Disciplina: Novas Tecnologias Aplicadas à Educação Física -Disciplina: Novas Tecnologias Aplicadas à Educação Física -2010...
SÃO ATOS DE VILÊNCIA FÍSÍCA OU MENTALSÃO ATOS DE VILÊNCIA FÍSÍCA OU MENTALCOMETIDAS POR ESTUDANTES DENTRO DOCOMETIDAS POR ...
A palavra "Bully" é de origem inglesa eA palavra "Bully" é de origem inglesa esignifica "valentão". No entanto, essesignif...
TIPOS DEBULLYINGBullying pode ser dividido emdois conjuntos maiores:Bullying Direto – é a formamais comum entre osagressor...
TIPOS DE BULLYINGVerbalVerbal : chamar: chamarnomes, ser sarcástico,nomes, ser sarcástico,lançar calúnias oulançar calúnia...
Vítimas: Pessoas que apresentem algumasdiferenças em relação ao grupo no qual estãoinseridas, como por exemplo: obesidade,...
Estudos afirmam que inveja e ressentimento podem sermotivos para a prática do bullying sem falar napreocupação com a auto-...
Agressividade = Bullying?Agressividade = Bullying? Algumas criançasapresentam umaagressividade nãoapenas transitória, mas...
 O estudante Cho Seung-Hiu, 23, autor do massacre queresultou na morte de 32 pessoas na Universidade deTecnologia da Virg...
BULLYING - CASOS REAISCurtis Taylor. Vítima debullying, suicidou-se em 1993.Dylan Klebold e Eric Harris,Massacre de Columb...
 São Paulo, 2003Edmar Aparecido Freitas, 18 anos, era motivo de zombaria dos colegasde classe desde os sete anos de idade...
BULLYING - CASOS REAISCho Seung-HiuGeisy Arruda antes e depois do Bullying na UNIBANPixação Na UNESP, no episódio do“Rodei...
PESQUISAS EPESQUISAS EESTUDOS SOBREESTUDOS SOBREOO BULLYINGBULLYING
Pesquisa mais extensa sobre BULLYING, realizada na Grã Bretanha,Pesquisa mais extensa sobre BULLYING, realizada na Grã Bre...
As vítimas de bullying, em geral, ficam amedrontadas e com baixaautoestima,podendo apresentar baixo desempenho escolar, dé...
 Utilização de tecnologiasde informação ecomunicação (internet outele móvel) para hostilizar,deliberada erepetidamente, u...
Evitar exposição excessivaEvitar exposição excessivana Internetna Internet -- "Inclusão no"Inclusão nomundo virtual” – com...
Estudo Aprofundado sobre o Bullying
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Estudo Aprofundado sobre o Bullying

685 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
685
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estudo Aprofundado sobre o Bullying

  1. 1. Disciplina: Novas Tecnologias Aplicadas à Educação Física -Disciplina: Novas Tecnologias Aplicadas à Educação Física -2010.22010.2Professor: Raul Soares Lobato JúniorProfessor: Raul Soares Lobato JúniorDouglas Araujo CostaDouglas Araujo CostaFernandes Santos SouzaFernandes Santos SouzaHerbert Santana SantosHerbert Santana SantosJamille Santos JustJamille Santos JustRoberta Verônica dos SantosRoberta Verônica dos SantosThiago Lucas de Oliveira LeiteThiago Lucas de Oliveira LeiteThuany Santos BezerraThuany Santos Bezerra
  2. 2. SÃO ATOS DE VILÊNCIA FÍSÍCA OU MENTALSÃO ATOS DE VILÊNCIA FÍSÍCA OU MENTALCOMETIDAS POR ESTUDANTES DENTRO DOCOMETIDAS POR ESTUDANTES DENTRO DOAMBIENTE ESCOLAR,AMBIENTE ESCOLAR,CARACTERIZADOS POR ABUSOS DE PODER,CARACTERIZADOS POR ABUSOS DE PODER,AGRESSÕES FÍSICAS, PALAVRAS OFENSIVAS,AGRESSÕES FÍSICAS, PALAVRAS OFENSIVAS,ENTRE OUTROS.ENTRE OUTROS.
  3. 3. A palavra "Bully" é de origem inglesa eA palavra "Bully" é de origem inglesa esignifica "valentão". No entanto, essesignifica "valentão". No entanto, esseconceito é mais amplo. Para o cientistaconceito é mais amplo. Para o cientistanorueguês Dan Owelus, o bullying senorueguês Dan Owelus, o bullying secaracteriza por ser algo agressivo ecaracteriza por ser algo agressivo enegativo, executado repetidamentenegativo, executado repetidamente ..O BullyingO Bullying em três termos essenciais:em três termos essenciais:1 - O comportamento é agressivo e1 - O comportamento é agressivo enegativo;negativo;2 - O comportamento é executado2 - O comportamento é executadorepetidamente;repetidamente;3 - O comportamento ocorre num3 - O comportamento ocorre numrelacionamento onde há umrelacionamento onde há umdesequilíbrio de poder entre as partesdesequilíbrio de poder entre as partesenvolvidas.envolvidas.
