Glicosídeos final

4.060 visualizações

Publicada em

seminário de farmacognosia - Glicosídeos

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.060
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
353
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
40
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Glicosídeos final

  1. 1. FACULDADE ASCES BACHARELADO EM FARMÁCIA FARMACOGNOSIA GLICOSÍDEOSPaulo Sergio Reginaldo AiresRafaelly de LucenaStephanie AssisViviane Caroline
  2. 2. GLICOSÍDEOSSÃO COMPOSTOS DE UM OU MAIS AÇÚCARES ENTRE SEUS PRODUTOS DE HIDRÓLISE• + FREQUENTES: D-GLICOSE, RAMNOSE E DIGITOXOSE• - FREQUENTES: ÁCIDO GLICURÔNICO OU GALACTURÔNICO
  3. 3. GLICOSÍDEOS1. FUNÇÕES• REGULADORAS• PROTETORAS• SANITÁRIAS• AGENTES TERAPÊUTICOS – CARDIOTÔNICO DA DIGITALIS
  4. 4. GLICOSÍDEOS2. BIOSSÍNTESE DOS GLICOSÍDEOSRESÍDUO SACARÍDEO + AGLICONA (COMPONENTE NÃO AÇUCAR)3. MECANISMO DE FORMAÇÃOTRIFOSFATO DE URADINA (UTP) 1- FOSFATO SACARÍDEO URIDIL TRANSFERASE 1DIFOSFATO DE URADINA (UDP) AGLICONA + GLICOSÍDEO URIDIL TRANSFERASE 2
  5. 5. GLICOSÍDEOS4. FUNDAMENTAÇÃO DOS GLICOSÍDEOS4.1 GLICOSÍDEOS ANTRAQUINÔNICOS• PRODUÇÃO DE DI, TRI OU TETRAIDROXIANTRAQUINONAS• DERIVADOS COMO ANTRANÓIS, DIANTRONAS E OXANTRONAS NOS VEGETAIS• SÃO ESTIMULANTES QUE ATUAM AUMENTANDO A TONICIDADE DOS MÚSCULOSLISOS DA PAREDE DO CÓLON E ESTIMULANDO A SECREÇÃO DE ÁGUA E ELETRÓLITOSPARA INTESTINO GROSSO• MEDICAMENTOS DE ESCOLHA: CÁSCARA-SAGRADA, FRÂNGULA E O SENE. A BABOSACAUSA IRRITAÇÃO NA MUCOSA E OCORRÊNCIA DE CÓLICAS
  6. 6. GLICOSÍDEOS• SÃO ADMINISTRADOS DE FORMA ORAL• HIDROLISADOS NO CÓLON POR ENZIMAS DA MICROFLORA• INDICADOS PARA CASOS DE CONSTIPAÇÃO• OCORRE DEPENDÊNCIA E PERDA DAS FUNÇÕES INTESTINAIS NORMAIS• ESCOLHA: CÁSCARA-SAGRADA, FRÂNGULA, CASANTROMOL , ALOÉS (BABOSA)E RUIBARBO.
  7. 7. GLICOSÍDEOSCÁSCARA – SAGRADA (Rhamnus purshianus)• CASCA FRESCA: FORMAS REDUZIDAS DE GLICOSÍDEOS• FORMA LONGITUDINAL• USO APÓS UM ANO DE COLHIDA NO VERÃO• O-GLICOSÍDEOS NORMAIS (10 A 20%) E C-GLICOSÍDEOS DE ALOÍNA (80 A 90%)
  8. 8. GLICOSÍDEOSALOÉS OU BABOSA (Aloe barbadensis)• LÁTEX DESSECADO E 50% DE PRODUTOS EXTRATIVOS HIDROSSOLÚVEIS• NATIVA DA ÁFRICA PORÉM INTRODUZIDAS NA ÍNDIA E EUROPA• A. ferox, A. africana e A. spicata• EXTRAÇÃO DO LÁTEX E EVAPORAÇÃO EM COBRE• FORMA DE MASSA OPACA, NAUSEANTE E AMARGA E ODOR DESAGRADÁVEL• GEL DE ALOÉS VERDADEIRA: QUEIMADURAS, ESFOLADURAS E IRRITAÇÕESCUTÂNEAS
  9. 9. GLICOSÍDEOS4.2 GLICOSÍDEOS SAPONÍNICOS• COMUNS EM PLANTAS SUPERIORES• SOLUÇÕES COLOIDAIS QUE CRIAM ESPUMA E GOSTO AMARGO• O FÁRMACO PODE PRODUZIR ESTERNUTAÇÃO E IRRITAÇÃO NAS MUCOSAS• SÃO HEMOLÍTICAS ÀS HEMÁCIAS E ALTAMENTE TÓXICAS ( SAPOTOXINAS)• SAPOGENINA + ESTERÓIDES OU TRITERPENÓIDES• SÍNTESE PARCIAL DE HORMÔNIOS ESTEROIDAIS (DIOSGENINA E BOTOGENINA)
