Origem-da-vida

1.250 visualizações

Publicada em

1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.250
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
69
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Origem-da-vida

  1. 1. Origem da vidaOrigem da vida1ª série/2013Profª Eliane A. Floriano
  2. 2. Até meados do séc. XIX, acreditava-seque seres podiam surgirespontaneamente da matéria não-viva(TEORIA DA ABIOGÊNESE).ARISTÓTELESproposta inicial,(séc. IV aC.) há maisde 2000 anos (as rãssurgiam a partir dolodo).
  3. 3. As folhas que caemAs folhas que caemdas árvores aodas árvores aoentrar em contatoentrar em contatocom a água formariacom a água formariaos peixesos peixes As folhas que caemAs folhas que caemdas árvores aodas árvores aoentrar em contatoentrar em contatocom o solo formariacom o solo formariaas avesas avesPortanto, naPortanto, na abiogêneseabiogênese, da, damatéria bruta poderia sematéria bruta poderia seoriginar uma vida.originar uma vida.
  4. 4. - Na Abiogênese, a vida era geradaespontaneamente por um princípio ativo( um tipo de energia capaz de produzir a vida). Hoje, sabe-se que um ser vivo surge aHoje, sabe-se que um ser vivo surge apartir departir de outra vida pré-existente.(TEORIA DA BIOGÊNESE)
  5. 5. Defensores daabiogênese- Aristóteles (384 a.C. - 322 a.C.)- Helmont (1577-1644)- Isaac Newton (1643-1727)- Needham (1713 – 1781)Críticos daabiogênese- Redi (1626-1697)- Spallanzani (1729-1799)- Louis Pasteur (1822-1895)BiogêneseBiogênese versusversus abiogêneseabiogênese
  6. 6. Jean Baptista van HelmontJean Baptista van Helmont(1577-1644)(1577-1644)““(...)coloca-se, num canto sossegado e(...)coloca-se, num canto sossegado epouco iluminado, camisas sujas. Sobrepouco iluminado, camisas sujas. Sobreelas espalham-se grãos de trigo, e oelas espalham-se grãos de trigo, e oresultado será que, em 21 dias, surgirãoresultado será que, em 21 dias, surgirãoratos.”ratos.”
  7. 7. Francesco Redi(1626-1697) - século XVIIFrancesco Redi(1626-1697) - século XVIIUm dos primeiros a empregar o método experimentalUm dos primeiros a empregar o método experimentalUma das principais evidências da abiogênese era oUma das principais evidências da abiogênese era oaparecimento “espontâneo” de “vermes” em carne podreaparecimento “espontâneo” de “vermes” em carne podreHipótese de Redi: “Os seres vermiformes que surgem naHipótese de Redi: “Os seres vermiformes que surgem nacarne em putrefação sãocarne em putrefação são larvaslarvas, um estágio do ciclo de, um estágio do ciclo devida das moscas. As larvas devem surgir de ovosvida das moscas. As larvas devem surgir de ovoscolocados por moscas, e não por geração espontânea acolocados por moscas, e não por geração espontânea apartir da putrefação da carne”partir da putrefação da carne”
  8. 8. John Needham(1713-1781)John Needham(1713-1781)- Hipótese da geração espontânea ganha novo- Hipótese da geração espontânea ganha novoimpulsoimpulso- Colocou caldo nutritivo em diversos frascos,- Colocou caldo nutritivo em diversos frascos,fervendo-os por 30 min e tampou os frascosfervendo-os por 30 min e tampou os frascoscom rolhascom rolhas- Depois de alguns dias, os caldos estavam- Depois de alguns dias, os caldos estavamrepletos de micróbios. Argumentou então que osrepletos de micróbios. Argumentou então que osseres presentes nos caldos surgiram porseres presentes nos caldos surgiram porgeração espontânea.geração espontânea.
  9. 9. John Needham (1713 – 1781)Hipótese da geração espontânea ganha novoHipótese da geração espontânea ganha novoimpulsoimpulso- Colocou caldo nutritivo em diversos frascos, fervendo-- Colocou caldo nutritivo em diversos frascos, fervendo-os por 30 min e tampou os frascos com rolhasos por 30 min e tampou os frascos com rolhas- Depois de alguns dias, os caldos estavam repletos de- Depois de alguns dias, os caldos estavam repletos demicróbios. Argumentou então que os seres presentesmicróbios. Argumentou então que os seres presentesnos caldos surgiram por geração espontânea.nos caldos surgiram por geração espontânea.microorganismosmicroorganismosApós alguns diasApós alguns diasCaldo nutritivoCaldo nutritivo
  10. 10. Lazzaro Spallanzani(1729-1799)Realizou experimentos semelhantes aos deNeedham, mas obteve resultadosdiferentes.As infusões preparadas por Spallanzani,muito bem fervidas e cuidadosamentearrolhadas, continuaram livre de micróbios.
  11. 11. Em fins do século XVIII: descoberta doEm fins do século XVIII: descoberta dogás oxigênio e seu papel essencial à vida.gás oxigênio e seu papel essencial à vida.Novo ponto de apoio para osNovo ponto de apoio para osabiogenistas, que argumentavam que oabiogenistas, que argumentavam que oaquecimento prolongado e a vedaçãoaquecimento prolongado e a vedaçãohermética excluíam o oxigênio necessáriohermética excluíam o oxigênio necessárioà geração espontânea e à sobrevivênciaà geração espontânea e à sobrevivênciados seres.dos seres.
  12. 12. Nova disputa travada entre biogenistas eNova disputa travada entre biogenistas eabiogenistas.abiogenistas.Abiogenistas: A presença de ar fresco eraAbiogenistas: A presença de ar fresco erafundamental para a geração espontânea dafundamental para a geração espontânea davida.vida.Biogenistas: O ar era a fonte de contaminaçãoBiogenistas: O ar era a fonte de contaminaçãodos caldos.dos caldos.Academia Francesa de Ciências: prêmio paraAcademia Francesa de Ciências: prêmio paraquem apresentasse um experimentoquem apresentasse um experimentodefinitivo sobre essa questão.definitivo sobre essa questão.
  13. 13. Louis Pasteur(1822-1895)Louis Pasteur(1822-1895)Experiência nos Alpes – Pasteur Levou frascos deExperiência nos Alpes – Pasteur Levou frascos devidro fechados completamente contendo caldovidro fechados completamente contendo caldonutritivo até as altitudes dos Alpesnutritivo até as altitudes dos AlpesAbriu os frascos para que os caldos ficassemAbriu os frascos para que os caldos ficassemexpostos ao ar das montanhas; depois, foramexpostos ao ar das montanhas; depois, foramnovamente derretidos e fechadosnovamente derretidos e fechadosDe volta ao laboratório, verificou que apenas um 1De volta ao laboratório, verificou que apenas um 1dos vinte frascos abertos nas montanhas haviados vinte frascos abertos nas montanhas haviase contaminadose contaminado
  14. 14. Descrição do experimento de PasteurPasteur concluiu por meio deste experimento que osmicroorganismos estavam presentes no ar, mas, se os isolasse,eles não surgiam espontaneamente no caldo de carne.
  15. 15. Argumento de Pasteur: O ar das montanhas continhamuito menos “sementes” de organismosmicroscópicos do que o ar da cidade, onde qualquerfrasco aberto sempre se contaminava.Na presença de membros da academia, quebrou ogargalo de alguns frascos, expondo os caldos ao arda cidade; 3 dias depois, todos os frascos haviamsido contaminados.Comissão julgadora solicitou mais provasDerrubada definitiva da hipótese da geraçãoespontânea.

×