Aula 06 Sistema nervoso e sensorial - anatomia

507 visualizações

Publicada em

Nervous and sensory system - Anatomy

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
507
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
19
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
48
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 06 Sistema nervoso e sensorial - anatomia

  1. 1. Sistema Nervoso e Sensorial Prof. Hamilton F. Nobrega
  2. 2. Aspectos Gerais É um conjunto de órgãos responsáveis pela coordenação e integração dos demais sistemas orgânicos, relacionando o organismo com as variações do meio externo e controlando o funcionamento visceral.
  3. 3. Estrutura da célula • Corpo celular • Prolongamentos celulares:  Dendritos: prolongamentos curtos  Axônio (fibra nervosa): prolongamentos longos • Bainha de mielina: é uma bainha de tecido gorduroso que envolve as fibras nervosas agindo como meio isolante
  4. 4.  Neurônio sensitivo: trazem informações ao sistema nervoso central  Neurônio motor: levam a resposta elaborada ao órgão efetuador da resposta (músculo ou glândula)  Neurônio de associação: analisa as informações, armazena sob a forma de memória, elabora padrões de resposta ou geram respostas espontâneas.
  5. 5. Critério Funcional  Sistema Nervoso Somático (SNS) (vida de relação):  Relaciona o organismo com as variações do meio externo.  Sistema Nervoso Visceral (SNV) (vida vegetativa):  Relaciona o organismo com as variações do meio interno.
  6. 6. • Vias aferentes: contém apenas fibras sensoriais. Impulso do órgão receptor para o SNC; • Vias eferentes: contém apenas fibras motoras. Impulso do SNC para o órgão efetuador (músculo ou glândula); • Vias de associação: analisa as informações, armazena sob a forma de memória, elabora padrões de resposta ou geram respostas espontâneas.
  7. 7. Critério Morfológico
  8. 8.  Substância cinzenta: áreas contendo os corpo celulares (neurônios)  Substância branca: áreas contendo as fibras nervosas envolvidas por bainha de mielina.
  9. 9. Espaços  Epidural: entre dura-mater e o osso – contem veias  Sub-dural: entre a dura-mater e aracnóide - virtual  Sub-aracnoídeo: contém o líquido cefalorraquidiano (liquor)
  10. 10. Liquido incolor, inodoro, insípido de origem plasmática produzido nos ventrículo encefálico que circula no espaço sub-aracnoideo protegendo o SNC. Volume circulante: 150 ml Produção diária: 500 ml
  11. 11. Artérias:  Sistema Carotídeo (carótida interna)  Artérias cerebrais (cérebro)  Anterior (rostrais nos animais)  Media  Posterior (caudais nos animais)  Sistema vertebro-basilar:  Artéria basilar (tronco cerebral e cerebelo)  Artéria vertebral:  Espinhais (medula espinhal e cerebelo) Veias:  Encéfalo:  veias cerebrais superficiais: córtex cerebral  veias cerebrais profundas: centro branco medular, tronco e cerebelo  seios da dura-máter: veia jugular interna  Medula espinhal:  Plexo vertebral interno: espaço epidural  Plexo vertebral externo: em torno da coluna vertebral  Sistema Ázigos: veia cava superior
  12. 12. Plano coronal ou frontal Plano sagitalPlano transverso
  13. 13. A MEDULA é dividida em 4 regiões topográficas
  14. 14. 31 pares
  15. 15. É a parte do SNC situada entre a medula espinhal e o diencéfalo, ventralmente ao cerebelo. Constituição:  Bulbo ou Medula Oblonga (inferior)  Ponte (média)  Mesencéfalo (superior)
  16. 16.  Formação reticular: é uma rede de células e fibras que se estende por todo tronco cerebral ocupando os espaço deixados pelos núcleos do tronco.  IV ventrículo: cavidade do tronco situado entre o bulbo, ponte e cerebelo  Aqueduto cerebral: cavidade do mesencéfalo
  17. 17. É a parte do sistema nervoso central situada dorsalmente ao tronco e inferiormente ao lobo occipital do telencéfalo.
  18. 18. Divisão: • Verme: região central • Hemisférios cerebelares: regiões laterais • Córtex cerebelar: substância cinzenta envolvendo o cerebelo • Núcleos centrais: substância cinzenta dentro do cerebelo
