Gazeta de Madalena 1Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013
REALIZADA EM SANTA MARIA
MADALENA A IV FESTA LITERÁRIA
Edição nº 2...
Gazeta de Madalena2 Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013
EXPEDIENTE
Fundada em 01 de abril de 2004
circulação na Região Cen...
Gazeta de Madalena 3Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013
então, se todos têm que curvar a lei,
ele próprio não se curva à C...
Gazeta de Madalena4 Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013
ATUAL PREFEITO RECEBE “MOÇÃO DE REPROVAÇÃO” DO
CONSELHO MUNICIPAL ...
Gazeta de Madalena 5Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013
Selma Nardacci lança livro na Semana de
Arte do Estado, na cidade ...
Gazeta de Madalena6 Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013
DEPUTADO FEDERAL PAULO FEIJÓ
- MAIS RECURSOS PARA SANTA MARIA MADA...
Gazeta de Madalena 7Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013
XXII CAVALGADA DE TRIUNFO FOI SUCESSO TOTAL
Como vem acontecendo
h...
Gazeta de Madalena8 Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013
PREFEITURA DEIXA DE REALIZAR EVENTOS E
TRIUNFO FICOU SEM O CONCURS...
Gazeta de Madalena 9Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013
CONVENIO ASSINADO PELO EX-PREFEITO ARTHUR GARCIA
VIABILIZA OBRAS D...
Gazeta de Madalena10 Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013
Prefeito se contradiz, ao colocar na varanda da prefeitura,
faixa...
Gazeta de Madalena 11Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013
INAUGURADA NOVA PONTE EM FAZENDINHA
Foi inaugurada no dia 05
de j...
Gazeta de Madalena12 Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013
TRIUNFO EM FESTA:
DEOCLÉCIO HENRIQUE DA SILVA
COMPLETOU 100 ANOS ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Gazeta de Madalena nº 20

1.238 visualizações

Publicada em

Jornal popular do município de Santa Maria Madalena no Estado do Rio de Janeiro / Com tiragem impressa de 3.000 cópias / Jornalista Herbert Heidemann

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.238
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
69
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gazeta de Madalena nº 20

  1. 1. Gazeta de Madalena 1Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013 REALIZADA EM SANTA MARIA MADALENA A IV FESTA LITERÁRIA Edição nº 20 - ANO IX - Circulação em Santa Maria Madalena e Região - 3.000 Exemplares - Responsável: Herbert Heidemann Triunfo sem Concurso Leiteiro pg. 08 PROERD: Formatura no CIEP pg. 02 Madalena chora morte de Dudu pg. 08 XII Cavalgada de Triunfo pg. 07 INFORME PUBLICITÁRIO Leia CARTA ABERTA À POPULAÇÃO do ex-Prefeito Clementino da Conceição. Na referida carta Clementino faz im- portante esclare- cimento ao povo Páginas 02 e 03 O madalenense - Deputado Federal Paulo Feijó aprovou emendas parlamen- tares garantindo mais recursos para o município de Santa Maria Madalena. Leia na página 04 Prefeito Munici- pal na contramão da Transparên- cia extingue o BIO - Boletim In- formativo Oficial da Prefeitura de Santa Maria Madalena Leia na página 05 Foi realizada nos dias 23, 24 e 25 de agos- to de 2013, no Centro Histórico da cidade de Santa Maria Madalena a IV FLIM - FESTA LITE- RÁRIA DE SANTA MA- RIA MADALENA, que este ano homenageou o poeta gaúcho MÁRIO QUINTANA. Foram mais de 70 atrações para todas as idades. A abertura da FLIM aconteceu às 19 horas da sexta-feitra, 23, na Casa da Cultura Profes- sor Francisco Portugal Ne- ves, tendo o evento conta- do com a participação do coral madalenense, de alu- nos do CIEP 273 - Profes- sor Graciano Cariello Filho que declamaram poesias do autor homenageado, e ainda, com a participação do coral da Petrobras. Maiores informações na próxima edição PACIENTE MORRE DEPOIS DE 30 DIAS INTERNADO NO HOSPITAL DE MADALENA Nascido em 07 de feve- reiro de 1956, morreu aos 57 anos de vida, no dia 27 de agosto, o Madala- nense - JOÃO FRANCIS- CO FERREIRA DA SILVA (foto), muito conhecido por “João de Chico” e “João de Pedro”, pois era filho do saudoso "CHICO DE PEDRO". João foi vítima de um acidente de moto ocorrido há mais de 30 dias, o que se deu na tarde do dia 26 de julho, na rua Dr. Manoel Verbicário, no bairro Itapo- ranga, nas proximidades da casa em que morava com sua família, depois de um longo dia de muito tra- balho. Há anos ele traba- lhava na Pousada Verbicaro, na área da construção civil. De acordo com informa- ções colhidas junto a fami- liares e cópias de exames de posse da nossa redação, nos dias 30 de julho e 02 de agosto, respectivamente, 4 e 7 dias após o acidente, o João foi levado de ambu- lância, apesar das várias costelas fraturadas e da fra- tura craniana, para exames de tomografia no tórax e no crânio, em cidades da nossa região. Também nos foi passada a informação, de que fami- liares e amigos tudo fizeram para convencer médicos do hospital para que providen- ciassem a remoção do pa- ciente, tendo ocorrido in- clusive, ligação telefônica oriunda de hospital da re- gião, colocando UTI à dis- posição para atendimento ao João Francisco. Continua na página 10
