Egito apresntação dia 26 1º ano

443 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre o Egito.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
443
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • ÊNCIAS
  • Egito apresntação dia 26 1º ano

    1. 1. ANTIGOEGITO
    2. 2. LOCALIZAÇÃOGEOGRÁFICA• O Egito está situado no Nordeste da Áfricaem meio a dois imensos desertos: o da Líbia eo da Arábia.• O Egito Antigo ERA um território estreito ecomprido que compreendia duas grandesregiões: o Alto Egito (região do vale) e oBaixo Egito região do Delta do Nilo).
    3. 3. Outubro a Maio – Período de secano NiloSemeadura , cultivo aproveitandoas margens fertilizadas noperíodo das cheias.O Nilo corta o Egito de sula norte e deságua no marMediterrâneo.Junho a Setembro – Período dascheias no NiloCamponeses se ocupavam dasobras públicas: canais, diques,templosFertilização das margens paracultivo no período das secas
    4. 4. EGITO,”dádiva doNILO”• O Nilo corta o Egito de sul anorte e deságua no marMediterrâneo.• Anualmente, de junho asetembro, o Nilo transborda erega a terra, tornando-afavorável à agricultura.A partirde outubro, inicia-se o períodode semeadura, que se prolongaaté mais ou menos fevereiro.Acolheita ocorre de abril ajunho.
    5. 5. EGITO: IdadesAntigo Império– Capital: Mênfis– Datas aproximadas: de 2778 a 2263 a.C.1º período intermediário: de 2263 a 2040 a.C.Médio Império– Capital:Tebas– Datas aproximadas: de 2040 a 1680 a.C.2º período intermediário: de 2040 a 1580 a.C.Novo Império– Capital: Tebas– Datas aproximadas: de 1580 a 1085 a.C.
    6. 6. FORMAÇÃO DO ESTADO NO EGITOANTIGO• Nomos: conjuntos de aldeiasgovernadas pelos nomarcas, nomedado aos chefes mais poderosos.
    7. 7. A PERIODIZAÇÃO DA HISTÓRIAEGÍPCIA
    8. 8. ANTIGO IMPÉRIO: centralização do governo, sistema administrativoeficiente, construção das pirâmides Quéops, Miquerinos e Quéfren;defesa das fronteiras, expansão territorial, expedições comerciais.Diversos problemas internos causa o fim desse período: diminuição dasenchentes do Nilo, fome, pestes, gastos do Estado e revoltas sociais.NOVO IMPÉRIO: Expulsão do hicsos, fronteiras seexpandiram para o norte e sul. Período de força militar,maior intercambio cultural e comercial.MÉDIO IMPÉRIO: reunificação do Egito pelos reis da cidade de Tebas,que cultuavam o deus Amon (Rá, Amon-Rá). Atenção militar para asfronteiras do sul, na região do deserto da Núbia, gerando uma expansãoterritorial. Anexação do povo hebreu. Derrotados pelos hicsos (príncipesdo deserto). Esses guerreiros usavam cavalos e carros de guerra e armasmais resistentes, desconhecidas pelos egípcios.FIM DO IMPÉRIO: Dominação pelos estrangeiros:assírios, persas, gregos da Macedônia e romanos.
    9. 9. • Com o tempo, as disputasentre os nomarcas por podere terras geraram guerras ealianças entre eles. Algunsdeles, ao vencerem osdemais, tornavam-se reis,passando a controlar vários“nomos”. Surgiram então noEgito reinos que foramficando cada vez maiores,até resumirem a dois: o AltoEgito (no vale do Nilo) e oBaixo Egito (no Delta doNilo).
    10. 10. • Por volta do ano 3200 a.C., o reiMenés, do Alto Egito (no vale doNilo), conquistou o Baixo Egito (nodelta do Nilo), unificando os doisreinos, tornou-se então o primeirofaraó (nome que se dava ao rei entreos egípcios) e o fundador da primeiradinastia
    11. 11. • A coroa era um dos principais símbolos do faraó. Antes daunificação, o soberano do Alto EgitoAlto Egito utilizava a coroacoroabrancabranca; a coroa vermelha era usada no Baixo Egito.Quando o Egito passou a ser governado por um únicosoberano, o faraó, a coroa tornou-se dupla: vermelha ebranca, simbolizando a união dos dois reinos. Ao comandarsuas tropas na guerra, o faraó usava a coroa azul.
