ApresentaçãO Projeto Vivencial (Valdinei Marcolla)

13.022 visualizações

Publicada em

Slide apresentado por Maria Cecília e Bárbara em Encontro Presencial no NTE.

1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • A grande importância deste curso na vida de cada um de nós gestor, é a facilidade da pesquisa,momento de interação com os demais colegas de diferentes localidades.Estamos sempre em sintonia com o outro. Durante as atividades como também nos fóruns.Agradeço a oportunidade.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
13.022
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
114
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
73
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ApresentaçãO Projeto Vivencial (Valdinei Marcolla)

  1. 1. Curso de Pós Graduação em Gestão Escolar Programa Nacional Escola de Gestores da Educação Básica Sala Ambiente Projeto Vivencial
  2. 2. Sala Ambiente Projeto Vivencial <ul><li>A Sala Ambiente Projeto Vivencial tem dois objetivos importantes: </li></ul><ul><li>ser um espaço de articulação entre e com as demais salas e componentes curriculares do curso; </li></ul><ul><li>orientar à elaboração de um Projeto-intervenção (movimento de reflexão teórico-prática), que tenha como foco o Projeto Político-Pedagógico da escola ou uma problemática, relevante, deste derivada ou estreitamente vinculada à gestão da escola. </li></ul><ul><li>Assim, é nesta sala que você, baseado em uma concepção democrática de gestão escolar, poderá discutir o papel do gestor escolar e o Projeto Político Pedagógico (PPP), principal instrumento da gestão democrática da escola, abordando seus fundamentos teórico-metodológicos, etapas de elaboração, de implementação e de avaliação. Esse estudo ocorrerá em estreita relação com a análise da experiência de sua escola com o PPP, resultando dessa análise, uma proposição para um projeto de intervenção. </li></ul>
  3. 3. Sala Ambiente Projeto Vivencial Articulação Ambiente Moodle Sala OFV Sala FDEI Sala TOIV Sala PGE II Sala PPGEIII VI-Sala PV
  4. 4. Unidade I – “Projeto-intervenção” e Trabalho de Conclusão do Curso <ul><li>O Projeto-Intervenção, voltado para a realidade de sua escola, poderá ter como foco: </li></ul><ul><li>elaboração do Projeto Político-Pedagógico , nas escolas que ainda não o tenham; </li></ul><ul><li>a re-elaboração do PPP ou de aspectos do mesmo , em escolas que já o tenham; </li></ul><ul><li>uma problemática específica , relevante, em estreita vinculação com a questão do PPP ou da gestão de sua escola. </li></ul><ul><li>O desenvolvimento do projeto-intervenção, na perspectiva aqui proposta, ocorre no e com o coletivo da escola , o que significa que sua construção (discussão, elaboração e desenvolvimento) é partilhada com/pela comunidade escolar. </li></ul>
  5. 5. Projeto-intervenção <ul><li>Sabendo um pouco mais sobre o Projeto-Intervenção... </li></ul><ul><li>O Projeto-intervenção , fundamenta-se nos pressupostos da pesquisa-ação. </li></ul><ul><li>Tem como base a idéia de uma relação dialética entre pesquisa e ação, supondo ainda que a pesquisa deve ter como função a transformação da realidade. </li></ul><ul><li>Os sujeitos, ao pesquisarem sua própria prática produzem novos conhecimentos e, ao fazê-lo, apropriam-se dela e re-significam sua prática, produzindo novos compromissos, de cunho crítico, com a realidade em que atuam. </li></ul><ul><li>Nesse tipo de pesquisa, a prática é compreendida como &quot;práxis“ e tanto pesquisador como pesquisados estão diretamente envolvidos em uma perspectiva de mudança. </li></ul>
  6. 6. Projeto-intervenção <ul><li>Nesse tipo de pesquisa, os pesquisadores desempenham um papel ativo na resolução dos problemas identificados, no acompanhamento e na avaliação das ações desenvolvidas para sua realização. Dois objetivos são atribuídos à pesquisa-ação: </li></ul><ul><li>objetivo prático : relacionado ao tipo de problema que a pesquisa pretende resolver ou contribuir para sua resolução; </li></ul><ul><li>objetivo de conhecimento : obter informações, aumentar o conhecimento sobre determinado tipo de problemática. </li></ul>
