Informática 
Origem da palavra 
I N F O R M A Ç Ã O 
A palavra Informática provém da junção das 
palavras Informação e Aut...
Origem da palavra 
Provém da palavra latina computare, 
que significa contar, calcular ou 
avaliar. 
O computador é um con...
Tecnologias da Informação (TI) 
Consistem em processos de tratamento, controlo e comunicação da informação, 
fundamentalme...
Informação digital e dados 
Informação 
Conjunto de dados articulados com significado. Ou seja, é tudo aquilo (palavra, 
f...
Informação digital e dados 
Na Web, toda a informação, quer 
seja texto, sons ou imagens, 
encontra-se em formato digital
Áreas de aplicação das TIC – Computador 
Informática 
Significa o tratamento, ou processamento, da informação utilizando m...
Áreas de aplicação das TIC – Comunicação 
Telecomunicação 
Tele é um prefixo de origem grega que exprime a ideia de "longe...
Áreas de aplicação das TIC – Comunicação – Telemática 
Serviços telemáticos mais utilizados 
WWW (World Wide Web) 
E-mail ...
Áreas de aplicação das TIC – Controlo e automação 
As Tecnologias de Controlo e 
Automação caracterizam-se pela 
intervenç...
Áreas de aplicação das TIC – Controlo e automação – Robótica 
A robótica é a área que estuda o desen-volvimento 
de sistem...
Áreas de aplicação das TIC – Controlo e automação – CAD/CAM 
CAD (Computer Assisted Design) – Projecto 
ou desenho realiza...
Estrutura e funcionamento de um sistema informático 
Todos os dispositivos físicos que constituem 
um sistema informático....
UNIDADE 1: Introdução às Tecnologias da Informação e Comunicação 
Estrutura e funcionamento de um sistema informático – So...
Estrutura e funcionamento de um sistema informático – Hardware 
Os dados são 
introduzidos 
através dos 
dispositivos de 
...
Estrutura e funcionamento de um sistema informático – CPU 
Principais componentes: 
Unidade de Controlo (UC) – determina e...
Estrutura e funcionamento de um sistema informático – Memórias 
-É na memória que são armazenados os dados para processame...
UNIDADES DE MEDIDA DE INFORMAÇÃO 
• BIT 
• 8 BITS = 1 BYTE 
• 1024 BYTES = 1 KILOBYTE 
• 1024 KILOBYTES = 1 MEGABYTE 
• 10...
Estrutura e funcionamento de um sistema informático 
Memórias primárias, principais ou centrais 
RAM (Random Access Memory...
Estrutura e funcionamento de um sistema informático 
Memórias primárias, principais ou centrais 
ROM (Read Only Memory) é ...
Estrutura e funcionamento de um sistema informático 
Memórias primárias, principais ou centrais 
Cache Utilizada para o ar...
Estrutura e funcionamento de um sistema informático 
Memórias secundárias, auxiliares ou de massa 
Dispositivos de armazen...
Estrutura e funcionamento de um sistema informático 
Memórias secundárias, auxiliares ou de massa 
Discos sólidos 
Ainda p...
Estrutura e funcionamento de um sistema informático 
A placa principal (motherboard) 
A motherboard é o elemento mais impo...
Motherboard – Placa mãe
A PLACA PRINCIPAL OU MOTHERBOARD 
• Quando abrimos um computador do tipo PC podemos identificar os 
seguintes componentes:...
Estrutura e funcionamento de um sistema informático – CPU 
Para que todos os componentes funcionem é necessário que comuni...
Estrutura e funcionamento de um sistema informático 
Dispositivos de entrada e saída de dados 
Um dispositivo de entrada é...
Estrutura e funcionamento de um sistema informático 
Dispositivos de entrada 
Os dispositivos ou periféricos de entrada co...
Estrutura e funcionamento de um sistema informático 
Dispositivos de saída 
É através dos dispositivos ou periféricos de s...
Estrutura e funcionamento de um sistema informático 
Dispositivos de entrada e saída (Input/Output) 
Os dispositivos, ou p...
