contribui para a saúde e o bem estar das famílias que o utilizam diariamente na cocção de alimentos.
 !8
  9. 9. Benefícios Que Podem Ser Obtidos Com o Uso do Gás LP Em Comparação com a Lenha e Outros Combustíveis Sólidos O Brasil, país que apresentou, nos últimos anos, um notável progresso social, elevando significativamente o nível das camadas sociais mais desfavorecidas a um patamar nunca antes alcançado, ainda mantém um quadro singular, quando se trata da presença de uso da lenha e outros combustíveis sólidos como fonte energética residencial, principalmente para o cozimento de alimentos nos lares. Segundo dados do Balanço Energético Residencial, publicado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), do Ministério de Minas e Energia (MME), no Brasil a lenha representa 27.2 % da matriz energética residencial bruta. Consumo Energético Residencial Fonte: Balanço Energético Nacional 2012 - Empresa de Pesquisa Energética - Ministério das Minas e Energia !9
  10. 10. Um percentual surpreendente, diante do quadro vivenciado pela sociedade brasileira nos últimos anos, quando se tornaram notáveis o crescimento e a evolução dos mais variados índices sociais e econômicos. Este cenário torna-se mais grave quando se verifica uma tendência da expansão deste uso no futuro, conforme pode ser visto na tabela que se segue. Número de Pessoas Dependendo de Energia de Biomassa Tradicional Em Milhões Fonte: International Energy Agency, 2006 São muitas as razões que explicam este uso ainda expressivo de lenha e de outros combustíveis sólidos, passando por aspectos culturais arraigados nas tradições mais remotas até configurarem um problema econômico relacionado à renda das camadas mais carentes da população brasileira. A lenha, assim como outros combustíveis sólidos, quando utilizada sem os devidos cuidados, ao contrário do que se possa supor, não constitui uma alternativa limpa e renovável, devendo ser compreendida como um risco comprovado para a saúde Região 2004 2015 2030 África Subsaariana 575 627 720 Norte da África 4 5 8 Índia 740 777 782 China 480 453 394 Indonésia 156 171 180 Demais Países da Ásia 489 521 561 Brasil 23 26 27 Demais Países da América Latina 60 60 58 Total 2527 2640 2730 !10
  11. 11. das famílias, que fazem uso dela em seus lares como opção para a cocção de alimentos e aquecimento do ambiente. Portanto, antes de se preconizar o seu uso intensivo, torna-se necessária uma reflexão sobre os danos que pode causar à saúde de uma parte da população brasileira, já tão sofrida em decorrência de males históricos. Não é demais afirmar que o impacto sobre a saúde das camadas mais pobres da nossa sociedade é devastador, em razão do uso da lenha sem os devidos cuidados. Para se ter uma idéia, estudos conduzidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam para um realidade preocupante, quando se trata de usar biomassa domesticamente em países em desenvolvimento. A cocção de alimentos mediante emprego de biomassa sem a tiragem adequada de gases e matéria particulada, dentre outras aplicações, resulta numa das principais causas de morte nestes países, perdendo somente para a desnutrição, pneumonia, o sexo sem proteção e a falta de saneamento. Estudos mais recentes indicam que há um significativo potencial de melhoria nas condições de vida dos extratos sociais que usam biomassa, nos países em desenvolvimento, principalmente no que se refere à qualidade do ar, quando estas famílias migram ou incrementam o uso do Gás LP em sua matriz energética residencial. O Gás LP constitui uma forma moderna de energia, que reduz a possibilidade de doenças pulmonares causadoras da morte prematura, principalmente de mulheres e crianças, os mais expostos aos danos provocados pelos vapores oriundos do uso inadequado de lenha e outros combustíveis sólidos. Os mais variados estudos indicam que o uso de biomassa, como combustível doméstico, implica na perda de produtividade, tempo e energia, já que estes combustíveis tradicionais, como a lenha, geralmente necessitam ser coletados, transportados e armazenados nos lares. Este processo rudimentar também pode afetar o meio-ambiente, provocando a degradação local, quando em razão da falta de planejamento adequado, a crescente e ininterrupta demanda de biomassa para uso de energia doméstica, venha a contribuir para o desmatamento irregular. !11