  19. 19. É a parte do sistema nervoso central situada entre o tronco cerebral e o telencéfalo. Divisão:
  20. 20. É a parte mais superior do sistema nervoso central Faces:  Súpero-lateral  Face medial  Face basal Lobos:  Frontal  Parietal  Occipital  Temporal  Lobo da insula
  21. 21. Sulcos:  Face Súpero-lateral  Central  Pré-central  Pós-central  Lateral  Face Medial  Parieto-occipital  Calcarino
  22. 22. Estrutura: • Córtex cerebral: camada de substância cinzenta que envolve o telencéfalo. • Núcleos da base: substância cinzenta situada no interior do telencéfalo.
  23. 23. • Vistos pela face lateral:  Pré-central: área motora voluntária  Pós-central (área somestesica): dor, tato, pressão e temperatura  Frontal inferior (área de Brocca): – articulação da palavra  Supra-marginal e angular: área do esquema corporal  Temporal transverso anterior: audição  Prega fronto-parietal inferior: gustação
  24. 24. • Vistos pela face lateral:  Pré-central  Pós-central (área somestesica)  Frontal inferior (área de Brocca)  Supra-marginal e angular  Temporal transverso anterior  Prega fronto-parietal inferior
  25. 25.  Vistos pela face medial:  Do cíngulo: comportamento emocional  Área septal: comportamento emocional
  26. 26.  Visto pela face basal:  Parahipocampal: olfação  Uncus: olfação  Hipocampo: memória de curta duração e comportamento emocional
  27. 27. Áreas do telencéfalo e diencéfalo, situada em torno do corpo caloso que estão envolvidas com o controle do comportamento emocional.
  28. 28. Constituição:  Terminações nervosas: estruturas situadas na extremidade livre das fibras nervosa com a capacidade de transformar energia em impulso elétrico (receptor) e vice-versa (efetor).  Sensitivas (receptores)  Motoras (efetores)
  29. 29. Constituição:  Gânglios: São aglomerados de células nervosas fora do Sistema nervoso central.  Nervos: Cordões esbranquiçados constituídos por um conjunto de fibras nervosas envolvidas por bainha de mielina
  30. 30. As fibras nervosas variam no calibre e possuem bainha de mielina ou não Nervos: cordões esbranquiçados constituídos de fibras nervosas reforçados por tecido conjuntivo.
  31. 31.  Quanto a função:  Sensitivos  Motores  Mistos  Quanto a origem aparente  Craniais  Espinhais
  32. 32. I. Olfatório II. Óptico III. Oculomotor IV. Troclear V. Trigêmeo VI. Abducente VII. Facial VIII. Vestíbulococlear IX. Glossofaríngeo X. Vago XI. Acessório XII. Hipoglosso
  33. 33. I. Olfatório: Origem aparente: telencéfalo Território de inervação: mucosa olfatória II. Óptico: Origem aparente: diencéfalo Território de inervação: retina III. Oculomotor: Origem aparente: mesencéfalo Território de inervação:  Músculos elevador da pálpebra superior, oblíquo inferior e retos superior, inferior e medial  Músculo esfíncter da pupila  Músculo ciliar
  34. 34. IV. Troclear: Origem aparente: Mesencéfalo Território de inervação: Músculo oblíquo superior V. Trigêmeo: Origem aparente: Ponte Território de inervação: Face e 2/3 anteriores da língua (exterocepção) e propriocepção dos dentes, ATM e músculos da mastigação Músculos da mastigação, miloioídeo, tensor do véu do paladar, tensor do tímpano e ventre anterior do digástrico VI. Abducente: Origem aparente: Ponte Território de inervação: músculo reto lateral
  35. 35. VII. Facial: Origem aparente: Ponte Território de inervação: 2/3 anteriores da língua (gustação) e Parte da mucosa da cavidade nasal e do palato mole VII. Vestíbulococlear: Origem aparente: ponte Território de inervação: Órgão espiral e Máculas e cristas ampulares IX. Glossofaríngeo: Origem aparente: Bulbo Território de inervação: Parte do pavilhão auricular e do meato, acústico externo, 1/3 posterior da língua (gustação), 1/3 posterior da língua, faringe, úvula, tonsilas, tuba auditiva, seio e corpo carotídeo, glândula parótida e músculo estilofaríngico.
