Confraternização de Páscoa - Extensão MachadinhoHomenagem ao Dia Internacional das MulheresOs alunos do 9º ano"C","D" e "E...
Prefeito de Niquelândia diz ser ina-ceitável que situações dessa natu-reza – falta de transporte escolar –se repitam na ci...
Meu pai sempre me diziaQue com mulher não se pode brincar.Passei minha vida inteiraProcurando uma para casar.Depois de cer...
Nossa EquipeYara GodoiCoord. GeralEditoraSimone PiresCoord. de EquipeEditoraDaiane DiasAssuntos DiversosEditoraLucilene Fi...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal nova dimensao

246 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
246
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal nova dimensao

  1. 1. Confraternização de Páscoa - Extensão MachadinhoHomenagem ao Dia Internacional das MulheresOs alunos do 9º ano"C","D" e "E" do ColégioEstadual Professor Joa-quim Francisco Santiago,extensão Padre Valen-tim, desenvolveram noúltimo dia 08 de Março,uma competição entregrupos. Competi-ção esta que, visavaconfeccionar carta-zes criativos, usan-do somente a ima-ginação, nestesdeveriam conter,colagem ou dese-nho, ou ainda osdois tipos de símbo-los, e também, umbelo poema home-nageando as mulheres,criado pelos mesmos.Com o auxilio de Poll-yanna da Silva Alves, atéentão, professora de Lín-gua Portuguesa, trêsgrupos, sendo um decada série (turma), ga-nharam a disputa, poisseus cartazes foram osque mais chamaram aa t e n ç ã o e n q u a n -to estiveram expostos nomural da escola ―PadreValentim". Uma simples,porém carinhosa, home-nagem que os alunosfizeram àquela que éuma das mais belas cria-ções de Deus.A premiação foi sin-gela, no entanto, incenti-vadora.A ação teve comoincentivadores o coorde-nador do Colégio Esta-dual Professor Joa-quim Francisco San-tiago, ProfessorWesley Campos e aDiretora Prof.ª Simo-ne Pires.Parabéns alunos,pela garra e com-promisso com a suaeducação, pois estaé um dos maiorestesouros que o serhumano pode obter.Prof.º(s): Wesley CamposPollyanna AlvesVolume 1, edição 1Abril de 2013No dia 1º de Abril deste anonos reunimos com as turmas doEJA (1º e 3º Semestres) na Es-cola Municipal São Jorge(Extensão da Escola EstadualProfessor Joaquim FranciscoSantiago – Povoado Machadi-nho), para confraternizarmosjuntos, a páscoa. A festa contoucom a colaboração de todos osalunos, funcionários, membros dasociedade e transportadores.Prefeito Eleito FalaSobre Os Proble-mas E Os NovosRumos Da Educa-ção Municipal2Educação quetransforma: vocêfaz a diferença!3A matemática deum jeito diferente3Promovendo nos-sos Alunos3Projeto Ler Mais 4Reinserção Social:Talento e Oportu-nidade4Nossa Equipe 4Nesta edição:Tivemos como finalida-de pedagógica: unir de forma harmô-nica e prazerosa todas as tur-mas estabelecendo o clima depaz e harmonia nesta data tãoimportante para nós cristãos.Prof.º(s): Flávia, Delva e GabrielLucilene FiúzaCoordenadora da ExtensãoColégio Estadual Professor Joaquim Francisco Santiago
  2. 2. Prefeito de Niquelândia diz ser ina-ceitável que situações dessa natu-reza – falta de transporte escolar –se repitam na cidade, ou em qual-quer outro lugar deste país.Objetivo, e muito simpático. Foidessa forma que o prefeito eleitode Niquelândia, Luiz Teixeira Cha-ves, conversou com as alunas AnaBeatriz R. dos Santos, Larissa Naya-ra T. Mesquita e Vitoria Régia de F.Rocha, da Escola Estadual Profes-sor Joaquim Francisco Santiago,na primeira quarta-feira do mês demarço(6) deste ano. Durante aentrevista o atual prefeito destacidade, esclareceu as dúvidas dasalunas sobre os pro-blemas ocorridos naeducação municipaldurante o ano passa-do, explicando comoestas deficiências estãosendo resolvidas. Alémdisso, o senhor LuizTeixeira antecipou al-guns de seus planospara a educação, co-mo a melhoria quepretende fazer nasescolas municipais.Ao iniciarem a en-trevista as alunas, como objetivo de introdu-zir o assunto, questionaram o pre-feito (Luiz Teixeira) sobre a perdade aulas que os alunos da zonarural sofreram no de 2012 devidoà falta do transporte escolar. Oque segundo o mesmo, implicouem grandes perdas educativas,pois os alunos perderam assim asequência da aprendizagem. Alémde esquecerem o que já haviamaprendido tornando necessáriauma recapitulação dos conteúdos,esses alunos ainda terão de apren-der as matérias não aplicadas noano anterior juntamente com asmatérias deste ano letivo (2013).Assim, a prefeitura tomou algu-mas providências para regularizara falta de compromisso da admi-nistração anterior com a educação.