    12. 12. • Antigo Império (3200 – 2300 a.C.): Durante a maior partedeste longo período, os faraós conseguiram impor suaautoridade ao reino e, auxiliados por seus funcionários,coordenaram a construção de grandes obras públicas, entreelas as pirâmides de Quéops, Quéfren e Miquerinos.
    13. 13. • Médio Império(2000 – 158 a.C.): Neste período os egípcios expandiramseu território em direção ao Sul, conquistando a Núbia, região rica emminerais, entre os quais o ouro. Apesar da prosperidade material, o reinocontinuou envolvido em guerras e revoltas internas que o enfraqueceram.Isso encorajou os hicsos, povo originário da Ásia Central, a atravessarem odeserto e invadir o Egito, conquistando-o. A vitória dos hicsos deveu-se aouso de cavalos e carros de combate, desconhecidos pelos egípcios. O domíniodos hicsos em território egípcio durou mais de 150 anos.
    14. 14. • Novo Império(1580 – 525 a.C.): Este períodoinicia-se com a expulsão dos hicsos. Amósis IV, olíder militar da luta contra o invasor, inaugurou umanova dinastia.• Por volta de 1250 a.C., os hebreus, sob a liderançade Moisés, conseguiram fugir do Egito.• Amósis IV implantou o monoteísmo, mas após a suamorte Tutancâmon restabeleceu o politeísmo.• As conquista militares foram retomadas comRamsés II, que derrotou os povos asiáticos, comoos hititas.
    15. 15. • Em 662 a.C. os assírios invadiram o Egito.• Psamético I expulsou os assírios e tornou-sefaraó.• Em 525 a.C. ao persas dominaram o Egito.• Por 2500 anos o Egito foi província doImpério Persa, território ocupado pormacedônios, romanos, árabes, turcos eingleses.• Instauou-se no Egito uma dinastia de origemmacedônica, chamada ptolomaica ou lágida, àqual pertenceu Cleópatra.
    16. 16. • O filho de Cleópatra com oimperador romano Júlio César foi oúltimo rei ptolomaico.• Depois desse período a região caiusob o domínio romano e, mais tarde,árabe, que introduziram elementosculturais cristãos e muçulmanos,respectivamente.
    17. 17. Os egípcios destacaram-se naAstronomia, produziram umcalendário solar com 12 meses de30 dias. Além de acreditarem navida após a morte e praticar amumificação.
    18. 18. ASOCIEDADEASOCIEDADEEGÍPCIAEGÍPCIA
    19. 19. O FARAÓO FARAÓ• Era considerado um deus vivo, filho doSol (Amon-Rá) e encarnação do deus-falcão (Hórus).• Para os egípcios, toda a felicidadedependia do faraó e seu poder erailimitado. Comandava os exércitos,distribuía a justiça, organizava asatividades econômicas.
    20. 20. • O faraó ostentava uma coroa e um cetro,símbolos de sua autoridade. Para os povos doEgito Antigo, o faraó era o pai e a mãe dosseres humanos; um governante comautoridade sobrenatural para recrutar otrabalho em massa necessário à manutençãodo sistema de irrigação ao longo do Nilo.• Além do poder e prestígio, o faraó possuíaenorme riqueza. Era considerado o dono detodas as terras do Egito. Por isso, tinha odireito de receber impostos (pagos emprodutos) das aldeias.
    21. 21. • O VIZIR: A maior autoridade depois dofaraó. Cabia a ele tomar decisõesjurídicas, administrativas e financeirasem nome do faraó.• OS NOBRES:  Descendentes dasfamílias mais importantes dos antigosnomos cuidavam da administração dasprovíncias ou ocupavam os postos maisaltos do exército.
    22. 22. • OS SACERDOTES: Detinham muitopoder, administravam todos os bensque os fiéis e o próprio Estadoofereciam aos deuses e tinham muitainfluência junto ao faraó. Enriqueciamporque ficavam com parte dasoferendas feitas pela população aosdeuses, além de serem dispensados dopagamento de impostos.
