História<br />“ Da Queda da Monarquia   àImplantação    da República “<br />
D. Carlos I <br />     O rei Carlos I de Portugal, foi o penúltimo rei de Portugal. Filho do rei Luís I e da princesa Mari...
    D. Carlos subiu ao trono em 1889, após a morte do seu pai. Era caracterizado como uma pessoa muito extravagante, apesa...
Queda da Monarquia <br />     No final do século XIX sucedia uma crise política e económica muito grave. Em toda a nação n...
<ul><li>A indústria estava localizada no Porto e Lisboa;
Bancos e empresas  portuguesas iam à falência ;
Para pagar os juros aumentavam-se os impostos;
Os operários estavam permanentemente ameaçados de desemprego;
Apesar destes problemas o Rei D. Carlos não mostrava preocupação em resolver os problemas do país. </li></ul>Esta situação...
Ultimato Inglês <br />Portugal ambicionava unir Angola a Moçambique, através do que é actualmente a Zâmbia, o Zimbabué e o...
Havia todavia uma dificuldade: os ingleses tinham a pretensão de unir o Cairo ao Cabo, além de que estavam interessados na...
    Depois de várias trocas de correspondência a Inglaterra     apresentou em 11-01-1890 um ultimato exigindo que Portugal...
Revolta de 31 de Janeiro<br />A Revolta de 31 de Janeiro de 1891 foi o primeiro movimentorevolucionário que teve por objec...
Como aconteceu?<br /> <br />Os revoltosos desceram a Rua do Almada, até à Praça de D. Pedro onde,  em frente ao edifício d...
Primeira Guerra Mundial <br />Política de Alianças<br /> <br /> <br />     As rivalidades entre os estados Europeus levara...
O Primeiro Conflito Mundial<br /> <br />    A Primeira Guerra Mundial  foi um conflito mundial ocorrido entre 28 de Julho ...
Vitória da Tríplice Entente <br />Os EUA transportaram para a Europa um milhão de soldados bem equipados e bem armados. Em...
Portugal entrou na Primeira Guerra Mundial a 1916 na Tríplice Entente para:<br /> <br /> - obter prestígio e reconheciment...
Após a participação  na Primeira Guerra Mundial o descontentamento social e a crise económica e financeira que Portugal en...
   Portugal, em 1906, é um país profundamente dividido. As posições mais extremadas são entre os monárquicos unidos na def...
Regicídio <br />   A 1 de Fevereiro de 1908, no regresso de mais uma prolongada estadia em Vila Viçosa, o Rei D. Carlos e ...
D. Manuel II<br />D. Manuel II de Portugal  nasceu a 15 de Novembro de 1889 e morreu a 2 de Julho de 1932. Foi o trigésimo...
Aos seis anos já falava e escrevia em francês. Estudou línguas, história e música e desde cedo se mostrou a sua inclinação...
Como podem ver nos slides anteriores a Monarquia não estava a governar como devido por muitíssimas causas e o povo estava ...
Proclamação da República <br />    Na madrugada de 4 de Outubro de 1910, iniciou-se em Lisboa a Revolução Republicana. A m...
Assim, a Revolução Republicana saiu vitoriosa. Na manhã do dia 5 de Outubro de 1910 foi proclamada a República na varanda ...
