Memoria

383 visualizações

Publicada em

Aprenda sobre tipos e tecnologias de memórias com o professor Helton Bezerra.


...............................................................................................
Visite nosso site:
http://www.cursosdeinformaticaemdvd.com.br/

Curta nossa Fan Page:
http://www.facebook.com/cliqueh

Aprenda em nosso canal Youtube:
http://www.youtube.com/cliqueh

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
383
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Memoria

  1. 1. E-mail:heltonbezerra@gmail.com Site: www.cliqueh.com.brFacebook: www.facebook.com/cliqueh Youtube: www.youtube.com/cliqueh
  2. 2. Memória
  3. 3. Memória ROM• Read Only Memory
  4. 4. Memória RAM - Random Access Memory
  5. 5. Memória cacheA velocidade da memória não consegue acompanhar a do processador, mas um fator paliativo para isso é a utilização do cache de memória, que consiste no uso de uma pequena quantidade de memória cache para armazenar informações e instruções acessadas com maior freqüência pelo processador memória cache e as canetas...
  6. 6. DIMM / SDRAM dual inline module memory
  7. 7. 2 bancos DIMM
  8. 8. DDRdouble data rate
  9. 9. Dual Channel Memórias colocadas em dual channel somam suas freqüências de trabalho, porém as quantidades de memória NÃO são duplicadas.Ex: dois pentes de 1 GB/800 Mhz cada trabalhando em dual channel, conferem um total de 1600 Mhz e 2 GB de memória total
  10. 10. Sem dual channel | Com dual channel
  11. 11. Memória VirtualA memória física se esgota rapidamente devido à voracidade sistemas e aplicações. A coisa ficou ainda pior quando os sistemas operacionais passaram a ser multitarefa (execução de diversos programas simultaneamente). A Intel então desenvolveu então um recurso chamado “Memória Virtual”Esse recurso funciona criando no HD um espaço chamado arquivo de troca (swap file) para o qual o processador remete pedaços de programas que não estão sendo utilizados em determinado momento, liberando espaço na memória para execução de um novo aplicativo. Quando se faz necessário acessar tal programa despejado para o HD, se dá o processo inverso, ou seja, o processador volta a carregá-lo na memória RAM físicaOBS:O tráfego utilizando memória virtual é mais lento, pois a “taxa de conversação” entre HD e a memória RAM é mais lenta que entre memória RAM e o processador
  12. 12. Macete do tio:“Windows + pause break”

×