―É inaceitável que situações dessanatureza se repitam em Niquelân-dia, ou em qualquer outro lugardeste país‖ – disse o prefeito. Di-zendo não concordar, ou aceitar,que situações assim voltem a acon-tecer. Além disso, em sua opiniãoessa situação mostra o total desco-nhecimento dos administradorespassados com o importante papelda educação na vida das pessoas.Para finalizar a entrevista asalunas perguntaram sobre a quali-dade desta educação que está sen-do oferecida. Neste aspecto o pre-feito diz saber que a qualidade daeducação não é a melhor, masjustifica que isso se deve à defasa-gem deixada, comopor exemplo: baixaremuneração dosprofissionais da edu-cação, falta de condi-ções dignas de traba-lho, alimentação es-colar inapropriada,salas de aulas inapro-priadas, entre outros.Contudo, a adminis-tração atual pretendecorrigir estes proble-mas, garantindo as-sim uma educação dequalidade aos alunos. Além disso,cogitou a possibilidade de refor-mar as escolas para garantir maiorconforto tanto a alunos como paraprofessores.Entrevista:Ana Beatriz R. dos Santos (7ºAno A)Larissa Nayara T. Mesquita (7ºAno A)Vitoria Régia de F. Rocha (7ºAno A)Texto:Yara Fernanda Godoi RezendeProfessora de Língua PortuguesaVânia Moreira LinoCoordenadora PedagógicaP Á G I N A 2essa situação. Foram programadasaulas extras fora do horário normalalém do transporte ter sido garan-tido neste período como forma deassegurar que aulas perdidas se-jam repostas.Ao ser questionado como asaulas estão sendo repostas, o se-nhor Luiz Teixeira explicou queestes alunos estão ficando umahora a mais na escola por dia re-pondo-as.Ainda tratando da reposiçãodas aulas, as alunas do ColégioEstadual Professor Joaquim Fran-cisco Santiago, perguntaram aoprefeito de Niquelândia, se destamaneira o princípio básico da edu-cação – Educação universal, gra-tuita e obrigatória – estaria sendocumprido, uma vez que claramen-te não o foi ano passado. Sendoque o senhor Luiz Teixeira respon-deu que em seu entendimentoesse direito está sendo assegura-do, pois sua administração estápreocupada não só com as aulasperdidas – que já estão sendo re-postas – como também com asaulas deste ano letivo (2013), paraque assim os alunos ―recuperem otempo perdido‖.Ao responder à pergunta sobreos motivos desta falta de transpor-te ocorrida na administração pas-sada, o senhor Luiz Teixeira Cha-ves expressou sua opinião de certaforma com indignação, relatandoJ O R N A L N O V A D I M E N S Ã OPrefeito Eleito Fala Sobre Os Problemas E OsNovos Rumos Da Educação Municipal
  3. 3. Meu pai sempre me diziaQue com mulher não se pode brincar.Passei minha vida inteiraProcurando uma para casar.Depois de certo tempoDescobri que não havia timidez.Queria que eu pagasse pensãoEla lascou minha vida de vez...Amor LimitadoEu conheci uma garotaQue é muito angelical,Sua voz me encantouÉ muito meiga e sensual.Ela era muito lindaEu a vi na Internet.Me disse que era tímida,E vivia mascando chiclete.Sergio Rodrigo F.de Melo (7ºAno C)Yara Fernanda Godoi RezendeProfessora de Língua PortuguesaAna BarbosaCoordenadora PedagógicaP Á G I N A 3Promovendo nossos Alunosnando as dúvidas dos alunos nasoperações fundamentais da mate-mática: adição, subtração, multipli-cação e divisão.Os alunos estavam bastantemotivados e a aprendizagem acon-teceu de forma mais prazerosa,devido à utilização do lúdico nasaulas da disciplina.Ercilene Pires de FariaProfessora de MatemáticaVanuza Ferreira SoaresCoordenadora PedagógicaA professora Ercilene Pires deFarias realizou no dia 25 de março,um trabalho utilizando dominó,com os alunos do 1º semestre daEJA Ensino Médio, turno noturno,na sede da unidade escolar, com oobjetivo