• -CD/DVD ROM : permite apenas leitura (instalação 
de programas); 
• -CD/DVD R : pode ser gravado uma vez mas não 
regrav...
Aquisição de um Sistema Informático: aspectos a ter em atenção 
Motherboard 
Processador 
Memória RAM 
Capacidade do disco...
O que é o Hardware? 
É tudo aquilo, componentes de um computador, que pode 
tocar e agarrar com com as mãos. 
EXEMPLOS: Mo...
O que é Assemblagem? 
É a técnica/trabalho de juntar os diversos componentes de 
um computador de forma a funcionar.
Categorias de elementos de 
Assemblagem 
 Elementos Fundamentais 
 Periféricos
Elementos Fundamentais 
Todos os componentes necessários ao funcionamento 
mínimo de um computador. 
• Fonte de Alimentaçã...
Periféricos 
 ENTRADA – Permitem que o utilizador 
comunique com a máquina. (Teclado, 
Rato) 
 SAIDA – Permitem que a má...
Componentes necessários na 
Assemblagem de um computador 
 Torre 
 Fonte de 
Alimentação 
 Motherboard 
 Processador 
...
Ainda podemos juntar 
 Modem 
 Impressora 
 Scanner 
 Placa de TV 
 Placa de Rádio 
 WebCam 
 Etc.
Torre 
Serve para organizar e transportar de forma fácil todos os 
componentes assemblados. 
IMPORTANTE 
• Robusta 
• Espa...
Fonte de Alimentação 
Transforma a corrente de 240V para correntes inferiores de 
acordo com as diversas necessidades dos ...
MotherBoard 
Serve para interligar e gerir todos os componentes de um 
computador. 
IMPORTANTE 
• Rápida (FSB) 
• ChipSet ...
Processador 
Cérebro do computador, controla todo o fluxo de informação 
entre os diversos componentes. Faz operações arit...
Cooler 
Serve para arrefecer o processador 
IMPORTANTE 
• Compatível com o 
processador
RAM 
Serve para guardar os programas, e informação associada, quando 
estão a ser executados. 
IMPORTANTE 
• Rápida 
• Gra...
Cabos FD 
Servem para ligar a Drive de Disquetes à MotherBoard. Um dos 
lados do cabo está pintado a vermelho que indica o...
Cabos IDE 
Servem para ligar os Discos Duros e drives de CD-ROM à 
MotherBoard. Um dos lados do cabo está pintado a vermel...
Disco Duro 
Serve para guardar a informação: Sistema Operativo, Programas, 
Documentos, Imagens, Vídeos, Músicas, etc. 
IM...
Drive de Disquete 
Serve para ler e escrever em Disquetes
Drive de CD-ROM 
Serve para Ler informações de CD’s. Se pretender gravar CD’s 
terá de adquirir um CD-RW (Lê e grava CD’s)...
Placa Gráfica 
Serve para passar imagem ao monitor. 
Encaixa-se na MotherBord, normalmente, na Slot AGP ou PCI-X 
IMPORTAN...
Placa de Som 
Serve para transmitir som às colunas. 
Encaixa-se na MotherBord, normalmente, na Slot PCI 
IMPORTANTE 
• Qua...
Placa de Rede 
Permite a comunicação entre computadores. 
IMPORTANTE 
• Velocidade 
• Compatibilidade com 
os restantes el...
Monitor 
Permite que o utilizador consiga ver o que a máquina 
(computador) está a fazer. Permite ainda a comunicação lógi...
Rato 
Permite a comunicação matricial com o computador, facilita 
a execução de algumas tarefas. 
IMPORTANTE 
• Compatibil...
Teclado 
Permite a comunicação escrita com o computador. 
IMPORTANTE 
• Compatibilidade com 
a MotherBoard
Modem 
Converte o Sinal analógico em digital e o digital em analógico. 
Permite a comunicação por linha analógica. 
IMPORT...
Impressora 
Passa para o papel documentos electrónicos 
IMPORTANTE 
• Velocidade 
• Resolução
Scanner 
Passa para formato electrónico documentos em papel. 
