UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ    RISCOS AMBIENTAIS
Os ambientes de trabalho podem conter, dependendo daatividade que neles é desenvolvida, um ou mais fatores ouagentes que, ...
DOENÇAS PROFISSIONAIS - RISCOS AMBIENTAISSão causadas por agentes (riscos) ambientais, de naturezavariada, ocasionando qua...
Classificação dos RiscosOs riscos ambientais estão divididos em três grupos:riscos químicos, riscos físicos e riscos bioló...
Fatores que colaboram para que os Produtos ou           Agentes causem danos à SaúdeA concentração do contaminante no ambi...
Vias de Entrada dos Materiais Tóxicos no OrganismoTrês são as formas pelas quais os materiais tóxicos podempenetrar no org...
Vias de Entrada dos Materiais Tóxicos no OrganismoPor contato com a pele, ou via cutâneaA pele pode absorver certas substâ...
Vias de Entrada dos Materiais Tóxicos no OrganismoPor ingestãoou seja, ao se engolir, acidentalmente, o tóxico Issoacontec...
RISCOS QUÍMICOSConstituem ação tóxica no organismo sãoresponsáveis por alto percentual de doençasprofissionais. São repres...
As substâncias químicas podem estar sob várias formas:Vapores: Emanados de solventes como o benzol, "thinners" emgeral, de...
Principais Efeitos no OrganismoIrritação: nos olhos, nariz, garganta, pulmões, da pele.Geralmente, as substâncias que caus...
Principais Efeitos no OrganismoIntoxicação: causada por inalação, contato com a pele ouingestão acidental do tóxico, que p...
RISCOS FÍSICOSHá fatores no ambiente do trabalho cuja presença,tendendo aos limites de excesso ou falta, podem tornar-sere...
Calorocorre principalmente em fundições, siderúrgicas, cerâmicas,indústrias de vidro, etc. O organismo pode adaptar-se aos...
Radiação infravermelhoé o calor radiante cujos efeitos são, justamente, os mencionadosacima em "calor". Onde há corpos aqu...
Radiações ionizantespodem ser provenientes de materiais radioativos ou de aparelhosespeciais. Exemplos: aparelhos de raio-...
Vibraçõesocorrem, principalmente, nas grandes máquinas pesadas: escavadeiras,tratores, máquinas de terraplanagem, que faze...
RISCOS BIOLÓGICOSSão os microrganismos presentes no ambiente de trabalhoque podem trazer doenças de natureza moderada e,me...
Para prevenção, usam-se as seguintes medidas:•vacinação;•EPI;•rigorosa higiene pessoal, das roupas e dos ambientes de trab...
Principais Medidas de Controle dos Riscos AmbientaisMedidas relativas ao ambienteSubstituição do produto tóxico: O produto...
Enclausuramento ou confinamento: cabine de jateamento;enclausuramento de uma máquina ruidosa.Ventilação: Pode ser exaustor...
Boa manutenção e conservação: são complementos de quaisqueroutras medidas. Muitas vezes, a má manutenção é a causaprincipa...
Medidas relativas ao pessoalEPI: segunda linha de defesa, após serem tentadas medidasrelativas ao ambiente de trabalho. O ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

St 03

447 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
447
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

St 03

  1. 1. UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ RISCOS AMBIENTAIS
  2. 2. Os ambientes de trabalho podem conter, dependendo daatividade que neles é desenvolvida, um ou mais fatores ouagentes que, dentro de certas condições, irão causardanos à saúde do pessoal. Chamam-se, esses fatores,riscos ambientais.Os riscos ambientais exigem a observação de certoscuidados e a tomada de medidas corretivas nos ambientes,se pretende evitar o aparecimento das chamadas doençasdo trabalho.
  3. 3. DOENÇAS PROFISSIONAIS - RISCOS AMBIENTAISSão causadas por agentes (riscos) ambientais, de naturezavariada, ocasionando qualquer enfermidade provocadas poruma ação lenta, repetida e durável, originadas pelaexposição do organismo humano no exercício profissional. Os riscos ambientais exigem a observação de certoscuidados e a tomada de medidas corretivas nos ambientes,se pretende evitar o aparecimento das chamadas doençasdo trabalho. A NR 09, contempla o Programa de Proteçãoaos Riscos Ambientais que tem como objetivo deantecipação, identificação, avaliação e controle de todos osfatores do ambiente de trabalho que podem causar doençasou danos à saúde dos empregados.