  2. 2. Gazeta de Madalena2 Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013 EXPEDIENTE Fundada em 01 de abril de 2004 circulação na Região Centro-Norte Fluminense Jornalista - Herbert Heidemann 23.337 MTB Assessora Jurídica - Marcella Heidemann 115.182 OAB CNPJ 13.825.710/0001-00 – INSC MUN 1322 8.4.1.7-0 Informamos que diversas fotos e textos foram extraídos do perfil de Nestor Lopes, no facebook, com a devida autorização do mesmo. Redação: Rua Matos Pitombo, 10 - Centro - SM Madalena Impresso na Tribuna de Petrópolis / 3.000 EXEMPLARES II CARTA-RESPOSTA DE “CLEMENTINO DA CONCEIÇÃO” DE ESCLARECIMENTO AO POVO MADALENENSE Prezados Madalenenses: Em vista do atual Prefeito do Mu- nicípio de Santa Maria Madalena ter feito veicular CARTAS ABERTAS À POPULAÇÃO, publicada em face- book de alguns admiradores seus, onde faz algumas afirmativas eiva- das de inverdades, em respeito à população madalenense, venho a público esclarecer o seguinte: I) O Sr. Prefeito, por duas ve-zes, em poucos dias, através de cartas abertas à população, resolveu mentir ao povo madalenense. Inicialmente afirmou que eu havia assinado do- cumento com o Promotor, assumin- do o compromisso de não repassar verba para a Associação Hospitalar que cuidava do Hospital da nossa cidade, sob o argumento de que a citada associação estaria irregular, o que é uma grande mentira dele, já que não assinei com o Promotor e com quer que seja, qualquer com- promisso nesse sentido. II) Em resposta a essa grande mentira do Sr. Prefeito, eu publiquei no dia 15/08/2013, através do face- book de amigos meus, uma carta- -resposta esclarecendo sobre essa inverdade do Sr. Prefeito, onde in- clusive, afirmei com todas as letras, conforme consta do item 01, letra C, da referida carta, o seguinte: “Escla- reço ainda, que não assinei e nem assinaria o referido TAC nos termos em que o atual Prefeito o fez”, entre- tanto, ele (o Sr. Prefeito), querendo enganar a população, na sua segun- da cartinha, diz que eu teria afirmado na minha carta-resposta tão-somen- te, “que não assinei e nem assinaria o referido TAC com o Ministério Pú- blico”, omitindo feio, na sua informa- ção, o restante da minha afirmativa, onde está dito por mim: “nos termos em que ele o fez”. Por favor: releia a frase escrita por mim e confirme o que digo! III) E vejam mais: Quanto à mi- nha afirmativa de que ele mentiu feio ao ter feito essa afirmativa na 1ª carta dele, o Sr. Prefeito deveria, ao invés de ficar inventando mais men- tira, é apresentar ao povo, cópia do documento, com a minha assinatu- ra, provando que eu assinei tal com- promisso com o Ministério Público. Isso é o que ele deveria fazer! IV) Mas deixo claro, que só pude agir assim, porque antes de correr lá para assinar TAC ou coisa parecida com o Ministério Público, a respon- sabilidade do cargo exigia que eu, ao menos, tivesse primeiro, conhe- cimento da realidade da adminis- tração da Prefeitura, afinal, do que adiantaria eu assinar TAC e depois dizer que não se tem como cumpri- -lo, como fez o Sr. Prefeito? V) Esclareço ainda, que não as- sinei e nem assinaria o referido TAC nos termos em que o atual Prefeito o fez, porque sabia que essa medida resultaria em grandes dificuldades para o regular e bom funcionamento das entidades e/ou associações que dependem de repasses de recursos da Prefeitura para continuarem pres- tando importantes serviços ao povo madalenense, como é o caso da So- ciedade Pestalozzi, do Abrigo dos Velhos, da Associação Novo Tempo, do Sindicato Rural e da própria As- sociação que cuida do hospital de Madalena. VI) O que acontece na verdade, é que o Sr. Prefeito não tem a cora- gem de dizer ao povo que errou ao assinar o TAC, em 20 de março, o que fez, tão-somente 15 dias após de ter sido empossado pela justiça, isso, sem ao menos ter tido a preo- cupação de se inteirar primeiro so- bre a real situação da Prefeitura, e por causa disso, foi logo correndo assinar o referido TAC com o MP, sem querer saber o que isso resul- taria de problemas para a população e a administração, pois, tanto isso é verdade, que no último dia 20, (ju- lho/2013), lá esteve ele, outra vez, assinando um outro TAC com o Mi- nistério Público, tratando do mesmo assunto. E foi por causa disso que afirmei que não assinei e que não assinaria o referido TAC – Termo de Ajuste de Conduta – com o Ministé- rio Público, nos termos em que ele o fez! Mas sobre isso ele não fala! VII) O Sr. Prefeito também não explicou na sua 2ª carta do porquê que preferiu suspender direitos dos servidores da Prefeitura, ao invés de primeiro ter cumprido o que está estabelecido na Constituição - essa mesma Constituição que garante que vivemos num ESTADO DEMO- CRÁTICO DE DIREITO, onde ele mesmo diz reconhecer que todos têm que se curvar à lei – e porque INFORME PUBLICITÁRIO DO PP - PARTIDO POPULAR
  3. 3. Gazeta de Madalena 3Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013 então, se todos têm que curvar a lei, ele próprio não se curva à Constitui- ção e cumpre o que está estabeleci- do nos Incisos I e II, Parágrafo 3º, art. 169 da Constituição da Repúbli- ca Federativa do Brasil, reduzindo primeiro, as despesas da Prefeitura com os cargos comissionados? Mas sobre isso, finge não ser com ele! VIII) Se a Prefeitura já estava no limite com gastos da folha de paga- mento quando assumiu a Prefeitura, como ele vem afirmando, como ex- plicar ao povo, que mesmo assim, em apenas cinco meses de governo teve a coragem de nomear uma cen- tena de comissionados na Prefeitu- ra? Por que o Sr. Prefeito não ex- plica isso ao povo ao invés de ficar fazendo afirmativas mentirosas e suspendendo direitos dos trabalha- dores? IX) E detalhe importante: Tão-lo- go chegou ao conhecimento público de que o Prefeito teria assinado o TAC com o MP, ficou claro de que o mesmo num curto espaço de tempo encontrar-se-ia na situação atual, o que, como não poderia ser diferen- te, exigiria do mesmo algumas pro- vidências, mas confessamos que nunca passou pela cabeça de nin- guém, que o Sr. Prefeito iria querer resolver o problema sacrificando pri- meiro os servidores públicos munici- pais, como fez no seu Decreto de nº. 1714, de 31 de julho de 2013, onde determina a demissão dos contra- tos pelo processo seletivo, propõe a extinção da gratificação RESIDIR dos professores que moram na zona rural ou distritos, determina a sus- pensão da concessão de promoção por enquadramento de professores, bem como, a suspensão de direitos inalienáveis, como férias e licenças- -prêmio. X) Mas pelo visto, o Sr. Prefeito, tal qual faz o jacaré, achou melhor dar marcha ré, porque, ao