Figuras de linguagem

1.978 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.978
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Figuras de linguagem

  1. 1. A IMPORTÂNCIA DAS TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO <ul><li>TECNOLOGIA-> ciência +técnica (indústria, serviços, transportes, comunicação e entretenimento). </li></ul><ul><li>SÉCULO XXI-> teias informáticas controlam bancos informatizados, indústria informatizada, a agropecuária mecanizada e transgênica; pela TV, rádio e Internet é possível saber fatos ocorridos no extremo oriente muitas vezes em tempo real. </li></ul>
  2. 2. EDUCAÇÃO <ul><li>CAPACITAÇÃO: profissionais não se sentem preparados para utilizar tais tecnologias. </li></ul><ul><li>CONDIÇÃO: é um sonho imaginar que todas as escolas vão possuir todo acesso à tecnologia disponível no mercado. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>O profissional em educação que não conseguir se adequar e dominar as tecnologias vai ficar à margem dos próprios alunos. O professor não deve pensar que irá perder seu emprego por conta da informática e sim utilizá-la como um meio para melhorar a qualidade de ensino. O seu papel é mostrar ao aluno para que serve o conhecimento e ser o mediador do processo de aprendizagem. </li></ul>
  4. 4. O VÍDEO NA SALA DE AULA <ul><li>José Manuel Moran (O Vídeo na Sala de Aula, 1995, p.4) nos fornece algumas dicas sobre os usos inadequados da TV e do vídeo em sala de aula. Veja: </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Vídeo tapa buraco: colocar vídeo quando há um problema inesperado, como ausência do professor. Usar esse expediente pode ser útil, mas se for feito com frequência, desvaloriza o uso do vídeo e associa, na cabeça do aluno, a não ter aula. </li></ul><ul><li>Vídeo enrolação: exibir um vídeo sem muita ligação com a matéria. O aluno percebe que o vídeo é usado como forma de camuflar a aula. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Vídeo deslumbramento: O professor que acaba de descobrir o uso do vídeo costuma empolgar-se e passa vídeo em todas as aulas, esquecendo outras dinâmicas pertinentes. O uso exagerado do vídeo diminui a sua eficácia e empobrece as aulas. </li></ul><ul><li>Só vídeo: não é satisfatório didaticamente exibir o vídeo sem discuti-lo, sem integrá-lo com o assunto da aula, sem voltar e mostrar alguns momentos mais importantes </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Alunos críticos e assíduos tem uma visão muito real do aproveitamento das aulas ministradas com o uso de tecnologia, seja ela a informática ou até mesmo como é o caso, a TV e o vídeo. Pensando assim Moran apresenta algumas propostas de boa utilização do vídeo em sala de aula: </li></ul>:
  8. 9. <ul><li>Vídeo com sensibilização: é utilizado para introduzir um novo assunto, para despertar a curiosidade, a motivação para novos temas. </li></ul><ul><li>Vídeo como ilustração: o vídeo muitas vezes ajuda a mostrar o que se fala na sala de aula, a compor cenários desconhecidos pelos alunos (Idade Média, Amazônia, África, etc.) </li></ul>
  9. 10. <ul><li>Vídeo como simulação: é uma ilustração mais sofisticada. O vídeo pode simular experiências químicas que seriam perigosas em laboratórios ou que exigiriam muito tempo ou recursos. Um vídeo pode mostrar o crescimento acelerado de uma planta, de uma árvore – da semente até a maturidade em poucos segundos. </li></ul><ul><li>Vídeo como conteúdo de ensino: mostra determinado assunto, de forma direta ou indireta. </li></ul>
  10. 11. <ul><li>Vídeo como produção: documentação de eventos, registro de aulas, experiências, entrevistas, depoimentos feitos pelo professor e até mesmo alunos. </li></ul><ul><li>Vídeo como expressão: as crianças podem ser incentivadas a produzir vídeos dentro de uma determinada disciplina, ou num trabalho interdisciplinar; podem produzir programas informativos, feitos por eles mesmos e apresenta-los a toda a escola. </li></ul>
  11. 12. <ul><li>Vídeo como espelho: é de grande utilidade para o professor se ver, examinar sua comunicação com os alunos, suas qualidades e defeitos. </li></ul>
  12. 13. <ul><li>O professor tendo uma visão pedagógica inovadora, aberta a participação dos alunos, poderá utilizar desde o recurso mais simples ao mais sofisticado de possa dispor para melhorar a interação presencial e virtual na aprendizagem de seus alunos. </li></ul>
  13. 34. <ul><ul><ul><ul><li>. </li></ul></ul></ul></ul>
  14. 37. .

×