Como descartes

3.166 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.166
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.237
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como descartes

  1. 1. Descartes: Qual conhecimento? AS PEQUENAS E AS GRANDES DÚVIDAS.
  2. 2. 1. Um argumento céptico... A. Destrói a nossa crença na verdade. B. Prova que todo o conhecimento é duvidoso. C. Interroga a criação humana. D. Refuta Descartes.
  3. 3. 2. O argumento céptico “a priori” A. Intitula-se de regressão infinita. B. Não existe nenhum argumento céptico “a priori” C. tem como base a experiência D. “a priori” quer dizer “às vezes”
  4. 4. 3. Descartes e o cepticismo A. Descartes não utiliza os argumentos cépticos. B. Descartes não conhecia o cepticismo. C. Descartes utiliza os argumentos cépticos para os refutar. D. Os cépticos adoptaram o cartesianismo.
  5. 5. 4. A forma de superar o cepticismo A. Utilizar uma boa fundamentação para as suas teorias. B. Fazer “de conta” que o cepticismo não existe. C. Utilizar uma dúvida metódica. D. Encontrar Deus
  6. 6. 5. Se não podemos pôr em causa todos os nossos conhecimentos... A. Duvidamos do seu fundamento. B. Duvidamos do que todos põem em causa C. Aceitamos a tradição. D. Ignoramos as dúvidas.
  7. 7. 6. As etapas da dúvida cartesiana são: A. 1º duvidar de quem sou, duvidar do que é o mundo. B. 1º Duvidar de todas as ciências e dos seus conhecimentos C. 1º Duvidar do que sabemos através dos sentidos. D. Duvidar das verdades da fé.
  8. 8. 7. O génio maligno permite... A. Duvidar de Deus B. Concluir que o mundo é maligno e perigoso C. Iniciar-se em práticas esotéricas. D. duvidar das verdades matemáticas.
  9. 9. 8. Corpo, alma, Deus A. nenhuma destas substâncias existe fora do pensamento. B. A mais evidente e verdadeira é a Alma. C. Deus só existe para mim, não fora de mim. D. O corpo não existe.
  10. 10. 9. As ideias têm todas uma causa fora do pensamento. A. É Falso. Só a ideia de Deus. B. É verdadeiro. C. Não é verdadeiro nem falso. D. É falso. O cogito existe fora do pensamento.
  11. 11. 10. Descartes é também um céptico. A. Sim. Porque acaba por não encontrar nenhum fundamento. B. Não, de modo nenhum Descartes é um empirista. C. Não, porque encontra um fundamento para o conhecimento, uma ideia que se auto-justifica. D. Sim, porque não acredita em nada.

×