invés de obedecer a regra do escalonamento imposto pela Constituição, preferiu começar detrás pra frente, pois, de- veria primeiro tratar da redução das despesas com os cargos comissio- nados - que tanto eram criticados nos governos dos Ex-Prefeitos Ar- thur Garcia e Clementino da Con- ceição - para tão-somente depois, pensar em demitir servidores não estáveis, como está fazendo agora com os contratados pelo processo seletivo, e muito menos, suspender direitos dos trabalhadores da Prefei- tura. XI) Quanto aos processos em que afirma que sou réu, afinal de contas, esses não são os mesmos processos que foram divulgados nos jornais que o pessoal do Comi- tê Eleitoral do Sr. Prefeito, distribuiu na campanha, pelo nosso município, sempre nas caladas da noite? Se forem, o que há de novo nessa infor- mação? XII) O mais interessante nisso tudo, é que quanto ao funcionamen- to da Pestalozzi, Abrigo dos Velhos, Sindicato Rural, Associação Novo Tempo, e sobre a situação da casa em Barretos/São Paulo - que a Pre- feitura parou de pagar o aluguel, so- bre isso também, o Sr. Prefeito, mais uma vez, preferiu o silêncio! XIII) E quanto à decisão do Pre- feito de esconder da maioria da população os seus atos adminis- trativos, ao acabar com o Boletim Informativo Oficial da Prefeitura, pu- blicando-os agora, somente através da rede mundial de computadores? Sobre isso ele também não abre o jogo com a população, que em sua maioria absoluta, não tem como mais apanhar, ler e levar pra casa o jornalzinho que era publicado, quin- zenalmente, contendo os atos do Prefeito. E olha que a nossa Cons- tituição fala tanto em transparência! Conclusão: Posso não ter tido a oportunidade de sentar-me nessas universidades que têm bancos esco- lares, mas afirmo com todo o orgu- lho, que a universidade que cursei, os mestres foram os meus pais, que sempre me passaram a seguinte li- ção: “Meu filho, nunca minta para os outros, porque mentir é feio e não é papel de homem”. Santa Maria Madalena, em 17 de agosto de 2013. Atenciosamente, Ass.: Clementino da Conceição / Presidente da Comissão Executiva Provisória do PP (11) em Santa Ma- ria Madalena/RJ. OBS.: Texto na íntegra da 1ª Car- ta de Clementino da Conceição você encontra no site deste jornal. É só acessar o site: www.gzonline.web- node.com
  4. 4. Gazeta de Madalena4 Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013 ATUAL PREFEITO RECEBE “MOÇÃO DE REPROVAÇÃO” DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE DE MADALENA Em reunião realizada no dia 15 de maio último, o Con- selho Municipal de Saúde de Santa Maria Madalena apro- vou “Moção de Reprovação” ao atual Prefeito, pelo des- cumprimento de disposições constantes da Resolução 333 do Conselho Nacional de Saúde, importando tam- bém em descumprimento de Acórdão do TCU, bem como, da Lei Federal 8.142, o que resultou em decisões graves da atual administração, pelo que representam de grande prejuízo aos andamentos das boas diretrizes da saúde pú- blica no município. Em vista desses fatos, o Conselho de Saúde, além de já ter deliberado sobre a refe- rida “Moção de Reprovação” ao Senhor Prefeito, o que foi feito, até mesmo para alertá- -lo sobre os erros da atual administração, no que tange ao necessário cumprimento dos aludidos dispositivos le- gais, o Conselho Municipal de Saúde, através do seu Presidente, também já enca- minhou ofícios ao MP, bem como, à Procuradoria Geral da República, em Friburgo, formalizando denúncias so- bre tais atos, os quais, den- tre em breve, estarão sendo analisadas. Sobre a munici- palização do Hospital Basileu Estrela, o CMS considerou prematura a referida muni- cipalização, tendo em vista não ter havido qualquer de- bate público sobre o assunto. O Conselho tem apontado, ainda, contratações de servi- dores sem obediência à clas- sificação no último concurso público da Prefeitura, o que representa grave transgres- são à lei. O Presidente do Conse- lho de Saúde de Santa Maria Madalena – Herbert Heide- mann informa que fiscais do Conselho Estadual de Saú- de estiveram recentemente em Madalena e já solicitaram um encontro com o Prefeito e com o Secretário de Saúde, para cuja reunião, espera-se agendamento para os próxi- mos dias. Informações sobre o re- passe mensal de 190.000,00 para o Hospital de Cantagalo, traremos na próxima edição. CAPACITAÇÃO PARA EVANGÉLICOS Foi realizada recente- mente uma capacita- ção para líderes sobre “De- pendentes e Co-dependentes Químicos” na Igreja Batista em Cordeiro. Para ministrar o tema fo- ram convidados o pastor Cel- so Godoy, pastor Fernando Ribeiro de Arêde Júnior e a psicóloga Jaine Silva Felicia- no - todos com larga experi- ência e atuantes na área. Os cristãos-batistas ma- dalenenses Valdeni de Faria, Tânia Suely Heizer, Miriam de Faria Giron Heidemann e Marcella Heidemann estive- ram junto ao pastor Herbert Heidemann representando o trabalho cristão-batista em Madalena. A realização deste impor- tante evento ficou por conta da Junta de Missões Nacio- nais da Convenção Batista Brasileira e do Projeto Cris- tolândia da Junta de Missões Nacionais - JMN. FESTA TEMÁTICA NA IGREJA DE CRISTO A Igreja Evangélica de Cristo realizou no dia 10 de agosto uma festa intitulada “Festa Jesuina”. Este evento é marcado por muita anima- ção, louvores e em especial, neste ano, com comidas e roupas típicas da roça. Com pouco mais de oito anos na cidade, a Igreja Evangélica de Cristo vem impactando com sua carac- terística moderna o qual tem alcançado grande aceita- ção e simpatia de inúmeros munícipes onde muitos são assiduos aos cultos domini- cais. Estivemos em contato com alguns de seus mem- bros e nos foi informado que os preparativos para a mudança ao novo templo já começou e que é provável que para o ano que vem os cultos já estejam sendo re- alizados no novo templo em frente à Praça Frouthé da nossa cidade.