IMPORTANTE 
• Resolução
Placa de TV 
Permite ver a programação dos diversos canais no computador.
Placa de Rádio 
Permite ouvir rádio no computador.
WebCam 
Permite fazer filmagens directas para o computador. 
Fazer vídeo-conferências.
Cuidados a ter na Assemblagem 
 Electricidade Estática – A electricidade 
do nosso corpo é suficiente para 
danificar os ...
Características da BOA informação 
 Exactidão, fiabilidade, rigor – grau de correspondência 
entre a informação e a reali...
UNIDADES DE MEDIDA DE 
INFORMAÇÃO 
 BIT 
 8 BITS = 1 BYTE 
 1024 BYTES = 1 KILOBYTE 
 1024 KILOBYTES = 1 MEGABYTE 
 1...
Apresentação TIC - Unidade 1 Introdução aos Computadores
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação TIC - Unidade 1 Introdução aos Computadores

1.407 visualizações

Publicada em

TIC

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.407
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
867
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação TIC - Unidade 1 Introdução aos Computadores

  1. 1. Informática Origem da palavra I N F O R M A Ç Ã O A palavra Informática provém da junção das palavras Informação e Automática Significado Tratamento ou processamento da informação utilizando meios automáticos, nomeadamente o computador. A U T O M Á T I C A I N F O R M Á T I C A Áreas de aplicação das TIC
  2. 2. Origem da palavra Provém da palavra latina computare, que significa contar, calcular ou avaliar. O computador é um conjunto de dispositivos electrónicos capazes de aceitar dados e instruções, executar essas instruções para processar os dados e apresentar os resultados.
  3. 3. Tecnologias da Informação (TI) Consistem em processos de tratamento, controlo e comunicação da informação, fundamentalmente através de meios electrónicos. Os processos de tratamento da informação estão essencialmente ligados à Informática utilizando, portanto, computadores ou sistemas informáticos.
  4. 4. Informação digital e dados Informação Conjunto de dados articulados com significado. Ou seja, é tudo aquilo (palavra, frase, imagem,...) que nos poderá permitir a tomada de decisões e a execução de acções. Informação Digital Toda a informação que existe sob a forma digital, à qual podemos aceder através de um computador.
  5. 5. Informação digital e dados Na Web, toda a informação, quer seja texto, sons ou imagens, encontra-se em formato digital
  6. 6. Áreas de aplicação das TIC – Computador Informática Significa o tratamento, ou processamento, da informação utilizando meios automáticos, nomeadamente o computador ou sistemas informáticos (computador e outros dispositivos associados). Burótica Designa a aplicação de meios informáticos no tratamento e circulação da informação em escritórios ou gabinetes administrativos. Actualmente também se utiliza com alguma frequência a expressão escritório electrónico.
  7. 7. Áreas de aplicação das TIC – Comunicação Telecomunicação Tele é um prefixo de origem grega que exprime a ideia de "longe", "ao longe", "à distância". Comunicação tem a ver com o acto de transmitir informação. Consiste num serviço de comunicação à distância que envolve a integração de sistemas tais como: televisão, vídeo, linhas telefónicas, satélites, etc. Telemática Caracteriza-se pela conjugação de meios informáticos (computadores, modems, etc.) com meios de comunicação à distância (linhas telefónicas, satélites, etc.)
  8. 8. Áreas de aplicação das TIC – Comunicação – Telemática Serviços telemáticos mais utilizados WWW (World Wide Web) E-mail (correio electrónico) e V-Mail (Video Mail) Transferência de ficheiros (FTP) News (Newsgroups) – fóruns temáticos de discussão Videoconferência – (Netmeeting ou Internet Phone With Video)
  9. 9. Áreas de aplicação das TIC – Controlo e automação As Tecnologias de Controlo e Automação caracterizam-se pela intervenção de meios informáticos no controlo de mecanismos e processos industriais. A Robótica e o CAD/CAM são dois dos principais domínios de intervenção desta área.