  7. 7. Projeto-intervenção <ul><li>Em síntese, para Thiollent (2005, p. 18), à pesquisa-ação se caracteriza: </li></ul><ul><li>&quot;por uma ampla e explícita interação entre pesquisadores e pessoas implicadas na situação investigada; </li></ul><ul><li>desta interação resulta a ordem de problemas a serem pesquisados e das soluções a serem encaminhadas sob forma de ação concreta; </li></ul><ul><li>o objeto de investigação não é constituído pelas pessoas e sim pela situação social e pelos problemas de diferentes naturezas encontradas nessa situação; </li></ul><ul><li>o objetivo da pesquisa-ação consiste em resolver ou, pelo menos em esclarecer os problemas da situação observada; </li></ul><ul><li>há, durante o processo, um acompanhamento das decisões, das ações e de toda a atividade intencional dos atores da situação observada; </li></ul><ul><li>a pesquisa-ação não se limita a uma forma de ação (risco de ativismo); pretende-se aumentar o conhecimento dos pesquisadores e o conhecimento ou o ‘nível de consciência’ das pessoas e grupos considerados”. </li></ul>
  8. 8. Projeto-intervenção Esses pressupostos da pesquisa-ação fundamentam o que aqui estamos designando como “Projeto-intervenção” : uma pesquisa centrada na realidade da escola, envolvendo sua comunidade, com vistas a uma transformação. Certamente que na definição do problema, objeto de pesquisa e de intervenção, deverão ser considerados fatores como uma boa delimitação do problema, o tempo para seu desenvolvimento, as pessoas envolvidas e a contribuição para a comunidade escolar.
  9. 9. Projeto-intervenção Considerações sobre a metodologia para o projeto de pesquisa-intrevenção Para a elaboração do projeto-intervenção, podem ser observadas as etapas propostas por Thiollent para a pesquisa-ação, conforme seguem: 1ª) Fase exploratória : Consiste no reconhecimento inicial dos problemas ou situações problemáticas (diagnóstico inicial), identificando-se também pessoas interessadas em participar da pesquisa. 2ª) Tema da pesquisa : é a designação do problema prático a ser investigado e da área de conhecimento na qual essa problemática se insere. 3ª) Colocação de problemas : definidos o tema e os objetivos da pesquisa, passa-se a definição de uma problemática na qual o tema escolhido adquira sentido (transformação do tema em forma de problema); dizendo de outro modo, trata-se de, a partir do tema, levantar ou colocar os problemas que se pretende resolver ou intervir.
  10. 10. Projeto-intervenção 4ª) Lugar da teoria : embora focalizada em questões práticas, a pesquisa ação não prescinde da teoria; ao contrário, a delimitação do marco teórico é fundamental, pois é este que dará suporte para interpretar situações, construir hipóteses ou diretrizes orientadoras da pesquisa. 5º) Hipóteses : não se trata aqui de elaboração de hipóteses formais; a hipótese na pesquisa-ação dá-se sob a forma de diretrizes que podem orientar a ação, tanto no que se refere às estratégias como os recursos a serem utilizados. 6ª) Seminários : tratam-se do trabalho grupal de discussão que acompanha todo o processo de pesquisa desde sua elaboração inicial (planejamento), execução e avaliação. 7ª) Campo de observação, de amostragem e representatividade qualitativa : importante delimitar-se o campo da observação empírica no qual se aplica o tema da pesquisa, pois uma pesquisa-ação pode abranger desde uma comunidade concentrada (exemplo uma escola, um bairro) até um espaço maior (cidade, por exemplo). A delimitação empírica também está relacionada como o tema, problemática a ser abordada e objetivos da pesquisa.
  11. 11. Projeto-intervenção 8º) Coleta de dados : principais técnicas utilizadas na pesquisa-ação são as entrevistas grupais (podem ser na forma de “grupos focais”) e a entrevista individual, realizada de modo aprofundado. Outras técnicas podem ser associadas: questionários, quando aplicado a um número grande de pessoas; análise de documentos, observação participante, diário de campo (ou “diários de bordo”); no caso de crianças pequenas, podemos utilizar recursos como pequenos grupos de discussão acompanhados de elaboração de desenhos sobre a situação pesquisada. A técnica deve ser escolhida em função dos itens anteriormente mencionados – tema, problema e objetivos da pesquisa.
  12. 12. Trabalho de Conclusão do Curso O tema do TCC é de livre escolha, porém, dados os objetivos desse curso, este tema deverá estar estreitamente vinculado à escola em que atuam. O projeto-intervenção desenvolvido tem que ser a fonte para o TCC que poderá ser um artigo (?) [ou um relato analítico do projeto intervenção]. Sua elaboração será individual.

×