  4. 4. TIPOS DEBULLYINGBullying pode ser dividido emdois conjuntos maiores:Bullying Direto – é a formamais comum entre osagressores (bullies) masculinos.Bullying Indireto – A agressãosocial ou bullying indireto é aforma mais comum em bulliesdo sexo feminino e criançaspequenas, e é caracterizada porforçar a vítima ao isolamentosocial através de
  5. 5. TIPOS DE BULLYINGVerbalVerbal : chamar: chamarnomes, ser sarcástico,nomes, ser sarcástico,lançar calúnias oulançar calúnias ougozar com algumagozar com algumacaracterísticacaracterísticaparticular do outroparticular do outro(“gordo”, “caixa de(“gordo”, “caixa deóculos”,…)óculos”,…)FísicoFísico : puxar,: puxar,pontapear, bater,pontapear, bater,beliscar ou outro tipobeliscar ou outro tipode violência física.de violência física.EmocionalEmocional : excluir,: excluir,atormentar, ameaçar,atormentar, ameaçar,manipular, amedrontar,manipular, amedrontar,chantagear,chantagear,ridicularizar, ignorarridicularizar, ignorarRacistaRacista : toda a ofensa: toda a ofensaque resulte da cor daque resulte da cor dapele, de diferençaspele, de diferençasculturais, étnicas ouculturais, étnicas oureligiosas.religiosas.
  6. 6. Vítimas: Pessoas que apresentem algumasdiferenças em relação ao grupo no qual estãoinseridas, como por exemplo: obesidade,baixa estatura, deficiência física, ou outrosaspectos culturais ou religiosos.Autores (Bullies): personalidadesautoritárias, combinadas com uma fortenecessidade de controlar ou dominar.
  7. 7. Estudos afirmam que inveja e ressentimento podem sermotivos para a prática do bullying sem falar napreocupação com a auto-imagem e o empenho emações obsessivas ou rígidas, rapidez em se enraivecer eusar a força, encarar as ações de outros!
  8. 8. Agressividade = Bullying?Agressividade = Bullying? Algumas criançasapresentam umaagressividade nãoapenas transitória, maspermanente. Motivos para quecrianças se tornemagressores crônicos,possíveis autores deBullying. Mal acostumadas,esperam que façamtudo por ela. Sensação de poder Dificuldade derelacionamento Inseguras Vítimas de algumtipo de abuso
  9. 9.  O estudante Cho Seung-Hiu, 23, autor do massacre queresultou na morte de 32 pessoas na Universidade deTecnologia da Virgínia, nos Estados Unidos, foi vítimade bullying escolar. Ele era ridicularizado duranteensino médio por causa do excesso de timidez e "jeitoesquisito de falar“. Um dos casos mais chocantes de bullying escolar foi ode Curtis Taylor. Curtis foi vítima do bullying durantetrês anos consecutivos: era espancado nos vestiários daescola, suas roupas eram sujas com leite achocolatado eseus os pertences, vandalizados. Curtis não resistiu aosofrimento e humilhação e suicidou em 1993. Os estudantes da Columbine High School, Eric Harris,18 anos, e Dylan Klebold, 17, mataram 12 colegas eum professor e cometeram suicídio em seguida. A históriamotivou o documentário ‘Tiros em Columbine’, de MichaelMoore, que ganhou o Oscar em 2003.
  10. 10. BULLYING - CASOS REAISCurtis Taylor. Vítima debullying, suicidou-se em 1993.Dylan Klebold e Eric Harris,Massacre de Columbine, 1999
  11. 11.  São Paulo, 2003Edmar Aparecido Freitas, 18 anos, era motivo de zombaria dos colegasde classe desde os sete anos de idade. Em 2003, ele foi ao colégio emque estudou armado com um revólver, atingiu nove pessoas e depoisse matou.• Caso de bullying termina em tragédia em Porto AlegreUm adolescente de 15 anos foi baleado nas costas quando descia de umônibus. Ele chegou a pedir ajuda, mas não resistiu e morreu no local. Amãe do jovem acredita que o filho tenha sido vítima de bullying. Elaafirma que os alunos riam dele por ele ser alto e obeso.Polícia de Araraquara (SP) instaura inquérito para investigar "Rodeio dasGordas"O objetivo do "Rodeio das Gordas" era agarrar alunas, de preferências asobesas, e tentar simular um rodeio --ficando o maior tempo possível sobrea presa. Um dos organizadores do "rodeio das gordas" e criador dacomunidade do Orkut sobre o tema, diz que a prática era "só umabrincadeira".Caso de bullying em escola de Petrópolis (RJ) termina em agressão entreos paisUm caso de bullying em uma escola de Petrópolis termina em agressãoentre os pais das crianças. A briga aconteceu numa galeria e foiregistrada por câmeras. A mãe diz que o filho é vítima constante do filhodo agressor.