  12. 12. O uso intensivo e rudimentar da lenha como combustível doméstico tem levado à degradação do solo na maioria dos países em desenvolvimento, a despeito de todos os esforços dos programas que apoiam o uso de combustível sólido, em grande parte devido à falta de fiscalização adequada e eficiente. Em todo o mundo são mais de 2 bilhões de pessoas que dependem do carvão vegetal, quase 1/3 da população mundial. Há indícios de que a queima de combustíveis sólidos de biomassa também contribua para o aquecimento global com consequências diretas na poluição atmosférica, local e regional. Dentre os combustíveis modernos, o Gás LP é um dos que melhor atende à finalidade de cocção e aquecimento doméstico devido às suas características e atributos, produzindo uma queima limpa e saudável, apresentando significativa vantagem quando comparado aos combustíveis sólidos. Limpo, seguro e prático, o Gás LP também possui alto valor calorífico com uma excelente relação custo-benefício. Portanto, a troca de biomassa por Gás LP nos lares mais carentes pode representar ganhos significativos nos aspectos referentes à saúde, ao meio-ambiente e as condições gerais de vida. No Brasil, essa competitividade fica prejudicada pelo fato da lenha ser catada e consequentemente isenta de tributação, ao contrário do Gás LP, que sofre um tratamento tributário como se não fizesse parte da cesta básica. A questão dos malefícios decorrentes do uso de biomassa, como a lenha, para cocção de alimentos, está intrisicamente vinculada ao emprego de fogões rudimentares sem sistemas de exaustão adequados, que agravam ainda mais um quadro social com tendências já bastante negativas, afetando basicamente as mulheres e as crianças mais jovens, que permanecem junto às mães quando estas cozinham. Os benefícios sociais e econômicos, resultantes da troca de biomassa pelo Gás LP no cozimento de alimentos são variados: a melhoria da qualidade de vida, a redução dos problemas de saúde decorrentes da poluição do ar no interior das residências, os ganhos de produtividade provenientes de novas condições de saúde, a redução dos índices de mortalidade e pelo aumento da disponibilidade de tempo de mulheres e crianças como consequência de uma maneira mais eficiente e fácil de cozinhar. !12
  13. 13. Há indícios consistentes, apresentados em estudos e pesquisas, de que a exposição aos poluentes decorrentes da queima de biomassa, incluindo a lenha, no interior das residências, notadamente provocada por monóxido de carbono, podem provocar várias doenças respiratórias e até mesmo a morte. De acordo com o estudo Global Burden of Disease (GBD) de 2010, atualmente quatro milhões de pessoas morrem prematuramente, por ano, nos países em desenvolvimento, em decorrência de doenças, direta ou indiretamente atribuídas à poluição do ar no, interior dos lares, em função do uso inadequado de combustíveis sólidos. A poluição do ar, no interior das residências, provocada pela combustão incompleta de biomassa, também leva à doenças não fatais, que nos estudos internacionais são medidas em índices próprios como o Years Lived With Disability (YLD), Years of Life Lost (YLL) e Disability Adjusted Life Years (DALYs). Outro dado que merece atenção é o volume da lenha, usada na cocção de alimentos, que alcança uma quantidade muito maior do que se possa imaginar. Para se ter uma idéia deste volume, basta fazer o seguinte exercício: considerando- se que cada botijão de 13Kg de Gás LP corresponde a cerca de 10 árvores e que, em 2012, no Brasil, foram mensalmente comercializados em torno de 33 milhões de botijões, conclui-se que para atender a esta mesma demanda, seria necessário derrubar e transportar – a cada mês – cerca de 330 milhões de árvores. Este !13
