Apres Projeto Saude Ambiente Iecp

5.237 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Saúde e medicina
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.237
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
53
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apres Projeto Saude Ambiente Iecp

  1. 2. “ Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente você estará fazendo o impossível.” ( São Francisco de Assis )
  2. 3. Instituto de Educação Carlos Pasquale
  3. 4. Ensino Médio Curso Normal
  4. 5. Projeto Transdisciplinar:
  5. 6. Abordagens sobre Saúde, Ambiente e suas Diversidades
  6. 7. Justificativa:
  7. 8. A defesa do meio ambiente tem origem na proteção da saúde humana. Se o homem não for capaz de amar a si mesmo e de valorizar-se, não será capaz de amar e de valorizar o meio ambiente a que pertence.
  8. 9. A escola foi o lugar eleito para inserir, no processo educacional, a educação preventiva. O trabalho de educação preventiva ligado à saúde, ao ambiente e as suas diversidades, envolve a definição de diretrizes que contemplem a formação integral do adolescente e a participação efetiva de todos os integrantes do universo escolar.
  9. 10. Objetivo:
  10. 11. Estimular a mudança prática de atitudes e a formação de novos hábitos com relação às atividades relacionadas com a saúde e visão sobre as questões ambientais. Favorecendo a reflexão sobre a responsabilidade ética de nossa espécie e o próprio planeta como um todo, auxiliando para que a sociedade possua um ambiente não somente sustentável, mas, com perspectivas promissoras na saúde humana.
  11. 12. Objetivo Específicos:
  12. 13. [a] Incentivar e promover o trabalho coletivo e a cooperação entre os alunos e os professores, entre a escola e a comunidade, para transformação humana e social, buscando perspectivas de melhoria da qualidade em saúde e ambiental.
  13. 14. [b] Possibilitar a construção da consciência ecológica para este mundo diferente e transformador, fazendo análises importantes tanto nos conteúdos programáticos como na prática relativa ao meio ambiente escolar.
  14. 15. [c] Observar e analisar fatos e situações de todos os tipos de lixo do ponto de vista ambiental, de modo crítico, reconhecendo as necessidades e oportunidades de atuar de modo propositivo para garantir um meio ambiente saudável e a boa qualidade de vida.
  15. 16. [d] Conscientizar o aluno para a necessidade de pensar no problema do lixo, nas formas de coleta e destino, na reciclagem, nos responsáveis pela produção e destino na escola, em casa e em espaços comuns, e que venha se tirar proveito e lucro da coleta e reciclagem, ao mesmo tempo, trazendo retorno para a escola e para o município. Sendo assim, buscar-se-á parcerias que envolvam empresas e setor público.
  16. 17. [e] Participar de ações sociais que resgatem valores humanos como respeito pela vida, responsabilidade, solidariedade, amizade e ética.
  17. 18. [f] Desenvolver atividades lúdicas que abordem não somente a realidade atual, mas buscando um equilíbrio entre o entendimento comum e o cultural.
  18. 19. [g] Promover atividades integradas entre toda a comunidade escolar, visando uma sensibilização sobre saúde, ambiente e suas diversidades.
  19. 20. Metodologia:
  20. 21. O projeto será apresentado aos professores para que surjam propostas de trabalho e atividades relacionadas ao assunto explorando diversos aspectos conceituais do seu campo de estudo.
  21. 22. A situação problema será exposta aos alunos para que o assunto entre em discussão e a partir daí sejam construídos o seu pré-projeto.
  22. 23. Estratégias preliminares:
  23. 24. [a] Procurar ajuda junto aos órgãos públicos relacionados direta e indiretamente com as questões em saúde, ambiente e suas diversidades. [b] Buscar auxílio junto as Organizações não-Governamentais para apoio no desenvolvimento de atividades relacionadas à saúde, ao ambiente e suas diversidades.
  24. 25. [c] Desenvolver a competência para a pesquisa (recolhimento de informações, entrevistas, mapeamento, entre outras atividades). [d] Estimular e desenvolver a criatividade, propiciando novas alternativas ou novas concepções para a soluções de problemas ou novas abordagens sobre as diversidades em saúde e ambiente.
  25. 26. [e] Criar a vinculação entre a ética, a estética, a educação, o trabalho e as práticas sociais. [f] Elaboração, apresentação e distribuição de jornais, murais, folders, textos.
  26. 27. [g] Apresentação de peças teatrais com o objetivo de sensibilizar e conscientizar os indivíduos sobre a importância da qualidade de vida, incluindo abordagens sobre a saúde, o ambiente e suas diversidades.
  27. 28. [h] Palestras. [i] Paródias. [j] Assistir documentários.
  28. 29. Avaliações iniciais
  29. 30. Espera-se que durante o desenvolvimento da prática pedagógica aplicada ao projeto: [1] A relativa mudança de comportamento dos educandos na comunidade escolar;
  30. 31. [2] O exercício da cidadania, solidariedade e cooperação entre escola e comunidade; [3] Atitudes mais coerentes e adequadas relacionadas com as perspectivas em saúde e ambiente;
  31. 32. A

×