Escola Estadual Profª.Benedicta de Sales Pimentel Wutke Prevenção também se ensina Projeto: A escolha é sua
 
Por envolver valores culturais e sociais, a sexualidade precisa ser ensinada sob os mais variados enfoques. Proibir é luta...
As aulas sobre sexualidade são marcantes para os jovens, pois nelas eles aprendem a conhecer seus desejos, necessidades e ...
A postura do professor orientador ao tratar do assunto é muito importante. Por isso, qualquer dúvida, por mais simples que...
Portanto a educação sexual na escola desde o ensino fundamental é muito importante para o bom desenvolvimento da criança q...
A dinâmica consistia no seguinte:  A professora inicia uma conversa dizendo que começou uma guerra e existe apenas um abri...
6. um professor aposentado de 75 anos 7.um jovem de 22 anos drogado e com idéias suicidas 8. uma bailarina de boate com 26...
A lista foi colocada na lousa e cada criança escolheu 3 pessoas para levar ao abrigo. Quando todos fizeram a escolha perce...
Houve então a oportunidade de se discutir a respeito dos outros personagens da lista e sobre todos os problemas que pode c...
Na 3ª série B, as 3 pessoas escolhidas foram: A criança de 4 anos, o padre e a bailarina e sua namorada. Houve nesta sala ...
O cadeirante segundo eles, pouco poderia fazer devido aos seus limites e a mulher com AIDS, além de já condenada pela doen...
Na 3ª série C, as 3 pessoas escolhidas foram: A criança de 4 anos, a mulher com AIDS e o marido médico. Nesta sala também ...
A Concepção Augusta Schmidt 2003
A cidade Corpo Humano está em festa, pois dois membros da comunidade vão se casar. O noivo, bonito e forte é Inácio o Espe...
Após a União, os noivos recebem os cumprimentos no salão social da cidade, um lugar muito interessante chamado Trompas Ute...
Passados os nove meses, certo dia, encontram uma senhora, muito forte, chamada Contração e com ela fazem amizade.  Dona Co...
 
 
AIDS : O que precisamos saber
 
 
 
 
Prevenção Tere Penhabe Criança que é esperta Não crê em tudo que vê Pois antes de acreditar É preciso esclarecer. Nem tudo...
Mas é preciso atentar: O mundo é maravilhoso Entretanto há maldade Muito ser pernicioso. Criança que quer crescer Sendo ge...
Vou dar aqui uns exemplos Para vocês me entenderem Se prestarem atenção Por certo vão aprender. Já na nossa adolescência E...
Não aceite! Não acredite! Vão dizer que é algo encantado Só querem que você prove Pra se tornar viciado. Tudo que lhe ofer...
Vamos então ao namoro Que todo jovem professa É um tempo maravilhoso Pra viver é bom à beça. Entretanto, é preciso Ser res...
Tudo tem um tempo certo Que ninguém nos diz qual é Mas acabamos sabendo Seja homem ou mulher. Enquanto vamos à escola Um f...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Escola estadual profªBenedicta Wutke

11.850 visualizações

Publicada em

Projeto Prevenção
Profª Augusta Schimidt

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.850
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10.785
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Escola estadual profªBenedicta Wutke