    23. 23. • OS ESCRIBAS: os que dominavam a difícilescrita egípcia, encarregavam-se da cobrança dosimpostos, da organização das leis e dos decretos eda fiscalização da atividade econômica em geral.
    24. 24. • O SOLDADOS: Nunca atingiam os postos decomando, pois estes eram reservados ànobreza.Eles viviam dos produtos recebidoscomo pagamento e dos saques que podiamrealizar durante as guerras de conquista.• OS ARTESÃOS: Exerciam as mais diversasprofissões. Trabalhavam como pedreiros,carpinteiros, desenhistas, escultores, pintores,tecelões, ourives, etc. Muitas de suasatividades eram realizadas nas grandes obraspúblicas (templos, túmulos, palácios, etc.).
    25. 25. • OS CAMPONESES: Chamados no Egito de felás, constituíama imensa maioria da população. Trabalhavam nas propriedades dofaraó e dos sacerdotes e tinham o direito de conservar para siapenas uma pequena parte dos produtos colhidos. Eram tambémobrigados a trabalhar na construção de obras públicasgrandiosas, como abertura de estradas, limpeza de canais,transportes de pedras necessárias às grandes obras, comotúmulos, templos e palácios.
    26. 26. • OS ESCRAVOS: Geralmente estrangeiros eprisioneiros de guerra, também compunham a base dasociedade. Trabalhavam, principalmente, nas minas epedreiras do Estado, nas terras reais e nos templos.Muitas vezes faziam parte do exército em época deguerra e eram utilizados como escravos domésticos.
    27. 27. ORGANIZAÇÃOECONÔMICA• A agricultura era a base da economia egípcia e, como jávimos, dependia das águas do Nilo.O trigo, a cevada, oslegumes e as uvas constituíam as principais culturas.
    28. 28. • Os egípcios dedicavam-se também à criação de bois, asnos,patos e cabritos. Além disso, praticavam também a mineraçãode ouro, pedras preciosas e cobre, este último muito usadonas trocas comerciais com outros povos. O comércio era feitoà base de trocas, mas limitava-se ao pequeno comércio e àpermutação de artigos de luxo com o exterior.
    29. 29. • O artesanato do Egito era conhecido no mundo antigo.Com a madeira, o cobre, o ouro, o marfim, o couro, opapiro, o bronze, seus artesãos produziam móveis,brinquedos, jóias, tecidos, barcos, armas, tijolos e umavariedade de outros objetos.
    30. 30. A ESCRITA EGÍPCIA• A escrita surgiu no Egito por volta de3000 a .C.Os caracteres que osegípcios usavam para escrever eramchamados de hieróglifos, usadosgeralmente em inscrições oficiais esagradas gravadas em pedra.
    31. 31. • Os egípciosdesenvolveramtambém uma formasimplificada dessaescrita hieroglíficachamada escritahierática (escritados deuses),utilizadaprincipalmente pelossacerdotes sobremadeira ou papiro.
    32. 32. • Havia ainda a escrita demótica (escrita do povo), mais popular, queera uma simplificação da hierática, geralmente usada em cartas eregistros sobre papiro.• Eles usavam tinta feita de fuligem e algumas vezes decoravam suasescritas com tinta vermelha.
    33. 33. RELIGIÃO• Segundo a gênese egípcia, o mundoprimordial era composto de um oceanoprimitivo (Num) e um botão de lótus, quecontinha Rá (deus sol). Rá ao se libertar,iluminou todo o Caos inicial e originou seusdois filhos divinos: Shu, o deus do Ar, eTefnet, a deusa da Umidade. Delesnasceram Gheb, deus da Terra, e Nut,deusa do Céu. Gheb e Nut tiveram quatrofilhos: Osíris, Seth, Ísis e Néftis.
