Petróleo
Universidade Federal de Campina Grande
Centro de Ciências e Tecnologia
Henrique Nunes Fernandes
Engenharia de Pet...
Frações de Petróleo
 As frações ou produtos de petróleo são partes comercias obtidas
pelo processamento nas operações de ...
Tipos de Derivados de Petróleo
Combustíveis ou Energéticos
Gás liquefeito e Querosene Iluminante
Gasolina e Óleo Diesel
Ga...
Torre de Destilação
Atmosférica
Gás Liquefeito do Petróleo-GLP
Definição
 É uma mistura formada, em sua quase totalidade, por hidrocarbonetos
de três e q...
Nafta
Definição
 É um fração leve da gasolina ou uma fração pesada do gás
natural(LGN), podendo apresentar maior ou menor...
Gasolina Automotiva
Definição
 Constituída basicamente por hidrocarbonetos parafínicos, olifínicos,
naftênicos e aromátic...
Querosene de Aviação-QAV
Definição
 É uma mistura de hidrocarbonetos parafínicos, naftênicos e
aromáticos, com tamanho de...
Óleo Diesel
Definição
 Constituído por hidrocarbonetos parafínicos, naftêncos e
aromáticos, com tamanho de cadeia (C10) a...
Óleos Lubrificantes
Definição
 São os óleos que depois de convenientemente aditivados se
tornam óleos lubrificantes.
 Os...
Resíduos
Definição
 CAP( Cimento Asfáltico de Petróleo), é uma fração residual do
petróleo, obtida nas unidades de destil...
Definição
 CVP(Coque Verde de Petróleo) é um produto sólido, de cor negra
e forma aproximadamente granular, produzido pel...
OBRIGADO
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Petróleo

577 visualizações

Publicada em

Frações e uso do petróleo.

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
577
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Petróleo

  1. 1. Petróleo Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Henrique Nunes Fernandes Engenharia de Petróleo-2014
  2. 2. Frações de Petróleo  As frações ou produtos de petróleo são partes comercias obtidas pelo processamento nas operações de refinação. É uma divisão por faixas de pontos de ebulição(volatilidade, destilação).
  3. 3. Tipos de Derivados de Petróleo Combustíveis ou Energéticos Gás liquefeito e Querosene Iluminante Gasolina e Óleo Diesel Gasolina e Querosene Gás e Óleo Combustível Óleo Diesel e Combustível(Bunker) Não Combustíveis ou Não Energéticos Não Combustíveis ou Não Energéticos Óleos Lubrificantes e Parafinas Gases, Nafta e Gasóleos Solventes, Óleo para Pulverização Agrícola, Asfalto, Coque
  4. 4. Torre de Destilação Atmosférica
  5. 5. Gás Liquefeito do Petróleo-GLP Definição  É uma mistura formada, em sua quase totalidade, por hidrocarbonetos de três e quatro carbono, parafínicos e olefínicos. Podem ainda ocorrer no GLP pequenas quantidades de compostos leves (C₂) e/ou mais pesados (C₅). Os hidrocarbonetos presentes no GLP podem ser comercializados separadamente como Propano, Propeno, Butano e Buteno. Uso  É utilizado como principal intuito na cocção dos alimentos, e também como combustível para indústrias siderúrgicas, de vidros, de cerâmicas e alimentícia, e para agricultura.
  6. 6. Nafta Definição  É um fração leve da gasolina ou uma fração pesada do gás natural(LGN), podendo apresentar maior ou menor predomínio de hidrocarbonetos parafínicos, dependendo do tipo de aplicação a que se destina. Uso  Para fabricação de produtos químicos (pastas para polimentos, fluídos de isqueiros, adesivos à base de borracha, tintas têxteis, rotogravura e estufa.
  7. 7. Gasolina Automotiva Definição  Constituída basicamente por hidrocarbonetos parafínicos, olifínicos, naftênicos e aromáticos, sendo a maior parte das cadeias de (C₅) a (C₁₀). Uso  A gasolina é utilizada em motores que operam sob ciclo Otto. Entre outros aplicações, destaca-se o seu uso como combustível de: motocicletas, pequenas embarcações, geradores de energia elétrica e motosserras.
  8. 8. Querosene de Aviação-QAV Definição  É uma mistura de hidrocarbonetos parafínicos, naftênicos e aromáticos, com tamanho de cadeia de (C9) a (C17), com faixa de ebulição mais ou menos entre 150°C e 300°C. Uso  Utilizado nas turbinas dos aviões.
  9. 9. Óleo Diesel Definição  Constituído por hidrocarbonetos parafínicos, naftêncos e aromáticos, com tamanho de cadeia (C10) a (C25) com ponto mais ou menos entre 250°C e 400°C. Uso  Utilizado em máquinas de combustão interna, que funcionam segundo o ciclo Diesel, e pode ser utilizado como combustível para máquinas agrícolas, ferroviárias e marítimas e ainda na geração de energia elétrica.
  10. 10. Óleos Lubrificantes Definição  São os óleos que depois de convenientemente aditivados se tornam óleos lubrificantes.  Os óleos podem ser “Sintéticos” e “Minerais”.  Sintéticos, de origem petroquímica ou oleoquímica;  Minerais, origem refino do petróleo e presentes na maioria dos óleos. Uso  Reduzir o atrito e o desgaste das partes metálicas, proteger a máquina contra a corrosão, remover o calor gerado pelo atrito ou pela combustão, promover a selagem do sistema, e proporcionar a limpeza do sistema.
  11. 11. Resíduos Definição  CAP( Cimento Asfáltico de Petróleo), é uma fração residual do petróleo, obtida nas unidades de destilação a vácuo ou de desasfaltação. Uso  Pavimentação de estradas, isolamentos térmicos, e impermeabilizações.
  12. 12. Definição  CVP(Coque Verde de Petróleo) é um produto sólido, de cor negra e forma aproximadamente granular, produzido pelo processo de coqueamento retardado de resíduos de vácuo. Estão presentes no CVP hidrocarbonetos pesados, que não se vaporizam até 480°C aproximadamente. Definição  RARO(Resíduo Aromático), possuem elevado teor de hidrocarbonetos aromáticos, e elevada densidade, que torna uma excelente matéria-prima para produção de negro carbono.
  13. 13. OBRIGADO

×