  14. 14. simples exercício, permite se ter uma ideia do possível impacto ambiental decorrente do uso intensivo e inadequado da lenha, principalmente quando se sabe das dificuldades de se controlar o desmatamento num país com as dimensões do Brasil. Nunca é demais lembrar que em vários países, onde se presencia o uso intensivo de combustíveis sólidos, o desmatamento e a consequente erosão do solo já atingiram níveis perigosos, acarretando prejuízos ambientais e econômicos de grandes proporções. Brasil: Volume Mensal de Lenha Usada Na Cocção de Alimentos O ato de coletar e agrupar lenha e outros combustíveis sólidos, também pode colocar em risco a saúde e a segurança dos que fazem uso regular destas fontes alternativas de energia doméstica. Nas áreas rurais são as mulheres e as crianças que ficam com a incumbência de carregar lotes de até 40kg de lenha, percorrendo distâncias que tem se tornado cada vez maiores por força do desmatamento irregular. Tal procedimento, ao longo dos anos, exercido repetidamente, pode causar variados danos físicos. Além do fato de que os adultos se afastam de seus afazeres cotidianos e as crianças das escolas para catar lenha, gravetos e restos de madeira tanto nas matas como em feiras e mercados. Ao se embrenharem nas !14 330 MILHÕES DE ÁRVORES
  15. 15. matas, crianças e mulheres ficam expostas aos mais variados riscos como, por exemplo, serem picados por insetos e répteis, ficando também sujeitos à toda sorte de violência como estupros e agressões ao adentrarem em propriedades privadas. Foto: iStockphoto # 15850055 Há uma crença geral e “folclórica”, na sociedade brasileira, de que a comida preparada nos fogões à lenha tem um sabor mais rico. Entretanto, poucos são os que percebem as condições de uso desta lenha, que é empregada sem qualquer controle de tiragem de gases e matéria particulada, utilizada, na maioria das vezes, em fogões rudimentares feitos de tijolos, de uma forma totalmente improvisada. A realidade social é bem diferente do imaginário popular. O cidadão médio brasileiro, que vive nos centros urbanos e pertence aos extratos sociais mais privilegiados, somente enxerga o uso da lenha e do carvão em aplicações recreativas, como na preparação dos churrascos comemorativos, das !15 África Crianças e Mulheres Carregando Biomassa Para Uso Doméstico
  16. 16. pizzas de final de semana e de outros pratos que fazem parte da nossa cultura, todos preparados em fornos e fogões dotados de um perfeito sistema de exaustão. Este segmento mais privilegiado da sociedade brasileira, que constitui uma parcela muito forte da opinião pública, não consegue associar parte das doenças respiratórias, que acometem os mais pobres, ao uso intensivo e inadequado de lenha e combustíveis sólidos na cocção de alimentos e aquecimento. Portanto, seria fundamental discutir amplamente a questão do uso inadequado da lenha e de outros combustíveis sólidos, bem como suas consequências, que representam um risco real para as populações mais carentes. Para a maioria do público no Brasil, a maior parte das doenças respiratórias como asma e bronquite, somente estão associadas à poluição atmosférica dos grandes centros urbanos e às mudanças climáticas. Dificilmente se faz uma correlação desses males das vias respiratórias com as condições de impureza existente nos domicílios, que utilizam no seu cotidiano a lenha e demais combustíveis sólidos como a principal fonte de sua matriz energética residencial. Nunca é demais lembrar que a lenha, assim como o carvão é constituída de carbono livre e libera uma quantidade significativa de CO2. Por outro lado, o Gás LP devido suas características físicas é limpo, livre da emissão de matéria particulada, fácil de ser armazenado e transportado sendo entregue no domicílio do consumidor. Outro aspecto que merece atenção, pois amplifica ainda mais este quadro de insalubridade que afeta tantos lares brasileiros, é o fato de que, ao contrário do que se imagina, o uso inadequado de lenha e combustíveis sólidos não se restringe às áreas rurais do Brasil, ocorrendo, frequentemente, nas periferias urbanas. Quadro este que é inaceitável diante dos avanços sociais vivenciados pelo país nas últimas décadas. Some-se a isto o fato de que os danos à saúde não se limitam aos males das vias respiratórias, afetando igualmente a saúde dos olhos, podendo provocar catarata e tracoma. Além de todos estes malefícios, variadas pesquisas indicam que a cocção com combustíveis sólidos também está associada à questão da segurança alimentar, podendo ser uma das causas do câncer do sistema digestivo, causado pela presença !16