  1. 1. Escola Estadual Profª.Benedicta de Sales Pimentel Wutke Prevenção também se ensina Projeto: A escolha é sua
  2. 3. Por envolver valores culturais e sociais, a sexualidade precisa ser ensinada sob os mais variados enfoques. Proibir é lutar contra a natureza. Descobrir o corpo e como ele pode dar prazer faz parte do desenvolvimento da criança. Ao perceber a sensação gostosa que o toque provoca, ela vai querer repetir o ato.
  3. 4. As aulas sobre sexualidade são marcantes para os jovens, pois nelas eles aprendem a conhecer seus desejos, necessidades e afetos (e a lidar com eles).
  4. 5. A postura do professor orientador ao tratar do assunto é muito importante. Por isso, qualquer dúvida, por mais simples que pareça, é relevante e pertinente. Ouvir, mais do que falar é a melhor conduta. Estimular o debate e deixar as crianças tirarem as próprias conclusões. Para não expor ninguém, o ideal é levantar dúvidas sem personalizar. Toda criança tem a tendência de imitar os adultos. O que normalmente vêem na TV, cenas de novelas e filmes faz com que elas comecem a despertar o desejo sexual de forma errônea tornando-se difícil a reeducação. Os pais precisam tomar consciência do que seus filhos fazem, assistem e aprendem. A fase da descoberta é também a fase onde crianças e adolescentes testam limites e tanto em casa como na escola precisam ser informados dos limites, do que podem e do que não podem fazer.
  5. 6. Portanto a educação sexual na escola desde o ensino fundamental é muito importante para o bom desenvolvimento da criança que pretendemos formar. A escola complementa a educação familiar contribuindo para que se formem verdadeiros cidadãos. Na primeira fase do projeto foi feita uma Dinâmica onde os alunos puderam fazer suas escolhas.
  6. 7. A dinâmica consistia no seguinte: A professora inicia uma conversa dizendo que começou uma guerra e existe apenas um abrigo na cidade. Os que forem para o abrigo se salvarão e iniciarão uma nova humanidade e os que ficarem fora morrerão. Cada criança poderá levar apenas três pessoas da seguinte lista: 1. um padre com 65 anos 2. um médico, com 35 anos, bonito, casado com uma mulher que tem AIDS e que só irá se o marido for. 3. uma criança de 4 anos 4. uma mulher de 33 anos com AIDS que é a esposa do médico 5. uma enfermeira de 45 anos que é sádica PARTE I
  7. 8. 6. um professor aposentado de 75 anos 7.um jovem de 22 anos drogado e com idéias suicidas 8. uma bailarina de boate com 26 anos e sua namorada de 26 com problemas com a policia, pois já esteve presa várias vezes por agressão. 9.um cadeirante especialista em informática 10. um jovem de 18 anos com síndrome de Down e totalmente dependente de outra pessoa
  8. 9. A lista foi colocada na lousa e cada criança escolheu 3 pessoas para levar ao abrigo. Quando todos fizeram a escolha percebeu-se que: Na 3ª série A onde os alunos têm muita dificuldade de aprendizagem e são semi-alfabéticos, venceu a criança de 4 anos, o jovem drogado e o médico. A classe justificou sua escolha dizendo que a criança poderia ser salva e crescer sem nenhum problema. O jovem drogado poderia ter ajuda do médico e o bom exemplo das crianças. E finalmente o médico para cuidar de todos que estivessem no abrigo. Parte II
  9. 10. Houve então a oportunidade de se discutir a respeito dos outros personagens da lista e sobre todos os problemas que pode causar a droga. Também foi levantado o problema da gravidez precoce e foi ressaltado pelas próprias crianças que há mais facilidade que isto aconteça devido ao uso de drogas e a falta de informação por parte dos pais. A maioria das meninas falou que as mães não permitem o assunto e quando indagadas dizem que “é muito cedo” para falar nisso. Com os meninos acontece com freqüência de os pais acharem que devem aprender sobre sexo, AIDS e drogas nas ruas. Geralmente vendo as conseqüências.
  10. 11. Na 3ª série B, as 3 pessoas escolhidas foram: A criança de 4 anos, o padre e a bailarina e sua namorada. Houve nesta sala muita discriminação com relação ao cadeirante, ao jovem com Down e a mulher com AIDS. O debate com a sala foi iniciado com a exposição de um aluno com relação à eliminação do jovem com down. Ele achou que como o jovem era doente não merecia viver, pois um doente mental sempre dá muitos problemas.