  10. 10. GLICOSÍDEOSGLICIRRIZA (ALCAÇUZ) (Glycyrrhiza glabra)• PROPRIEDADES CALMANTES E EXPECTORANTES• RETENÇÃO DE LÍQUIDO E SÓDIO E A DEPLEÇÃO DO POTÁSSIO• DESMASCARANTE DE MEDICAMENTOS AMARGOS• FAVORECEM A ABSORÇÃO DE OUTROS MEDICAMENTOS COMO ANTRAQUINÔNICOS• GOMAS DE MASCAR, CHOCOLATE, CIGARRO, TABACO E CERVEJA• LAVADA, DESSECADA E CLARIFICADA• ÁCIDO GLICIRRÍZICO
  11. 11. GLICOSÍDEOSGINSENG (Panax quinquefolius e Panax ginseng)• PROPRIEDADES TÔNICAS , ESTIMULANTES, DIURÉTICAS E CARMINATIVAS• ATUA NO METABOLISMO, SISTEMA NERVOSO CENTRAL E SECREÇÕES ENDÓCRINAS• ANEMIA, DIABETES, INSÔNIA, GARTRITE E IMPOTÊNCIA SEXUAL• PÓ, EXTRATOS E CHÁS• MISTURA COMPLEXA DE SAPONINAS TRITERPINOÍODICAS•
  12. 12. GLICOSÍDEOS4.3 GLICOSÍDEOS CIANOGENÉTICOS• PRODUZEM HCN E POSSUEM A ENZIMA β-GLUCOSIDADE QUE CATALISA A HIDRÓLISE•AGENTES AROMATIZANTES, ANTICARCERÍGENA (LAETRILA OU VIT. B 17) E CONTROLEDA ANEMIA FALCIFORME• AMIGDALINA E PRUNASINA
  13. 13. GLICOSÍDEOSCEREJA SILVESTRE (Prunus serotina)• TAMBÉM CONHECIDA COMO CEREJA VIRGINIANA E CEREJEIRA PRETASILVESTRE• FORMA UTILIZADA É A CASCA• VEÍCULO AROMATIZANTE COMO EM XAROPES ANTITUSSÍGENOS• EXPECTORANTE SEDATIVO
  14. 14. GLICOSÍDEOSCAROSO DE DAMASCO (Prunus armeniaca)• LAETRINA E AMIGDALINA• TRATAMENTO DE CÂNCER TERMINAL LIBERAÇÃO SELETIVA DE CIANETO•USO LIMITADO•EMULSINA HIDRÓLISE GLICOSÍDEO CIANETO TÓXICO (INTOXICAÇÃO)
  15. 15. GLICOSÍDEOS4.4 GLICOSÍDEOS DE ISOTIOCIANATO• AS AGLICONAS SÃO ISOTIOCIANATOS• GLICOSINOLATOS – TOXINAS LIGADAS COM GLICOSÍDEOS CIANOGÊNICOS• COMPREENDEM A FAMÍLIA DAS MOSTARDAS, OLEOGINOSAS E HORTALIÇAS(BRÓCOLIS, REPOLHO E NABO)• FUNÇÃO VITAL DE PROTEÇÃO CONTRA INSETOS E MAMÍFEROS• PROPRIEDADES ANTICARCINOGÊNICAS PRINCIPALMENTE ÁS MOSTARDAS
  16. 16. GLICOSÍDEOSMOSTRARDA (Brasica nigra ou B. juncea) E MOSTARDA BRANCA (Sinapis alba)• PLANTAS ANUAIS QUE TEM CAULES DELGADOS E ERETOS E FLORES AMARELAS• APRESENTA ÓLEO FIXO DE 30 A 35% : ÓLEO VOLÁTIL DE MOSTARDA• GLICOSÍDEO SINIGRINA• É IRRITANTE LOCAL E EMÉTICO (PROCOCA VÔMITO)• EXTERNAMENTE É RUBEFACIANTE E VESICANTE (IRRITANTE E PROVOCA BOLHAS NAPELE)
  17. 17. GLICOSÍDEOS4.5 AGENTES ORGANOSSULFURADOSALHO (Allium sativus) MACERAÇÃO• ALIINA ALICINA COMPOSTOS ODORÍFEROS• ATIVIDADES ANTIBACTERIANA, ANTI-HIPERLIPEDÊMICA, ATIVIDADE FIBRINOLÍTICADO SANGUE E INIBE AGREGAÇÃO DE PLAQUETAS E ATIVIDADE ANTITROMBÓTICA• RECOMENDA-SE NO MÁXIMO O CONSUMO DE 5 DENTES/DIA• MEDICAMENTO COM ENVOLTÓRIO ENTÉRICO CÁPSULA COM MAIORATIVIDADE
  18. 18. GLICOSÍDEOS4.6 GLICOSÍDEOS ALDEÍDICOSBAUNILHA (Vanilla planifolia)• TREPADEIRAS PERENES E PRODUZEM FRUTOS DURANTE 30 A 40 ANOS• OS FRUTOS SÃO CURADOS POR IMERSÃO EM ÁGUA QUENTE E SUDAÇÃO ATRAVÉSDE PANOS DE LÃ DURANTE DOIS MESES• GLICOVANILINA E ÁLCOOL GLICOVANÍLICO• NA FORMA TRITURADA É USADA COMO AROMATIZANTE E AUXILIAR EMFARMÁCIA
  19. 19. GLICOSÍDEOSBIBLIOGRAFIA FARMACOGNOSIA E FARMACOBIOTECNOLOGIA JAMES E. ROBBERS MARILYN K. SPEEDIE VARRO E. TYLER EDITORA PREMIER – SÃO PAULO – SP. 1997

×