Plantas Medicinais e Fitoterápicos na Atenção              Primária à Saúde            III Jornada Pernambucana de Plantas...
O QUE É UMA PLANTA MEDICINAL?•Suplemento dietoterápico;•Alimento nutricional;•Medicamento;  Segundo a OMS – é qualquer pla...
Fitoterápico – É o medicamento obtido empregando-seexclusivamente matérias-primas ativas vegetais.É caracterizado pelo con...
HISTÓRICOExistem relatos sobre o uso de plantas com objetivos curativos há cerca de2000 anos   antes dos primeiros médicos...
HISTÓRICO Dioscórides (médico do exército de Nero no Séc. I)   escreveu o Tratado sobre Plantas e Medicinas.Porém, mesmo a...
Qual o Primeiro relato do uso de Plantas Medicinais no Brasil??
CERTAS PLANTAS TIVERAM IMPORTÂNCIA  EXTRAORDINÁRIA NA HISTÓRIA DA MEDICINA E DA PRÓPRIA CIVILIZAÇÃO.UM NOTÁVEL EXEMPLO:   ...
Os primeiros europeus a teremconhecimento das propriedades daquina foram os jesuítas, devido ao   contato com os indígenas...
PADRE ANTONIO VIEIRAMissionário Português COMPANHIA DE JESUS Ordem fundada pelo padre espanhol Inácio de Loyola
QUINACINCHONAFAMÍLIA DASRUBIÁCEAS
ÁGUA TÔNICA
EM 1820, OS FRANCESES ISOLARAM A QUININA, O PRINCIPALCOMPONENTE DA QUINA, RESPONSÁVEL PELA ATIVIDADEANTIMALÁRICA.         ...
No Brasil, o uso das plantas:• É uma prática ancestral em diversas  culturas• Longa tradição de uso• Temos a maior flora d...
REFERÊNCIAS A PLANTAS MEDICINAIS E        FITOTERAPIA NA BVS • Plantas medicinais – 41.140 • Fitoterapia – 13.600 • Fitote...
PROBLEMAS POTENCIAISMuitos fitoterápicos possuem impurezas;Geralmente os órgãos de vigilânciatestam a pureza do produto ...
SITUAÇÃO            ATUAL ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE RECOMENDAO USO TERAPÊUTICO DAS PLANTAS MEDICINAIS BUSCA DE MEDICA...
PANORAMA MUNDIALEvolução e estimativa de gastos comterapias naturais no mundo                      (Phytopharm consulting)...
BRASILMAIOR DIVERSIDADE DO MUNDO    55.000 ESPÉCIES SUPERIORES     3.000 MEDICINAIS-AROMÁTICASFITOTERÁPICOS (MILHÕES US$) ...
Ginkgo biloba                       Panax ginseng     Dez              Allium sativumfitoterápicos Echinacea purpurea/angu...
PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DA            POLÍTICAJunho/2003 – Constituição de Grupo de Trabalhono Ministério da Saúde com o ob...
DIRETRIZES GERAIS - PIC      1. Estruturação e Fortalecimento das PICs noSUS      2. Desenvolvimento de estratégias dequal...
5. Estímulo às ações intersetoriais, buscando parcerias.6. Garantia de acesso a medicamentos homeopáticos efitoterápicos.7...
DIRETRIZES ESPECÍFICAS
FITOTERAPIA1. Estabelecimento de política de financiamento para odesenvolvimento de ações voltadas à implantação dasplanta...
FITOTERAPIA5. Garantia do acesso a plantas         medicinais   efitoterápicos aos usuários do SUS.6. Formação e educação ...
FINANCIAMENTO DA PNPIC⇒Financiamento para o desenvolvimento de estratégias dequalificação em Práticas Integrativas e Compl...
FINANCIAMENTO DA PNPIC⇒ Criação de incentivo à implantação e melhoria dasfarmácias públicas de manipulação de medicamentos...
Será que vale a pena oPaís investir na Produçãode Plantas Medicinais e    Fitoterápicos???
CATHARANTHUS ROSEUS1 GRAMA - U$ 10.000,00   (VINCA, MARIA-SEM-                         VERGONHA)
AGRONEGÓCIO  CULTIVO DE PLANTAS MEDICINAIS, AROMÁTICAS E                 CONDIMENTARES. CUSTO POR HECTARE:              R...