  10. 10. Áreas de aplicação das TIC – Controlo e automação – Robótica A robótica é a área que estuda o desen-volvimento de sistemas electromecânicos (robôs) nos quais intervêm meios e processos informáticos. A utilização destes dispositivos é de grande importância sempre que é necessário realizar tarefas com o máximo de eficiência e precisão ou aceder a lugares onde a presença humana se torna difícil, arriscada e até mesmo impossível.
  11. 11. Áreas de aplicação das TIC – Controlo e automação – CAD/CAM CAD (Computer Assisted Design) – Projecto ou desenho realizado com a utilização de computadores e softwares específicos. CAM (Computer Aided Manufactoring) – Sistemas de fabrico controlados por computador.
  12. 12. Estrutura e funcionamento de um sistema informático Todos os dispositivos físicos que constituem um sistema informático. Programas – conjunto de instruções – que gerem e controlam o hardware, de uma forma organizada, para que o computador possa funcionar convenientemente. Os sistemas informáticos são constituídos por HARDWARE SOFTWARE
  13. 13. UNIDADE 1: Introdução às Tecnologias da Informação e Comunicação Estrutura e funcionamento de um sistema informático – Software Programas escritos em diversas linguagens de programação que determinam a actividade e o comportamento de um sistema informático desde os dados a serem processados até ao funcionamento de um periférico. Software Sistema Aplicação Conjunto de programas fundamentais para o funcionamento do computador – Sistema Operativo – Ms-Dos, Windows 95, Windows 98, Windows ME, Windows Xp, Windows NT, Windows 2000, Unix, Linux, etc. Programas de âmbito específico usados pelos utilizadores para a realização de algumas tarefas. Processadores de texto, editores de imagens, jogos, etc.
  14. 14. Estrutura e funcionamento de um sistema informático – Hardware Os dados são introduzidos através dos dispositivos de entrada (input) Em seguida são enviados para a unidade central de processamento Dispositivos de Saída Os novos dados, depois de processados, são enviados para os periféricos de saída (output). Dispositivos de Entrada CPU – Unidade Central de Processamento Memórias
  15. 15. Estrutura e funcionamento de um sistema informático – CPU Principais componentes: Unidade de Controlo (UC) – determina e controla as operações a efectuar Unidade Lógica e Aritmética (ULA) – é responsável pela execução de todas as operações aritméticas e lógicas Registos – armazenam, temporariamente, os dados com que a ULA efectua as operações Unidade de Comunicação Interna (UCI) - liga os diferentes componentes internos do microprocessador aos componentes externos
  16. 16. Estrutura e funcionamento de um sistema informático – Memórias -É na memória que são armazenados os dados para processamento, os dados intermédios, os resultados finais e até mesmo o programa que, num dado momento, está a ser executado, determinando assim o processamento -É importante distinguir dois tipos de memórias: a memória principal (central ou primária) e a memória secundária (auxiliar ou de massa)
  17. 17. UNIDADES DE MEDIDA DE INFORMAÇÃO • BIT • 8 BITS = 1 BYTE • 1024 BYTES = 1 KILOBYTE • 1024 KILOBYTES = 1 MEGABYTE • 1024 MEGABYTES = 1 GIGABYTE • 1024 GIGABYTE = 1 TERABYTE
  18. 18. Estrutura e funcionamento de um sistema informático Memórias primárias, principais ou centrais RAM (Random Access Memory) – É uma memória de leitura e escrita onde o acesso à informação é feito aleatoriamente. É volátil, pois perde toda a informação quando o computador é desligado. SRAM – são mais rápidas que as DRAM mas não têm tanta capacidade de armazenamento de informação. DRAM – são as mais acessíveis em termos de preço mas também as mais lentas. VRAM – são mais rápidas que as DRAM para operações de vídeo pois permitem operações de leitura e escrita em simultâneo. NVRAM, Flash RAM ou "memória Flash“ – é um tipo de memória RAM que não perde os dados quando desligada.