  36. 36. X. Vago: Origem aparente: Bulbo Território de inervação: Epiglote (gustação), Faringe, laringe, traquéia, esôfago e vísceras torácicas e abdominais (andar supramesocólico e compartimento direito do andar inframesocólico), Parte do pavilhão auricular e do meato acústico externoMúsculos da faringe (exceto o estilofaríngico) e da laringe XI. Acessório: Origem aparente: Bulbo Território de inervação: Músculos da laringe, Músculos trapézio e esternocleidoccipitomastoídeo e vísceras torácicas XII. Hipoglosso: Origem aparente: Bulbo Território de inervação: músculos intrínsecos e extrínsecos da língua
  37. 37. Nervos espinhais (pares) Plexos nervosos Plexo cervical Plexo braquial Fascículos Principais ramos Nervos intercostais Plexo lombossacral Porção sacral
  38. 38. Nervos espinhais (pares): • Cervicais (8) • Torácicos (12) • Lombares (5) • Sacrais (5) • Coccígeo (1) Plexos nervosos: Plexo cervical: • Raízes: C1, C2, C3, C4 • Principais ramos: Nervo frênico: m. diafragma Alça cervical: m. infra-ioídeos Plexo braquial: • Raízes: C5, C6, C7, C8, T1 • Troncos: • Superior: raízes C5, + C6 • Médio: C7 • Inferior: raízes C8 , + T1
  39. 39.  Principais ramos: • Fascículo lateral: n. musculocutâneo: mm. Coracobraquial, bíceps braquial e braquial n. mediano (raiz lateral): mm. anteriores do antebraço com exceção do m. flexor ulnar do carpo e m. flexor profundo dos dedos ( porção ulnar) • Fascículo medial: n. mediano (raiz lateral): mm. anteriores do antebraço com exceção do m. flexor ulnar do carpo e m. flexor profundo dos dedos ( porção ulnar n. ulnar: m. flexor ulnar do carpo e m. flexor profundo dos dedos - porção ulnar – IV e V • Fascículo posterior: n. axilar: m. deltóide e m. redondo menor n. radial: mm. posteriores do braço, antebraço e mão
  40. 40. Nervos intercostais: • Intercostais típicos: T2 a T6 • Toraco-abdominais:T7 a T12 • ubcostal: T12 Plexo lombossacral: • Porção lombar: n. ilio-hipogastrico (cutâneo) n. ilio-inguinal (cutâneo) n. genito-femoral (pele e m. cremaster) n. femoral (pele e mm. anteriores da coxa) n. obturatório ( pele e mm. mediais da coxa) Raiz lombar do n. isquiádico
  41. 41. Porção sacral: n. pudendo (pele e mm. do períneo) Raiz sacral do n. isquiádico Obs.: n. isquiádico (porções lombar e sacral): n. fibular comum: n. fibular superficial: (mm. laterais da perna) n. fibular comum: (mm. anteriores da perna) n. tibial: (mm. posteriores da coxa, perna e pé
  42. 42. Sistema nervoso autônomo: componente motor do Sistema Nervoso visceral Sistema nervoso simpático Componente toraco- lombar do sistema nervoso autônomo é um gastador de energia e tem ação difusa. Sistema nervoso parassimpático: Componente cranio- sacral do sistema nervoso autônomo é um economizador de energia e tem ação localizada.
  43. 43.  Posição dos neurônios pré-ganglionares:  Simpático: região toraco-lombar da medula espinhal  Parassimpático: tronco cerebral e região sacral da medula espinhal  Posição dos neurônios pós-ganglionares:  Simpático: próximo da medula espinhal  Parassimpático: longe da medula espinhal e próximo das vísceras
  44. 44. Anatomia do sistema nervoso simpático - cadeia simpática: • Gânglios para-vertebrais • Gânglios pré-vertebrais Anatomia do sistema nervoso parassimpático: • Nervos cranianos ( III, VII, IX, X e XI) • Nervos espinhais (S2 a S4)
  45. 45. Aspectos Gerais É um conjunto de órgãos responsáveis pela sensibilidade geral, permitindo sentir os estímulos do ambiente exterior, como por exemplo dor, temperatura, dentre outros, além de atuar no equilíbrio.
  46. 46. Sensibilidades Gerais: dor, temperatura, pressão, tato e propriocepção • Terminações nervosas na pele • Órgão neurotendíneo • Fuso neuromuscular • Gonfoses alvéolos dentários • Articulação temporo-mandibular
  47. 47. Sensibilidades Especiais: • Olfação: Cavidade nasal (concha superior e septo nasal • Gustação: Língua (papilas gustativas) • Visão: bulbo ocular • Audição e Equilíbrio: Órgão estato-acústico  Audição: orelha externa, média e interna (cóclea)  Equilíbrio: canais semi-circulares ( superior, lateral e posterior) e vestíbulo

×