  17. 17. de Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (HPA) nos alimentos processados em fogões que utilizam lenha ou carvão vegetal. Este cenário constitui um caso de saúde pública, que não pode ser negligenciado, requer atenção e principalmente ações capazes de contribuir para a redução das consequências do uso da lenha e de outros combustíveis sólidos sem um sistema eficaz de tiragem dos gases e matéria particulada. O Gás LP pelas suas características de queima limpa, representa uma alternativa conveniente e de fácil implementação para este cenário tão desalentador, pois já conta com toda uma indústria estruturada profissionalmente e uma logística de distribuição com grande capilaridade e alto grau de confiabilidade, cobrindo 100% dos municípios brasileiros. Estudos demonstram que a mudança da matriz energética residencial de biomassa ou combustíveis sólidos para o Gás LP pode causar impacto positivo imediato em três aspectos primários na vida cotidiana das mulheres: melhoria no bem estar geral, produtividade econômica e autonomia. No quadro que se segue, encontram-se resumidamente as vantagens do Gás LP quando comparado à biomassa no processo de cocção doméstica. !17
  18. 18. Vantagens do Gás LP Quando Comparado com Biomassa Características Cocção com Gás LP Comparado com Biomassa Facilidade no Uso O Gás LP apresenta uma operação muito mais fácil do que os variados tipos de biomassa, sendo mais prático de controlar e manusear, mais leve e mais cômodo de armazenar. Segurança O Gás LP requer alguns cuidados no manuseio e transporte. No entanto, a correta fiscalização exercida pelos órgãos competentes, além do elevado padrão operacional adotado pelas companhias distribuidoras, contribui para reduzir significativamente este risco. O fato de ser armazenado em botijões selados e conter odor característico para alertar sobre vazamentos, também torna o risco no uso doméstico muito baixo. Distribuição Capilarizada O Gás LP no Brasil conta com uma cadeia produtiva e de distribuição estável e confiável. 100% dos municípios brasileiros são atendidos pelas distribuidoras oficiais. Enquanto no caso da biomassa não existe cadeia formal, ficando em grande parte restrita à coleta pelos próprios usuários. Impacto no Tempo das Mulheres e Crianças A não dependência de colheita de biomassa, resulta em mais tempo disponível para que as mulheres possam se dedicar a outros afazeres domésticos ou profissionais podendo significar aumento na renda. No caso das crianças, principalmente a mais jovens, implica em mais tempo disponível para frequentar a escola. Risco de Poluição O Gás LP gera um nível de emissões muito mais baixo que a lenha. Segurança Alimentar O Gás LP permite uma cocção de alimentos isenta de Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (HPA). !18
  19. 19. Considerações Gerais A cada ano, inúmeras pessoas tem suas vidas reduzidas ou sofrem de doenças graves por causa da exposição a poluentes da combustão. As consequências econômicas e sociais são gigantescas, em todo o planeta, mas podem ser minimizadas pelo uso de combustíveis mais limpos. A opção por um “combustível limpo” pode ajudar a melhorar diretamente o bem- estar de comunidades inteiras, resultando – ao mesmo tempo – em uma expressiva redução dos gastos relacionados à saúde pública. Gastos que não se limitam às despesas vinculadas às doenças, mas compreendem também todo um investimento em infra-estrutura, envolvendo, por exemplo, a construção de hospitais, de postos de saúde e a aquisição equipamentos. Combustíveis sólidos, variando desde o carvão até a lenha, resíduos de culturas e mesmo esterco, quando usados para o preparo de alimentos e aquecimento, expõem as famílias a níveis de poluição perigosos - frequentemente de 20 ou mesmo 100 vezes mais elevados do que os limites máximos recomendados. O emprego de lenha, como combustível para cocção e aquecimento, pode representar não somente um uso inadequado dos nossos recursos florestais, como também um impacto muito elevado sobre o meio ambiente e, consequentemente, sobre a saúde de milhões de pessoas. Infelizmente, nesse caso, as comunidades mais afetadas pelo uso desses combustíveis sólidos são as mais pobres. Portanto, são relevantes e necessárias ações dos governos e agências de fomento, que desenvolvam, em todo o planeta, iniciativas e programas capazes de atenuar os riscos resultantes da utilização dessas fontes de energia potencialmente perigosas. O Brasil, através de sucessivos governos, desenvolveu um programa arrojado de universalização da presença do Gás LP em residências, antecipando-se a vários outros países, tanto desenvolvidos como em desenvolvimento, atingindo uma enorme capilaridade na distribuição do Gás LP, capaz de atender mais de 53 milhões de lares em 100% dos municípios brasileiros. Dentre várias razões para se alcançar uma marca tão expressiva, destacam-se as políticas de subsídio, que ocorreram até o seu fim em 2001. !19