  19. 19. Estrutura e funcionamento de um sistema informático Memórias primárias, principais ou centrais ROM (Read Only Memory) é uma memória que apenas pode ser lida. Memória só de leitura que contém instruções fixas para o funcionamento do sistema. São utilizadas principalmente para incluir instruções de rotina para o funcionamento básico de um computador, como as operações de arranque ou de interacção com dispositivos de I/O. É o caso da chamada ROM BIOS (Basic Inoput/Output System) que contém instruções básicas para a CPU poder comunicar com os dispositivos de I/O. PROM (Programmable ROM) – pode ser programada, electricamente, apenas uma vez. EPROM (Erasable and Programmable ROM) e EEPROM (Electric EPROM) – podem ser apagadas e reescritas mais do que uma vez. Pelo nosso computador continuam a ser utilizadas como ROMs normais. FLASH – tem características muito semelhantes às memórias EEPROM. É uma memória não volátil que, utilizada normalmente, permite apenas a leitura dos seus dados.
  20. 20. Estrutura e funcionamento de um sistema informático Memórias primárias, principais ou centrais Cache Utilizada para o armazenamento dos dados mais requisitados pelo processador, evitando, assim, ler ou escrever directamente na memória RAM. A cache interna é uma memória de acesso bastante rápido, que se coloca entre a memória principal (RAM) e o processador. Contudo, a sua capacidade de armazenamento é, normalmente, reduzida. Existe ainda a cache secundária – cache nível 2 – tipicamente externa, com maior capacidade de armazenamento do que a cache interna e também com tempos de acesso superiores.
  21. 21. Estrutura e funcionamento de um sistema informático Memórias secundárias, auxiliares ou de massa Dispositivos de armazenamento mais utilizados Discos rígidos Disquetes Discos ópticos Bandas magnéticas e tapes
  22. 22. Estrutura e funcionamento de um sistema informático Memórias secundárias, auxiliares ou de massa Discos sólidos Ainda pouco divulgados, utilizam-se como um disco mas são compostos por circuitos integrados. São rápidos e muito pequenos. Actualmente existem sob a forma de porta-chaves, caneta e até relógio, e permitem transportar um volume considerável de informação (32 MB, 64 MB, 128 MB, …). Ligam-se à porta USB (Universal Serial Bus) do computador.
  23. 23. Estrutura e funcionamento de um sistema informático A placa principal (motherboard) A motherboard é o elemento mais importante de um computador pois tem como função permitir que o processador comunique com todos os periféricos instalados com maior velocidade e fiabilidade. É na motherboard que está o microprocessador, a memória principal, os circuitos de apoio, a placa controladora (que controla a circulação da informação entre o processador e o periférico), os conectores do barramento que permitem estabelecer a ligação aos periféricos, etc.
  24. 24. Motherboard – Placa mãe
  25. 25. A PLACA PRINCIPAL OU MOTHERBOARD • Quando abrimos um computador do tipo PC podemos identificar os seguintes componentes: • Placa principal (motherboard ou placa mãe) – a placa de circuito impresso de maiores dimensões no interior do PC, na qual se encontra a UCP e à qual se vão ligar os periféricos através de conectores e placas de expansão. • Placas de Expansão – outras placas de circuitos impressos ligadas à motherboard através de encaixes (slots) próprios. • Drives - • Fonte de Alimentação - • Cabos internos -
  26. 26. Estrutura e funcionamento de um sistema informático – CPU Para que todos os componentes funcionem é necessário que comuniquem entre si, permitindo a circulação dos dados a processar Para tal, existe um sistema de comunicação interno designado por Barramento ou Bus. Barramento Local, que interliga a Unidade Central de Processamento (CPU) à memória Barramento de Entrada e Saída, que interliga todos os dispositivos externos ao barramento local Slots de expansão
