Manual da familia trompetes jupiter (português)

2.977 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.977
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Manual da familia trompetes jupiter (português)

  1. 1. To pt rm e e Maulo sái nad U ur o à ÇO T N ao A Eicd i f et C r na ai r t e a ái . d G pg a n i ta lm a nú w whbo o . / p e w . r. mb j ir a c ru t
  2. 2. Manual do Usuário - Trompete Cuidados Manutenção do seu Trompete A Primeira Coisa que você deve saber As coisas de que você precisa são: Óleo para as válvulas, e graxa que é um tipo de vaselina para as curvas. E não se esqueça você precisa apenas: Óleo para as Válvulas e Graxa para as Curvas. Óleo para as Válvulas Este óleo tem três propósitos: Limpar, Lubrificar, e preencher os espaços de ar. Um pisto não lubrificado nunca será tão rápido quanto um regularmente lubrificado. O óleo também retira qualquer resíduo de sujeira entre a válvula e as paredes da cápsula da válvula. Uma camada de óleo irá também 1
  3. 3. Manual do Usuário - Trompete preencher o pequeno espaço entre a válvula e as paredes da cápsula, reduzindo os vazamentos de ar, e tornando seu trompete mais eficiente. Lubrificando as Válvulas Execute este procedimento duas vezes por semana. Segure seu Trompete exatamente na posição para tocar, e em seguida gire num angulo de 45o para baixo, como na figura acima. Desaperte a parte superior de sua válvula, ou pisto, e puxe-a até a metade, não a retire completamente. Coloque aproximadamente 5 gotas de óleo na superfície da válvula. Espalhe o óleo ao redor da válvula girando-a, e movimentando a mesma para cima e para baixo na cápsula, em seguida deixa-a na posição para baixo. Gire a válvula até ouvir um estalo, indicando que esta encaixou no lugar correto, desta forma ela vai estar alinhada com as portas. O guia de válvula é uma pequena peça plástica localizada abaixo da mola da válvula, este guia deve se encaixar num pequeno entalhe dentro da cápsula da válvula. Quando isto ocorre é sinal de que a válvula está perfeitamente alinhada, você irá perceber que este guia está corretamente encaixado, quando ouvir o clique, e não conseguir mais girá-la. 2
  4. 4. Manual do Usuário - Trompete Engraxando as Curvas Faça isto uma vez por mês. Você pode se perguntar por que devo engraxar as curvas? Se você não engraxar as curvas haverá um depósito de minerais e saliva que literalmente irão soldar estas curvas, obrigando-o a fazer uma manutenção de custo não tão baixo. NÃO SE ESQUEÇA DE ENGRAXAR AS CURVAS DE SEU TROMPETE. Engraxando as “Pompas de Afinação e Curvas Grandes” Lembre-se que para esta pompa deve ser utilizado a graxa, não o óleo. Puxe a pompa retirando-a e passe uma camada de graxa no tubo da pompa recoloque-a em seguida no local novamente deslizando lentamente. Você pode adquirir esta graxa nas lojas de música especializadas, ou mesmo utilizar vaselina. 3
  5. 5. Manual do Usuário - Trompete A figura acima mostra como engraxar as curvas de seu trompete. Lembre-se de que todas as pompas devem ser engraxadas com exceção (de alguns trompetes) que tenham a primeira e terceira pompas de válvula desenhadas para movimentos rápidos, estas devem ser lubrificadas com óleo. Passo a passo • • • • • desejar. • Remova a pompa Coloque uma camada de graxa na curva Espalhe com os dedos Recoloque a curva no local Retire o excesso de graxa, e utilize na próxima pompa se Repita a operação para a próxima pompa. 4
  6. 6. Manual do Usuário - Trompete Lubrificando as outras Pompas “curvas rápidas” Estas são as pompas da primeira e terceira válvulas, em muitos trompetes que possuem pompas da primeira e terceira válvulas, ou pistos, estas são pompas de movimento pequeno para ajuste fino de afinação. Elas costumam ter um anel, onde você pode movê-la com o dedo enquanto toca. Nos trompetes de boa qualidade estas curvas são feitas para se moverem livremente, se você quiser usar esta função não utilize graxa na curva, pois a graxa ira prende-la, utilize óleo nesta curva. Ou seja, lembre-se: as pompas que você tem que mover rápido e de sintonia fina no seu trompete utilize óleo, já nas curvas que você precisa mover lentamente até certa posição com grandes movimentos, utilize graxa. Sempre pressione a pompa para baixo no local para retirar o excesso de óleo e ar de seu trompete. Engraxando e lubrificando regularmente seu trompete, você nunca terá problemas com ele. Manutenção da chave d’água As chaves d’água são pequenas válvulas que abrem e fecham, com um pequeno espaço para saída de excesso de água acumulado. É desnecessário dizer que isto não é suficiente para retirar todo excesso de minerais e saliva do trompete, causando um acumulo nesta saída. Você deve fazer sempre a manutenção preventiva, e deixar esta chave também sempre lubrificada. 5