  11. 12. O cadeirante segundo eles, pouco poderia fazer devido aos seus limites e a mulher com AIDS, além de já condenada pela doença poderia oferecer perigo de contaminação aos demais sobreviventes. Nesta sala foi possível abordar o assunto AIDS com bastante propriedade e esclarecer vários pontos importantes que as crianças demonstraram não saber. Percebe-se que AIDS é assunto proibido dentro de casa e eles sabiam apenas que é uma doença que mata.
  12. 13. Na 3ª série C, as 3 pessoas escolhidas foram: A criança de 4 anos, a mulher com AIDS e o marido médico. Nesta sala também foi possível abordar todos os assuntos e principalmente a homossexualidade e o uso da droga que surgiram como fatores principais da causa das DSTs. Como culminância foi solicitado às 3 salas que trouxessem cartazes elaborados em casa com desenhos ou colagens e uma frase relacionada a cada trabalho. Obs. A 3ª série A fez os desenhos em classe. Todos os presentes participaram. Após a avaliação da dinâmica foi apresentado às salas a historia da concepção assim como uma explanação sobre a AIDS cujo material foi cedido pela psicóloga e professora Eva Marques.
  13. 14. A Concepção Augusta Schmidt 2003
  14. 15. A cidade Corpo Humano está em festa, pois dois membros da comunidade vão se casar. O noivo, bonito e forte é Inácio o Espermatozóide e a noiva é Julieta o Óvulo. Inácio mora num bairro afastado chamado Testículo e Julieta mora quase no centro num bairro chamado Ovário. Todos estão felizes com o casamento dos dois, pois sabem que desta união poderá nascer um lindo bebê. Chega finalmente o grande dia e com bonita festa o casamento se realiza. Inácio e Julieta, felizes e apaixonados, trocam juras de amor eterno e quem os abençoa é o Juiz de Paz, o senhor Fecundação.
  15. 16. Após a União, os noivos recebem os cumprimentos no salão social da cidade, um lugar muito interessante chamado Trompas Uterina e de lá partem em lua de mel para uma pequena estância chamada Útero. A lua de mel dura cerca de nove meses, período em que Inácio e Julieta, muito unidos se divertem bastante. Freqüentam um restaurante chamado Placenta e nadam com freqüência num lindo lago chamado Bolsa de Água.
  16. 17. Passados os nove meses, certo dia, encontram uma senhora, muito forte, chamada Contração e com ela fazem amizade. Dona Contração então lhes conta existir um lugar muito especial, cheio de belezas deslumbrantes chamado Mundo, e que deveriam conhecer. Entusiasmados com a idéia, Inácio e Julieta ansiosos para partir, transformam-se então em um lindo bebê que através do Trabalho de Parto chega ao Mundo sendo recebido com muito amor por todos que aqui já o aguardavam.
  17. 20. AIDS : O que precisamos saber
  18. 25. Prevenção Tere Penhabe Criança que é esperta Não crê em tudo que vê Pois antes de acreditar É preciso esclarecer. Nem tudo que adulto sabe Pode falar sem censura Algum dia, lá na frente Entenderão essa gastura.
  19. 26. Mas é preciso atentar: O mundo é maravilhoso Entretanto há maldade Muito ser pernicioso. Criança que quer crescer Sendo gente valiosa Precisa desconfiar De estranho de boa prosa. Isso se chama PREVENÇÃO E todos devemos ter Faz parte da inteligência Não quer dizer ofender.
  20. 27. Vou dar aqui uns exemplos Para vocês me entenderem Se prestarem atenção Por certo vão aprender. Já na nossa adolescência Existe campo minado A famigerada droga Que tanto mal tem causado . Ninguém diz que é ruim Porque querem é vender Mas sempre a primeira dose Eles vêm dar pra você.
  21. 28. Não aceite! Não acredite! Vão dizer que é algo encantado Só querem que você prove Pra se tornar viciado. Tudo que lhe oferecerem Que você não sabe o que é Diga que aceitará Se papai e mamãe souber. Tenha sempre isso em mente: Se eles não podem saber Só irá lhe fazer mal Coisa boa não há de ser.
  22. 29. Vamos então ao namoro Que todo jovem professa É um tempo maravilhoso Pra viver é bom à beça. Entretanto, é preciso Ser responsável e sagaz Porque a gravidez precoce Não será boa jamais. O mundo evoluiu Os conceitos têm mudado Mas cuidar bem da vida É fato mais que sagrado.
  23. 30. Tudo tem um tempo certo Que ninguém nos diz qual é Mas acabamos sabendo Seja homem ou mulher. Enquanto vamos à escola Um filho só atrapalha Portanto tomem cuidado Não há prazer que isso valha. "Tomar cuidado...” saberão Quando chegar o momento Mas saibam que filho é bom Só depois do casamento.

×