Prof. Albano Novaes. 1
Prof. Albano Novaes. 2
O reino Monera
engloba seres
procariontes,
unicelulares ou
constituindo colônias.
Prof. Albano Novaes. 3
Os principais representantes
são as: arqueas, as bac-
térias e as cianobactérias
(também chamadas
e...
Prof. Albano Novaes. 4
A organização simples da célula
procariótica indica sua
primitividade. Há evidências de
que organis...
Prof. Albano Novaes. 5
Apesar da simplicidade de sua
organização celular, os seres
procariontes são muito versáteis,
e pod...
Prof. Albano Novaes. 6
Prof. Albano Novaes. 7
As BACTÉRIAS são
seres vivos unicelulares,
procariontes que podem
viver isoladas ou
constituindo co...
Prof. Albano Novaes. 8
Prof. Albano Novaes. 9
Prof. Albano Novaes. 10
Prof. Albano Novaes. 11
Prof. Albano Novaes. 12
As bactérias são organismos
muito pequenos, visíveis
somente ao microscópio.
As formas principais ...
Prof. Albano Novaes. 13
As bactérias podem ser:
 Esféricas,
Bastonetes,
 Espiraladas.
Prof. Albano Novaes. 14
As bactérias esféricas são
representadas pelos COCOS.
Os COCOS podem ser
encontrados isolados ou f...
Prof. Albano Novaes. 15
 COCOS,
 DIPLOCOCOS,
 ESTAFILOCOCOS,
 ESTREPTOCOCOS,
 TÉTRADES,
 SARCINAS.
Prof. Albano Novaes. 16
Prof. Albano Novaes. 17
Os COCOS representam as
bactérias esféricas formadas
por uma única célula.
Os DIPLOCOCOS são
bacté...
Prof. Albano Novaes. 18
Os principais tipos de
DIPLOCOCOS são:
 Gonococos,
 Pneumococos.
Prof. Albano Novaes. 19
Prof. Albano Novaes. 20
Os ESTREPTOCOCOS
são formados por vários
cocos dispostos em fileira.
A disposição dos cocos
asseme...
Prof. Albano Novaes. 21
Prof. Albano Novaes. 22
Os ESTAFILOCOCOS
são constituídos por
vários cocos dispostos
em arranjos
semelhantes a cachos de
u...
Prof. Albano Novaes. 23
Prof. Albano Novaes. 24
As TÉTRADES são
formadas a partir da união
de quatro cocos.
As SARCINAS são formadas
por vários co...
Prof. Albano Novaes. 25
Os BACILOS são bactérias que
possuem a forma semelhante a um
bastão ou bastonete.
Os BACILOS podem...
Prof. Albano Novaes. 26
Prof. Albano Novaes. 27
Os VIBRIÕES são
bacilos que possuem
aspecto semelhante a
uma vírgula.
Exemplo: a bactéria que
caus...
Prof. Albano Novaes. 28
Os DIPLOBACILOS
são formados a partir
da união de dois
bacilos.
Prof. Albano Novaes. 29
As bactérias ESPIRALADAS
são aquelas que possuem
aspecto semelhante a uma
espiral.
As bactérias es...
Prof. Albano Novaes. 30
As BACTÉRIAS podem ser
classificadas ou mesmo diferenciadas
conforme os tipos de:
padrão respirat...
Prof. Albano Novaes. 31
Prof. Albano Novaes. 32
As bactérias conforme o tipo de
padrão respiratório podem ser
diferenciadas em;
Bactérias ANAERÓB...
Prof. Albano Novaes. 33
As bactérias ANAERÓBIAS ou
ANAERÓBICAS representam os
diversos tipos de bactérias que podem
obter ...
Prof. Albano Novaes. 34
As bactérias AERÓBIAS ou
AERÓBICAS correspondem aos
diferentes tipos de bactérias que
somente cons...
Prof. Albano Novaes. 35
As bactérias conforme o padrão
nutricional podem ser
diferenciadas, principalmente, em
dois grupos...
Prof. Albano Novaes. 36
As BACTÉRIAS
AUTÓTROFAS são aquelas
que produzem o seu próprio
alimento por meio da
“fotossíntese”...