  4. 4. Classificação dos RiscosOs riscos ambientais estão divididos em três grupos:riscos químicos, riscos físicos e riscos biológicos. Fatores que colaboram para que os Produtos ou Agentes causem danos à SaúdeNem todo produto ou agente, presente no ambiente, irácausar obrigatoriamente um dano à saúde. Para que issoocorra, é preciso que haja uma inter-relação entre osfatores que serão expostos a seguir:O tempo de exposição: quanto maior o tempo deexposição, de contato, maiores são as possibilidades dese desenvolver um dano à saúde e vice-versa.
  5. 5. Fatores que colaboram para que os Produtos ou Agentes causem danos à SaúdeA concentração do contaminante no ambiente: quantomaiores as concentrações, maiores as chances deaparecerem problemas.O quanto a substância é tóxica: algumas substânciassão mais tóxicas que outras se comparadas em relação auma mesma concentração.A forma em que o contaminante se encontra: isto é, seem forma de gás, líquido ou neblina, ou poeira. Isto temrelação com a forma de entrada do tóxico no organismo.A possibilidade de as pessoas absorverem assubstâncias: algumas substâncias só são capazes deentrar no organismo por inalação ou, então, pela pele.
  6. 6. Vias de Entrada dos Materiais Tóxicos no OrganismoTrês são as formas pelas quais os materiais tóxicos podempenetrar no organismo humano:Por inalaçãoQuando se está num ambiente contaminado, pode-seabsorver uma substância nociva por inalação, isto é, pelarespiração.
  7. 7. Vias de Entrada dos Materiais Tóxicos no OrganismoPor contato com a pele, ou via cutâneaA pele pode absorver certas substâncias se houvercontato, mesmo que por poucos instantes. Dessa forma, otóxico pode atingir o sangue e causar dano à saúde.
  8. 8. Vias de Entrada dos Materiais Tóxicos no OrganismoPor ingestãoou seja, ao se engolir, acidentalmente, o tóxico Issoacontece muito quando são comidos ou bebidos alimentosque estão contaminados com quantidades não visíveis desubstâncias nocivas.
  9. 9. RISCOS QUÍMICOSConstituem ação tóxica no organismo sãoresponsáveis por alto percentual de doençasprofissionais. São representados por um grandenúmero de substâncias que podem contaminar oambiente de trabalho.
  10. 10. As substâncias químicas podem estar sob várias formas:Vapores: Emanados de solventes como o benzol, "thinners" emgeral, desengraxantes como o tetracloreto de carbono, otricloroetileno.Gases: Monóxido de carbono, gases dos processos industriaiscomo o gás sulfídrico.Líquidos: corrosivos, como os ácidos e a soda cáustica, ouirritantes, causando doenças da pele. Muitos líquidos tambémpodem ser absorvidos pela pele, causando prejuízo à saúde.Névoas ou neblina: Nos banhos de galvanoplastia, fosfatização eoutros processos, onde se formam névoas ou neblinas de ácidos.Fumos: Nos banhos de metais fundidos como o chumbo. Os fumossão pequenas partículas de metal ou de seus compostos,provenientes do banho que ficam suspensos no ar.Poeiras ou pós: Pó de serragem, poeira de rebarbação de peçasfundidas no jateamento de areia ou granalha de aço.
  11. 11. Principais Efeitos no OrganismoIrritação: nos olhos, nariz, garganta, pulmões, da pele.Geralmente, as substâncias que causam irritação se encontram naforma de gás ou vapor, mas podem, também, estar no estadolíquido ou sólido. Exemplos: vapores de ácidos, a amônia, certaspoeiras. A irritação da pele é causada pelo contato direto comlíquidos ou poeiras, sendo exemplos os solventes "thinners", e apoeira de caviúna.Asfixia = falta de oxigênio no organismo. Exemplos: monóxidode carbono (CO), gás carbônico (CO2), acetileno.Anestesia: ação sobre o sistema nervoso central, causandosonolência ou tonturas. Exemplos: vapores de éter etílico,acetona.