de dinamizar as aulas dematemática.A atividade proporcionou aosalunos possibilidades de trabalha-rem em grupo e trocar informa-ções entre os participantes, sendoque a professora realizou interven-ções pontuais em cada grupo, sa-V O L U M E 1 , E D I Ç Ã O 1A matemática de um jeito diferenteutilizando as salas de aula, labora-tório de informática, biblioteca,quadra coberta entres outros.Incentivamos as ações culturais,educativas, esportivas, ambientaise sociais para atendimento às cri-anças, jovens e adultos que fre-qüentam à nossa escola.Damos uma atenção especialaos alunos da zona rural ou emsituação de vulnerabilidade social,conversando com a família na es-cola ou em visitas domiciliares atra-vés do Programa AMAI (Apoio eMonitoramento do Aluno infre-qüente), no sentido de garantir oacesso e permanência do alunocom sucesso.Sabemos dos inúmeros desafiosque a escola pública enfrenta, masacreditamos na força de vontade,O Colégio Estadual ProfessorJoaquim Francisco Santiago, locali-za-se no Bairro Soares, com 760alunos matriculados do 3º ao 9ºano do Ensino Fundamental e EJAI e III Etapas, na sede e extensõesque funcionam na Escola Munici-pal Padre Valentim Rodrigues, Es-cola Municipal São Jorge (Povoadodo Machadinho) e Agência Prisio-nal.Nossa equipe é composta por70 servidores efetivos e em regimede contrato temporário, que bus-cam a cada dia aperfeiçoar suaspráticas profissionais, participandode cursos de Mestrado, Gradua-ção, Seminários, Palestras, etc.No decorrer do ano letivo sãodesenvolvidas atividades escritas,orais, de pesquisa, envolvendo asdiversas disciplinas curriculares,determinação e espírito de colabo-ração de todos os segmentos daunidade escolar, visando umaEDUCAÇÃO TRANSFORMADORA.Prof.ª: Simone Pires GomesGestora EscolarEducação que transforma: você faz a diferença!
  4. 4. Nossa EquipeYara GodoiCoord. GeralEditoraSimone PiresCoord. de EquipeEditoraDaiane DiasAssuntos DiversosEditoraLucilene FiúzaCoord. & Editora dasExtensões: Presídio eMachadinhoVânia LinoCoord. e Editorada SedeWesley CamposCoord. & Editor daExtensão PadreValentimSugestões? Envie para nós: jornalnovadimensao@hotmail.comapenas como códigos a serem de-cifrados.O que possibilitou aos professo-res buscar alternativas para traba-O Projeto Ler Mais teve sua cul-minância dia 29 de março e, sob acoordenação da professora MariaAbadia Aparecida, foi realizadonas turmas de 1ª e 3ª séries doensino fundamental na exten-são do Colégio Estadual Pro-fessor Joaquim Francisco Santi-ago, localizada na AgênciaPrisional.A proposta pedagógicaenvolvida nesse projeto pro-pôs uma ação integradora doaluno com a sociedade atravésda escrita e leitura, de formaque estes não as percebamlhar com os educandos de formaque estes se reconhecessem comoseres capazes de aprender, possibi-litando assim a auto-formação deuma imagem positiva, não só de simesmos como também do mundo.Pressuposto este, que poderáorientá-los, e consequentementelevá-los a um bom desenvolvimen-to pessoal.Prof.ª: Maria Abadia AparecidaLucilene FiúzaCoordenadora da ExtensãoProjeto Ler MaisP Á G I N A 4 J O R N A L N O V A D I M E N S Ã Oresponsável pela extensão localiza-da na Agência Prisional apresenta-ram à sociedade niquelandenseuma mostra desta arte.O indivíduo encarcerado é, di-ante da sociedade, marcado peloestigma da periculosidade e, comisso, as oportunidades são maiscomprometidas.Assim, durante as aulas—oferecidas na agência prisional,além do ensino básico ofereci-do, os alunos são incentivados àprodução de trabalhos artísticoscomo: tapetes, passadeiras, en-feites e pinturas.No dia 20 de fevereiro, o gru-po gestor do Colégio Est. Prof.Joaquim Francisco Santiago e aequipe pedagógica diretamenteDurante a mostra – que ocor-reu na própria agência, os alunospuderam expor seus trabalhos,com a presença de familiares e demembros da sociedade. A pre-tensão é de levar essa mostra alugares públicos da cidade etranspor as barreiras da carcera-gem.Prof.ª(s): Daiane N. Dias LimaMaria Abadia AparecidaLucilene FiúzaCoordenadora da ExtensãoReinserção Social: Talento e oportunidade

×