ASPECTOS DA PRODUÇÃO              ECONÔMICOS:MAIOR RENTABILIDADE COMPARADA  1 HA DE PLAMED EQUIVALE    A 7 HA DE SOJA E A ...
SOCIAIS: REQUER GRANDE QUANTIDADE DE MÃO DE OBRA 1 TRABALHADOR FIXO E ATÉ 3 SAZONAIS/HA CARACTERÍSTICAS DE AGRICULTURA F...
BIOLÓGICOS DIVERSIDADE DO CLIMA E SOLO PERMITE:   CULTIVO DE UM GRANDE NÚMERO DE ESPÉCIES     MERCADO INTERNO E EXPORTAÇÃ...
TÉCNICOSREDUZIRÁ O ÍNDICE DE CONTAMINAÇÃO DOSPRODUTOS ASSOCIADO AOS BAIXOS TEORES DEPRINCÍPIOS ATIVOSAMPLIARÁ A DISPONIB...
O que o Estado dePernambuco vem realizando   sobre este tema???
Pernambuco
O conjunto de experiências oficiais e extra-oficiaisque utilizam plantas como alternativa terapêutica noBrasil, tem eviden...
Somado a estas questões, está a riqueza da biodiversidade doEstado, dos recursos naturais e humanos, que apresentam umgran...
AÇÕES DO CTFITO-PE    O CTFITO-PE-PE tem como norteadores de suas ações,os seguintes princípios:•   Promover o uso raciona...
AÇÕES DO CTFITO-PEFoi realizado um Questionário com os 185municípios de PE, que estão situados em 11 microrregiões para d...
AÇÕES DO CTFITO-PEMicrorregiões de Pernambuco                   Municípios                              Chã Grande        ...
AÇÕES DO CTFITO-PEMicrorregiões de Pernambuco              Municípios                              Buíque            6    ...
E como ficarão os outrosmunicípios do Estado de    Pernambuco???
Estarão reunidos através derepresentantes dos Municípios e do        terceiro setor, no  I Fórum do CTFITO-PE,a ser realiz...
Os     homens      perdem     a    saúde      para    juntar         dinheiro;E     depois     perdem     dinheiro   para ...
Contato:Cláudia Sampaio de Andrade LimaE-mail: claudia.salima@gmail.comTelefone: (081) 2126-7818
Plantas medicinais e fitoterápicos na atenção primária à saúde
Plantas medicinais e fitoterápicos na atenção primária à saúde
Plantas medicinais e fitoterápicos na atenção primária à saúde
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Plantas medicinais e fitoterápicos na atenção primária à saúde

3.713 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.713
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
325
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
188
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plantas medicinais e fitoterápicos na atenção primária à saúde

  1. 1. Plantas Medicinais e Fitoterápicos na Atenção Primária à Saúde III Jornada Pernambucana de Plantas Medicinais e Fitoterapia Dra Cláudia Sampaio de Andrade Lima Recife, 26 maio de 2011
  2. 2. O QUE É UMA PLANTA MEDICINAL?•Suplemento dietoterápico;•Alimento nutricional;•Medicamento; Segundo a OMS – é qualquer planta, que administrada por qualquer forma ou via, exerce algum tipo de ação farmacológica. Podendo ser usada diretamente naterapêutica, na forma de preparações ou como matéria-prima p/ extração de princípios ativos.
  3. 3. Fitoterápico – É o medicamento obtido empregando-seexclusivamente matérias-primas ativas vegetais.É caracterizado pelo conhecimento da eficácia e dos riscosde seu uso... validada através de estudosetnofarmacológicos de utilização, documentações técnicase científicas a partir de publicações ou ensaios clínicos dafase 3.
  4. 4. HISTÓRICOExistem relatos sobre o uso de plantas com objetivos curativos há cerca de2000 anos antes dos primeiros médicos egípcios; A partir de 1100 a.C. durante a dinastia chinesa Chou, acreditava-se no poder dealgumas substancias para afastar ou expulsar os demônios causadores do adoecimento.
  5. 5. HISTÓRICO Dioscórides (médico do exército de Nero no Séc. I) escreveu o Tratado sobre Plantas e Medicinas.Porém, mesmo antes da antiguidade clássica, os xamãs tinham sob relativo controle a saúde de seu povo. Galeno, um outro grego, desenvolveu técnicas farmacêuticas onde não se usavam mais o pó da planta, usavam preparações destas com solventes como álcool, água ou vinagre.