  5. 5. Gazeta de Madalena 5Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013 Selma Nardacci lança livro na Semana de Arte do Estado, na cidade do Rio de Janeiro A escritora fez muito sucesso na tarde de autógrafo na Semana de Arte Estadual do Rio de Janeiro da Semana de Arte com duas importantes atrações. Uma com a Escritora Sel- ma Nardacci, professora de História e Arte no Colé- gio Estadual Barão de San- ta Maria Madalena, que es- teve presente no ESPAÇO LER, lançando numa tarde de autógrafos muito con- corrida, o livro MENINA DA CASA PRETA, cuja obra já havia sido lançada na cida- de de Santa Maria Madale- na e vem merecendo mui- tos elogios da crítica. A outra atração foi o nú- mero de dança apresenta- do por alunos da referida unidade escolar, que ao final da apresentação, me- receu muitos aplausos do público presente, inclusive do Secretário de Estado de Educação do Rio de Ja- neiro - Dr. Wilson Risolia, a quem, a escritora fez a entrega de dois exempla- res das suas duas obras - A Menina da Casa Preta e Desconcertante. ADiretora do Colégio Es- tadual Barão de Santa Ma- ria Madalena - Professora Maria Elza Vila Gonçalves esteve presente durante todo o evento, acompa- nhando os alunos e pro- fessores, tendo assistido a apresentação dos alunos do Colégio Estadual Barão de Santa Maria Madalena, acompanhada do Secretá- rio de Estado de Educação do Rio de Janeiro - Dr. Wil- son Risolia. No dia 09 de julho do corrente ano, o Co- légio Estadual Barão de Santa Maria Madalena se fez presente à SEMANA DE ARTE ESTADUAL, que foi realizada no Pier Mauá na cidade do Rio de Janei- ro, pela Secretaria de Esta- do de Educação. O município de Santa Maria Madalena participou AOS 84 ANOS DE IDADE: MORREU DONA ISA SANTOS Com profundo pesar, re- gistramos que na madrugada do domingo,14/07/2013, fa- leceu, aos 84 anos de idade, no hospital Basileu Estrela, em Madalena, a querida ma- dalenense – Clarize Santos de Souza, popularmente co- nhecida por Isa. A extinta, nascida em 09 de agosto de 1928, era viúva do saudoso Altevo Jacob de Souza, falecido em 18 de ju- lho de 2000, com quem teve duas filhas – Tamar e Catha- rina. Deixou quatro netos: Rafael, Juliana, Ana Carolina e Maria Clara, e ainda, dois bisnetos: Salvador e Santia- go. Dona Isa era servidora aposentada da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, tendo trabalhado por muitos anos na Unidade Central de Saúde Dr. Manoel Verbicário, onde prestou rele- vantes serviços à saúde pú- blica do município de Santa Maria Madalena. SAUDADE: PROFESSORA SUZEIMARY Aos 59 anos de idade, faleceu no dia 22 de maio passado, a professora SU- ZEIMARY SANTARÉM MANSUR. A extinta era filha do saudoso casal - Manoel Santarém e Dona Carmin- da. Deixou viúvo - JORGE BOTELHO MANSUR, com quem teve três filhos - Ulys- ses, Manoela e Marcela. A “Tia Suzy”, como era carinhosamente chamada pelas centenas de seus ex- -alunos, por quase trinta anos lecionou em nosso mu- nicípio, aqui na cidade, por exemplo, foi professora por anos a fio no Colégio Esta- dual Barão de Santa Maria Madalena, na Escola Es- tadual Municipalizada Pro- fessor Geraldo Lima Garcia (LELÉ) e no CIEP BRIZO- LÃO 273 Professor Gracia- no Cariello Filho. Sentiremos sempre eter- nas saudades desta querida professora!
  6. 6. Gazeta de Madalena6 Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013 DEPUTADO FEDERAL PAULO FEIJÓ - MAIS RECURSOS PARA SANTA MARIA MADALENA O madalenense - Dep. Fe- deral Paulo Feijó - fez cons- tar na Lei Orçamentária da União a Emenda Parlamentar nº. 33220012, que destina o valor de R$ 200.000,00 (du- zentos mil reais), para serem aplicados em “apoio a proje- tos de infraestrutura turística no município de Santa Maria Madalena”. A referida emenda foi apre- sentada em 29 de novembro de 2012 e já consta da Lei Or- çamentária da União para o exercício financeiro de 2013. Em razão disso, o Deputado Paulo Feijó enviou o ofício nº. 017/2013, de 26 de março de 2013, endereçado ao Ministro do Turismo – Dr. Gastão Dias Vieira -, comunicando-o que a sua emenda nº. 33220012, no valor de R$ 200.000,00, destinada a apoio a projetos de infraestrutura turística, no Estado do Rio de Janei- ro, terá como beneficiária a Prefeitura Municipal de Santa Maria Madalena/RJ – CNPJ – 28.645.760/0001-75. O Deputado Federal Pau- lo Feijó aguarda agora, a administração local, definir qual será o projeto de infra- estrutura turística a ser im- plementado no município de Santa Maria Madalena, com os recursos provenientes da referida emenda, para que os procedimentos de praxe sejam agilizados e, conse- quentemente, os recursos li- berados. Na próxima edição trare- mos mais informações sobre outras duas emendas par- lamentares que o Deputado Feijó também fez incluir na Lei Orçamentária da União a favor do Município de Santa Maria Madalena MAIS UMA FORMATURA DE ALUNOS DE SANTA MARIA MADALENA NO PROERD Foi realizada neste 11 de julho de 2013 no CIEP 273 Professor Graciano Cariello Filho, em Mada- lena - RJ, a solenidade de formatura da turma do 5º ano do PROERD/PMRJ - Programa Educacional de Resistência às Drogas da Polícia Militar do Esta- do do Rio de Janeiro, que neste ano formou a sua 2ª turma no município de Santa Maria Madalena, sendo que a 1ª turma foi formada em 2012, somen- te com alunos do CIEP. Participaram da forma- tura deste ano, alunos do CIEP e do Colégio Esta- dual Municipalizado Cor- régio de Castro, de Triunfo - Segundo Distrito do Muni- cípio de Madalena. Parabéns a todos que se empenharam para que esse importante projeto - que teve início na gestão do Ex-Prefeito Arthur Gar- cia, quando Secretário de Educação Esporte e Cultu- ra, o Professor Nelson Ne- ves Saraiva – tivesse conti- nuidade agora em 2013. Também estão de pa- rabéns, os alunos forman- dos, o Cabo PM Gualberto - que com muita dedica- ção e eficiência ministra as aulas -, o Comandan- te do DPO de Madalena - 1º SGT PM Adyr Abreu - que muito fez para que esse Programa Educa- cional de Resistência às Drogas (PROERD), vies- se para o município de Santa Mareia Madalena -, bem como, as equipes da Secretaria de Educação, Esporte e Cultura e da Di- reção do CIEP 273 – Pro- fessor Graciano Cariello Filho, pelo indispensável apoio à sua continuidade em nosso município. v - s 2 V v v r d p t s p t A V