  27. 27. Estrutura e funcionamento de um sistema informático Dispositivos de entrada e saída de dados Um dispositivo de entrada é um sistema que permite introduzir dados do exterior num sistema informático. Um dispositivo de saída é um sistema que permite ao computador disponibilizar informação para o exterior, para que a possamos utilizar. Dispositivos de: Entrada Saída Entrada e saída
  28. 28. Estrutura e funcionamento de um sistema informático Dispositivos de entrada Os dispositivos ou periféricos de entrada convertem a informação introduzida pelo utilizador em sequências próprias de bits, capazes de serem interpretados pelo processador. Teclado Rato Scanner Leitor de código de barras Joystick Câmara digital
  29. 29. Estrutura e funcionamento de um sistema informático Dispositivos de saída É através dos dispositivos ou periféricos de saída que os dados processados pelo processador são transmitidos para o exterior. Plotter Ecrã ou monitor Impressora Projector de imagem
  30. 30. Estrutura e funcionamento de um sistema informático Dispositivos de entrada e saída (Input/Output) Os dispositivos, ou periféricos, de entrada e saída tanto permitem efectuar a entrada como a saída de dados. Ou seja, são dispositivos capazes de canalizar informação do exterior para o interior do computador e vice-versa. Drive (RW) Modem Monitor táctil Placa de rede Placa de som
  31. 31. • -CD/DVD ROM : permite apenas leitura (instalação de programas); • -CD/DVD R : pode ser gravado uma vez mas não regravado (GRAVAÇÃO DE INFORMAÇÃO APENAS UMA VEZ); • -CD/DVD RW: permite a gravação, apagamento e regravação (reescrita) de informação.
  32. 32. Aquisição de um Sistema Informático: aspectos a ter em atenção Motherboard Processador Memória RAM Capacidade do disco Velocidade no acesso aos dados Placa gráfica Placa de som
  33. 33. O que é o Hardware? É tudo aquilo, componentes de um computador, que pode tocar e agarrar com com as mãos. EXEMPLOS: Monitor, Teclado, Processador, etc.
  34. 34. O que é Assemblagem? É a técnica/trabalho de juntar os diversos componentes de um computador de forma a funcionar.
  35. 35. Categorias de elementos de Assemblagem  Elementos Fundamentais  Periféricos
  36. 36. Elementos Fundamentais Todos os componentes necessários ao funcionamento mínimo de um computador. • Fonte de Alimentação • MotherBoard • Processador • RAM
  37. 37. Periféricos  ENTRADA – Permitem que o utilizador comunique com a máquina. (Teclado, Rato)  SAIDA – Permitem que a máquina comunique com o utilizador (Monitor, Impressora)  MISTOS – Permitem a entrada e saída de dados. (Placa de Rede, Modem)
  38. 38. Componentes necessários na Assemblagem de um computador  Torre  Fonte de Alimentação  Motherboard  Processador  Cooler  RAM  Cabos FD  Cabos IDE  Disco Duro  Drive de Disquete  Drive de CD-ROM  Placa Gráfica  Placa de Som  Placa de Rede  Monitor  Rato e Teclado
  39. 39. Ainda podemos juntar  Modem  Impressora  Scanner  Placa de TV  Placa de Rádio  WebCam  Etc.
  40. 40. Torre Serve para organizar e transportar de forma fácil todos os componentes assemblados. IMPORTANTE • Robusta • Espaçosa • Bem refrigerada
  41. 41. Fonte de Alimentação Transforma a corrente de 240V para correntes inferiores de acordo com as diversas necessidades dos componentes. IMPORTANTE • Potente (W) • Compatível com a MotherBoard
  42. 42. MotherBoard Serve para interligar e gerir todos os componentes de um computador. IMPORTANTE • Rápida (FSB) • ChipSet • Extensível
  43. 43. Processador Cérebro do computador, controla todo o fluxo de informação entre os diversos componentes. Faz operações aritméticas e lógicas. IMPORTANTE • Boa performance (relação velocidade arquitectura) • Grande cache interna • Compatível com a MotherBoard
  44. 44. Cooler Serve para arrefecer o processador IMPORTANTE • Compatível com o processador
  45. 45. RAM Serve para guardar os programas, e informação associada, quando estão a ser executados. IMPORTANTE • Rápida • Grande capacidade • Compatível com a Motherboard
  46. 46. Cabos FD Servem para ligar a Drive de Disquetes à MotherBoard. Um dos lados do cabo está pintado a vermelho que indica o lado um do cabo.