  6. 6. Qual o Primeiro relato do uso de Plantas Medicinais no Brasil??
  7. 7. CERTAS PLANTAS TIVERAM IMPORTÂNCIA EXTRAORDINÁRIA NA HISTÓRIA DA MEDICINA E DA PRÓPRIA CIVILIZAÇÃO.UM NOTÁVEL EXEMPLO: A QUINAA QUINA FOI O PRIMEIRO MEDICAMENTO EFICAZ PARA A CURADA MALÁRIA.
  8. 8. Os primeiros europeus a teremconhecimento das propriedades daquina foram os jesuítas, devido ao contato com os indígenas da américa do sul.
  9. 9. PADRE ANTONIO VIEIRAMissionário Português COMPANHIA DE JESUS Ordem fundada pelo padre espanhol Inácio de Loyola
  10. 10. QUINACINCHONAFAMÍLIA DASRUBIÁCEAS
  11. 11. ÁGUA TÔNICA
  12. 12. EM 1820, OS FRANCESES ISOLARAM A QUININA, O PRINCIPALCOMPONENTE DA QUINA, RESPONSÁVEL PELA ATIVIDADEANTIMALÁRICA. QUININA
  13. 13. No Brasil, o uso das plantas:• É uma prática ancestral em diversas culturas• Longa tradição de uso• Temos a maior flora do planeta x uma das menos estudadas Abandono gradual do uso c/ retomada a partir da década de 60
  14. 14. REFERÊNCIAS A PLANTAS MEDICINAIS E FITOTERAPIA NA BVS • Plantas medicinais – 41.140 • Fitoterapia – 13.600 • Fitoterapia e tratamento de doenças – 200 • Dezenas de estudos clínicos com fitoterápicos simples e compostos
  15. 15. PROBLEMAS POTENCIAISMuitos fitoterápicos possuem impurezas;Geralmente os órgãos de vigilânciatestam a pureza do produto e não suaeficácia;Muitos pacientes não comunicam ao seumédico das drogas fitoterápicas em uso;
  16. 16. SITUAÇÃO ATUAL ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE RECOMENDAO USO TERAPÊUTICO DAS PLANTAS MEDICINAIS BUSCA DE MEDICAMENTOS NATURAIS VISANDO REDUZIR EFEITOS COLATERAIS E CONTRA-INDICAÇÕES DE MEDICAMENTOS DE SÍNTESE. ⇒ “ONDA VERDE” AUMENTO NA DEMANDA DE PRODUTOS NATURAIS ⇒ PLANTAS MEDICINAIS
  17. 17. PANORAMA MUNDIALEvolução e estimativa de gastos comterapias naturais no mundo (Phytopharm consulting) Ano Valor em bilhões de US$ 1997 14,5 2000 19,6 2007* 47,0 * estimativa
  18. 18. BRASILMAIOR DIVERSIDADE DO MUNDO 55.000 ESPÉCIES SUPERIORES 3.000 MEDICINAIS-AROMÁTICASFITOTERÁPICOS (MILHÕES US$) 1998 500 2000 700 2010 1.000 (estimativa) 2005 – JÁ ATINGIU USO ANIMAL (2002)  1%
  19. 19. Ginkgo biloba Panax ginseng Dez Allium sativumfitoterápicos Echinacea purpurea/angustifolia são Hydrastis canadensisresponsáveis Hypericum perforatum por 60% do Vitis vinifera mercado Oenothera biennis mundial Vaccinium macrocarpon Valeriana officinalis
  20. 20. PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DA POLÍTICAJunho/2003 – Constituição de Grupo de Trabalhono Ministério da Saúde com o objetivo de elaborara Política Nacional de Medicina Natural e PráticasComplementares – PMNPC ou apenas MNPC – noSUS (atual PNPIC);SUBGRUPOS : Medicina Tradicional Chinesa/acupuntura Homeopatia Fitoterapia Medicina Antroposófica
  21. 21. DIRETRIZES GERAIS - PIC 1. Estruturação e Fortalecimento das PICs noSUS 2. Desenvolvimento de estratégias dequalificação para profissionais no SUS. 3. Fortalecimento da participação social; 4. Divulgação e informação dos conhecimentosbásicos das PIC para profissionais de saúde, gestorese usuários do SUS.