Após a Implantação da República a 5 de Outubro de 1910 em Lisboa Teófilo Braga passou presidir o país num governo provisór...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Power Point De HistóRia

927 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
927
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Power Point De HistóRia

  1. 1. História<br />“ Da Queda da Monarquia  àImplantação da República “<br />
  2. 2. D. Carlos I <br /> O rei Carlos I de Portugal, foi o penúltimo rei de Portugal. Filho do rei Luís I e da princesa Maria Pia de Sabóia, nasceu no Palácio da Ajuda (em Lisboa) a 28 de Setembro de 1863. Casou-se a 22 de Maio de 1886 com a princesa francesa Amélia de Orleães. <br />
  3. 3. D. Carlos subiu ao trono em 1889, após a morte do seu pai. Era caracterizado como uma pessoa muito extravagante, apesar de ser inteligente, o que muitas vezes levou a insatisfação popular. <br />
  4. 4. Queda da Monarquia <br /> No final do século XIX sucedia uma crise política e económica muito grave. Em toda a nação notava-se a insatisfação pois os operários, os agricultores e outros trabalhadores ficavam cada vez mais pobres enquanto que a alta burguesia enriquecia cada vez mais com os lucros ganhos com a indústria, a agricultura e comércio.<br />
  5. 5. <ul><li>A indústria estava localizada no Porto e Lisboa;
  6. 6. Bancos e empresas portuguesas iam à falência ;
  7. 7. Para pagar os juros aumentavam-se os impostos;
  8. 8. Os operários estavam permanentemente ameaçados de desemprego;
  9. 9. Apesar destes problemas o Rei D. Carlos não mostrava preocupação em resolver os problemas do país. </li></ul>Esta situação agravou-se tornando o povo disposto para a Revolução.<br />
  10. 10. Ultimato Inglês <br />Portugal ambicionava unir Angola a Moçambique, através do que é actualmente a Zâmbia, o Zimbabué e o Malavi.<br /> <br /> <br />
  11. 11. Havia todavia uma dificuldade: os ingleses tinham a pretensão de unir o Cairo ao Cabo, além de que estavam interessados naquela zona como complemento da sua Colónia do Cabo. O ministro dos Negócios Estrangeiros, Barros Gomes, apresentou publicamente o Mapa Cor de Rosa em 1886. <br />
  12. 12. Depois de várias trocas de correspondência a Inglaterra apresentou em 11-01-1890 um ultimato exigindo que Portugal desistisse das suas pretensões. O governo português, reunido de emergência resolveu aceitar o ultimato inglês. D. Carlos era rei havia 3 meses. O ultimato inglês e a sua aceitação provocaram uma autêntica histeria nacional indignando a população.<br />
  13. 13. Revolta de 31 de Janeiro<br />A Revolta de 31 de Janeiro de 1891 foi o primeiro movimentorevolucionário que teve por objectivo a implantação do regime republicano em Portugal. A revolta teve lugar na cidade do Porto.<br /> <br />
  14. 14. Como aconteceu?<br /> <br />Os revoltosos desceram a Rua do Almada, até à Praça de D. Pedro onde, em frente ao edifício da Câmara Municipal do Porto, ouviram Alves da Veiga proclamar o governo provisório da República. No entanto, o cortejo foi interrompido por uma carga de artilharia e fuzilaria da Guarda Municipal, vitimando militares e civis. Terão sido mortos 12 revoltosos e 40 feridos.<br />
  15. 15. Primeira Guerra Mundial <br />Política de Alianças<br /> <br /> <br /> As rivalidades entre os estados Europeus levaram à formação de alianças políticas e militares como:<br /> <br /> -Alemanha+Império Austro Húngaro+Itália = Tríplice Aliança<br /> -França+Rússia+Inglaterra = Tríplice Entente<br /> <br /> Estas constituições provocaram a corrida aos armamentos. A guerra parecia inevitável. E a paz que se vivia era já uma paz armada, ou seja, qualquer incidente poderia desencadear um conflito de dimensões incalculáveis.<br /> <br /> <br /> <br />
  16. 16.
  17. 17. O Primeiro Conflito Mundial<br /> <br /> A Primeira Guerra Mundial  foi um conflito mundial ocorrido entre 28 de Julho de 1914 e 11 de Novembro de 1918. Passaram-se a utilizar-se canhões poderosos, grandes metralhadoras ligeiras, granadas de mão, gases tóxicos e surgiram pela primeira vez os submarinos, os carros de assaltos (tanques e aviões) e muita artilharia.<br />
  18. 18. Vitória da Tríplice Entente <br />Os EUA transportaram para a Europa um milhão de soldados bem equipados e bem armados. Em Julho de 1918 os Aliados lançaram a sua ofensiva decisiva. A Alemanha, progressivamente abandonada por todos os seus parceiros, que foram pedindo a paz, solicitou o fim das hostilidades e em Novembro foi assinado o Armistício que pôs fim à Guerra.<br />
  19. 19. Portugal entrou na Primeira Guerra Mundial a 1916 na Tríplice Entente para:<br /> <br /> - obter prestígio e reconhecimento para o nosso recente governo;<br /> - dar apoio à nossa velha aliada Inglaterra;<br />- defender as nossas colónias.<br /> <br />
  20. 20. Após a participação  na Primeira Guerra Mundial o descontentamento social e a crise económica e financeira que Portugal enfrentava agravou-se ainda mais tornando a situação do país tenebrosa contribuindo para a queda da monarquia e para a difusão das ideias socialistas e republicanas. <br />
  21. 21.
