Carlos andre (1)

272 visualizações

Publicada em

Ecodesign e indústria
Gestão ambiental

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
272
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Carlos andre (1)

  1. 1. Ecodesign e a Indústria Carlos André Pereira de Barros Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - MDIC Fórum Permanente de ENERGIA & AMBIENTE UNICAMP 15 de setembro de 2004
  2. 2. A exaustão do modelo de substituição de importações, a abertura comercial e, posteriormente, a estabilização econômica, contribuíram para criar condições necessárias à consistência de Programas Governamentais direcionados ao desenvolvimento e ao aumento da competitividade pelos setores produtivos. A DÉCADA DE 90
  3. 3. OS PROGRAMAS IMPLANTADOS No início da década de 90 um dos grandes problemas enfrentados pela indústria brasileira era a qualidade, foi lançado então o Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade - PBQP. A partir de 95 verificamos que o salto da qualidade já se mostrava com evidência mas nossos produtos ainda necessitavam de maior valor agregado no mercado internacional. Neste contexto, foi lançado pelo Governo Federal o Programa Brasileiro do Design - PBD.
  4. 4. DESIGN RECONHECIDO COMO FUNDAMENTAL O design se estabeleceu no século passado como alternativa às empresas na busca de um produto melhor, funcional e atraente. Hoje o produto deve ser aceito globalmente, sem deixar de manter uma identidade nacional, expressando aspectos positivos do país. Nos mercados nacionais e internacionais, os produtos competem por um espaço/diferencial no desejo do consumidor, e o design torna possível o surgimento deste diferencial.
  5. 5. DESIGN E A INDÚSTRIA O design é um dos principais instrumentos competitivos das empresas nos mercados internos e externos. “Todos têm acesso à tecnologia . A única coisa que difere é o design”.
  6. 6. ECODESIGN Ecodesign – ou Design Ambiental, promove a utilização de materiais alternativos e planeja o desenvolvimento, a produção, o uso e o descarte, procurando reduzir o impacto causado pela produção em escala industrial sobre o meio ambiente O DESIGNER AO DESENVOLVER O PRODUTO DEVE INCORPORAR O CONCEITO DO ECODESIGN.
  7. 7. O ECODESIGN DENTRO DE EMPRESA O Ecodesign representa a convergência de duas tendências que orientam as formas atuais de produção: INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL É a reorganização dos processos e dos sistemas de informações facilitando o desenvolvimento da empresa por meio da interligação de seus diversos setores. DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL É assegurar o crescimento industrial sem causar impactos ambientais adversos, indo ao encontro da máxima de “atender as necessidades das gerações presentes sem comprometer o atendimento das necessidades das gerações futuras”.
  8. 8. Desenvolvimento Sustentável Integração Empresarial Ecodesign Desenvolvimento Integrado de produto Prevenção da Poluição Gestão Ambiental Gestão da Qualidade Total Fonte: Fiksel (1996)
  9. 9. ECODESIGN - INDÚSTRIA •Opinião pública; •Custos energéticos; •Obrigação de recolhimento; •Poluidor pagador; •Obrigação de fornecer informação; •Subsídios; •Normas padrões; •Inspeção ambiental; •Demandas de clientes industriais; •Competição ambiental; •Requisitos ambientais para prêmios de Design. Estímulos externos
  10. 10. ECODESIGN - INDÚSTRIA •Senso de responsabilidade; •Elevação do nível de qualidade; •Melhora da imagem; •Economia nos custos; •Aumento na motivação dos funcionários; Estímulos internos
  11. 11. FATORES QUE ESTIMULAM A INDÚSTRIA A INVESTIR NO ECODESIGN •Legislação e regulamentos (governo); •Demanda / consumidores (mercado); •Responsabilidade socioambiental; •Concorrência; •Inovação tecnológica e diferenciação; •Redução de custos.
  12. 12. ENFOQUE NO CICLO DE VIDA - ACV Importante na medida em que permite desdobrar o conceito de prevenção de maneira a escolher a melhor solução para todo o ciclo de vida do produto. Entradas Matérias-primas, insumos e energia. Saídas Resíduos, efluentes e emissões. Do berço ao túmulo ou do berço ao berço? ECODESIGN
  13. 13. INTERFACE COM O DESIGN • Visão sistêmica para o desenvolvimento do produto (trabalho em equipe multidisciplinar: Engenharia, Ergonomia, Design, Compras, Marketing, Qualidade, Meio Ambiente...); • A estrutura básica existente no processo de desenvolvimento não sofre mudanças fundamentais com a integração dos requisitos ambientais. ECODESIGN
  14. 14. BENEFÍCIOS • Novos aspectos das atividades de desenvolvimento nas etapas do processo produtivo. •Alternativas de produto; •Substituição de matérias-primas; •Alteração do processo; •Melhoramento da produção; •Reutilização interna; •Reutilização externa; •Tratamento de resíduos; •Deposição de resíduos; •Descontaminação; •Redução dos custos.
  15. 15. OPORTUNIDADES •Otimização na alocação de recursos; •Definição explícita da posição da companhia em relação à opinião pública e de outras organizações / instituições; •Estabelecimento de contato com novos fornecedores que proponham alternativas ecologicamente corretas; •Incentivo à pesquisa para o desenvolvimento de novos materiais; •Logística modificada da empresa dado que os produtos poderão ser recolhidos após o uso.
  16. 16. EXEMPLOS DE APLICAÇÃO Produto Ventilador Spirit Exemplo Redução do uso de matéria-prima; 30% a mais de eficácia na geração de vento; Até 80% de economia de energia.
  17. 17. Garrafa Térmica Futura Redução para 4 peças de montagem ao invés das 7 tradicionais; Maior extensão da vida útil. EXEMPLOS DE APLICAÇÃO
  18. 18. Embalagem para o açúcar Native Utilização de materiais atóxicos; Índice de biodegradabilidade de 99%, com total integridade do produto. EXEMPLOS DE APLICAÇÃO
  19. 19. EXEMPLOS DE APLICAÇÃO Produtos Exemplos Materiais de fontes renováveis na Daimler Chrysler do Brasil Custo competitivo com o material em uso na indústria; Melhoria da salubridade no ambiente de trabalho; A resistência das fibras naturais é superior à da fibra de vidro; Reaproveitamento como carga na fabricação de novas peças; Queima do material e aproveitamento da energia térmica. Novos trançados para uso do vime proporcionando maior conforto; Uso de matérias-primas biodegradáveis; Vime de plantações sustentáveis; Eucalipto certificado. Cadeira Scopo
  20. 20. “Ecodesign significa sobretudo a preocupação com o meio ambiente e ajuda a orientar a direção das decisões de Design.”
  21. 21. Muito obrigado! E-mail: carlos.barros@desenvolvimento.gov.br Tel.: (61) 2109-7290

×