  7. 7. Gazeta de Madalena 7Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013 XXII CAVALGADA DE TRIUNFO FOI SUCESSO TOTAL Como vem acontecendo há 22 anos consecutivos - sob a liderança do proprie- tário e produtor rural Cle- mentino da Conceição – foi realizada no dia 30 de junho do corrente, no Segundo Dis- trito do Município de Santa Maria Madalena – TRIUNFO, a XXII CAVALGADA DE SÃO PEDRO DE TRIUNFO, que este ano teve sua concentra- ção e saída na localidade de Osório Bersot, também neste município. Como sempre acontece, a chegada da cavalgada a Triunfo é algo que emociona, que, de tanta emoção, en- che de lágrimas os olhos, até mesmo dos que já deveriam estar acostumados em assis- tir a mesma cena, pois, são 22 anos seguidos em que a grande reta da estrada RJ que passa pelo centro do Dis- trito parece virar, literalmente, um mar de cavaleiros e ama- zonas. Apesar do grande sucesso alcançado na realização da cavalgada deste ano, é de se registrar as dificuldades en- frentadas pela organização da Cavalgada, dentre elas, a determinação da Prefeita de Conceição de Macabu, que este ano não permitiu que a Cavalgada passasse pelo centro daquela cidade, bem como, a informação passada inicialmente à organização do evento, pelo pessoal da De- fesa Civil de Santa Maria Ma- dalena, quanto à proibição de se ocupar espaço de determi- nada via pública em Triunfo, nas proximidades da Estação Lazer, o que exigiu que a or- ganização tivesse ainda mais gastos para contornar o pro- blema preparando local para receber os participantes da cavalgada, e quando chegou à informação de que o refe- rido espaço público estaria liberado, os gastos já haviam sido efetivados. O principal responsável pela realização da cavalga- da de Triunfo, Clementino da Conceição, encerrou o grande evento dizendo: “A agradecemos a todos os par- ticipantes, aos nossos cola- boradores e apoiadores, en- fim, a todos os que de alguma forma nos deram apoio à rea- lização da XXII cavalgada de São de Triunfo, pois sem os mesmos jamais estaríamos aqui festejando e comemo- rando mais essa grande reali- zação”, concluiu Clementino. MADALENENSE CONQUISTA MEDALHA: CAMPEONATO BRASILEIRO DE KARATE Após participar de seleti- vas regionais e classificar- -se para a 1ª fase do Bra- sileiro, realizada nos dias 21, 22 e 23 de junho, em Vitória/ES, a desportista Lí- via Dias Dubois conseguiu vaga e representou o ka- rate madalenense na final do brasileiro, realizado no período de 1º a 4 de agos- to, em Fortaleza/CE. Na seletiva de Vitória também participaram os atletas Ma- theus dos Santos, Hugo de Andrade Caetano e João Vítor Rizzeto. Gazeta de Madalena parabeniza a atleta Lívia e o Prof. Mano, grande ba- luarte nessa modalidade de esporte em Madalena, pela importante conquista da medalha de bronze na etapa final do Campeonato Brasileiro de Karatê. No último dia 17 ocor- reu em Niterói, Campeo- nato Sulamericano de Jiu- -Jitsu Olímpico, onde dois madalenenses estiveram participando. O município foi repre- sentado pelos competi- dores Eduardo Pontes e Gilberto da Silva Reis que, sob os olhares aten- tos dos instrutores Ulis- ses e Mariola, marcaram presença no Campeonato Sulamericano de Jiu-Jitsu Olímpico trazendo mais um glorioso título para a nossa cidade. Eduardo Pontes, o Dudu, disputou na cate- goria leve, até 69kg, faixa branca onde, após seve- ras disputas, saiu triun- fante com o título de cam- peão. Este grande evento foi realizado no Clube Canto do Rio, na cidade de Nite- rói / RJ. DUDU PONTES conquista medalha
  8. 8. Gazeta de Madalena8 Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013 PREFEITURA DEIXA DE REALIZAR EVENTOS E TRIUNFO FICOU SEM O CONCURSO LEITEIRO Há vários anos a Prefeitu- ra Municipal de Santa Maria Madalena, através da Se- cretaria de Agricultura, vinha realizando paralelamente à realização da Festa em lou- vor a São Pedro de Triunfo, o concurso leiteiro de Triunfo, cujo certame contava com considerável adesão e parti- cipação de produtores rurais de Santa Maria Madalena e região. Neste ano de 2013, sem qualquer motivo aparente, o concurso leiteiro deixou de ser realizado, o que, como não poderia ser diferente, causou grande decepção a todos os que aguardavam à realização do concurso leitei- ro de Triunfo, cuja decisão foi tomada sem qualquer comu- nicação prévia aos produto- res, que por não imaginarem que o concurso poderia não acontecer, se prepararam para o certame, mas na hora h, foram surpreendidos com a essa lamentável decisão da Prefeitura e Secretaria de Agricultura de Madalena. O CONCURSO LEITEIRO DE TRIUNFO não foi o único evento que vinha sendo re- alizado em Madalena, mas que deixou de ser realizado pela Prefeitura Municipal, até a presente data, no ano de 2013, pois, tal qual o concur- so leiteiro do 2º Distrito, tam- bém não foram realizados pela atual administração mu- nicipal, o DIA DOS CAUSOS, que era sempre realizado no início de abril; o DIA DOS IMI- GRANTES LIBANESES EM MADALENA, que vinha sen- do realizado no último sába- do de maio; a ECOMADALE- NA, importante evento ligado ao meio ambiente, sempre realizado na primeira semana de junho. É uma pena que isso tenha acontecido, afinal, são even- tos que vinham sendo reali- zados com grande sucesso e que já estavam consolidados nas grades de programação