  47. 47. Cabos IDE Servem para ligar os Discos Duros e drives de CD-ROM à MotherBoard. Um dos lados do cabo está pintado a vermelho que indica o lado um do cabo. Num cabo pode ligar dois periféricos desde que um seja Master e outro Slave.
  48. 48. Disco Duro Serve para guardar a informação: Sistema Operativo, Programas, Documentos, Imagens, Vídeos, Músicas, etc. IMPORTANTE • Velocidade (Rotações por minuto – RPM’s) • Capacidade
  49. 49. Drive de Disquete Serve para ler e escrever em Disquetes
  50. 50. Drive de CD-ROM Serve para Ler informações de CD’s. Se pretender gravar CD’s terá de adquirir um CD-RW (Lê e grava CD’s). IMPORTANTE • Velocidade
  51. 51. Placa Gráfica Serve para passar imagem ao monitor. Encaixa-se na MotherBord, normalmente, na Slot AGP ou PCI-X IMPORTANTE • Chip • Velocidade • RAM
  52. 52. Placa de Som Serve para transmitir som às colunas. Encaixa-se na MotherBord, normalmente, na Slot PCI IMPORTANTE • Qualidade da reprodução de som (em bits) •Compatibilidade com a Board
  53. 53. Placa de Rede Permite a comunicação entre computadores. IMPORTANTE • Velocidade • Compatibilidade com os restantes elementos da rede
  54. 54. Monitor Permite que o utilizador consiga ver o que a máquina (computador) está a fazer. Permite ainda a comunicação lógica com a máquina. IMPORTANTE • Tamanho • Resolução • Qualidade Imagem
  55. 55. Rato Permite a comunicação matricial com o computador, facilita a execução de algumas tarefas. IMPORTANTE • Compatibilidade com a Board
  56. 56. Teclado Permite a comunicação escrita com o computador. IMPORTANTE • Compatibilidade com a MotherBoard
  57. 57. Modem Converte o Sinal analógico em digital e o digital em analógico. Permite a comunicação por linha analógica. IMPORTANTE • Velocidade
  58. 58. Impressora Passa para o papel documentos electrónicos IMPORTANTE • Velocidade • Resolução
  59. 59. Scanner Passa para formato electrónico documentos em papel. IMPORTANTE • Resolução
  60. 60. Placa de TV Permite ver a programação dos diversos canais no computador.
  61. 61. Placa de Rádio Permite ouvir rádio no computador.
  62. 62. WebCam Permite fazer filmagens directas para o computador. Fazer vídeo-conferências.
  63. 63. Cuidados a ter na Assemblagem  Electricidade Estática – A electricidade do nosso corpo é suficiente para danificar os microcomponentes.  O Pin 1 – Todas as ligações devem estar pin 1 com pin 1  A Fonte – A fonte deve estar para a voltagem correcta , 230V (perigo de explosão)
  64. 64. Características da BOA informação  Exactidão, fiabilidade, rigor – grau de correspondência entre a informação e a realidade a que ela se refere.  Clareza, compreensibilidade – se é apresentada de forma que seja facilmente assimilável ou compreendida ou se, por outro lado é complexa e confusa.  Pertinência – o grau em que a informação se refere ou não a algo com interesse para o contexto em que se está a analisar.  Oportunidade/Atempada – tem a ver com o tempo ou o momento em que a informação é disponibilizada.  Acessibilidade - refere-se à facilidade ou dificuldade com que a informação pode ser disponibilizada, acedida ou obtida.
  65. 65. UNIDADES DE MEDIDA DE INFORMAÇÃO  BIT  8 BITS = 1 BYTE  1024 BYTES = 1 KILOBYTE  1024 KILOBYTES = 1 MEGABYTE  1024 MEGABYTES = 1 GIGABYTE  1024 GIGABYTE = 1 TERABYTE

×