    34. 34. Bastet, Bast, Ubasti, Ba-en-Aset ou Ailuros (palavra  grega  para  "gato")  é  uma divindade solar e  deusa  da  fertilidade,  além  de protetora  das  mulheres  grávidas.  Também  tinha  o  poder  sobre os eclipses solares.  Na mitologia egípcia Sekhmet, Sachmet, Sakhet, Sekmet ou Sakhmet ("a poderosa")  é  a  deusa  da  vingança  e  das  doenças.  O  centro  de  seu culto  era  na  cidade  de  Mênfis.  Muitas  vezes  é  confundida com Bastet, embora tenha outra conotação neste caso  imagem é uma mulher coberta por um véu e cabeça de leão. Muito temida no antigo Egíto,  sendo  ela  o  símbolo  da  punição  de  Rá.
    35. 35. • A religião foi uma instituição dominante em todos osaspectos da vida egípcia. A princípio, foiacentuadamente politeísta; cada localidade possuía seuspróprios deuses. A unificação política do país reduziuos inúmeros deuses locais a um conjunto de grandesdeuses nacionais, no qual se destacam: Ptah,representado pelo boi Ápis; Hórus, filho do casal Osírise Ísis, deus do céu e tronco da monarquia faraônica;Anúbis, deus do vale dos mortos e da mumificação;thoth, deus da escrita e do tempo; Maat, deusa dajustiça; Nut, divindade celeste; Hathor, deusa damagia, entre outros.
    36. 36. • A divindade mais popular eraOsíris. Simboliza, muitasvezes, o próprio Nilo e seunome estava ligado a uma lendana qual seu irmão Seth oassassinara, reduzindo-lhe ocorpo em pedaços. Recuperandoa vida, graças a sua esposa Ísis,passou a habitar a morada dosdeuses, onde julgava os mortaisde acordo com suas ações naterra, no Tribunal de Osíris.
    37. 37. • A tentativa de implantação do monoteísmo na religiãoegípcia foi feita por Amenófis IV, criando um novoculto que personificava todos os deuses em um único,Aton, representado pelo disco solar.• Amenófis IV chegou a mudar a capital (Tebas) parauma nova cidade. Ikutaton – "horizontes de Aton", afim de dominar completamente o poderoso clero tebanodevotado ao antigo culto de Amon-Rá.• Com morte prematura de Amenófis IV, a reaçãosacerdotal contra a nova concepção religiosa fez-sesentir bem forte. Foi restaurado o culto a Amon-Rá,sendo que o sucessor de Amenófis IV trocou o nome deTutankhaton para Tutankhamon.
    38. 38. MASTABAMASTABAMASTABAMASTABAPeríodo tinitaMastabaUma mastaba é um túmulo egípcio, era uma capela, com aforma de um tronco de pirâmide (paredes inclinadas emdireção a um topo plano de menores dimensões que abase), cujo comprimento era aproximadamente quatrovezes a sua largura.Começaram-se a construir desde a primeira era dinástica noque chamavam de período arcaico (cerca de 3500 a.C.) e foio gênero de edifício que precedeu e preparou as pirâmides.Quando estas começaram a ser construídas, mais exigentesdo ponto de vista técnico e económico, a mastabapermaneceu a sua mais simples alternativaDiagrama de uma masta
    39. 39. CINEMA COM TEMA “EGITO”:CLEÓPATRA:Duração 177 minutos ,Drama; Direção: Franc Roddam,1999, EUA.Astérix et Cléopâtre: 72 minutos  ,  Animação,  Direção: René  Goscinny,  Albert  Uderzo  e  Lee Payant, 1968. FRANÇA / BÉLGICA.http://www.youtube.com/watch?v=gobQ4F9cpUchttp://www.youtube.com/watch?v=cliGqplMuT0http://www.youtube.com/watch?v=OcptOcH64rchttp://www.youtube.com/watch?v=jcdSHxo11-o
    40. 40. REFERÊNCIAS:• COTRIM, Gilberto & RODRIGUES, Jaime. Saber e Fazer História. Editora Saraiva, São Paulo. 5ª Ed. 2009.• Antigo Egito= http://antigoegipto.com.sapo.pt/index.html• Templos do Egito=http://www.starnews2001.com.br/egypt/temples.html• O fascínio do Egito= http://www.fascinioegito.sh06.com• Os deuses egípcios =http://www.fascinioegito.sh06.com/panteao.htm

    ×