das secretarias municipais que as realizavam. POPULAÇÃO MADALENENSE CHORA A MORTE DE DUDU - PEDRO PAULO ROCHA JÚNIOR DUDU, como era cari- nhosamente tratado por amigos e familiares e po- pularmente conhecido o jovem Pedro Paulo Rocha Júnior, faleceu na manhã do dia 23 de julho de 2013, aos 38 anos de idade, no Hospital Municipal Basileu Estrela, em Santa Maria Madalena, por causa inde- finida. O sepultamento, com grande acompanhamento, ocorreu no cemitério públi- co de Santa Maria Madale- na, na tarde do mesmo dia. O cortejo fúnebre deixou o Salão Nobre da Câmara Municipal, às 16 horas, e após ter percorrido a rua principal da cidade chegou à Igreja Matriz, onde foi re- zada uma missa de corpo presente. Durante o sepultamen- to assistimos a muitas de- monstrações de profunda consternação de todos os que acompanhavam e as- sistiam o cortejo, que teve como cenário uma tarde em que a própria natureza, parecia também externar o sentimento que tomou conta de toda a popula- ção madalenense, que em grande número, se juntou aos familiares e inúmeros amigos, que das mais di- ferentes localidades e regi- ões vieram a Santa Maria Madalena trazer o abraço e a solidariedade aos pais e aos familiares, pois era o Dudu, participante dos mais presentes e atuantes nos Concursos Leiteiros e Exposições Agropecuá- rias realizadas em toda a região, cujo gosto adqui- riu com o seu pai - Pedro Rocha, com quem formava uma dupla das mais res- peitadas, atuantes e ven- cedoras em nossa região, inclusive, em municípios dos Estados das Minas Gerais e do Espírito Santo. São incontáveis os nú- meros de concursos em que se consagraram, cujos certames, por certo, não mais terão o mesmo bri- lhantismo sem a presença e participação de Dudu Ro- cha, que desde muito cedo aprendera a arte de expor, participar e vencer nos concursos leiteiros de que participava com o seu inse- parável pai, companheiro e amigo. PEDRO PAULO ROCHA JÚNIOR era nascido em 25 de julho de 1975, filho de Pedro Paulo Rocha e Regi- na Helena Feijó Torres Ro- cha. Era casado com a pro- fessora Rosemar (Rose) Brito Rocha, com quem ti- nha dois filhos - Pedro (17 anos) e Pietro (6 anos). DUDU ROCHA
  9. 9. Gazeta de Madalena 9Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013 CONVENIO ASSINADO PELO EX-PREFEITO ARTHUR GARCIA VIABILIZA OBRAS DE ASFALTAMENTO EM VIAS PÚBLICAS Convênio assinado pelo ex-prefeito Arthur Lima Gar- cia com o Governo do Esta- do do Rio de Janeiro, atra- vés da Secretaria de Estado de Obras, está viabilizando a realização de importantes obras de asfaltamento em vias públicas em Santa Maria Madalena – RJ. As obras tiveram início em outubro do ano passado, mas em razão da demora na liberação de algumas parce- las dos repasses de recursos financeiros, e as chuvas de final de ano, as mesmas esti- veram paralisadas até o início deste ano, mas agora, com a sua continuidade, as seguin- tes vias públicas vão receber e/ou estão recebendo as- faltamento: 1 – Estrada que passa pela UTL (Unidade de Tratamento de Lixo), indo até a RJ 146, Madalena / Terras Frias, na altura da entrada da propriedade de Pedro Paulo Rocha; 2 – Estrada da Serra da Fortaleza, onde 1 KM na serra será asfaltado; 3 – 500 M. na estrada da Vila Maria (Itaporanga / Fazenda Santa Clara); 4 – Estrada Angelo Ponce (com início perto da entrada da casa do saudoso Prof. Rubem Rangel, indo até o campo de futebol – ex-pre- feito José Pontes Guinâncio) e, 5 – Todas as ruas do bair- ro Aristotelina da Conceição (Novo Arranchadouro), rece- berão este importante inves- timento do Estado. PREFEITO NA “CONTRA MÃO” DA TRANSPARÊNCIA EXTINGUE BOLETIM INFORMATIVO IMPRESSO O Prefeito conseguiu que fosse aprovado pela Câmara Municipal o proje- to de Lei que veio extinguir o BIO – Boletim Informativo do Município - jornalzinho que trazia as publicações dos atos oficiais da Prefei- tura, e que era colocado à disposição das pessoas, totalmente gratuito, nos ór- gãos públicos e em vários comércios da cidade, bair- ros e distritos. Com essa decisão as publicações dos atos ofi- ciais da Prefeitura deixa- ram de ser feitas através de papel impresso (jornal- zinho), em que as pessoas podiam apanhar para ler e levar para casa, e pas- saram a ser feitas, unica- mente, através Diário Ele- trônico da Associação de Municípios do Estado. Esse mesmo tipo de projeto já havia sido apre- sentado pelo Ex-Prefeito Arthur Garcia, quando da sua última gestão, também sob a alegação de se fazer economia. Em 2012, os custos com os serviços de diagramação e edição, du- rante todo o ano, giraram em torno de R$ 36.000,00 (trinta e cinco mil reais), o equivalente a R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais) por cada edição quinzenal de 3.000 exemplares. Na- quela ocasião, após os ve- readores terem apresenta- do emendas dispondo que a Prefeitura poderia fazer suas publicações eletroni- camente através de com- putadores, mas necessa- riamente, teria que manter as publicações dos seus atos oficiais no Boletim In- formativo do Município, o Prefeito Arthur entendeu as alegações apresentadas pelos vereadores e o Bole- tim impresso foi mantido, já que houve o entendimento de que a maioria absoluta da população não tem faci- lidade de acesso à internet, e também, porque a extin- ção do boletim impresso (jornalzinho), representaria um grande prejuízo ao prin- cípio da ampla publicidade, e que o gasto com esse tipo de serviço se justifica plenamente, pela garantia que se dá, de que os atos da Prefeitura estarão ao al- cance de toda a população. Agora, vereadores que naquela ocasião haviam votado contra a extinção do BIO - com base nesses fortes argumentos - mu- daram de opinião e apoia- ram o projeto do Prefeito e decretaram a extinção do boletim impresso da Pre- feitura Municipal de Santa Maria Madalena.
