Processo decisório e resolução de problemas.

2.808 visualizações

Publicada em

Apresentação feita para orientar e ajudar estudantes e profissionais de Administração, tais como cursos afins ao se jugar necessário.

Publicada em: Negócios
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.808
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
109
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
236
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Processo decisório e resolução de problemas.

  1. 1. PROCESSO DECISÓRIO E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS ? ? ? ? Henrique Ferreira
  2. 2. O que é Processo decisório? • É saber seguir o caminho, em meio a variáveis, em determinado momento, seguindo a estratégia mais adequada com decisões assertivas para se atingir um objetivo.
  3. 3. O que é? • Buscar soluções, implementando-as, para resolver o que fugiu do planejamento, atingindo diretamente nos resultados finais projetados.
  4. 4. Conceito de processo decisório: • “É a sequência de etapas que vai da identificação de uma situação que oferece um problema ou oportunidade, até a escolha e colocação em prática de uma ação ou solução”. (MAXIMIANO, 2004, p.111).
  5. 5. Como resolver os problemas? • Segundo Pólya (2003), se resume em quatro etapas. Compreender o problema; Elaboração de um plano; Execução do plano; Verificação dos Resultados;
  6. 6. Compreensão do problema: • Estudar e compreender o problema para encontrar a falha, atuando assim que for percebido. • Identifique: O que conhece; O que não conhece; As condições atuais ou apresentadas;
  7. 7. Elaboração de um plano • Elaborar como dirigir e encaminhar o processo sistematicamente antes de se iniciar uma ação, visando encontrar o problema.
  8. 8. Execução do plano • Após analisar detalhadamente o plano é hora de pôr em prática. Execute o mesmo até que se chegue a uma solução. Caso não se obtenha êxito, volte a fase de planificação.
  9. 9. Verificação dos resultados • Revise o seu trabalho, tire todas as lições possíveis, tais como pontos fortes e fracos, pois, o mesmo servirá para implantações de novos planos futuros.
  10. 10. MODELO RACIONAL DE TOMADA DE DECISÕES PROBLEMA DECISÃO EXECUÇÃO NOVA SITUAÇÃO Verificar a falha Escolha para enfrentar o problema Cumprir o que foi decidido
  11. 11. Avaliar consequências Escolher a melhor solução Executar a melhor escolha Avaliar o processo Buscar soluções Achar a causa do problema Estabeleça Objetivos Perceber o problema PROBLEMA DECISÃO EXECUÇÃO NOVA SITUAÇÃO
  12. 12. FASES DO PROCESSOORDEM DO PROCESSO TÉCNICAS 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PROBLEMA 2 - DIAGNÓSTICO  DIAGRAMA DE ISHIKAWA (ESPINHA DE PEIXE)  PRINCÍPIO DE PARETO 3 - GERAÇÃO DE ALTERNATIVAS  BRAINSTORMING  BRAINWRITING  PARADIGMA DE RUBINSTEIN 4 - ESCOLHA DE UM ALTERNATIVA  PONDERAÇÃO DE CRITÉRIOS  ANÁLISE DO PONTO DE EQUILIBRIO 5 - AVALIAR A DECISÃO  ANÁLISE DE VANTAGENS E DESVANTAGENS  ARVORE DE DECISÕES  ANÁLISE DO CAMPO DE FORÇAS
  13. 13. TÉCNICAS PROBLEMA DIAGRAMA DE ISHIKAWA
  14. 14. Princípio de Pareto ESFORÇOS RESULTADOS 20% 80% 20% dos seus esforços são responsáveis por 80% dos seus resultados.
  15. 15. BRAINSTORMING (Tempestade de ideias) Explorar a potencial capacidade de criar/inovar de um individuo ou grupo. BRAINWRITING Coletar ideias, de formas simples, de um grupo de pessoas sobre a resolução de um problema.
  16. 16. PARADIGMA DE RUBINSTEIN Organizar em um gráfico as relações de causas e efeitos existentes no problema. Figuraretiradadoblogcadernodojoão.
  17. 17. PONDERAÇÃO DE CRITÉRIOS Fazer uma avaliação dos critérios mais importantes. ANÁLISE DO PONTO DE EQUILIBRIO. Avaliar o desempenho atual da empresa em relação aos lucros e prejuízos, sempre alertando para medidas corretivas, caso se faça necessário.
  18. 18. ANALISE DE VANTAGENS E DESVANTAGENS Nãocasar? Avaliar as vantagens e desvantagens do caminho a seguir. ÁRVORE DE DECISÕES Chegar a sua decisão após uma sequência de opções ou testes.
  19. 19. ANÁLISE DO CAMPO DE FORÇA FORÇAS CONTRA Diagnosticar situações e otimizar os resultados.
  20. 20. Como devem ser tomadas as decisões? INDIVIDUALMENTE – O Individuo pensará e tomará a decisão sem nenhuma conversa com seu grupo. Vantagens: Velocidade, Responsabilidade a uma pessoa e Valores. Desvantagens: Em Grupos consumirão mais tempo. EM GRUPO: A decisão será tomada após consultas e reuniões grupais. Vantagens: Maior diversidade de ideias, Qualidade, melhor aceitação da solução proposta, Motivação, trabalho em equipe, etc. Desvantagens: Indefinições por ideias diferentes.
  21. 21. TOMADAS DE DECISÕES • Decisões programadas – Resolvem problemas que já foram enfrentados e que se comportam da mesma forma. Nestes casos não precisa diagnosticar o problema, Criar alternativas e escolher o curso da ação. • Decisões não programadas – Buscam resolver problemas que a decisão programada não faz. São situações novas em que a organização enfrenta pela primeira vez e existem diferentes formas de se concluírem.
  22. 22. ESTILO DE DECISÕES • Analítico – Só tomará a decisão após analisar todo o processo. • Diretivo – Dirigir e dar orientações junto com as decisões. • Conceitual – Tomará decisões após formulações de ideias. • Comportamental – Decisões tomadas com meios diferentes de atingi-las.
  23. 23. Referencias Bibliográficas: • MAXIMIANO, Antônio Cesar Amaru. Introdução a Administração. 6. ed. SÃO PAULO: Atlas, 2004 • PÓLYA, G. Como resolver problemas (Tradução do original inglês de 1945). Lisboa: 2003 • CHIAVENATO, Idalberto; Introdução à Teoria Geral da Administração. São Paulo: Atlas, 2011.

×