  12. 12. Principais Efeitos no OrganismoIntoxicação: causada por inalação, contato com a pele ouingestão acidental do tóxico, que pode estar na forma sólida,líquida ou gasosa. Geralmente, as substâncias anestésicas estãono estado de gás ou vapor. Exemplos: benzol, metanol, gasolina,inseticidas, fumos e pó de chumbo (nas tipografias).Pneumoconiose: é uma alteração da capacidade respiratóriadevido a uma alteração no pulmão da pessoa. Exemplos: poeirade sílica livre cristalizada, contida no pó de mármore, areia,carepa de fundição (areia), poeira de amianto ou asbesto, pós dealgodão.
  13. 13. RISCOS FÍSICOSHá fatores no ambiente do trabalho cuja presença,tendendo aos limites de excesso ou falta, podem tornar-seresponsáveis por variadas alterações na saúde doempregado. São representados por fatores do ambiente detrabalho que podem causar danos à saúde, sendo osprincipais: o calor, o ruído ou barulho, as radiações, otrabalho com pressões anormais, a vibração e a máiluminação.
  14. 14. Calorocorre principalmente em fundições, siderúrgicas, cerâmicas,indústrias de vidro, etc. O organismo pode adaptar-se aos ambientesquentes até certos limites. Quando há exposição excessiva ao calor,pode ocorrer uma série de problemas, como câimbras, insolação ou,ainda, uma doença nos olhos chamada de catarataRuído ou barulhoocorre na indústria em geral, mas, principalmente, nas tecelagens,estamparias, no rebarbamento por marteletes nas fundições, etc.Seus efeitos no ser humano variam de pessoa para pessoa, como airritabilidade, entre outros. Entretanto, seu efeito principal,comprovado quando as pessoas são expostas a altos níveis de ruídopor tempos longos, é o dano à audição, que leva a vários graus desurdez.
  15. 15. Radiação infravermelhoé o calor radiante cujos efeitos são, justamente, os mencionadosacima em "calor". Onde há corpos aquecidos, há calor radiante queé emitido em todas as direções.Radiação ultravioleta:está presente principalmente nas seguintes operações: soldaelétrica, fusão de metais a temperatura muito alta, nas lâmpadasgermicidas, nos geradores de ozona. Seus efeitos são térmicos,causando queimaduras, eritemas (vermelhidão) na pele, e,também, inflamação nos olhos (conjuntivite). Os efeitos sãoretardados, aparecendo com maior força 6 a 12 horas após aexposição.
  16. 16. Radiações ionizantespodem ser provenientes de materiais radioativos ou de aparelhosespeciais. Exemplos: aparelhos de raio-x , radiografias industriaisde controle (gamagrafia). Os efeitos das exposições descontroladas,por mau controle dos processos, são em geral sérios: anemia,leucemia, certos tipos de câncer e efeitos que só aparecem nasgerações seguintes (genéticos).Trabalhos com pressões anormaisesses trabalhos exigem um controle rígido das operações,principalmente na etapa de descompressão e volta à pressãonormal. Ocorrência: em trabalhos submarinos, no trabalho emtubulações e caixões pneumáticos. Os efeitos são: problemas nasarticulações, desde dores até paralisia, e outros problemas maisgraves que podem ser fatais.
  17. 17. Vibraçõesocorrem, principalmente, nas grandes máquinas pesadas: escavadeiras,tratores, máquinas de terraplanagem, que fazem vibrar o corpo inteiro, enas ferramentas manuais motorizadas que fazem vibrar as mãos, braços eombros. Os problemas aparecem após longo tempo de exposição (váriosanos). Nas vibrações do corpo inteiro, podem aparecer dores na coluna,problemas nos rins, enjôos (mal de mar); em vibrações nas mãos ebraços, podem aparecer problemas circulatórios (má circulação dosangue) e problemas nas articulações. O tempo longo de exposição efatores como o frio têm muita influência no aparecimento dessesproblemas.Má iluminação além de ser causa de baixa eficiência e qualidade do serviço, pode levara uma maior probabilidade de ocorrência de certos tipos de acidentes e auma redução da capacidade visual das pessoas, o que é um efeitonegativo muito importante em alguns tipos de trabalho que exigematenção e boa visão.
