Fotografia Infravermelha

170 visualizações

Publicada em

Fotografia Infravermelha - Fotografia Ambiental

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
170
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
54
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fotografia Infravermelha

  1. 1. Fotografia Infravermelha Luis Gustavo F. Riboriski Disciplina: Fotografia Ambiental Curso Superior de Tecnologia em Fotografia Professor: Fernando Pires 2015/2
  2. 2. A luz infravermelha não é visível, pois o seu comprimento de onda é maior do que que o da luz visível ao olho humano. Para se conseguir ver a luz infravermelha é preciso um filtro de modo a isolar seus comprimentos de onda para serem captados pelo sensor da máquina. Os objetos tornam-se visíveis pois o sol ou outra fonte de luz emitem um quantidade de luz infravermelha que é refletida ou absorvida pelos objetos.
  3. 3. Quando se fotografava com película, era então possível adquirir rolos de emulsão sensível somente a infravermelhos que, através da adaptação de um filtro à lente, permitia fotografar aquilo que era iluminado pela luz nesse comprimento de onda. Na era digital não são todas as câmeras que conseguem captar esse espectro de luz, porém as que conseguem trazem como vantagem em relação ao filme a possibilidade de edição no Photoshop. Existem as fotos infravermelhas coloridas ou preto e branco. Nas coloridas, com auxilio de filtros coloridos, é possível adicionar efeitos fantásticos, principalmente na vegetação. As propriedades desse tipo de fotografia já eram conhecidas desde a Segunda Guerra Mundial, quando os alemães usavam as imagens para detectar abrigos camuflados dos Aliados..
  4. 4. Jérôme Pouille
  5. 5. Edward Noble
  6. 6. Omar Sospiri
  7. 7. Philip Whittaker
  8. 8. pathfinder68
  9. 9. Sixten Dom
  10. 10. Mia Lewis
  11. 11. Zsolt Konczey
  12. 12. Syed HJ
  13. 13. Sixten Dom
  14. 14. Técnica Máquina Digital Como já sabemos, nem todas as câmeras são capazes de captar a luz infravermelha, e as que captam não o fazem todas da mesma forma. Há diferenças substanciais dentro da própria marca em vários modelos. Isto deve-se ao fato de as máquinas digitais terem um filtro de bloqueio de luz IR interno por cima do sensor, visto que a luz IR degrada a qualidade da luz visível numa fotografia. Portanto, diferentes máquinas deixaram passar diferentes quantidades de luz IR, conforme o seu filtro interno é mais ou menos forte. A generalidade das Cânons têm um forte filtro interno sendo necessário assim a usar tempos de exposição muito prolongados, não sendo a melhor escolha. Já as Nikons D100/D70/D50 são boas opções.
  15. 15. Fitro O filtro mais popular para este tipo de fotografia é o Hoya R72 (screw-in). Este é um filtro bastante denso, de tom avermelhado, que bloqueia todos os comprimentos de onda de luz abaixo dos 720nm (nanómetros), deixando passar a luz IR (infravermelha) que queremos captar e um pouco de luz normal (vermelho). A hora A melhor hora para fotografia infravermelha será por volta do meio-dia onde a intensidade da luz solar é mais forte, permitindo assim tempos de exposição mais curtos e diafragmas mais fechados. Porém o fim da manhã e ainda uma boa parte da tarde também podem dar bons resultados, mas provavelmente será preciso o uso de uma abertura maior e um maior tempo de exposição.
  16. 16. Tripé É absolutamente necessário um tripé dado que os tempos de exposição são prolongados, normalmente de 1 segundo para cima conforme a sensibilidade da máquina, embora para câmeras já convertidas não seja necessário, permitindo disparos em alta velocidade. ISO Usar o mínimo possível sempre, dado que a fotografia infravermelha tende a ter mais ruído. Composição e focagem É praticamente impossível usar o autofocus das máquinas depois de colocar o filtro dado que é muito denso. Portanto é preciso compor a cena e focar no objeto antes de colocar o filtro, trancando o foco usando o AF Lock ou passando o interruptor da lente/máquina para foco manual e não mexer mais no anel de foco. Isso se dá devido que a luz infravermelha não foca no mesmo ponto que a luz normal.
  17. 17. Fontes • http://photos.com.br/fotografia-em-infravermelho/ • http://ellenfazevedo.blogspot.com.br/2010/02/fotografia- infravermelha.html • https://www.flickr.com/groups/infrared-landscapes/

×