  20. 20. O Gás LP possui um papel importante dentro da matriz energética residencial brasileira. Sendo assim, há que se pensar num tratamento diferenciado para um produto limpo com tamanha relevância social, tornando o botijão mais acessível. O caminho mais apropriado seria a criação de um modelo que eliminasse artificialismos e diferenciações de preço. Aliado a isso, o desenvolvimento de um mecanismo que destinasse à população menos favorecida, por meio eletrônico, valores que só pudessem ser usados na aquisição de gás, reduzindo a possibilidade de desvios. Apesar de ter atingindo números tão expressivos o Gás LP ainda não conseguiu ocupar o espaço de outros combustíveis sólidos como a lenha, que – sem qualquer tipo de tributação – teve o seu uso estimulado sem os cuidados necessários e, portanto, representando um risco para a saúde e o bem estar de um grande número de famílias brasileiras, principalmente nos segmentos de menor renda. Novas e criativas maneiras de suporte, por parte dos governos, podem representar a possibilidade de se levar mais comodidade, conforto e menor risco para a saúde de um grande contingente da população brasileira, que ainda se mantém privada de uma forma de energia limpa como o Gás LP. Outro aspecto que merece reflexão é o desenvolvimento de iniciativas que possibilitem a expansão do uso do Gás LP, ampliando a sua aplicação residencial para ‘além da cozinha’, utilizando-o como energia para eletrodomésticos e outros utensílios. Nesse sentido o setor privado vem cumprindo com o seu papel, procurando inovar constantemente, através de iniciativas que contribuam para a redução do tíquete médio, como por exemplo, a venda de embalagens alternativas de menor capacidade, que podem ser trocadas sem custo adicional, facilitando o acesso ao Gás LP por famílias que não tem condições de adquirir um botijão tradicional de 13 Kg. As distribuidoras também tem investido no aumento da rede de revendedores, que tenham capacidade de aceitar cartões de crédito e débito, com parcelamento do pagamento, criando assim outra forma de redução do tíquete médio. !20
  21. 21. O Gás LP, do mesmo modo que apresenta um desempenho superior em relação à maioria dos combustíveis tradicionais, no Brasil, através de sua cadeia de distribuição, que é extremamente confiável, constitui uma alternativa conveniente, limpa e com excelente relação custo-benefício. Entretanto, apesar de todas as iniciativas conduzidas pelo setor privado, torna-se primordial, um programa do governo capaz de atender às camadas menos favorecidas da sociedade brasileira.
 !21
  22. 22. Fontes ❖ Commercial Woodfuel Production by Energy Sector Management Assistance Program by Rogério Carneiro de Miranda (PROLENHA/Brazil), Steve Sepp (ECO-CONSULT/ Germany), Eliane Ceccon (UNAM/Mexico), and edited by Mathew Owen - ESMAP, Knowledge Series 2012/12; ❖ Sustainable Woodfuel Production in Latin America: The role of Government and Society by Eliane Ceccon and Rogerio C. Miranda – World LP Gas Association , 2012; ❖ Clearing the air: Black Carbon, Climate Policy and LP Gas By Atlantic Consulting - World LP Gas Association, 2010; ❖ LP Gas: Healthy Energy for a Changing World by Peter Anyon - World LP Gas Association, 2009; ❖ Lp Gas: An Energy Solution For A Low Carbon World A Comparative Analysis Demonstrating The Greenhouse Gas Reduction Potential Of Lp Gas By Energetics Incorporated – World LP Gas Association, 2007; ❖ Developing Rural Markets for LP Gas by Integrated Energy Solutions (Pty) Ltd - World LP Gas Association, 2005; ❖ Household Fuels and Ill - Health in Developing Countries: What improvements can be brought by LP Gas? By Kirk R. Smith, Jamesine Rogers, and Shannon C. Cowlin Environmental Health Sciences, School of Public Health - University of California, Berkeley - World LP Gas Association, 2005. Nota: Ordenação decrescente pelo ano de publicação. Preparado por Maxitraining - Treinamento & Consultoria www.maxitraining.com.br !22

×