Prof. Albano Novaes. 37
Prof. Albano Novaes. 38
As bactérias autotróficas
fotossintetizantes ou
“fotoautotróficas” sintetizam
moléculas orgânicas ...
Prof. Albano Novaes. 39
As bactérias
quimiossintetizantes ou
“quimioautotróficas”, utilizam
a energia liberada em reações
...
Prof. Albano Novaes. 40
Grande parte das bactérias
possuem nutrição
heterotrófica, ou seja, seu
alimento consiste de
moléc...
Prof. Albano Novaes. 41
As bactérias
hetrotróficas extraem a
energia das moléculas
através de três tipos de
processos.
Prof. Albano Novaes. 42
Os processos utilizados pelas
bactérias heterotróficas para a
síntese do seu alimento, são:
 a re...
Prof. Albano Novaes. 43
Prof. Albano Novaes. 44
As bactérias conforme o
tipo de reprodução podem
ser diferenciadas em dois
grupos principais:
Prof. Albano Novaes. 45
 bactérias com padrão
reprodutivo assexuado,
 bactérias com padrão
reprodutivo sexuado.
Prof. Albano Novaes. 46
As bactérias se reproduzem
assexuadamente por DIVISÃO
BINÁRIA.
Nesse processo, a célula bacteriana...
Prof. Albano Novaes. 47
Prof. Albano Novaes. 48
Para as bactérias, considera-
se reprodução sexuada
qualquer processo de
transferência de fragment...
Prof. Albano Novaes. 49
Depois de transferido, o DNA
da bactéria doadora se
recombina com o da bactéria
receptora, produzi...
Prof. Albano Novaes. 50
Esses cromossomos
recombinados serão
transmitidos às células-filhas,
isto é, serão transmitidos às...
Prof. Albano Novaes. 51
Prof. Albano Novaes. 52
Prof. Albano Novaes. 53
Muitas bactérias heterotróficas
obtêm alimento a partir de
cadáveres ou de resíduos
eliminados por...
Prof. Albano Novaes. 54
As bactérias saprofágicas
degradam as mais diversas
substâncias orgânicas e
exercem uma importante...
Prof. Albano Novaes. 55
Diversas espécies de
bactérias heterotróficas são
PARASITAS, isto é,
instalam-se no corpo de
organ...
Prof. Albano Novaes. 56
Essas bactérias podem
eliminar substâncias
tóxicas, provocando
doenças no hospedeiro.
Prof. Albano Novaes. 57
As principais doenças causadas
pelas bactérias são: o cólera, o
tétano, a gangrena gasosa, a febre...
Prof. Albano Novaes. 58
Clique em “Esc” para sair.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A.P.Point.Reino.Monera2007.Grav

6.105 visualizações

Publicada em

Resumo sobre o reino monera (bactérias).

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.105
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
168
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A.P.Point.Reino.Monera2007.Grav

  1. 1. Prof. Albano Novaes. 1
  2. 2. Prof. Albano Novaes. 2 O reino Monera engloba seres procariontes, unicelulares ou constituindo colônias.
  3. 3. Prof. Albano Novaes. 3 Os principais representantes são as: arqueas, as bac- térias e as cianobactérias (também chamadas equivocadamente de cianofíceas).
  4. 4. Prof. Albano Novaes. 4 A organização simples da célula procariótica indica sua primitividade. Há evidências de que organismos procariontes primitivos foram os ancestrais de todas as formas de vida atualmente existentes no planeta Terra.
  5. 5. Prof. Albano Novaes. 5 Apesar da simplicidade de sua organização celular, os seres procariontes são muito versáteis, e podem ser encontrados nos mais diversos tipos de ambiente, desde as geleiras polares até o fundo dos oceanos.
  6. 6. Prof. Albano Novaes. 6
  7. 7. Prof. Albano Novaes. 7 As BACTÉRIAS são seres vivos unicelulares, procariontes que podem viver isoladas ou constituindo colônias.