  22. 22. 5. Estímulo às ações intersetoriais, buscando parcerias.6. Garantia de acesso a medicamentos homeopáticos efitoterápicos.7. Incentivo a pesquisa em Práticas Integrativas e Complementares;8. Desenvolvimento de ações de acompanhamento e avaliação;9. Promoção de Cooperação Nacional e Internacional.
  23. 23. DIRETRIZES ESPECÍFICAS
  24. 24. FITOTERAPIA1. Estabelecimento de política de financiamento para odesenvolvimento de ações voltadas à implantação dasplantas medicinais e da fitoterapia no SUS.2. Incentivo à pesquisa e desenvolvimento de plantasmedicinais e fitoterápicos, priorizando a biodiversidadedo país.3. Promoção do uso racional de plantas medicinais edos fitoterápicos no SUS.4. Elaboração da Relação Nacional de PlantasMedicinais e da Relação Nacional de Fitoterápicos.
  25. 25. FITOTERAPIA5. Garantia do acesso a plantas medicinais efitoterápicos aos usuários do SUS.6. Formação e educação permanente dos profissionaisde saúde em plantas medicinais e fitoterapia.7. Acompanhamento e avaliação da inserção eimplementação das plantas medicinais e fitoterapia noSUS.8. Fortalecimento e ampliação da participação populare do controle social
  26. 26. FINANCIAMENTO DA PNPIC⇒Financiamento para o desenvolvimento de estratégias dequalificação em Práticas Integrativas e Complementares⇒ Estruturação física dos serviços relacionados a PráticasIntegrativas e ComplementaresO MS financia projetos apresentados ao Fundo Nacional de Saúde,com co-financiamento dos estados e municípios.
  27. 27. FINANCIAMENTO DA PNPIC⇒ Criação de incentivo à implantação e melhoria dasfarmácias públicas de manipulação de medicamentoshomeopáticos e/ou fitoterápicos segundo critériosestabelecidos ⇒ Financiamento para o desenvolvimento de ações voltadasà implantação das plantas medicinais e da fitoterapia noSUS em parceria com outros setores⇒ Estímulo à produção de medicamentos fitoterápicos ematrizes de medicamentos homeopáticos pelos laboratóriosoficiais.
  28. 28. Será que vale a pena oPaís investir na Produçãode Plantas Medicinais e Fitoterápicos???
  29. 29. CATHARANTHUS ROSEUS1 GRAMA - U$ 10.000,00 (VINCA, MARIA-SEM- VERGONHA)
  30. 30. AGRONEGÓCIO CULTIVO DE PLANTAS MEDICINAIS, AROMÁTICAS E CONDIMENTARES. CUSTO POR HECTARE: R$ 2.000 a 3.500 HA/ANO RECEITA BRUTA: R$ 2.800 a 12.000 HA/ANO MARGEM BRUTA: R$ 1.600 a 9.000 HA/ANO TEMPO DE RETORNO DO PROJETO: 3 ANOS INFORMAÇÕES DE MERCADO: APESAR DO MERCADO LIMITADO QUANDO COMPARADAS COM OS CULTIVOS COMERCIAIS, APRESENTAM MAIOR RENTABILIDADE
  31. 31. ASPECTOS DA PRODUÇÃO ECONÔMICOS:MAIOR RENTABILIDADE COMPARADA 1 HA DE PLAMED EQUIVALE A 7 HA DE SOJA E A 10 HA DE MILHO ATIVIDADE EM CRESCIMENTO: 10% A.A. TENDÊNCIA MUNDIAL: MAIOR CONSUMO DE PRODUTOS NATURAIS CERTIFICAÇÃO DOS PRODUTOS VÁRIOS USOS PARA UMA MESMA ESPÉCIE EX. ALIMENTÍCIA, MEDICINAL, CONDIMENTAR, INDUSTRIAL, OUTROS
  32. 32. SOCIAIS: REQUER GRANDE QUANTIDADE DE MÃO DE OBRA 1 TRABALHADOR FIXO E ATÉ 3 SAZONAIS/HA CARACTERÍSTICAS DE AGRICULTURA FAMILIAR NÍVEL MEDIANO DE ORGANIZAÇÃO: DOS PRODUTORES DA PRODUÇÃO DA COMERCIALIZAÇÃO
  33. 33. BIOLÓGICOS DIVERSIDADE DO CLIMA E SOLO PERMITE: CULTIVO DE UM GRANDE NÚMERO DE ESPÉCIES MERCADO INTERNO E EXPORTAÇÃO SUBSTITUIÇÃO DE ITENS IMPORTADOS  PERMITIRÁ O CONTROLE SOBRE A COLETA DESENFREADA DE ESPÉCIES NATIVAS EX. AROEIRA, FÁFIA, ESPINHEIRA-SANTA, CARQUEJA, ETC.