  10. 10. Gazeta de Madalena10 Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013 Prefeito se contradiz, ao colocar na varanda da prefeitura, faixa dizendo que apóia os movimentos populares O Sr. Prefeito mandou que fosse afixada na varanda da Prefeitura a faixa ao lado (foto), em que afirma que apóia os movimentos popula- res, só não mandou escrever nessa mesma faixa que, no dia do movimento totalmente pacífico, ocorrido na nossa cidade, em 26 de junho, ele se encontrava na entrada da Prefeitura, acompanhado do seu staff, onde também ha- via vários policiais militares e agentes e guardas da Defesa Civil, assistindo a chegada das pessoas que participa- vam do referido movimento popular, carregando faixas e cartazes, tudo de forma totalmente pacífica, numa marcha democrática contra a corrupção nacional. Ocorreu que o movimen- to - formado por um grupo de cerca de 80 manifestantes (segundo contagem do 11º BPM), dentre as quais, vários jovens, ao chegar próximo à sede da Prefeitura, onde se encontravam o Sr. Prefeito e o seu staff - tudo observado de perto por muitos policiais militares e agentes e guardas da defesa Civil de Madalena - deu início à leitura da pau- ta de reivindicações, e foi aí que aconteceu o inesperado, pois, enquanto a Presidente da República, os Governado- res de Estado e Prefeitos de Capitais convidavam os líde- res de tais movimentos para uma conversa e entendimen- to, aqui, a história foi outra, já que o Sr. Prefeito ao come- çar a ouvir as reivindicações – num ato de total falta de respeito – virou às costas, e adentrou à Prefeitura Muni- cipal, sendo acompanhado pelo seu staff, e o que é mais grave, o Sr. Prefeito tomou essa impetuosa atitude, sem qualquer motivo que pudesse justificá-la, já que o movimen- to além de muito organizado e pacífico, apresentava uma pauta de reivindicações sem quaisquer ofensas ou coisa parecida, mas isso, não está escrito na faixa! Mas os parti- cipantes daquele movimento e povo sabem da verdade! Outro fato que também comprova a contradição dos dizeres constantes da faixa afixada a mando do Sr. Pre- feito, na varanda da Prefeitu- ra, dá conta de que um exem- plar policial militar, residente na nossa cidade, após ter divulgado no seu facebook um convite para um movi- mento pacífico em Madalena, tal qual o realizado no dia 26 de junho, sofreu severa re- primenda de superiores, que não esconderam do mesmo que tal denúncia havia surgi- do, diretamente, do Prefeito ou de pessoas ligadas dire- tamente a ele, não sabemos direito, mas sendo certo, de que tal denúncia surgiu da Prefeitura, conforme relatado ao referido policial, que ime- diatamente, receoso de so- frer algum tipo de punição, e sentindo-se coagido, logo tra- tou de retirar o referido convi- te do seu facebook, mas isso, também não está escrito na aludida faixa! Como noticiávamos na capa desta edição, o João Francisco encontrava-se in- ternado no hospital de Mada- lena desde o dia 26 de julho passado, quando foi vítima de acidente de moto e sofreu várias fraturas nas costelas e no crânio. Apesar de familiares e amigos terem insitido em removê-lo para um hospital com maiores recursos, houve dispensa dessa oferta de so- corro sob a alegação de que PACIENTE MORRE DEPOIS DE 30 DIAS INTERNADO NO HOSPITAL DE MADALENA o estado de saúde do João não estava exigindo tal pro- vidência naquele momento, e com isso, mais de 30 dias se passaram e o final é este que todos sabemos, e que veio causar grande consternação à população madalendense, não só pelo falecimento de um conterrâneo tão querido, mas, principalmente, pelas circunstâncias com que o poder público permitiu que a morte do João ocorresse. E assim perdemos o “João de Chico”, pobre, mas muito trabalhador e honrado, muito querido, mas que infelizmen- te, teve um triste fim, motiva- do sim, por um acidente de moto, mas em cuja luta pela vida, teve que encarar, além dos graves ferimentos que lhe foram causados no aci- dente, teve que lutar ainda, contra os maiores e piores obstáculos que um paciente tem a enfrentar, que no caso dele, foram à inércia e o pou- co caso com que o seu esta- do de saúde foi tratado pelos profissionais médicos que o atendiam no hospital recém- -municipalizado pela atual administração. Após ser necropsiado no Instituto Médico Legal de Nova Friburgo, foi constatado que a causa mortis do João Francisco foi por PNEUMO- NIA. O que se espera é que o Sr. Prefeito determine a abertura de inquérito admi- nistrativo para se apurar as eventuais responsabilidades e culpas no caso da morte do Sr. João Francisco.