  8. 8. Prof. Albano Novaes. 8
  9. 9. Prof. Albano Novaes. 9
  10. 10. Prof. Albano Novaes. 10
  11. 11. Prof. Albano Novaes. 11
  12. 12. Prof. Albano Novaes. 12 As bactérias são organismos muito pequenos, visíveis somente ao microscópio. As formas principais das bactérias podem ser diferenciadas em três categorias.
  13. 13. Prof. Albano Novaes. 13 As bactérias podem ser:  Esféricas, Bastonetes,  Espiraladas.
  14. 14. Prof. Albano Novaes. 14 As bactérias esféricas são representadas pelos COCOS. Os COCOS podem ser encontrados isolados ou formando colônias. Desta forma, as bactérias esféricas podem ser diferenciadas em:
  15. 15. Prof. Albano Novaes. 15  COCOS,  DIPLOCOCOS,  ESTAFILOCOCOS,  ESTREPTOCOCOS,  TÉTRADES,  SARCINAS.
  16. 16. Prof. Albano Novaes. 16
  17. 17. Prof. Albano Novaes. 17 Os COCOS representam as bactérias esféricas formadas por uma única célula. Os DIPLOCOCOS são bactérias esféricas constituídas pela união de duas células.
  18. 18. Prof. Albano Novaes. 18 Os principais tipos de DIPLOCOCOS são:  Gonococos,  Pneumococos.
  19. 19. Prof. Albano Novaes. 19
  20. 20. Prof. Albano Novaes. 20 Os ESTREPTOCOCOS são formados por vários cocos dispostos em fileira. A disposição dos cocos assemelha-se a disposição das peças de um colar.
  21. 21. Prof. Albano Novaes. 21
  22. 22. Prof. Albano Novaes. 22 Os ESTAFILOCOCOS são constituídos por vários cocos dispostos em arranjos semelhantes a cachos de uva.
  23. 23. Prof. Albano Novaes. 23
  24. 24. Prof. Albano Novaes. 24 As TÉTRADES são formadas a partir da união de quatro cocos. As SARCINAS são formadas por vários cocos dispostos em arranjos cúbicos.
  25. 25. Prof. Albano Novaes. 25 Os BACILOS são bactérias que possuem a forma semelhante a um bastão ou bastonete. Os BACILOS podem ser representados pelos próprios BACILOS, pelos DIPLOBACILOS e pelos VIBRIÕES.
  26. 26. Prof. Albano Novaes. 26
  27. 27. Prof. Albano Novaes. 27 Os VIBRIÕES são bacilos que possuem aspecto semelhante a uma vírgula. Exemplo: a bactéria que causa o Cólera.
  28. 28. Prof. Albano Novaes. 28 Os DIPLOBACILOS são formados a partir da união de dois bacilos.
  29. 29. Prof. Albano Novaes. 29 As bactérias ESPIRALADAS são aquelas que possuem aspecto semelhante a uma espiral. As bactérias espiraladas estão representadas pelos ESPIRILOS e pelos ESPIROQUETAS.
  30. 30. Prof. Albano Novaes. 30 As BACTÉRIAS podem ser classificadas ou mesmo diferenciadas conforme os tipos de: padrão respiratório, padrão nutricional, padrão reprodutivo.
  31. 31. Prof. Albano Novaes. 31
  32. 32. Prof. Albano Novaes. 32 As bactérias conforme o tipo de padrão respiratório podem ser diferenciadas em; Bactérias ANAERÓBIAS, Bactérias AERÓBIAS.
  33. 33. Prof. Albano Novaes. 33 As bactérias ANAERÓBIAS ou ANAERÓBICAS representam os diversos tipos de bactérias que podem obter energia através da respiração anaeróbica quanto da fermentação, vivem na ausência do gás oxigênio (O2), ou seja, não necessitam do oxigênio para o processo respiratório.
  34. 34. Prof. Albano Novaes. 34 As bactérias AERÓBIAS ou AERÓBICAS correspondem aos diferentes tipos de bactérias que somente conseguem obter energia através da respiração aeróbica. Conseqüentemente elas sobrevivem apenas em presença de gás oxigênio (O2).