  7. 7. Manual do Usuário - Trompete Simplesmente coloque uma gota de óleo no furo da chave da curva mestre, e outra ao redor da chave, e faça o mesmo na outra chave, ou seja, com um total de três ou quatro gotas de óleo, uma vez por mês, você nunca terá problemas com esta chave. Após lubrificar as chaves pressione-as várias vezes para retirar o excesso de óleo, e deixá-las pronta para o uso. Você deve estar se perguntando que tipo de óleo utilizar, NÃO UTILIZE O ÓLEO PARA VÁLVULAS, nestas chaves você deve utilizar um óleo mais grosso, óleo de máquina é perfeito para este uso. Como limpar seu Trompete Você não precisa efetivamente limpar o seu trompete. A verdadeira, e efetiva limpeza do instrumento, feita com ácido, deve ser feita por um profissional, pois somente o ácido pode retirar os depósitos de minerais das paredes internas do seu trompete, água somente não é suficiente para isto. Você não deve lavar o interior de seu instrumento, isto é o que muitos estudantes perguntam, porém isto não é necessário. Desmontar o seu instrumento também pode ser perigoso se não for manuseado adequadamente. Se você não compartilha seu trompete com outras pessoas, não há razão para limpa-lo. A maior parte das vezes que as curvas ou válvulas não funcionam, o problema não é limpeza e sim por falta de lubrificação. Os problemas mecânicos ocorrem normalmente por arranhões, flexões, ou torções no seu trompete. Lembre-se que seu trompete é feito de metal, porém de um metal macio, podendo ser dobrado, torcido ou arranhado facilmente. A tolerância entre as válvulas e as cápsulas de válvula é muito pequena, por este motivo elas devem ser manuseadas com muito cuidado para evitar torções e arranhões mesmo que microscópicos nas cápsulas das válvulas, prejudicando seu movimento interno. Abaixo vamos mostrar a melhor forma de fazê-lo. 6
  8. 8. Manual do Usuário - Trompete Consiga uma haste que pode ser uns pauzinhos de restaurante chinês, irá servir perfeitamente, enrole uma flanela ou pano bem macio ao redor da haste para utilizá-lo nas cápsulas das válvulas. Insira dentro da cápsula da válvula, como mostrado acima. 7
  9. 9. Manual do Usuário - Trompete Faça o mesmo de cima para baixo. Após encerrar veja como sua cápsula de válvula fica incrivelmente limpa. Você pode também utilizar um pano na superfície das válvulas, assim como nas portas das válvulas, porém isto é opcional. Você percebe que seu trompete está realmente sujo? Após muitos anos de uso e acúmulo de minerais nos compartimentos internos de seu trompete, somente um pano ou mesmo água não são suficientes para remover esta sujeira. Seu instrumento deve ser submetido a uma limpeza com ácido. Procure uma loja de manutenção indicada pelo importador ou fabricante, ou uma de sua preferência, e ou confiança, para efetuar este procedimento. Muito Importante O bom senso é muito importante. Se seu instrumento ficou parado sem uso por algum tempo, ou mesmo sem a devida lubrificação, nunca tente retirar o bocal ou qualquer parte de seu trompete se perceber que esta está colada, encaminhe seu instrumento imediatamente para um profissional qualificado para fazer esta retirada. 8
  10. 10. Manual do Usuário - Trompete Reparos Nunca tente, ou deixe que uma pessoa qualquer tente fazer qualquer reparo no seu trompete, somente um técnico em instrumentos de sopro deve fazê-lo. Nunca deixe seu trompete jogado em qualquer lugar, logo após terminar de tocar guarde-o no case. Terminantemente proibido o uso de qualquer tipo de polidor de metais, abrasivos, ou qualquer produto químico que possa danificar o acabamento do seu instrumento causando desgaste do verniz e do banho, niquelado ou laqueado. Utilize apenas uma flanela seca, bem macia, para não riscar o instrumento. Você pode entrar em contato com a Habro Music pelo telefone: (11) 3224-9787 ou pelo e-mail: info@habro.com.br Visite nosso site: www.habro.com.br 9
  11. 11. A garantia é válida pelo período de 12 meses, a partir da data da emissão da Nota Fiscal de venda, emitida pela loja (conforme lei do consumidor N. 8.078 de 11/09 Art. 26 inciso II). Defeitos motivados pelo uso inadequado, quedas, danos ao acabamento externo por mau uso, transportes, produtos de limpeza inadequado, agentes da natureza - tais como raios, inundações, corrosões, desgaste natural de uso bem como ação de ácido úrico -, anulam a garantia. A garantia só é válida mediante a apresentação da Nota Fiscal devidamente preenchida, com os dados do comprador e do Certificado de Garantia. Será anulada a garantia, caso o produto apresente qualquer sinal de violação, conserto ou ajuste por pessoa não autorizada - ou se o Certifidado de Garantia e/ou a Nota Fiscal apresentarem sinal de adulteração ou rasura. As despesas de transporte, frete, seguro e embalagem correm por conta do proprietário. Estão excluídos da garantia os seguintes componentes: chaves de aperto tipo borboleta, palhetas, cortiças, e acabamento (laqueação, niquelação ou prateação) por estar sujeito a agentes externos como: poluição, maresia, transpiração, etc... Parabéns, você acaba de adquirir um instrumento de qualidade e preço justo e garantido por 12 meses. Mas para que esta garantia seja válida, preencha corretamente as lacunas abaixo e esteja com sua nota fiscal de compra anexada a ela. Para solução de qualquer problema que você venha a ter com este instrumento, dirija-se a loja onde o comprou munido de sua garantia e nota fiscal. TERMO DE GARANTIA
  12. 12. Carimbo da Loja Este termo só terá validade se carimbado pela loja. Cidade:______________UF:_____CEP:___________ Endereço:___________________________________ Nome:______________________________________ Proprietário www.habro.com.br CERTIFICADO DE GARANTIA

×