Bairro Alto

378 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
378
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bairro Alto

  1. 1. Situado numa encosta aprazível, virada sobre o rio, o Bairro Alto teve a sua origem em 1513, quando o rei D. Manuel I autorizou a urbanização da Vila Nova de Andrade, na parte ocidental da cidade, fora das muralhas medievais. Com um traçado regular, formado por ruas abertas e arejadas e fachadas planas, o novo bairro acolheu a numerosa população ligada às actividades marítimas da época dos Descobrimentos, nomeadamente, à construção de barcos e à participação nas grandes armadas que descobriram os novos continentes. A toponímia das ruas preserva esta memória. A instalação dos jesuítas, com a construção da igreja de S. Roque, a partir de 1553, foi decisiva para atrair a nobreza. Surgiu, então, a designação de Bairro Alto de S. Roque e este ganhou uma ambiente popular e, simultaneamente, aristocrata, que ainda hoje mantém e é bem visível no rico património arquitectónico, formado por Desde cedo, escritores e artistas escolheram o Bairro Alto para viver. No século XIX, sob o impulso de Almeida Garrettt e de Domingos Bontempo, o Conservatório de Artes instalou-se no velho Convento dos Caetanos. Depois chegaram os jornais e as tipografias, reforçando o ambiente cultural e boémio. Todas as influências fazem parte da vida quotidiana deste bairro, que possui um rico património histórico de grande valor cultural e social. Zona residencial, é também espaço de lazer e convívio. Com numerosos bares, cafés e
  2. 2. Rua do Século - (1959) - Foto de F.M. de Jesus Matias (Antigo "Convento dos Caetanos“, actualmente Conservatório Nacional de Lisboa)
  3. 3. Pintura: José
  4. 4. Pedro – Blog Bonecos de Bolso
  5. 5. Fotografia: Victor Nuno – flickriver.com
  6. 6. Fotografia: André Gonçalves
  7. 7. Fotografias: André Gonçalves
  8. 8. Eduardo Salavisa
  9. 9. Igreja de São Roque
  10. 10. Fotografias: Barragon – Panoramio.com
  11. 11. Fotografia: André Gonçalves
  12. 12. Fotografia: Tina Wirsindfrei - flickr.com
  13. 13. Fotografia: André Gonçalves Fotografia: Oleg Tiunchik
  14. 14. Guida Burt (guidaburt@gmail.

×