  11. 11. Gazeta de Madalena 11Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013 INAUGURADA NOVA PONTE EM FAZENDINHA Foi inaugurada no dia 05 de julho de 2013, a nova ponte sobre o Rio Grande, na localidade de Fazendi- nha, entre os municípios de Santa Maria Madalena e São Sebastião do Alto/RJ. A Energisa foi a empresa que financiou a construção dessa nova PONTE, que agora veio a ser batizada oficialmente com o nome de FAZENDINHA, em home- nagem à Família Verbicário. Esteve presente ao evento, representando a referida empresa, o Dr. Eu- gênio Ramos, Responsável Chefe do Setor Jurídico da Energisa, que ao fazer uso da palavra, esclareceu que a data de 20 de novembro de 2012, constante da pla- ca, faz referência à conclu- são da obra, e que a home- nagem à Família Verbicário, se deve a história da aludi- da família naquela região e no município de Santa Ma- ria Madalena, bem como, por ter sido o Sr. José Augusto da Rocha Verbicário, o principal articulador e incansável ba- talhador para que a Energisa construísse a referida obra. Dentre os muitos proprie- tários, produtores rurais e li- deranças políticas e comuni- tárias presentes, registramos: Beto Verbicário - Presidente do Legislativo Madalenense; Nilson José Perdomo - Vere- ador de Santa Maria Madale- na; Paulo Sérgio Verbicário Rímolo - Secretário de Con- trole Interno da Prefeitura de Santa Maria Madalena;Arthur Lima Garcia – Ex-Prefeito de Santa Maria Madalena; Glau- co Antônio Lima Prunes – re- presentando o Clube de Le- ões do Brasil de Santa Maria Madalena; João Evangelista Longo – Presidente do Insti- tuto Prolabor de Santa Maria Madalena; Antônio Sarmento e Dona Nilza Figueiredo – re- presentando o Sindicato Ru- ral de Santa Maria Madalena; Nestor Lopes – Presidente do Museu Dercy Gonçalves; e Mário Vahia – representan- do a Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Santa Maria Madalena. As placas foram descerra- das pelo Representante da Energisa - Dr. Eugênio Ra- mos, pelo Sr. José Augusto da Rocha Verbicário, pelo Ex- -Prefeito de Santa Maria Ma- dalena - Sr. Arthur Lima Gar- cia, e pelo Sr. Ábdo Carim. Na oportunidade, foi en- tregue ao Dr. Eugênio Ra- mos uma resenha contando a história da família Verbi- cário, desde a chegada ao Brasil, do casal de italianos - Antônio Verbicário e Ma- rieta Melegário. Após a inauguração foi oferecido um grande chur- rasco pelo anfitrião Sr. José Augusto da Rocha Verbicá- rio, ao som de Tito Sane. MADALENA SEDIOU ETAPA ESTADUAL DE DHU DOWNRILL URBANO NA CIDADE ALTA No dia 07 de julho de 2013 foi realizada, pela segunda vez consecu- tiva – a primeira foi no ano de 2012 – mais uma etapa do campeonato estadual de DHU – Downrill Urbano - que teve lugar no bairro Cidade Alta, na cidade de Santa Ma- ria Madalena - Estado do Rio de Janeiro. A modalidade, conhecida como DH, é filha do mountain bike e irmã do cross-country e começou a ser praticada em montanhas da Califórnia, nos Estados Unidos da Ame- rica, por ciclistas que esta- vam cansados de andar so- mente na praia ou no asfalto. Na pessoa do madale- nense RODRIGO TORRES LIMA, parabenizamos a to- dos os organizadores, pa- trocinadores e apoiadores que contribuiram para que fosse realizada mais esse importante evento esportivo no município de Santa Maria Madalena. PADRE JOSÉ RIAL RAMOS 80 ANOS DE VIDA No sábado, 18 de maio de 2013, o padre da paróquia de Santa Maria Madalena – José Rial Ramos – completou 80 anos de vida. A data foi comemorada com missa na Igreja Católica, celebrada em Ação de Graças e logo após fiéis da comu- nidade promoveram um jantar comemorativo no CIEP de Santa Maria Madalena. O padre José está há 41 anos consecutivos em Mada- lena, onde chegou no dia 02 de setembro de 1972.
  12. 12. Gazeta de Madalena12 Ano IX - Edição 20 - Agosto de 2013 TRIUNFO EM FESTA: DEOCLÉCIO HENRIQUE DA SILVA COMPLETOU 100 ANOS DE VIDA! OSr. Deoclécio Hen- rique da Silva, filho de Joaquim Henrique Silva e Cléia Neves Silva, nas- ceu em 1º de agosto de 1913, no lugar denomina- do Amorosa, nas proximi- dades de Triunfo (entre as divisas dos municípios de Trajano de Moraes e Santa Maria Madalena). Casou-se em 19 de ju- nho de 1941 com a saudo- sa senhora Menelys Ribei- ro da Silva, com quem teve 10 filhos: Darcy, Dercy, Maria das Graças, Val- decy, José Antonio, Deoc- lécio Filho, Maria de Fáti- ma, Pedro Paulo, Joelma e Rosilene. Conta ainda o Sr. Deoclécio, com o carinho de 26 netos, 28 bisnetos e 06 tataranetos. Logo após ter servido o exército, começou a tra- balhar para a Prefeitura de Santa Maria Madalena, tendo exercido por déca- das a fio a função de en- carregado dos serviços públicos municipais no Dis- trito de Triunfo. O Sr. Deoclécio chegou aos 100 anos de vida com toda lucidez, ainda fre- quentando, como católico fervoroso, das missas do- minicais, e foi com alegria que a população triunfense comemorou os 100 de vida desse ilustre cidadão, que sempre viveu para a famí- lia, para a comunidade e para todos os que preci- sassem de seus préstimos, cuja história registra um passado de muito trabalho e uma vida de muita hon- radez. No dia 03 de agosto, a comemoração contou com missa e grande jantar. Parabéns ao Sr. Deoclé- cio pelos seus 100 anos! COLÉGIO ESTADUAL BARÃO DE SANTA MARIA MADALENA COMPLETA 90 ANOS! Fundado no ano de 1923, o Colégio Estadual Barão de Santa Maria Madalena chega aos 90 anos de idade sen- do a unidade escolar com maior longevidade no mu- nicípio de Madalena. Milhares de alunos já se sentarem nos bancos e cadeiras escolares do C.E. Barão de Santa Ma- ria Madalena, muitos dos quais, tornaram-se cida- dãos conceituados e per- sonalidades renomadas pelo nosso Estado e pelo Brasil afora. Esta importante unida- de escolar que no decor- rer da sua história tam- bém já teve os nomes de Grupo Escolar e de Esco- la Estadual, chega aos 90 anos de vida como colé- gio, sempre sendo grande motivo de orgulho e honra para todos os que um dia, tiveram a oportunidade de adentrar aos seus portões para ocupar uma cadeira em suas salas de aula, cujo passado e história, fazem parte de todos que aí estudaram e aprende- ram suas primeiras lições. Parabéns para o Co- légio Estadual Barão de Santa Maria Madalena pelos seus 90 anos de dedicação ao preparo de inúmeros estudantes que ali passaram e que certa- mente nutrem carinho por esta importante unidade escolar.

×