  34. 34. TÉCNICOSREDUZIRÁ O ÍNDICE DE CONTAMINAÇÃO DOSPRODUTOS ASSOCIADO AOS BAIXOS TEORES DEPRINCÍPIOS ATIVOSAMPLIARÁ A DISPONIBILIDADE DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS PRINCIPLAMNETE SOBRE ESPÉCIES NATIVAS E INTRODUZIDAS REDUZIRÁ O ATUAL SISTEMA DE CULTIVO, QUE AINDA SE BASEIA NO USO DE AGROQUÍMICOS;
  35. 35. O que o Estado dePernambuco vem realizando sobre este tema???
  36. 36. Pernambuco
  37. 37. O conjunto de experiências oficiais e extra-oficiaisque utilizam plantas como alternativa terapêutica noBrasil, tem evidenciado que esta prática apresenta um elemento potencializador de atividadesprodutivas, educacionais, promotoras de saúde e de resgate cultural.
  38. 38. Somado a estas questões, está a riqueza da biodiversidade doEstado, dos recursos naturais e humanos, que apresentam umgrande potencial para transformar a realidade de dependência econômica e tecnológica vigente.No início de 2010, com esse pensamento detransformação e para que fossem estabelecidas ações apartir de uma construção política, foi criado o: COMITÊ TÉCNICO DE PLANTAS MEDICINAIS E FITOTERÁPICOS - CTFITO-PE
  39. 39. AÇÕES DO CTFITO-PE O CTFITO-PE-PE tem como norteadores de suas ações,os seguintes princípios:• Promover o uso racional de plantas medicinais/fitoterápicos emPernambuco;• Fortalecer as cadeias e arranjos produtivos locais, com inclusãoda agricultura familiar;• Viabilizar a Sustentabilidade destes APLs;• Orientar e apoiar as iniciativas comunitárias com plantasmedicinais e fitoterápicos,• Promover o desenvolvimento de novas tecnologias produtivas e• Estabelecer o controle de qualidade das matérias primas(plantas) e do produto acabado (fitoterápicos).
  40. 40. AÇÕES DO CTFITO-PEFoi realizado um Questionário com os 185municípios de PE, que estão situados em 11 microrregiões para detectar as ações já realizadas e sobre o INTERESSE destes municípios nesta área.
  41. 41. AÇÕES DO CTFITO-PEMicrorregiões de Pernambuco Municípios Chã Grande 1 Recife Paulista Fernando de Noronha Machados 2 Condado 3 Primavera Cortês Brejo da Madre de Deus 4 Sairé Agrestina Gravatá Bom Conselho Caetés 5 Capoeiras Correntes Lagoa do Ouro Jupi São João
  42. 42. AÇÕES DO CTFITO-PEMicrorregiões de Pernambuco Municípios Buíque 6 Jatobá 7 Serrita Petrolina 8 Santa Maria da Boa Vista Bodocó 9 Ouricuri Afogados da Ingazeira 10 Santa Terezinha Brejinho Betânia 11 Calumbi Santa Cruz da Baixa Verde
  43. 43. E como ficarão os outrosmunicípios do Estado de Pernambuco???
  44. 44. Estarão reunidos através derepresentantes dos Municípios e do terceiro setor, no I Fórum do CTFITO-PE,a ser realizado nos dias 01 e 02 de julho de 2011, no CCB - UFPE
  45. 45. Os homens perdem a saúde para juntar dinheiro;E depois perdem dinheiro para recuperar a saúde.Por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem o presente,de tal forma que acabam por nem viver no presente nem no futuro.Vivem como se nunca fossem morrer e morrem sem nunca ter vivido. Confúcio
  46. 46. Contato:Cláudia Sampaio de Andrade LimaE-mail: claudia.salima@gmail.comTelefone: (081) 2126-7818

×