Pre=soc

319 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
319
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pre=soc

  1. 1. Os Pré-Socráticos Prof. Dr. William B. Gomes Aula 2 Atualizado em 15/03/2006
  2. 2. De onde vem o conhecimento humano? • Experiência • Desenvolvimento • Memória • Autoconsciência • Respostas • Experiência
  3. 3. Condições para a autoconsciência: • Fazer sentido das coisas • O sentido se faz pela linguagem • A linguagem narra o sentido • O sentido narrado em linguagem transforma-se em crenças para o autor e o ouvinte.
  4. 4. Quais os desafios a serem explicados? • A vida • A morte • A sorte • O fracasso • O mundo • Todas as coisas
  5. 5. Recapitulação: Análise das três vias • Via Ativa • Via Afetiva • Via Intelectiva • Grandes Sínteses
  6. 6. Quais os três termos básicos? • Consciência – A intuição imediata que os humanos possuem dos seus estados físicos e mentais, e dos seus atos. • Animismo – O termo animismo procede do latim anima que quer dizer respiração ou alma. • Psique – Alma como sopro (respiração), – Alma como fogo (calor vital que se apaga com a morte), – Alma como sombra, duplo, ou simulacro – que pode sair à noite, como ocorre nos sonhos; que pode aparecer aos vivos, como ocorre depois da morte; e que pode reencarnar-se em outros seres.
  7. 7. • Os Mitos explicavam: – A origem do mundo – A origem dos seres vivos – As relações entre a terra e o céu – O que vem depois da morte. O animismo Os primeiros sentidos
  8. 8. Os Mitos referiam-se ao cósmico, a deuses e a heróis.
  9. 9. Relações entre animismo e cultura • Encontrar crenças que dê sentido aos atos da vida; • Encontrar meios de justificar sucessos e fracassos • Encontrar meios que auxiliem a transposição de obstáculos. • Encontrar explicações para os fatos da vida. • Os mitos são as primeiras teorias e explicações legadas pelos povos antigos.
  10. 10. Como explicar a relação entre vida e morte? • Através da psique ou alma • O termo alma relaciona-se com vida – Alma como sopro ou fôlego vivente – Alma como diferente do corpo - imortalidade • A alma explica todos os processos dos organismos vivos.
  11. 11. Vida = Alma Figura 1 Vida e Alma
  12. 12. Alma Nutritiva Sensitiva Intelectiva Figura 2 Tripartição da Alma
  13. 13. Os mitos são explicações animistas. Existem outras explicações para a natureza e a vida? Mitos
  14. 14. Contribuições Pré-socráticas • Mitológicas • Objetivas • Subjetivas • Éticas Explicações
  15. 15. Explicar o quê? • Qual a natureza das coisas? • Como as coisas se transformam? • Qual a natureza do ser humano? • Qual a verdade do conhecimento? • Como confiar na verdade? • O que é a verdade?
  16. 16. Perguntas levam a outras perguntas: • O que são as coisas? • Como eu sei que as coisas são o que são? • Por que eu sei que o que eu sei é o que eu sei? • Para que serve o conhecimento?
  17. 17. Como responder as perguntas? Tomar o sensível como ponto de partida? Tomar a idéia como ponto de partida? Figura 3: Sensível versus Idéia
  18. 18. Os primeiros sábios Filósofo Cidade Período Princípio Tales Mileto 624-546 Água Anaximandro Mileto 610-547 Apeiron Anaxímenes Mileto 588-524 Ar Heráclito Éfeso 544-504 Fogo Pitágoras Samo 588-500 Limite, número Parmênidess Eléia 540-470 Racionalidade Empédocles Eléia 483-430 Elementos Demócrito Abdera 460-370 Materialista Anaxágoras Atenas 500-420 Nous
  19. 19. Grécia Antiga (Mapas Figuras 4,5,6) Samos Abdera
  20. 20. •Eléia Adbedra Samos
  21. 21. Essência Exterior Permanência, coisa, ser Variação Movimento Percepção Devir Essência Interior Conceito, Forma Presentação Representação Permanência versus Mudança
  22. 22. Medicina Grega – Alcmeão. Alcmeão - Dessecação de Animais - Relação entre alma e cérebro - Alma em três partes: intelecto consciência paixão
  23. 23. Hipócrates: Os quatro humores 1. Sangue = Coração 2. Fleuma = Cérebro 3. Bílis Amarela = Fígado 4. Bílis Negra = Baço
  24. 24. Sofistas e Subjetividade • Interesse pelo bem estar do homem; • Interesse pela competência da razão humana • Protágoras - o homem como medida de todas as coisas; • Gorgias - existe verdade? Do interesse cosmológico para o interesse antropológico; Sofistas - o homem como espelho da realidade.
  25. 25. Vida Virtuosa Sócrates (469-399) • Do subjetivismo dos sofistas para uma verdade além da experiência individual. • Como aferir as opiniões? • Resposta: Método dialético – depuração dos conceitos. • Explicação: Conceitos puros = conceitos morais apoiados na razão da consciência moral.
  26. 26. Sócrates: Conhece-te a ti mesmo mesmo • Como trazer os princípios morais inatos na razão prática?
  27. 27. Contribuições para a Psicologia • Contribuições marginais para uma filosofia da vida moral; • Análise do impulso humano para a felicidade e o bem; • Estudo das relações entre razão e paixões; • Indagações sobre a motivação das ações humanas. • (Rosenfeltd, 1993)

×