  22. 22. Portugal, em 1906, é um país profundamente dividido. As posições mais extremadas são entre os monárquicos unidos na defesa do rei D. Carlos e os republicanos que o pretendem derrubar para proclamar a república. <br />
  23. 23. Regicídio <br />  A 1 de Fevereiro de 1908, no regresso de mais uma prolongada estadia em Vila Viçosa, o Rei D. Carlos e o príncipe herdeiro D. Luís Filipe, são assassinados em pleno Terreiro do Paço extinguindo praticamente a monarquia portuguesa de um só golpe. A extrema violência culmina a clivagem entre os Monárquicos e os Republicanos e provoca uma grave crise política.<br />
  24. 24.
  25. 25. D. Manuel II<br />D. Manuel II de Portugal  nasceu a 15 de Novembro de 1889 e morreu a 2 de Julho de 1932. Foi o trigésimo -sexto e último Rei de Portugal. D. Manuel II sucedeu ao seu pai, o rei D. Carlos I, depois do assassinato brutal deste e do seu irmão mais velho, o Príncipe Real D. Luís Filipe, a 1 de Fevereiro de 1908. <br />
  26. 26. Aos seis anos já falava e escrevia em francês. Estudou línguas, história e música e desde cedo se mostrou a sua inclinação pelos livros e pelo estudo, Após a Implantação da República D. Manuel II e D. Amélia de Orleães foram exilados para Londres, Inglaterra .<br />
  27. 27. Como podem ver nos slides anteriores a Monarquia não estava a governar como devido por muitíssimas causas e o povo estava cada vez mais frustrado e deprimido. Caminhávamos a passos largos para o fim da Monarquia… <br />
  28. 28. Proclamação da República <br /> Na madrugada de 4 de Outubro de 1910, iniciou-se em Lisboa a Revolução Republicana. A marinha de guerra bombardeou o Palácio das Necessidades, onde se encontrava a família real, que se pôs em fuga. Embora as tropas fiéis à Monarquia fossem em número superior, não conseguiram organizar-se para acabar com a revolta. <br />
  29. 29. Assim, a Revolução Republicana saiu vitoriosa. Na manhã do dia 5 de Outubro de 1910 foi proclamada a República na varanda da Câmara Municipal de Lisboa por José Relvas, pondo fim à Monarquia que durou quase oito séculos em Portugal.<br />
  30. 30. Após a Implantação da República a 5 de Outubro de 1910 em Lisboa Teófilo Braga passou presidir o país num governo provisório.<br />
  31. 31. Medidas da 1ª República <br />
  32. 32. Novos símbolos da República<br /> Na Bandeira Nacional: O verde-escuro, cor da Natureza, representa a Esperança em melhores dias, os campos verdejantes do país, e a Liberdade. O vermelho - escarlate simboliza o valor e o sangue derramado ao longo da história, e a Vida. A Esfera Armilar, amarela, e no centro, representa os Descobrimentos Portugueses. A Esfera Armilar, de ouro em fundo azul simboliza o reino do Brasil.<br />
  33. 33. Em Portugal, a reacção popular contra os ingleses e contra o governo português, que permitiu esse género de humilhação, manifestou-se de várias formas. &quot;APortuguesa&quot; foi composta em 1890, com letra de  e música de Alfredo  Keil e Henrique de Mendonça, e foi utilizada desde cedo como símbolo patriótico mas também republicano. <br />
  34. 34. Trabalho realizado por: <br />Gabriela Sá <br />

×