  18. 18. RISCOS BIOLÓGICOSSão os microrganismos presentes no ambiente de trabalhoque podem trazer doenças de natureza moderada e,mesmo, grave. Eles se apresentam invisíveis a olho nu,sendo visíveis somente ao microscópio. Exemplos: asbactérias, bacilos, vírus, fungos, parasitas e outros.Todos estão sujeitos à contaminação por esses agentes,seja em decorrência de ferimentos e machucaduras, sejapela presença de colegas doentes ou por contaminaçãoalimentar.
  19. 19. Para prevenção, usam-se as seguintes medidas:•vacinação;•EPI;•rigorosa higiene pessoal, das roupas e dos ambientes de trabalho•controle médico permanente.
  20. 20. Principais Medidas de Controle dos Riscos AmbientaisMedidas relativas ao ambienteSubstituição do produto tóxico: O produto tóxico pode sersubstituído por outro produto menos tóxico ou inofensivo.Também, deve-se tomar cuidado para não se criar um risco maior,substituindo um produto tóxico por outro menos tóxico masaltamente inflamável. Exemplos de substituições corretas: benzenosubstituído pelo tolueno; substituição de tintas à base de chumbopor tintas à base de zinco; jateamento com areia por jateamento deóxido de alumínio, etc.Mudança do processo ou equipamento: Certas modificações emprocessos ou equipamentos podem reduzir muito os riscos ou, até,eliminá-los. Exemplos: pintura a imersão ao invés de pintura apistola (diminuindo-se a formação de vapores dos solventes);rebitagem substituída por solda (menor barulho).
  21. 21. Enclausuramento ou confinamento: cabine de jateamento;enclausuramento de uma máquina ruidosa.Ventilação: Pode ser exaustora, retira o ar contaminado, oudiluidora que joga ar limpo dentro do ambiente, diluindo o arcontaminado. Ex: nos tanques de solventes, nas operações comcolas, nas operações geradoras de poeiras, nos rebolos derebarbamento de peças fundidas.Umidificação: Onde há poeiras, o risco de exposição pode sereliminado ou diminuído pela aplicação de água ou neblina.Exemplos: mistura de areias de fundição, varredura a úmido.Segregação: Nesta medida de controle, separa-se a operação ouequipamento do restante, seja no tempo seja no espaço. Onúmero de pessoas expostas ficará bastante reduzido e aquelesque devem ficar junto à operação irão receber proteção especial.
  22. 22. Boa manutenção e conservação: são complementos de quaisqueroutras medidas. Muitas vezes, a má manutenção é a causaprincipal dos problemas ambientais. Os programas e cronogramasde manutenção devem ser seguidos à risca, dentro dos prazospropostos pelos fabricantes dos equipamentos. Exemplos: ruídoexcessivo em estruturas e mancais; vazamentos de produtostóxicos; superaquecimento.Ordem e limpeza: Boas condições de ordem e limpeza e asseiogeral ocupam um lugar-chave nos sistemas de proteção ambiental.O pó, em bancadas, rodapés e pisos, que se deposita nas horascalmas, pode rapidamente ser redispersado. A limpeza imediatade qualquer derramamento de produtos tóxicos é importantemedida de controle. Para a limpeza de poeira, deve ser preferida aaspiração a vácuo. É impossível manter um bom programa deprevenção de riscos ambientais sem um preocupação constantenos aspectos de ordem e limpeza.
  23. 23. Medidas relativas ao pessoalEPI: segunda linha de defesa, após serem tentadas medidasrelativas ao ambiente de trabalho. O uso correto do EPI por parte doempregado, o conhecimento das suas limitações e vantagens, sãoaspectos que todo empregado deve conhecer através de treinamentoespecífico. Deve-se ter cuidado com a conservação da eficiência doEPI, sob pena de o mesmo se tornar uma arma de dois gumes,fornecendo confiança com proteção inexistente.Limitação de exposição: A redução dos períodos de trabalhotornam-se importante medida de controle onde e quando todas asoutras forem impraticáveis por motivos técnicos, locais (físicos) oueconômicos, não se conseguindo reduzir ou eliminar o risco.Controle Médico: Exames médicos pré-admissionais e periódicossão medidas fundamentais de caráter permanente, constituindo-senuma das atividades principais dos serviços médicos da empresa.Uma boa seleção na admissão pode evitar a contratação de pessoasque têm maior sensibilidade e que poderiam adquirir doençasrelacionadas com certas atividades.

×