  12. 12. BULLYING - CASOS REAISCho Seung-HiuGeisy Arruda antes e depois do Bullying na UNIBANPixação Na UNESP, no episódio do“Rodeio das Gordas”
  13. 13. PESQUISAS EPESQUISAS EESTUDOS SOBREESTUDOS SOBREOO BULLYINGBULLYING
  14. 14. Pesquisa mais extensa sobre BULLYING, realizada na Grã Bretanha,Pesquisa mais extensa sobre BULLYING, realizada na Grã Bretanha,registra que 37% dos alunos do primeiro grau e 10% do segundo grauregistra que 37% dos alunos do primeiro grau e 10% do segundo grauadmitem ter sofrido BULLYING, pelo menos, uma vez por semana.admitem ter sofrido BULLYING, pelo menos, uma vez por semana.O levantamento realizado em 2002, envolvendo 5875 estudantes de 5a a 8aO levantamento realizado em 2002, envolvendo 5875 estudantes de 5a a 8aséries, de onze escolas localizadas no município do Rio de Janeiro, revelouséries, de onze escolas localizadas no município do Rio de Janeiro, revelouque 40,5% desses alunos admitiram ter estado diretamente envolvidos emque 40,5% desses alunos admitiram ter estado diretamente envolvidos ematos de Bullying, naquele ano, sendo 16,9% alvos, 10,9% alvos/autores eatos de Bullying, naquele ano, sendo 16,9% alvos, 10,9% alvos/autores e12,7% autores de Bullying.12,7% autores de Bullying.Estudos em vários países mostram que os atos deEstudos em vários países mostram que os atos de bullyingbullying são comuns e quesão comuns e quepelo menos 15% dos estudantes estão envolvidos nesses comportamentospelo menos 15% dos estudantes estão envolvidos nesses comportamentos(Bosworth, Espelage & Simon, 1999; Olweus, 1998).(Bosworth, Espelage & Simon, 1999; Olweus, 1998).Estudos recentes mostram que jovens vitimizados estão mais propensos aEstudos recentes mostram que jovens vitimizados estão mais propensos aapresentarem problemas comportamentais e afetivos (Hodges, Boivin, Vitaroapresentarem problemas comportamentais e afetivos (Hodges, Boivin, Vitaro& Bukowski, 1999).& Bukowski, 1999).
  15. 15. As vítimas de bullying, em geral, ficam amedrontadas e com baixaautoestima,podendo apresentar baixo desempenho escolar, déficit de concentração eaprendizagem.Estudos realizados por Olweus (1993) apontam que muitas crianças vítimasde bullying desenvolvem medo, pânico, depressão e distúrbiospsicossomáticos. Com freqüência resistem ou recusam-se a freqüentar aescola, chegando a trocar de colégio, podendo desenvolver fobiaescolar e social e, inclusive, abandonar efetivamente os estudos (evasãoescolar). As vítimas podem, então, isolar-se socialmente, chegando muitasvezes ao ponto de tentarem ou cometerem suicídio (Lopes Neto & Saavedra,2003; Olweus, 1993).Em um estudo sobre bullying, Olweus (1991) identificou que os agressorestêm uma personalidade antissocial combinada com a força física, enquantoque as vítimas mostram-se ansiosas e fracas fisicamente.
  16. 16.  Utilização de tecnologiasde informação ecomunicação (internet outele móvel) para hostilizar,deliberada erepetidamente, umapessoa, com o intuito demagoá-la. Muito recorrente nasescolas devido àfacilidade de acesso aessas tecnologias. Acontece todos os diasno NÃO-ESPAÇO!(Redes sociais, bate-papo, etc.)
  17. 17. Evitar exposição excessivaEvitar exposição excessivana Internetna Internet -- "Inclusão no"Inclusão nomundo virtual” – como nomundo virtual” – como nopresencial – implica empresencial – implica emcorrer riscos, e é precisocorrer riscos, e é precisomostrar aos nossos alunosmostrar aos nossos alunoscomo percorrer seuscomo percorrer seuscaminhoscaminhos..Não divulgar seus dados pessoais, ou deNão divulgar seus dados pessoais, ou deseus familiares ou fotos, tomando cuidadosseus familiares ou fotos, tomando cuidadoscom essas divulgações até mesmo nascom essas divulgações até mesmo nasconversas com amigos.conversas com amigos.MantenhaMantenhadistância dodistância doagressor e seusagressor e seusataques, semataques, semresponder àsresponder àsprovocações eprovocações ealimentar aindaalimentar aindamais sua raiva,mais sua raiva,pois é justamentepois é justamenteisso que eleisso que eleespera da vítima!espera da vítima!Outra coisa importante éOutra coisa importante énão manter segredo danão manter segredo daofensa. Esse momentoofensa. Esse momentopode se tornar umapode se tornar umaoportunidade para ooportunidade para ojovem agredido lidarjovem agredido lidarcom os próprioscom os próprioscomplexos, e superá-loscomplexos, e superá-losbuscando ajuda.buscando ajuda.

×