  35. 35. Prof. Albano Novaes. 35 As bactérias conforme o padrão nutricional podem ser diferenciadas, principalmente, em dois grupos: Bactérias AUTÓTROFAS, Bactérias HETERÓTROFAS.
  36. 36. Prof. Albano Novaes. 36 As BACTÉRIAS AUTÓTROFAS são aquelas que produzem o seu próprio alimento por meio da “fotossíntese” ou por meio da “quimiossíntese”.
  37. 37. Prof. Albano Novaes. 37
  38. 38. Prof. Albano Novaes. 38 As bactérias autotróficas fotossintetizantes ou “fotoautotróficas” sintetizam moléculas orgânicas a partir de gás carbônico (CO2), água e energia.
  39. 39. Prof. Albano Novaes. 39 As bactérias quimiossintetizantes ou “quimioautotróficas”, utilizam a energia liberada em reações químicas inorgânicas
  40. 40. Prof. Albano Novaes. 40 Grande parte das bactérias possuem nutrição heterotrófica, ou seja, seu alimento consiste de moléculas orgânicas produzidas por outros seres vivos.
  41. 41. Prof. Albano Novaes. 41 As bactérias hetrotróficas extraem a energia das moléculas através de três tipos de processos.
  42. 42. Prof. Albano Novaes. 42 Os processos utilizados pelas bactérias heterotróficas para a síntese do seu alimento, são:  a respiração aeróbica,  a respiração anaeróbica.
  43. 43. Prof. Albano Novaes. 43
  44. 44. Prof. Albano Novaes. 44 As bactérias conforme o tipo de reprodução podem ser diferenciadas em dois grupos principais:
  45. 45. Prof. Albano Novaes. 45  bactérias com padrão reprodutivo assexuado,  bactérias com padrão reprodutivo sexuado.
  46. 46. Prof. Albano Novaes. 46 As bactérias se reproduzem assexuadamente por DIVISÃO BINÁRIA. Nesse processo, a célula bacteriana duplica seu cromossomo e se divide ao meio, originando duas novas bactérias completamente idênticas.
  47. 47. Prof. Albano Novaes. 47
  48. 48. Prof. Albano Novaes. 48 Para as bactérias, considera- se reprodução sexuada qualquer processo de transferência de fragmentos de DNA de uma célula para outra.
  49. 49. Prof. Albano Novaes. 49 Depois de transferido, o DNA da bactéria doadora se recombina com o da bactéria receptora, produzindo cromossomos com novas seqüências de genes.
  50. 50. Prof. Albano Novaes. 50 Esses cromossomos recombinados serão transmitidos às células-filhas, isto é, serão transmitidos às próximas bactérias através do processo da BIPARTIÇÃO.
  51. 51. Prof. Albano Novaes. 51
  52. 52. Prof. Albano Novaes. 52
  53. 53. Prof. Albano Novaes. 53 Muitas bactérias heterotróficas obtêm alimento a partir de cadáveres ou de resíduos eliminados por outros organismos, por isso esses tipos de bactérias são denominadas de BACTÉRIAS SAPROFÁGICAS.
  54. 54. Prof. Albano Novaes. 54 As bactérias saprofágicas degradam as mais diversas substâncias orgânicas e exercem uma importante função na decomposição de cadáveres e resíduos orgânicos.
  55. 55. Prof. Albano Novaes. 55 Diversas espécies de bactérias heterotróficas são PARASITAS, isto é, instalam-se no corpo de organismos vivos, nutrindo- se à custa deles.
  56. 56. Prof. Albano Novaes. 56 Essas bactérias podem eliminar substâncias tóxicas, provocando doenças no hospedeiro.
  57. 57. Prof. Albano Novaes. 57 As principais doenças causadas pelas bactérias são: o cólera, o tétano, a gangrena gasosa, a febre tifóide, as gastroenterites, a pneumonia bacteriana, a gonorréia, a coqueluche, a tuberculose, a sífilis, a meningite e a disenteria bacilar.
  58. 58. Prof. Albano Novaes. 58 Clique em “Esc” para sair.

×